1. ArchDaily
  2. Regeneração Urbana

Regeneração Urbana: O mais recente de arquitetura e notícia

OMA recebe autorização para seguir com projeto para o Morden Wharf em Londres

O projeto de uso misto do OMA para o Morden Wharf, em Londres, recebeu autorização do Comitê de Planejamento do Royal Borough of Greenwich. Criado para a incorporadora U+I, o projeto está localizado em uma antiga zona industrial de 2,4 hectares na Península de Greenwich, de frente para a Arena O2.

© Pixelflakes© Pixelflakes© Pixelflakes© Pixelflakes+ 11

Sexo e cidade: refletindo sobre segregação espacial e prostituição

Criado informalmente em uma campanha de marketing, o dia do sexo é comemorado no Brasil no dia 6 de setembro e coloca em pauta um dos grandes tabus da sociedade moderna: a sexualidade. Dentro das perspectivas da arquitetura e da cidade, a imoralidade vinculada à prática sexual, principalmente remunerada, impacta amplamente na nossa sociedade, refletindo em questões territoriais.

Se por um lado é moralmente pecaminoso, proibido e impuro, por outro, o sexo, a sexualidade e o prazer fazem parte da fisiologia humana. A prostituição é a pratica profissional mais antiga de que se tem registro na sociedade, desempenhando um papel fundamental nas nossas sociedades e também no território, na organização espacial e na dinâmica das cidades. Assim como na sociedade moderna a sexualidade foi marginalizada, nas cidades suas atividades acabaram por ocupar espaços segregados. 

Foster + Partners projeta plano diretor de uso misto para Santiago, Chile

Térreo dos edifícios residenciais. A combinação incrivelmente rica de usos no nível do solo com uma variedade de espaços comerciais e sociais une as residências com o resto do plano diretor, criando um conjunto completo que é integrado em todos os níveis. Imagem © Foster + Partners
Térreo dos edifícios residenciais. A combinação incrivelmente rica de usos no nível do solo com uma variedade de espaços comerciais e sociais une as residências com o resto do plano diretor, criando um conjunto completo que é integrado em todos os níveis. Imagem © Foster + Partners

A Foster + Partners acaba de apresentar novas vizualizações do seu projeto para o plano diretor de La Fabrica, em pleno coração de Santiago, Chile. Concebido para revitalizar a estrutura da antiga fábrica e o seu contexto imediato, o plano diretor pretende desencadear um amplo processo de transformação da região central da capital chilena, promovendo uma maior diversidade de usos e programas assim como novas iniciativas de regeneração urbana e reuso adaptativo. Como o primeiro projeto do escritório no Chile, além do plano diretor para a área e a reforma propriamente dita do edifício existente da fábrica, a Foster + Partners será responsável ainda pelo projeto de um amplo complexo residencial nas proximidades do local, o qual deverá ser construído a partir de estruturas de madeira laminada colada de origem certificada.

Vista do pátio interior. Uma série de pátios menores em direção ao interior do bairro marcam a tradição entre o espaço público e privado. Imagem © Foster + PartnersVista interior dos apartamentos, projetados de forma flexível para acomodar uma variedade de unidades individuais e coletivas, desde estúdios compactos a apartamentos de dois quartos. Com base na tradição chilena de construção em madeira, o projeto usará madeira de origem sustentável, o que reduz muito o carbono incorporado nas construções, criando um modelo sustentável de desenvolvimento para o futuro.. Imagem © Foster + PartnersVista do pátio interior. Uma série de pátios menores em direção ao interior do bairro marcam a tradição entre o espaço público e privado. Imagem © Foster + PartnersVista do térreo interior de La Fabrica. Imagem © Foster + Partners+ 6

Adjaye Associates e Studio Zewde desenvolvem reurbanização de campus psiquiátrico em Nova Iorque

O governador do estado de Nova Iorque, Andrew Cuomo, anunciou recentemente que a Adjaye Associates e o Studio Zewde serão os escritórios de arquitetura responsáveis pelo projeto de reurbanização de parte do Campus do Centro Psiquiátrico de Kingsboro no East Flatbush, Brooklyn. O projeto, orçado em US$ 400 milhões, está sendo desenvolvido no contexto da Vital Brooklyn, uma iniciativa que pretende investir mais de 1,4 bilhão de dólares na transformação de uma área subutilizada de aproximadamente 3 hectares em pleno centro do Brooklyn em um novo e vibrante bairro sustentável.

