Ampliar imagem | Tamanho original
O pilar "guarda-chuva" é um sistema de concreto armado projetado por Amancio Williams (Buenos Aires, 1913-1989) que, em virtude de sua forma, é capaz de suportar cargas extraordinárias e de se manter em equilíbrio de forma autônoma - ou seja, não precisa de outras peças para se sustentar além de sua própria coluna -, oferecendo, ainda, pouquíssima resistência ao vento. Os estudos a respeito deste projeto foram iniciados pelo arquiteto em 1939, momento a partir do qual realizou uma série de ensaios e construiu cerca de 50 maquetes. Esta estrutura para coberturas altas, também conhecida em espanhol como "paraguas" ou "sombrilla", pode ser considerada um exemplo de destaque em inovação moderna da época na Argentina, definida pela experimentação técnica e formal. Esta estrutura de resistência pela forma conseguiu se consolidar como um elemento arquitetônico em si mesma, utilizada em alguns casos com independência em relação a seu propósito original. Em primeira instância, esses elementos se desenvolveram como um sistema de teto para funcionar como segunda cobertura e proteger de forma efetiva os elementos arquitetônicos das intempéries do clima, sobretudo a incidência do sol e da chuva. O teto alto criava uma área sombreada e fresca, além de resolver, em um único elemento, a drenagem das águas pluviais - incorporada na coluna - e o controle solar. Entre as duas camadas de cobertura se alcançava uma ventilação perfeita. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar