O que é "rewilding" na arquitetura? Conceitos, aplicações e exemplos

O que é "rewilding" na arquitetura? Conceitos, aplicações e exemplos

Em uma época em que o impacto negativo da humanidade sobre o meio ambiente tem se tornado cada vez mais evidente, o conceito de rewilding (renaturalização) está surgindo como uma abordagem poderosa para a conservação e a restauração ecológica. Em consonância com a crescente atenção dada à arquitetura paisagística nos últimos anos, a ideia de remover a intervenção humana de nossos ambientes naturais para restaurar um equilíbrio estável parece oferecer uma maneira relativamente simples de corrigir erros climáticos fundamentais. Mas será que a ausência de interferência na natureza é realmente tudo o que prega o rewilding? Como ele se relaciona com a arquitetura e o design? Neste artigo, analisamos seus principais conceitos, aplicações e exemplos.

O que é "rewilding" na arquitetura? Conceitos, aplicações e exemplos - Imagem 2 de 8O que é "rewilding" na arquitetura? Conceitos, aplicações e exemplos - Imagem 3 de 8O que é "rewilding" na arquitetura? Conceitos, aplicações e exemplos - Imagem 4 de 8O que é "rewilding" na arquitetura? Conceitos, aplicações e exemplos - Imagem 5 de 8O que é rewilding na arquitetura? Conceitos, aplicações e exemplos - Mais Imagens+ 3

Em sua essência, o rewilding visa reverter os efeitos da perda de habitat, do declínio das espécies e da degradação dos ecossistemas, permitindo que a natureza recupere os seus espaços e processos inerentes. O movimento representa uma mudança ousada das práticas tradicionais de conservação sistêmica e, em vez disso, adota uma ideia restauracionista de coexistência com paisagens naturais prósperas. Estimulados pelos esforços em torno da Década de Restauração de Ecossistemas da ONU, que vai de 2021 a 2030, Irlanda, Suécia, Nigéria, Austrália, Índia, Chile, EUA e Indonésia são apenas alguns dos países que já estão realizando projetos de rewilding, de acordo com um mapa da Global Rewilding Alliance.

"Os restauracionistas, desde o início, têm debatido com a questão de como intervir na vida de plantas e animais selvagens e, ao mesmo tempo, manter sua "natureza selvagem". De fato, a restauração ecológica desafia a ideia de que um lugar é indomável ou gerenciado, selvagem ou projetado. [Ela] busca um meio-termo: afirma que o cuidado humano pode ajudar a desfazer algumas formas de danos ambientais causados pelo homem, ao mesmo tempo, em que respeita a autonomia de outras espécies". - Laura J. Martin, Wild by Design: The Rise of Ecological Restoration


Artigo Relacionado

Arquitetura como colaboração entre espécies humanas e não humanas

Segundo a historiadora ambiental Laura J. Martin, o rewilding pode, a princípio, parecer conflitante com os esforços de construção ou arquitetura; mas há vários conceitos importantes relacionados à ideia que podem, de fato, ser auxiliados por estruturas arquitetônicas e design inspirado. Encontrar formas inovadoras para que os seres humanos acelerem o processo de recuperação da natureza, facilitem a conservação ou construam caminhos de migração de animais e habitats naturais são intervenções selecionadas que estão alinhadas visando uma filosofia que muitas vezes é interpretada como estritamente "sem intervenção".

Para entender o motivo, é útil examinar as áreas de rewilding que se relacionam mais diretamente com nosso ambiente construído:

Conectividade do habitat

A conectividade do habitat envolve a criação ou manutenção de corredores que permitem que as espécies se movam livremente entre habitats fragmentados. As iniciativas de rewilding frequentemente se concentram em estabelecer esses corredores ou passagens de vida selvagem para facilitar a movimentação dos animais, ajudando na diversidade genética, na adaptação e na saúde geral da população. Embora os caminhos possam ser formados naturalmente por meio de medidas ecológicas selecionadas, a recente exposição da Cave_bureau no Museu de Arte Moderna de Lousiana propõe a construção ativa de um desses corredores em sua cidade natal, Nairóbi, no Quênia, para ajudar os indígenas Massai a pastorear o gado e restaurar a área para outros animais selvagens.

O que é "rewilding" na arquitetura? Conceitos, aplicações e exemplos - Imagem 3 de 8
'Corredor de Vacas' em Nairobi, Quênia. Imagem © Cave_bureau

Conservação da Biodiversidade

A biodiversidade está no centro dos esforços de rewilding. Ao promover diversos agrupamentos de espécies nativas, a renaturalização aumenta a resiliência dos ecossistemas, apoia espécies raras e ameaçadas de extinção e ajuda a manter processos ecológicos essenciais. Em áreas urbanas, em particular, o rewilding concentra-se em transformar espaços urbanos subutilizados em áreas biodiversas. Jardins em coberturas, corredores verdes e parques contribuem para os esforços de renaturalização urbana. Exemplos do nosso banco de dados do ArchDaily incluem o Parque Floresta Benjakitti, projetado pela Arsomslip Community and Environmental Architect, ou o Centro de Excelência em Conservação Florestal, projetado por Architects 49.