Cortesia de Studio ZewdeCortesia de Studio ZewdeCortesia de Studio ZewdeCortesia de Studio Zewde+ 4

“Precisamos dar continuidade à nossa cultura": uma entrevista com Wang Shu

As pessoas são o propósito e a escala da cidade, então, como seria uma cidade projetada para as pessoas? Em abril desde ano aconteceu o primeiro "Prêmio Cidade pela Humanidade", que teve sua cerimônia realizada em Chengdu, China. Com o tema "reconstruindo conexões", a premiação busca promover uma discussão sobre os valores sociais e o cuidado humanístico nas cidades chinesas através de uma abordagem profissional e comunicativa. 

O que é um master plan?

Em qualquer processo de planejamento, existe uma série de documentos — entre materiais gráficos e textuais — que irão estabelecer um direcionamento para algo que irá se concretizar no futuro. No planejamento urbano, o master plan se configura como um dos instrumentos mais frequentes nesse sentido.

Master Plan para o Centro de Pesquisa e Engenharia da Ford. Cortesia de SnøhettaMaster Plan de de Projeto Paisagístico para o Rio Han, no Vietnã. Cortesia de Cortesia de LJ-Asia (Landscape Jardins Asia)"La Grande Mosaïque", Caen, França. Cortesia de MVRDVBrainport Smart District, Helmond, NL. Cortesia de UNStudio+ 6

Diller Scofidio + Renfro e Stefano Boeri propõem requalificar edifícios abandonados em Milão

Diller Scofidio + Renfro (DS + R) e Stefano Boeri Architetti venceram o concurso internacional de arquitetura para a reforma da Pirelli 39 em Milão. Lançado em 25 de novembro de 2019, o concurso organizado pela COIMA SGR e a prefeitura de Milão, reuniu 70 inscrições compostas por 359 escritórios de 15 países.

Prêmio EU Mies van der Rohe 2022 divulga lista de obras selecionadas

O Prêmio da União Europeia para a Arquitetura Contemporânea, Prêmio Mies van der Rohe, acaba de anunciar as primeiras 449 obras para concorrer na sua edição de 2022. Selecionados em 279 cidades de 41 países, os projetos foram nomeados por especialistas europeus independentes, associações nacionais de arquitetura e pelo Comitê Consultivo do Prêmio.

Copenhill/ Dinamarca ©Rasmus Hjortshoj. Imagem cortesia do Prêmio Mies van der RoheRequalificação da Frente Marítima da Cidade da Horta / Portugal ©Filipe Goncalves. Imagem cortesia do Prêmio Mies van der RoheBiblioteca Central de Oslo / Noruega ©EINAR ASLAKSEN. Imagem cortesia do Prêmio Mies van der RoheGudlaug Baths / Islândia ©Ragnar Th Sigurðsson_Arctic Images. Imagem cortesia do Prêmio Mies van der Rohe+ 15

MAD projeta estação de trem em meio à floresta em Jiaxing, China

O MAD acaba de revelar seu mais novo projeto, ao qual eles se referiram como “uma estação de trens em meio à floresta”. Já em processo de construção e com conclusão prevista para o próximo dia 1º de julho, o projeto encontra-se localizado em pleno centro da cidade de Jiaxing, nos arredores de Xangai, sudeste da China. Cobrindo uma área total de mais de 35 hectares, o projeto inclui a completa reformulação da antiga estação de trens de Jiaxing e a criação de um novo terminal anexo subterrâneo. Além disso, a proposta desenvolvida pela MAD contempla ainda a criação de duas novas praças, uma ao norte e outra ao sul, além da revitalização do adjacente Parque do Povo.

