Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Artigos

Artigos

Mesa Sesto / mmat

A mesa “Sesto”, criada no studio de design italiano mmat (Marco Masetti), resume no nome e na sua forma a alma e o espirito específicos de Veneza e sua relação com a água. Primeiro, faz alusão às pontes arcadas que passam sobre os canais e lagoas, mas também ao instrumento utilizado durante a fabricação das “gôndolas” para medir sua curvatura.

Concurso Internacional: Green Line Ideas Competition

Cortesia de Greenlinetoronto.ca
Cortesia de Greenlinetoronto.ca

Green Line Ideas abriu a 4 de Dezembro as inscrições para arquitetos, arquitetos paisagistas, designers, urbanistas, artistas e membros da comunidade para criar propostas com um desenho visionário para o úso público de um corredor de transmissão elétrica no centro de Toronto, Canadá. Incentivam-se os participantes a proporem ideias audazes e soluções práticas para temas de importância pública como o transporte alternativo e problemas de segurança. As equipes multidisciplinares são bem-vindas.

MADEIRA NA CIDADE: Concurso de Habitats Urbanos

Cortesia da Association of Collegiate Schools of Architecture
Cortesia da Association of Collegiate Schools of Architecture

A madeira sempre esteve presente como material estrutural em arquitetura, mas ainda não é frequente encontrá-la em projetos de grande escala. Este ano a Associação de Universidades de Arquitetura (ACSA) convoca a estudantes e arquitetos + designers com até 5 anos de formados, do mundo todo a um novo desafio: "MADEIRA NA CIDADE: Concurso de Habitats Urbanos".

O programa incentiva a estudantes e graduados, para trabalhar individualmente ou em grupo e imaginar nossas cidades, re-colocando nelas edifícios feitos com recursos renováveis, materiais de menor custo, inovação com diversos produtos de madeira e que fomentem no entorno um estilo de vida saudável..

A primeira casa urbana construída com fardos de palha em Roma, Italia

Há alguns meses, no bairro romano de Quadraro, foi concluída a primeira residência urbana construída de fardos de palha. A casa, que foi projetada pela equipe do escritório BAG Offinamobile - dirigida pelo arquiteto Paolo Robazza- tem uma estrutura de estrutura de madeira e muros de palha, além de uma mistura de terra local e tijolos triturados, que é uma reinterpretação moderna da arquitetura vernacular tradicional romana.

O resultado é uma construção natural que "transpira", alcançando uma eficiência térmica muito alta, o que possibilita que o ambiente se mantenha fresco no verão e quente no inverno, evitando a umidade por completo.

Mais informação e imagens de sua construção a seguir. 

© BAG Officinamobile © BAG Officinamobile © BAG Officinamobile © BAG Officinamobile + 10

Nascido para Observar / Glenn Murcutt

Cynthia Davidson: O que “sustentável” significa pra você, especialmente com respeito ao seu trabalho?

Glenn Murcutt: É manter ou seguir levando; continuar. Coisas vivas podem ser sustentáveis se permitidas crescerem em equilíbrio com outros organismos e não consumirem em índices maiores do que é sustentável, como normalmente fazemos quando fazemos super-colheitas ou intoxicamos a terra. Nós não nos planejamos adequadamente para o futuro. Os povos aborígenes australianos têm a cultura mais longa  e contínua registrada no planeta. Eles sobreviveram por ao menos 40.000 anos –não através de competição, mas sim através de cooperação; trabalharam com a terra e não contra ela. Os povos aborígenes tradicionais têm vivido e trabalhado de maneira muito sustentável.

Concurso para o Novo “Centro de Atividades Collider”

© Collider.eu
© Collider.eu

Recentemente foi divulgada a convocatória para este concurso que espera receber propostas de todo o mundo - até 28 de fevereiro - para o projeto do novo “Centro de Atividades Collider” , em espaço de encontro público para realizar atividades esportivas e recreacionais em Sofia, Bulgária. O centro inclui zona de escala, área de esportes multiuso, fitness, spa, piscina, escritórios, restaurante e bar.

