1. ArchDaily
  2. Maquete

Maquete: O mais recente de arquitetura e notícia

Construção em miniatura: maquetes da estrutura aos acabamentos

Todos amam maquetes, mas nem todos amam fazê-las. Para alguns, precisar iniciar uma traz à tona a lembrança de dedos cheios de cola seca, cortes de estilete, materiais desperdiçados e grandes doses de frustração. Para outros, com a habilidade de materializar o que pensaram nos desenhos, confeccionar um modelo em escala reduzida pode ser até uma diversão. Mas, é claro, na internet sempre chegaremos a alguém que leva qualquer atividade a níveis inacreditáveis. É o caso do canal OUROBOROS ARQ, com quase 2 milhões de inscritos no Youtube, que documenta o processo construtivo de edificações em miniatura.

Tombamento da maquete de Salvador: o “modelo reduzido” de Assis Reis

No dia 20 de agosto teve início o processo de tombamento da maquete de Salvador, que se encontra em exposição na Associação Comercial da Bahia, na capital baiana [1]. A maquete, que estará aberta à visitação por meio de agendamento até 18 de setembro de 2020 [2], começou a ser idealizada no começo da década de 70 pelo arquiteto Assis Reis. Desde então, continua a ser atualizada por uma equipe de artesãos da Prefeitura Municipal de Salvador com o objetivo de representar as mudanças urbanas na cidade, mantendo, assim, a ideia original da sua criação.

© Rafael Martins© Rafael Martins© Rafael Martins© Rafael Martins+ 7

Abertura: Rooms, etc.

A entrada é uma esquina. O escritório, um museu.
O banheiro, cemitério. O quintal é Deserto.
No estar, um castelo. No salão, o banquete.
Em um porão, o vulcão. O teatro, o jardim, a piscina
e a torre.


ROOMS, etc. reúne 7 projetos de arquitetura do escritório italiano Salottobuono, apresentados, aqui, por meio de fotografias de maquetes realizadas por Louis De Belle, Giaime Meloni, Fabrizio Vatieri e Giorgio De Vecchi.

A mostra, feita em conjunto com CLUBE, se dedica a três problemas que atravessam essa produção: limites, arquétipos e representação.

Dividida entre 7 ambientes – cômodos, aposentos –, ROOMS, etc. transforma um espaço compartilhado de trabalho

As melhores maquetes de arquitetura feitas pelos nossos leitores

Maquetes são objetos bastante singulares. Por um lado, como às representações em 2D, modelos são representações de outras coisas - um edifício existente por exemplo - mas na maioria dos casos são projetos hipotéticos. Por outro lado, são representações de si mesmo, objetos que impressionam por seus detalhes e complexidade. Talvez seja por isso que as maquetes tanto fascinam os arquitetos; elas podem significar tanto um objeto em si como uma representação de algo maior.

No início deste ano, pedimos aos nossos leitores que nos enviassem imagens de seus melhores modelos. A enorme quantidade de respostas assim como a qualidade das imagens mostrou claramente essa espécie de fascínio que desenvolvemos com as maquetes de arquitetura. Recebemos imagens de todos os tipos de modelos, desde pequenos objetos meticulosos e sensíveis até maquetes enormes de cair o queixo. Com mais de 300 mensagens recebidas, fizemos uma dificílima seleção de apenas 21 dos exemplos mais inspiradores, dividindo-os em 5 categorias que representam a incrível variedade de modelos apresentados.

Pinecote Pavilion by Fay Jones / Model by Garrett Wineinger + Laura Leticia + Angelika Sophi. Image courtesy of Garrett WineingerType Variant House by VJAA / Model by Sarah Hefner, Ross Davidson + Zach Dawkins. Image courtesy of Sarah Hefner, Ross Davidson, Zach DawkinsTheater on Rundle Mountain / Dalton Kaun. Image courtesy of Dalton KaunNew Orleans Aquatic Center / Charles Weimer. Image courtesy of Charles Weimer+ 90

WAY Studio explora o aspecto lúdico das maquetes com uma série de modelos em LEGO

Arquitetos sempre buscam as formas mais inovadoras de apresentar seus projetos, explorando desde maquetes físicas elaboradas até tecnologias de realidade virtual, motivados por uma paixão pelo desenho e construção. Talvez essa paixão pela arquitetura tenha despertado na infância, através de jogos e brinquedos como LEGO.