O que é "rewilding" na arquitetura? Conceitos, aplicações e exemplos - Imagem 7 de 8
Centro de Excelência em Conservação Florestal / Architects 49. Imagem © DOF Sky I Ground
O que é "rewilding" na arquitetura? Conceitos, aplicações e exemplos - Imagem 4 de 8
Parque Floresta Benjakitti/ Arsomslip Community and Environmental Architect. Image © Srirath Somsawat

Perspectivas culturais e indígenas

Uma abordagem mais contextual do rewilding enfatiza a reconexão das comunidades indígenas com suas terras ancestrais e conhecimentos ecológicos tradicionais. Ao integrar práticas e perspectivas indígenas, projetos culturais de rewilding promovem uma abordagem holística à conservação que depende muito de materiais locais e história. Embora essa abordagem não retorne estritamente os ambientes ao seu estado pré-colonial, ela apresenta uma alternativa duradoura e integrativa às medidas mais rígidas de rewilding que excluem totalmente os seres humanos.

O que é "rewilding" na arquitetura? Conceitos, aplicações e exemplos - Imagem 5 de 8
O conhecimento ecológico tradicional, como o dos Khasi no Nordeste da Índia, abrange estruturas inerentemente sustentáveis e “selvagens”, como estas pontes de raízes vivas. Imagem © Pete Oxford

Movimentos de arquitetura e design ecocêntricos, como contextualismo, Lo-TEK, biofilia ou biomimética, dependem fortemente de todos esses três blocos de construção de rewilding, a fim de criar estruturas sustentáveis e restauradoras que permitam um retorno à natureza e, ao mesmo tempo, forneçam espaço para o ser humano. Interpretações mais restritivas do movimento rejeitam inteiramente a intervenção humana; mas devido à falta contínua de uma definição oficial ou conjunto de regras predefinidas, muitos arquitetos e designers encontraram uma maneira de incorporar o rewilding em seus projetos.

O que é "rewilding" na arquitetura? Conceitos, aplicações e exemplos - Imagem 6 de 8
Projeto de proteção contra inundações em terras portuárias / Michael Van Valkenburgh Associates. Imagem © Waterfront Toronto

Entre os mais ambiciosos até o momento está o Projeto de Proteção contra Inundações de Port Lands em Toronto, Canadá, de Michael Van Valkenburgh Associates. Anunciada como uma das maiores iniciativas de infraestrutura da cidade, o projeto pretende criar um novo vale fluvial no distrito industrial de Port Lands para minimizar as inundações em caso de grandes tempestades, ao mesmo tempo que cria parques com trilhos para caminhadas e ciclismo, habitats para animais e um bairro residencial que inclui unidades acessíveis. Previsto para abrir em 2024, o projeto está a caminho de ser uma transformação notável em uma área anteriormente subutilizada e poluída, além de ser um modelo promissor para atingir metas de resiliência, biodiversidade e habitação em um único local.

O que é "rewilding" na arquitetura? Conceitos, aplicações e exemplos - Imagem 2 de 8
COOKFOX Architects e Buro Happold trabalharam juntos na construção do protótipo de uma fachada de terracota que oferece espaços para abelhas, pássaros e plantas. Imagem © Buro Happold / COOKFOX
O que é "rewilding" na arquitetura? Conceitos, aplicações e exemplos - Imagem 8 de 8
Um projeto especulativo de todo o edifício que incorpora módulos inovadores. Imagem © Buro Happold / COOKFOX

No entanto, a inovação do rewilding nem sempre precisa ser em uma escala maior do que a vida. Em 2022, a COOKFOX Architects, com sede em Nova York, colaborou com Buro Happold em uma fachada de um edifício em terracota que oferece espaços para abelhas, pássaros e plantas. O protótipo trata o exterior do edifício como seu próprio ecossistema - um local de restauração biológica e de vida, mesmo em ambientes urbanos densos - em vez de um conjunto de materiais que proporcionam uma barreira climática. O sistema modular de cápsulas fundidas reimagina as formas mais comumente usadas no design biofílico (principalmente recifes de coral e rochas) em uma forma mais escultural que ainda pode acomodar pássaros, abelhas e plantas.

Embora sejam necessárias mais pesquisas e diretrizes oficiais, está claro que o movimento de rewilding, de modo geral, representa uma mudança convincente em nosso relacionamento com a arquitetura, o design e o mundo natural. Ao reconhecer a importância de deixar a natureza florescer e rejuvenescer e, ao mesmo tempo, reconhecer a necessidade de intervenção ativa e coexistência em certos casos, o rewilding oferece uma abordagem holística de projeto que busca restaurar ecossistemas, reviver espécies e preservar o delicado equilíbrio da frágil biodiversidade do nosso planeta.

Galeria de Imagens

Ver tudoMostrar menos
Sobre este autor
Cita: Brodka, Claire. "O que é "rewilding" na arquitetura? Conceitos, aplicações e exemplos" [Rewilding in Architecture: Concepts, Applications, and Examples] 17 Set 2023. ArchDaily Brasil. (Trad. Bisineli, Rafaella) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/1005858/o-que-e-rewilding-na-arquitetura-conceitos-aplicacoes-e-exemplos> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.