Repisa Trace / Derek Welsh

Desenvolvida a partir de sua estante Box, o designer Derek Welsh criou Trace como um objeto singular de qualidade escultórica, que pretende ser uma peça única simplesmente para se apreciar e desfrutar. Os componentes da obra podem ser agregados para modificá-la e personalizá-la.

Poesia e Arquitetura: O Pequeno Príncipe, capítulo XXI / Antoine de Saint-Exupéry

A luz no fim do túnel: A reinvenção da Arquitetura na Espanha a partir da Crise

A Europa está em crise. Pelo que nos interessa, a Espanha está enterrada até o pescoço em toda lama da crise. A arquitetura, o setor mais afetado, nada nos pântanos da crise. Estamos fartos de falar da crise. Nós a encontramos de costas e sem esperá-la, chocou-se contra nossas mentes dormidas, a devoramos, a digerimos, a vomitamos.

Não necessitamos já do porquê, buscar os culpados, conhecer o quem, o como, o quando. Já sabemos de tudo.  

Cansada do debate constante sobre as causas da crise em seu país, Ana Asensio compartilhou com Archdaily esta interessante e otimista reflexão sobre o futuro da arquitetura na Espanha. A crise obrigou a buscar novas formas de desenvolvimento para seguir em frente, as que aparentemente estão terminando com uma série práticas que silenciosamente estavam gerando um prejuízo maior à profissão neste país.

É assim que - depois de tudo - parece haver uma luz no fim do túnel... Convidamos você para debater a respeito com base no texto completo escrito por Ana Asensio Rodríguez, a seguir.

Cadeira Sedia 1 / Enzo Mari

Enzo Mari é um pensador italiano, designer e provocador nascido em Novarra em 1932. Ele leccionou como professor no Potécnico de Milão, no "Centro de Estudos de Comunicação Visual" da Universidade de Parma, na "Academia de Belas Artes" de Canarra e na "Società Umanitaria" de Milão.

Foi encarregado de desenhar a cadeira Sedia 1 para a empresa de design Artek para a Feira de Design de Milão 2010. Esta cadeira seria uma homenagem ao seu Autoprogettazione (ou “design próprio”), uma série de móveis produzida por Enzo Mari em 1974 cujo objectivo era "educar" os seus clientes na disciplina do design.

Casa CANOPEA, a proposta vencedora do Solar Decathlon Europe 2012

Há alguns meses contamos sobre a realização da competição Solar Decathlon Europe 2012 em Madri, Espanha, concurso internacional de Arquitetura e Engenharia que convida todos os anos estudantes universitários do mundo todo a projetar habitações sustentáveis que sejam capazes de se auto abastecer com energia solar e funcionar perfeitamente durante o mês da competição.

O concurso de 2012, patrocinado pelo Departamento de Energia dos Estados Unidos e pelo Laboratório Nacional de Energias Renováveis (NREL), premiou a Casa CANOPEA, da equipe francesa RHÔNE ALPES. 
Na continuação os convidamos a conhecer o projeto vencedor.

© SD Europe © SD Europe © SD Europe © SD Europe + 10

Série Puff / Moran Barmaper

Esta nova série criada pela designer de Israel, Moran Barmaper, consiste numa família completa de móveis de metal que se inflam utilizando uma simples bomba para bicicletas, obtida após de muitas tentativas de trabalhar com o metal em pressões altíssimas.

"Brinquei com o material, me apaixonei com o simples processo... Em apenas um momento a peça bidimensional de metal se converte numa estrutura tridimensional com um caráter e uma força eficiente".

FENDI apresenta a coleção Transformations de Marteen De Ceulaer

Depois da edição de Design Miami / Basel em junho com Craftica por FormaFantasma, Fendi convidou o designer belga Maarten de Ceulaer a desenvolver um projeto que responda a sua identidade visual e seu legado de padrões e emblemas de inspiração Modernista. Marteen foi selecionado para este projeto porque demonstrou uma notável afinidade para a elaboração de móveis sofisticados e objetos cheios de narração lírica, caprichosa.