Desde que a LEGO criou uma coleção temática de arquitetura, permitiu aos entusiastas da arte de construir explorar edifícios famosos e recriar suas estruturas com blocos geométricos básicos. Nesse sentido, o escritório WAY Studio descobriu as possibilidades de modelagem com LEGO e usou seus blocos como ferramenta de concepção para uma série de projetos.

© Way Studio© Way Studio© Way Studio© Way Studio+ 12

Envie fotos de seus melhores modelos arquitetônicos!

Maquetes têm um lugar especial no coração dos arquitetos. Enquanto que um edifício leva anos para ser concluído e é geralmente muito alterado ao longo do processo de construção, um modelo em escala proporciona a rapidez e flexibilidade necessárias ao processo criativo, além de causarem a sensação de que estamos de fato fazendo alguma coisa - um sentimento que a modelagem digital raramente causa. 

As maquetes desempenharam papeis decisivos na carreira de muitos arquitetos mundialmente aclamados. Peter Zumthor, por exemplo, é conhecido por preferir a tateabilidade dos modelos em vez de outras formas de representação; já Steven Holl ganhou reconhecimento por sua proposta visionária "Bridge of Houses" para o Highline em Nova Iorque, apresentada por meio de uma provocadora série de maquetes. Além disso, maquetes físicas serviram de alavanca para muitos avanços na profissão: no início dos anos 1990, o trabalho pioneiro de Frank Gehry com projeto digital envolveu o escaneamento e conversão de seus modelos físicos para modelos eletrônicos do software CATIA, enquanto que as maquetes de bolha de sabão de Frei Otto do início dos anos 1960 foram fundamentais para suas pesquisas sobre estruturas tensionadas.

Workshop Maquetes Projetivas

O workshop propõe centrar o processo de crítica arquitetônica na elaboração de maquetes físicas em diferentes materiais, através de diferentes técnicas, em múltiplas escalas, e a partir de diferentes propósitos. A busca é por reconhecer as problemáticas projetuais subjacentes à obra através de maquetes, fazendo uso do desenho como meio auxiliar. Para levá-la a cabo, serão exercitadas diferentes técnicas de modelagem, associadas a materiais específicos. Técnicas e materiais serão tomados como possibilidades projetuais que podem vir a contribuir ao entendimento da obra. A postura do workshop é que cada parte, peça ou fragmento da obra deve voltar a ser projetado

Edifícios hiper-realistas que cabem em cima da mesa

© Ben Neale para Joshua Smith
© Ben Neale para Joshua Smith

O artista australiano Joshua Smith criou mais uma miniatura perfeita, desta vez de uma loja em Kaohsiung, Taiwan. A miniatura foi criada para uma exposição na Arcade Art Gallery em Kaohsiung, chamada "When the Sun Goes Down" como parte do festival Streets of Taiwan. Smith escolheu a loja através do Google Maps sem nunca ter ido a Taiwan, muito menos visitado o estabelecimento.

© Ben Neale para Joshua Smith© Ben Neale para Joshua Smith© Ben Neale para Joshua Smith© Ben Neale para Joshua Smith+ 11

Maquetes tornam os projetos de bambu realidade

Cada material carrega suas particularidades e o processo de projeto e construção devem ser adequados a essas características. Um edifício em estrutura metálica, por exemplo, deve ter uma precisão acurada para que os componentes e as partes, geralmente fabricados fora do canteiro de obra e transportados até lá, encaixem-se durante a montagem. Um edifício de madeira pode ter suas seções transversais drasticamente modificadas de acordo com a espécie e resistência da mesma, ou mesmo segundo a direção das cargas em relação às suas fibras. O bambu, por sua vez, exige uma aproximação distinta, por conta de sua composição e características próprias.

