Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Arquitetura Bioclimática

Arquitetura Bioclimática: O mais recente de arquitetura e notícia

Centre Pompidou recebe exposição que investiga novas formas de vida na era digital

O Centre Pompidou de Paris está inaugurando uma novíssima exposição que contará com duas esculturas dinâmicas desenvolvidas através de novas tecnologias de inteligência artificial. A primeira delas, intitulada “La Fabrique du vivant”, apresentará “H.O.R.T.U.S. XL Astaxanthin.g”, uma criação desenvolvida pelo ecoLogicStudio em colaboração com o Synthetic Landscape Las da Universidade de Innsbruck e o Grupo CREATE / WASP Hub da Universidade do Sul da Dinamarca. A segunda estrutura vida, denominada "XenoDerma", foi concebida pelo Urban Morphogenesis Lab, coordenado por Claudia Pasquero no "The Bartlett" da University College London.

Entre os dias 20 de fevereiro e 15 de abril, ambas estruturas estarão abertas ao público, questionando os significados de “vida” na era digital, e nos convidado a refletir sobre as novas interações entre a ciência, a neurociência e a biologia sintética nos dias de hoje.

H.O.R.T.U.S. XL Astaxanthin.g . Imagem © NAARO H.O.R.T.U.S. XL Astaxanthin.g . Imagem © NAARO XenoDerma. Imagem © NAARO XenoDerma. Imagem © Urban Morphogenesis Lab The Bartlett UCL + 17

Ventilação cruzada? Efeito chaminé? Entenda alguns conceitos de ventilação natural

Hospital Sarah Kubitschek Salvador / João Filgueiras Lima. Image © Nelson Kon
Hospital Sarah Kubitschek Salvador / João Filgueiras Lima. Image © Nelson Kon

Nada mais racional que utilizar o vento, um recurso natural, gratuito, renovável e saudável, para melhorar o conforto térmico de nossos projetos. A consciência da finitude dos recursos e a demanda pela redução no consumo energético tem retirado o protagonismo dos sistemas de ar condicionado, fazendo com que arquitetos e engenheiros voltem-se ao sistemas passivos para melhoria do conforto térmico nos interiores. É evidente que há climas extremos em que não há escapatórias, senão o uso de sistemas artificiais, mas em grande parte da superfície terrestre é possível proporcionar um fluxo de ar agradável através dos ambientes por meio de sistemas passivos, principalmente se as ações forem consideradas durante a etapa de projeto. 

O tema é altamente complexo e abrangente, mas abordaremos sinteticamente alguns conceitos, exemplificando-os com projetos construídos. Uma série de sistemas de ventilação pode auxiliar nos projetos: ventilação natural cruzada, ventilação natural induzida, efeito chaminé e resfriamento evaporativo, que combinados à correta utilização de elementos construtivos possibilita melhoria no conforto térmico e diminuição no consumo de energia. 

IAAC apresenta 5 novos materiais e sistemas robóticos que regulam a temperatura

O IAAC (Institute for Advanced Architecture of Catalonia) desenvolveu uma série de materiais e sistemas avançados de climatização e ventilação passiva que permitem reduzir até 5 graus a temperatura interior de uma habitação e mais de 25% o uso de ar condicionado. Quando mais quente, reduz-se mais a temperatura e se economiza mais energia nos espaços internos.

Os projetos Breathing Skin, Hydroceramics, Hydromembrane, Morphluid e Soft Robotics, desenvolvidos por alunos do estúdio Digital Matter Intelligent Constructions do IAAC, coordenado por Areti Markopoulou, pesquisam a climatização passiva dos espaços mediante novos materiais que imitam processos orgânicos, estruturas adaptativas ou sistemas robóticos que ajudam a regular a temperatura e criar microclimas.

Clássicos da Arquitetura: Árbol para Vivir / Fruto Vivas

O encargo ao arquiteto venezuelano José Fructoso Vivas Vivas, mais conhecido como Fruto Vivas, foi por parte da Cooperativa de Trabalhadores de Pequiven, para construir um edifício de habitações em Lechería, Venezuela. Por meio desse projeto, Vivas pôde converter em realidade grande parte da teoria que vinha esboçando em suas obras anteriores.

Cortesia de IX BIAU Cortesia de IX BIAU Cortesia de IX BIAU Cortesia de IX BIAU + 19

Resultados do concurso estudantil de arquitetura bioclimática da IX Bienal José Miguel Aroztegui / Abrigos de Emergência

Tendo como tema "Abrigos de Emergência", o Concurso Estudantil Íbero-Americano de Arquitetura Bioclimática da IX Bienal José Miguel Aroztegui convidava os estudantes a proporem habitações temporárias para a acomodação de desabrigados por motivo de desastres naturais e outras causas como incêndios e desmoronamentos e desocupações de edifícios existentes, dotadas de condições de conforto ambiental para a habitabilidade com qualidade, segurança e o mínimo de consumo energético possível.

A comissão de avaliação, baseando-se em aspectos como desempenho ambiental, inserção no contexto, expressão arquitetônica, originalidade, selecionou três projetos vencedores e três menções honrosas. Veja, a seguir, as propostas premiadas e o comentário da comissão sobre cada uma delas.

Casa de Energia Zero em Lokeren / BLAF Architecten

© Stijn Bollaert © Stijn Bollaert © Stijn Bollaert © Stijn Bollaert + 20

Lokeren, Bélgica
  • Arquitetos: BLAF Architecten
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área: 297.0 m2
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano: 2011