Cinema e Arquitetura: "Berlim, Sinfonia de uma Grande Cidade"

Esta semana em Cinema e Arquitetura , voltamos às primeiras décadas do século passado para apresentar o documentário histórico de Walther Ruttmann, realizado em 1927 e que mostra - de forma enérgica - a vida da cidade de Berlim, do nascer ao pôr do sol.

O documentário: Berlim, Sinfonia de uma Grande Cidade foi filmado durante mais de um ano com câmeras escondidas para atingir o efeito mais real e cotidiano possível, conseguindo transmitir esta atmosfera industrial e caótica mas, às vezes, inocente da cidade durante esses anos, com o apoio da música de Edmund Meisel.

A Solidão dos Edifícios / Rafael Moneo

Escolhi três edifícios para exemplificar meu trabalho. Eles diferem com respeito às exigências e às condições do sítio, mas todos são edifícios públicos. Eles podem ser considerados como representativos do meu trabalho dos últimos dez anos.

Por que edifícios ao invés de projetos? Por que trabalho ao invés de discurso teórico? Eu acredito que na crua realidade de obras construídas é possível ver claramente a essência de um projeto, a consistência de ideias. Eu acredito fortemente que arquitetura precisa do suporte da matéria; que o primeiro é inseparável do segundo. A arquitetura surge quando nossos pensamentos sobre ela adquirem a condição real que somente os materiais podem fornecer. Aceitando e negociando com as limitações e restrições, com o ato de construção, a arquitetura se torna o que ela realmente é.

Cadeira Bravo / Matte Nyberg

A Cadeira Bravo, do designer industrial de Nova Iorque Matte Nyberg está projetada como o lugar perfeito para se sentar e estudar. Proporciona isolamento e a privacidade suficiente para bloquear as distrações enquanto segue permitindo que a luz e a inspiração flua livremente.

Café Lempicka / Agencia de Construcción de Ideas

© Catalina Montaña © Catalina Montaña © Catalina Montaña © Catalina Montaña + 30

Coleção Fractal / Nicole Tomazi

A nova coleção Fracta da designer brasileira Nicole Tomazi inclui uma mesa, uma cadeira e uma prateleira que foram apresentadas no Salone Internazionale del Mobile 2012 em Milão. A partir de uma fusão de arte, matemática e natureza, a série cresceu a partir do estudo da geometria fractal, que reproduz as formas naturais e orgânicas.

Prateleira XI / Gonçalo Campos

Esta estante foi criada pelo designer português Gonçalo Campos cuja montagem é bastante fácil e não necessita de parafusos nem ferramentas. Sua produção é muito simples graças ao cuidado com que foram projetadas e colocadas as peças, que podem ser unidas como em um quebra-cabeças de madeira.

Agricultura Urbana na América Latina: Uma opção real de alimentação para nossas cidades?

"O morador urbano de hoje não sabe de onde vem ou como são produzidos os alimentos que consome ou como eles são distribuídos. Nós nos tornamos dependentes de grandes e poderosas corporações que trazem grandes quantidades de alimentos de fazendas industrializadas aos nossos supermercados. Mas todo o processo permanece oculto, é massivamente complexo e, em última análise, insustentável." Carolyn Steel, autora de Hungry City, em sua palestra TED."How Food Shapes Our Cities" (Como o alimento molda nossas cidades).

Em algumas partes do mundo, as pessoas estão lentamente começando a "revolução dos alimentos." A necessidade causada pela crise econômica ou a mudança de mentalidade das pessoas que procuram comer melhor para prevenir doenças quase epidêmicas, como a obesidade, têm impulsionado a ação das pessoas, tomando a situação em suas próprias mãos e se tornando apicultores urbanos ou "agricultores de telhado."

Na América Latina, apesar de seus muitos benefícios aparentes, esta questão ainda não é foco de debates cotidianos, mas timidamente vêm alcançando algumas famílias. Apesar da participação de grupos comunitários e da pressão política serem vitais para promover esses movimentos, também o poderia ser o projeto arquitetônico.