Mas de que forma é possível trabalhar com um material com tantas minúcias e desafios?

Micro-modelagem: Como construir mundos minúsculos com materiais comuns

Joshua Smith, um miniaturista e artista do sul da Austrália, tem como atividade construir mundos minúsculos e intrincados. Seu trabalho, que exige uma surpreendente habilidade de observação e representação, se concentra nos "aspectos negligenciados do ambiente urbano - como a sujeira, a ferrugem e o grafite", todos recriados em uma escala de 1:20. Smith, que cria kits de miniatura há cerca de uma década, só recentemente optou por afastar-se de uma carreira artística de 16 anos de estêncil. Com seus talentos criativos agora focados apenas na criação de modelos, e todas as habilidades que acompanham este ofício, o ArchDaily pergunta: como você faz isso?

© Andrew Beveridge / ASB Creative Instagram© Andrew Beveridge / ASB Creative Instagram© Andrew Beveridge / ASB Creative Instagram© Andrew Beveridge / ASB Creative Instagram+ 19

Maquetes - A representação do espaço no projeto arquitetônico / Lorenzo Consalez e Luigi Bertazzoni

A maquete arquitetônica pode servir como objeto de estudo, como instrumento de representação, como um resumo de uma pesquisa. Pode, inclusive, ser uma maneira de encontrar novas soluções para o projeto. O livro "Maquetes", a representação do espaço no projeto arquitetônico , escrito por Lorenzo Consalez e Luigi Bertazzoni, dois arquitetos e professores do Politecnico de Milão, mostra as várias facetas dessa ferramenta e como podem ser construídas. É um manual perfeito para os profissionais e estudantes que querem se aprofundar na arte de construir maquetes, ricamente ilustrado e recheado com dicas de construção.

Ergo Kiwi: um estilete ergonômico que fará seus dedos agradecerem

Se você já passou por um escola de arquitetura provavelmente você está cansado de estiletes que podem perfurar a pele de um desatento, estudante cafeinado, em uma fração de segundo. Mesmo se você conseguir evitar o hospital, estes flagelos ainda sabem como machucar você: seus desenhos são a antítese da ergonomia, fazer um corte na maratona de maquete é uma batalha de resistência poderosa contra cãibras nas mãos e dor nas articulações. Com o objetivo de criar uma solução mais confortável, o arquiteto pós-graduado Sean Riley desenvolveu o Ergo Kiwi, e lançou uma campanha Kickstarter para ajudar a trazer o produto ao mercado.

Além disso, Riley tem meticulosamente catalogados seus desenhos e processo de produção. No ArchDaily, fomos conferir não somente o design de Ergo Kiwi, mas as etapas envolvidas no desenvolvimento, o que traz para o mercado um produto convincente. Como resultado, nós o convidamos a partilhar a sua história.

Cortesia de Sean Riley© Christian BorgerCortesia de Sean Riley© Christian Borger+ 27

Arquivo: Maquetes

Dedicamos o Arquivo de hoje às maquetes - um dos principais meios de representação dos edifícios, o modelo físico traz à tona a visão tridimensional do projeto, assim como sua escala perante o entorno e os humanos. Esta seleção de dez projetos mostra a representação físico-conceitual de cada obra, feita com distintos materiais e graus de detalhes.

Veja os dez projetos, a seguir.

Arckit: Um sistema para construir maquetes físicas precisas

Construir modelos físicos pode ser muito trabalhoso e caro. No entanto, graças aos criadores do Arckit, isso pode estar prestes a mudar. Baseado em um sistema modular de painéis e seguindo uma malha de 1,2 metros, o Arckit oferece um sistema flexível e simples para a criação de modelos em escala que permite aos arquitetos construir e modificar rapidamente uma grande variedade de estruturas.

A batalha entre um homem e uma impressora 3D

Arte e Arquitetura: Ingrid Siliakus