1. ArchDaily
  2. Parques

Parques: O mais recente de arquitetura e notícia

Em meio à pandemia de Covid-19, reserve um tempo para se reconectar com a natureza

Prêmio ASLA 2018 Honra Profissional de Design. Revendo o Parque Pulaski. Stimson / Ngoc Doan. Image © Elizabeth FelicellaPrêmio de Excelência em Design Geral Profissional ASLA 2018. Brooklyn Bridge Park. Michael Van Valkenburgh Associates / Elizabeth Felicella. Image © Elizabeth FelicellaParque Sandgrund (2008) / Thorbjörn Andersson + Sweco Architects, Suécia. Image © Åke E:son LindmanParque Shanghai Houtan (2010) / Turenscape, China. Image © Turenscape+ 5

Se você estiver em um local afetado pela pandemia de COVID-19, passar 20 minutos vivenciando a natureza em um parque, rua ou mesmo em seu quintal, pode reduzir significativamente seus níveis de estresse. Apenas se certifique de seguir as diretrizes federais, estaduais e locais, além de manter o distanciamento social de 2 metros (6 pés). Mas, se você não puder sair de casa, fazer uma pausa abrindo uma janela e olhando para uma árvore ou planta, também auxiliam a aliviar o estresse.

Fortaleza lança programa para implementar microparques e ciclovias arborizadas

Lançado no mês passado, o programa Fortaleza Mais Verde pretende criar uma rede de microparques na capital cearense e implementar corredores cicloviários arborizados. O plano começou a ser executado ainda em agosto.

"O intuito da proposta é preservar, garantir e ampliar progressivamente a cobertura verde da Cidade de Fortaleza, tornando essas áreas utilizáveis para serem usufruídas pela população", afirmou o prefeito da cidade, Roberto Cláudio. "Temos várias ações de paisagismo e urbanização em andamento. Deveremos receber sugestões a respeito deste novo projeto-piloto. Queremos deixá-lo implantado e irreversível”, complementou.

Reuso de parques urbanos: um futuro promissor para um presente conturbado

A Metropolis Magazine abordou a produção da High Line Network, um consórcio norte-americano de projetos de reuso que tem compartilhado ideias e práticas ao longo da pandemia.

Desde o início da pandemia, a High Line Network — um associação dedicada ao planejamento e execução de projetos de requalificação urbana em toda a América do Norte — tem realizado uma série de encontros virtuais entre seus membros e parceiros, tanto para comunicar informações à respeito dos projetos em andamento quanto para compartilhar experiências de como cada um dos escritórios está lindando com as dificuldades impostas pela recente crise sanitária. Com muitos projetos sobre a prancheta e outros tantos para serem concluídos e inaugurados em breve, a High Line Network acredita que iniciativas como esta passarão a desempenhar um papel ainda mais relevante na vida das pessoas, especialmente à medida que as restrições de circulação começam a ser abrandadas.

Eastside Trail and Ponce City Market along the Atlanta BeltLine. Cortesia de The SintosesArt along the Eastside Trail of the Atlanta BeltLine. Cortesia de The SintosesDequindre Cut Cortesia de Detroit Riverfront ConservancyMurals along Dequindre Cut. Cortesia de Detroit Riverfront Conservancy+ 13

Fotografias aéreas mostram parques de diversão vistos de cima

Ver a Terra à grande distância provou estimular o temor, aumentar o desejo de colaborar e promover o planos a longo prazo. O Daily Overview diário tem como objetivo inspirar esses sentimentos - geralmente chamados de Efeito Visão Geral - por meio de imagens, produtos e colaborações. Ao adotar a perspectiva que surge desse ponto de vista, a equipe acredita que pode estimular uma nova consciência que levará a um futuro melhor para o nosso único lar. Confira a Galeria de Parques de Diversões do Daily Overview e siga o trabalho da equipe em seu Instagram.

Fazendinha: de lixão a parque

Fazendinhando é um movimento de transformação física, cultural e social no Jardim Colombo, feito por e para os moradores, por meio da recuperação de espaços públicos e ações de arte e cultura visando a integração da comunidade.

A principal frente do Movimento é a transformação de uma área de 1000m2, a Fazendinha, em um parque. A construção deste espaço se baseia na transformação física do terreno em paralelo a uma programação cultural e artística constante que envolva a comunidade e aqueles que utilizam este espaço.

ONU lança publicação online sobre parques urbanos com perspectiva de gênero

Desenvolvido pelo Instituto Semeia e pelo Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS), Parques para Todas e Todos é uma ferramenta para inspirar a construção de espaços mais diversos a partir da inserção da perspectiva de gênero em parques urbanos em sua implantação ou gestão. Nele podem ser encontradas diretrizes, sugestões e ideias para começar a pensar em parques que considerem as necessidades de todas e todos.

Enfrentando inundações urbanas: 7 soluções para cidades-esponja

A infraestrutura de drenagem urbana existente em grande parte das cidades, principalmente as brasileiras, já se encontram obsoletas, sendo assim, necessário sua expansão e adequação. Mas para isso, é preciso pensar em um novo modelo de gestão dessas águas, que considere aspectos que há muito tempo foram esquecidos, como aqueles ligados à ecologia. Nos últimos anos, o termo ecologia urbana ganhou espaço como uma forma de produzir cidades regenerativas e mais resilientes. Essas cidades têm sido chamadas de cidades ecológicas ou biocidades. Termos semelhantes, mas que variam de autor para autor, e têm em comum o fato de terem como principal linha de condução o uso de soluções baseadas na natureza e nas relações ecológicas. 