Cortesia de MADCortesia de MADCortesia de MADCortesia de MAD+ 16

Zaha Hadid Architects requalifica área portuária de Shenzhen, China

O escritório Zaha Hadid Architects divulgou um projeto para o futuro da área portuária de Huanggang, que se tornará um hub para pesquisas científicas e colaborações na indústria. O plano diretor proposto estabelece “um importante nó do Corredor de Ciência e Tecnologia Guangzhou-Shenzhen”, por meio da requalificação do edifício portuário e da construção do centro nacional de inovação tecnológica.

Cortesia de Zaha Hadid ArchitectsCortesia de Zaha Hadid ArchitectsCortesia de Zaha Hadid ArchitectsCortesia de Zaha Hadid Architects+ 8

Snøhetta projeta complexo de uso misto no antigo aeroporto de Hong Kong

O escritório Snøhetta divulgou seu primeiro projeto em Hong Kong: Airside, um edifício de uso misto de 176 mil metros quadrados. Localizado no terreno do antigo aeroporto Kai Tak, o projeto encomendado pelo Nan Fung Group compreende uma torre de 200 metros de altura e um embasamento com programas variados.

© Snøhetta/Brick Visual© Snøhetta/Brick Visual© Snøhetta/Brick Visual© Snøhetta/Brick Visual+ 15

6 Cidades que trocaram suas rodovias por parques urbanos

As autoestradas construídas nas cidades são muitas vezes pensadas como uma solução para congestionamento de veículos. Entretanto, a teoria da demanda induzida tem demonstrado que quando os motoristas contam com mais vias, optam por seguir usando este meio ao invés de utilizar o transporte público ou a bicicleta e, como resultado, o congestionamento não diminui. 

Por isso, existem cidades que têm optado por acabar com o espaço dos automóveis e, onde havia autoestradas, hoje há parques urbanos e ruas menos congestionadas.

A seguir mostramos seis casos deste tipo. Alguns já estão concluídos, enquanto que alguns ainda estão em fase de construção. Para a surpresa de alguns, a maioria dos projetos estão nos EUA, o que reflete que os projetistas deste país estão estudando as políticas de transporte européias, tal como lhes contamos sobre as 9 razões do porquê os EUA são mais dependentes do automóvel do que a Europa.

6 Cidades que trocaram suas rodovias por parques urbanos6 Cidades que trocaram suas rodovias por parques urbanos6 Cidades que trocaram suas rodovias por parques urbanos6 Cidades que trocaram suas rodovias por parques urbanos+ 13

David Chipperfield recebe autorização para seguir com projeto residencial na Bélgica

O escritório David Chipperfield Architects recebeu permissão para seguir com o projeto Hertogensite Residences para uma torre habitacional de 14 pavimentos em Leuven, na Bélgica. A proposta envolve a transformação de um antigo bairro hospitalar, conectando nove residências e quatro edifícios de apartamentos de 4 pavimentos.

Courtesy of David Chipperfield ArchitectsCourtesy of David Chipperfield ArchitectsCourtesy of David Chipperfield ArchitectsCourtesy of David Chipperfield Architects+ 6

Como projetar espaços para crianças em áreas marginalizadas? 3 exemplos da UN-Habitat

A Un-Habitat ou agência das Nações Unidas para assentamentos humanos e desenvolvimento urbano sustentável, cujo foco principal é lidar com os desafios da rápida urbanização, vem desenvolvendo abordagens inovadoras no campo do desenho urbano, centradas na participação ativa da comunidade. O ArchDaily se associou a UN-Habitat para trazer notícias semanais, artigos e entrevistas que destacam este trabalho, com conteúdo direto da fonte, desenvolvido por nossos editores.