Veja, a seguir, alguns programas de agricultura urbana de sucesso na América Latina e uma série de propostas internacionais que podem nos dar idéias como a arquitetura pode apoiar essa revolução, se colocarmos o alimento no centro do projeto.

Poesia e Arquitetura: Blue / Jorge Teillier

Verei novos rostos
Verei novos dias
Serei esquecido
Terei recordos
Verei sair o sol quando sai o sol
Verei cair a chuva quando chove
Passearei sem assunto
De um lado a outro
Entediarei meio mundo
Contanto a mesma história
Sentarei a escrever uma carta
Que não me interessa enviar
Ou a olhar as crianças
Nos parques de jogo

Sempre chegarei à mesma ponte
A olhar o mesmo rio
Irei ver filmes tontos
Abrirei os braços para abraçar o vazio
Tomarei vinho se me oferecem vinho
Tomarei água se me oferecem água
E me enganarei dizendo:
“Virão novos rostos
Virão novos dias”.

Edifício temporário de escritórios é construído de fardos de papel reciclado em Essen, Alemanha

Desenhado pelos arquitetos Ben e Daniel Dratz, do escritório Dratz&Dratz Architekten, este "edifício de papel" é um espaço de trabalho temporário de 190 m2 composto por 550 fardos de papel reciclado comprimido, procedentes dos supermercados da região. Os irmãos receberam um subsídio da Zollverein School of Management and Design (ZSMD) para construir a estrutura sobre o terreno de um antigo complexo minerador nomeado Patrimônio da Humanidade pela UNESCO.
Mais informações e imagens a seguir.

© Dratz&Dratz Architekten © Dratz&Dratz Architekten © Dratz&Dratz Architekten © Dratz&Dratz Architekten + 5

De mansões de psicopatas a casas de super-heróis: como o Cinema e a Arquitetura Moderna chegaram a uma trégua

Chemosphere, por John Lautner, arquiteto cuja obra foi muito usada (e abusada) por Hollywood. © Joshua White/JWPictures.com
Chemosphere, por John Lautner, arquiteto cuja obra foi muito usada (e abusada) por Hollywood. © Joshua White/JWPictures.com

Este artigo vem como cortesia da amiga Charlotte Neilson, autora do fascinante blog de design Casting Architecture, que discute arquitetura e direção de arte. Charlotte não é só uma dedicada cinéfila, mas também uma graduada de honra da University of Newcastle, Australia.

Todos sabemos que psicopatas preferem o design contemporâneo. Hollywood nos diz isso por décadas. A clássica conexão entre interiores minimalistas e o desapego emocional (veja: qualquer adversário de James Bond), ou entre edifícios modernos e valores subversivos, é bem documentada no cinema - e lamentável. A filosofia moderna de chegar à essencia de um edifício foi concebida para liberar e enriquecer a vida de seus ocupantes. Então, é pouco justo que essas construções sejam rotineiramente retratados como associações à vilões.

O que a representação da Arquitetura Moderna nos filmes nos conta sobre nossa sociedade, abaixo...

JH House / Bernardes + Jacobsen. © Leonardo Finotti. Ben Rose House, 1952-54, projetada por A. James Speyer. Imagem via Mid-Centuria. A Elrod House do Arquiteto John Lautner. Imagem via Expoint Realty. Image via Flickr User CC Chris Lott.. Used under <a href='https://creativecommons.org/licenses/by-sa/2.0/'>Creative Commons</a> + 8

Ruas pavimentadas com plástico reciclado: O exemplo de Vancouver

Vancouver tem um objetivo claro: converter-se na cidade mais verde do mundo até 2020. Como meta, não é nada fácil e para a incentivar a população que supera os 600.000 habitantes - segundo censo realizado em 2011 – o Conselho da cidade elaborou um Plano de Ação para realizá-lo. Através de objetivos classificados em áreas, como “Acesso a Natureza”, “Zero Resíduos” e “Transporte Verde”, que tentarão mudar o entornos imediato das pessoas para que vejam os benefícios ambientais que se podem conseguir com medidas simples.

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.