Exemplo de cobertura verde. Foto © DJANDYW.COM/Flickr. Licença CCJardim de Chuva do Centro Cultural Fundição Progresso – Rio de Janeiro. Imagem © Luiz FrancoPlantação na fachada com cabos de aço, Imagem © Carlo BaroniIlhas artificias que purificam cursos d’água na Filipinas. Cortesia de Biomatrix+ 10

Prefeitura de São Paulo abre concorrência para projeto de acessos de pedestres no Minhocão

Prefeitura de São Paulo abriu nesta semana o edital de licitação para as empresas que tenham interesse em construir oito acessos para pedestres ao Elevado João Goulart, popularmente conhecido como Minhocão, no centro da capital paulista.

Espaços públicos: 10 projetos brasileiros

Conceber a espacialidade do espaço público e distribuir o seu programa para a população é um dos maiores desafios de arquitetos e urbanistas. Urbanizações, parques e praças são alguns dos tipos de intervenção que estes profissionais se deparam para conceber lugares de uso democrático e que, muitas vezes, podem se tornar símbolos da cidade. Para ilustrar estes projetos, reunimos dez exemplos brasileiros que exploram diferentes contextos e escalas. 

Planejamento urbano e espaços públicos: parques como ferramentas de transformação social

No século XXI a gestão inteligente das cidades será um dos fatores mais influentes no desenvolvimento econômico. Questões sobre como serão confrontados os desafios na área da habitação, saneamento, democracia, educação, segurança, desenvolvimento econômico e qualidade de vida, serão as principais pautas dos gestores. 

Justiça de São Paulo libera a concessão do Parque Ibirapuera para a iniciativa privada

O Tribunal de Justiça de São Paulo liberou hoje a concessão do Parque Ibirapuera, o maior da capital paulista, para a iniciativa privada. Segundo informações da Folha de S. Paulo, o processo estava suspenso desde março deste ano, após ser questionado pelo Ministério Público e pelo vereador Gilberto Natalini, do Partido Verde.

Parque do Ibirapuera celebra 65 anos com programação cultural gratuita

Hoje o maior e mais frequentado parque de São Paulo, o Ibirapuera, completa 65 anos de sua inauguração, em 1954. Para celebrar a data, a Secretaria do Verde e do Meio Ambiente (SVMA) promove cinco dias de programação especial com passeios, debates, concertos, aulas de meditação, apresentações, oficinas, entre outras atividades.

SURGE: um hub urbano que combina tecnologia, sustentabilidade e tradição

O arquiteto chinês Mingfei Sun projetou um hub urbano de orientação ambiental para a cidade de Masdar, em Abu Dhabi. Intitulado SURGE, o projeto explora a imagética do poder da natureza, tornando-se um oásis de grande valor ecológico.

Pelas pessoas e para as pessoas: O que é arquitetura pública de acordo com nossos leitores

Aarhus Harbor Bath / BIG. Imagem: © Rasmus Hjortshøj
Aarhus Harbor Bath / BIG. Imagem: © Rasmus Hjortshøj

Na última semana convidamos nossos leitores pelas redes sociais a darem suas opiniões a respeito da pergunta: "O que significa arquitetura pública para você?". Essa é uma reflexão que faz parte do debate arquitetônico de forma permanente e entra em jogo em diversos tipos de projeto, sobretudo nos que se referem ao planejamento dos espaços de uso comum nas cidades.

Prefeitura de São Paulo retoma concessão do Ibirapuera para iniciativa privada

A Prefeitura de São Paulo retomou esta semana o edital de concessão de seis parques públicos à iniciativa privada. Suspenso desde julho do ano passado devido à divergências com o governo estadual, o projeto foi retomado pelo atual prefeito Bruno Covas, do PSDB.

Além do Ibirapuera, maior parque da cidade, com 158 hectares, o edital compreende também a concessão dos parques Lajeado (zona leste), Eucaliptos (zona sul), Jacintho Alberto (zona norte), Tenente Brigadeiro Faria Lima (zona sul) e Jardim Felicidade (zona norte).

Como o Parc de la Villette influenciou a maneira como projetamos nossos parques no século XXI

 © <a href='https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/6/6f/Do_pedalar_e_da_ciência.jpg'> Creative Commons User Alix Ferreira</a> licensed under <a href=’https://creativecommons.org/licenses/by-sa/4.0/'>CC BY-SA 4.0</a> © <a href='https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/f/f6/Parc_de_La_Villette_%40_Paris_%2828926264776%29.jpg'> Creative Commons User Guilhem Vellut</a> licensed under <a href=’https://creativecommons.org/licenses/by/2.0/'>CC BY 2.0</a>  © <a href='https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/d/d2/Folie_N8_%40_La_Villette_%40_Paris_%2833893431256%29.jpg'> Creative Commons User Guilhem Vellut</a> licensed under <a href=’https://creativecommons.org/licenses/by/2.0/'>CC BY 2.0</a>  © <a href='https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/b/b4/Canal_%40_La_Villette_%40_Paris_%2833091237904%29.jpg'> Creative Commons User Guilhem Vellut</a> licensed under <a href=’https://creativecommons.org/licenses/by/2.0/'>CC BY 2.0</a>+ 11

Como seria um tradicional parque parisiense para você? Para muitos, só existe uma imagem capaz retratar com exatidão a essência deste espaço: A Sunday Afternoon on the Island of La Grande Jatte, de Georges Seurat. A famosa pintura retrata a burguesia desfrutando de um oásis natural, uma ilha verde em meio a uma cidade industrializada.

São Paulo ganha o Parque Augusta, finalmente!

Final feliz de uma das disputas em torno da apropriação do espaço urbano em São Paulo: o terreno que abrigará o Parque Augusta finalmente se torna um bem público e comum. Depois de décadas de impasse, a função social-ambiental-cultural do último bosque central da cidade prevaleceu sobre o direito das empresas proprietárias do terreno de explorá-lo construindo torres.