Nesta segunda colaboração com UN-Habitat, descubra diferentes exemplos de como projetar com e para crianças em áreas marginalizadas. Na verdade, o planejamento responsivo à criança leva a uma cidade inclusiva vibrante e animada. Com foco em espaços para crianças, destacam-se casos em Bangladesh, Níger e Vietnã. Esses projetos de implantação de espaços públicos buscam promover cidades habitáveis, ecologicamente corretas, assumindo abordagens participativas e envolvendo os jovens desde o início do processo.

Rayerbazar Boishakhi Playground - Bangladesh. Image Cortesia de UN-HabitatRayerbazar Boishakhi Playground - Bangladesh. Image Cortesia de UN-HabitatTrang Keo Park - Vietnam. Image Cortesia de UN-HabitatSinka Park - Niger. Image Cortesia de UN-Habitat+ 35

Lições da ONU-Habitat: como projetar espaços para e com as pessoas?

A ONU-Habitat ou Agência das Nações Unidas para os Assentamentos Humanos e Desenvolvimento Urbano Sustentável, cujo foco principal é lidar com os desafios da rápida urbanização, tem desenvolvido abordagens inovadoras no campo do desenho urbano, centrado na participação ativa da comunidade.

Descubra neste artigo a primeira lição a ser aprendida com a ONU-Habitat, sobre como projetar com e para as pessoas. Para criar espaços públicos melhores, o único segredo é ouvir a comunidade. Refletindo sobre “como podemos projetar juntos”, este artigo apresenta casos em Gana, Brasil e Índia, com foco em projetos de implantação de ruas, mercados e espaços públicos abertos.

Mind the Step - Jardim Nakamura, São Paulo, Brazil. Image Cortesia de UN-HabitatMind the Step - Jardim Nakamura, São Paulo, Brazil. Image Cortesia de UN-HabitatChild Play Spaces in Malata & Nima Markets - Accra, Ghana. Image Cortesia de UN-HabitatChild Play Spaces in Malata & Nima Markets - Accra, Ghana. Image Cortesia de UN-Habitat+ 48

100architects transforma ponte em Xangai em equipamento lúdico de lazer e mobilidade

O escritório 100architects desenvolveu uma proposta para recuperar a ponte peatonal Puji Road em Xangai, China. Intitulado High Loop, o projeto procura transformar a plataforma de 1km de extensão em um equipamento lúdico e colorido, sem alterar profundamente sua estrutura.

Cortesia de 100 ArchitectsCortesia de 100 ArchitectsCortesia de 100 ArchitectsCortesia de 100 Architects+ 42

MVRDV vence concurso para o novo plano diretor de Karlsruhe na Alemanha

A proposta de “jardim flutuante”, apresentada pelo MVRDV para o concurso internacional de reurbanização da área de Ettlinger Tor na cidade alemã de Karlsruhe, foi escolhida como uma das vencedoras — ao lado daquela lançada pelo escritório de arquitetura liderado pelo suíço Max Dudler. Com abordagens muito similares, as duas equipes compartilharam o primeiro lugar no pódio e a intenção dos organizadores é sobrepor as duas propostas para a criação de um novo plano diretor integrado, inspirado pelo caráter histórico da cidade além de promover novos usos, espaços púbicos e áreas verdes acessíveis aos moradores e visitantes da cidade alemã.

Cortesia de MVRDVCortesia de MVRDVCortesia de MVRDVCortesia de MVRDV+ 22

KCAP + Orange Architects transformam antigo pátio ferroviário em bairro residencial na Rússia

A KCAP, em colaboração com a Orange Architects e o A.Len Architectural Bureau, desenvolveu uma proposta para transformar o antigo pátio ferroviário de Tovarno-Vitebskaya em São Petersburgo, Rússia, em um novo bairro residencial com equipamentos comunitáriois, comércios e áreas verdes.

Cortesia de KCAP/Orange/A.LenCortesia de KCAP/Orange/A.LenCortesia de KCAP/Orange/A.LenCortesia de KCAP/Orange/A.Len+ 8