1. ArchDaily
  2. Planejamento Urbano

Planejamento Urbano: O mais recente de arquitetura e notícia

A urbanização de Xangai: vitrine de uma nova China

Em 2013, o filme “Ela”, onde o protagonista se apaixona por uma assistente virtual, tentava representar um futuro não tão distante de uma realidade relativamente distópica. Apesar da cidade representada ser, provavelmente, uma Los Angeles futurista, as filmagens foram feitas em Xangai. Depois de visitar a cidade, acredito que foi uma decisão acertada, dada a atmosfera constante que leva a essa temática. Lembro de me encontrar sobre uma gigantesca passarela de pedestres circular sobre a rotatória Mingzhu, que liga importantes avenidas no coração de Pudong, o atual centro de negócios de Xangai. À minha frente vejo a bizarra Oriental Pearl Tower, torre de TV com 467 metros de altura construída por uma estatal chinesa em 1994. Quando olho para trás e para cima e vejo a Shanghai Tower, segundo maior edifício do planeta com impressionantes 632 metros de altura, o impacto é ainda maior. Esta é a imagem de Xangai para o mundo, a vitrine de uma nova China, quebrando paradigmas e atingindo os céus.

Lilongs, na Velha Shanghai próximo à zona turística do Yu Garden. Imagem © Anthony LingHuaihai Road, espécie de “Quinta Avenida” de Shanghai. Trilhos do Maglev, ligando o centro da cidade ao aeroporto: o trem elétrico pode atingir velocidade comercial de 431 km/h. Imagem © Anthony LingXintiandi, o modelo “Disney”: destino turístico da cidade onde a arquitetura foi totalmente refeita, com pouca preservação histórica. Imagem: Fabio Achilli/Flickr+ 9

Cidade do futuro no Canadá está mais perto de se tornar realidade

O escritório canadense de arquitetura PARTISANS, responsável pelo projeto The Orbit, acaba de receber a aprovação para a inclusão de uma nova estação de trens de alta velocidade no masterplan da mais aguardada cidade do futuro do Canadá. Projetado como uma cidade jardim inteligente na região metropolitana de Toronto, The Orbit agora estará conectada com o centro da maior cidade do Canadá através de um sistema de alta velocidade, promovendo o desenvolvimento sustentável de toda a região além de contribuir para a preservação das principais características da paisagem natural de Innisfil, 80 quilômetros ao norte de Toronto.

Cortesia de PARTISANSCortesia de PARTISANSCortesia de PARTISANSCortesia de PARTISANS+ 5

Como aumentar o número de apartamentos de aluguel acessível? O caso de Barcelona

As autoridades municipais de Barcelona pretendem colocar em marcha uma iniciativa para ajudar a aumentar as unidades habitacionais de aluguel disponíveis na cidade. Ameaçam comprar forçosamente propriedades vazias para criar moradias mais acessíveis se os proprietários não alugarem seus imóveis vagos dentro de um determinado período de tempo.

Planejamento integrado de soluções baseadas na natureza: a chave para a resiliência urbana

Pólis é uma (hipotética) metrópole costeira e tem uma população crescente. No entanto, a maior parte de sua infraestrutura foi construída 100 anos atrás e carece de manutenção, sendo incapaz de atender a necessidades futuras da cidade.

Para piorar, Pólis vive os danos causados pelo aumento das inundações e erosão das áreas costeiras. Seus habitantes, em especial os já afetados pela poluição ambiental, sofrem com o calor e a má qualidade do ar resultantes da atividade industrial e do trânsito congestionado.

Espaços públicos e conjuntos urbanos: 12 praças vistas de cima

Algumas das características mais comumente atribuídas às praças estão relacionadas à presença de pessoas no espaço e aos usos que são atribuídos a ele, como, por exemplo, locais de convivência, práticas esportivas, turismo e manifestações. Estes diferentes usos, que muitas vezes vão além daqueles previstos no projeto, estão diretamente ligados ao nível do solo, onde as pessoas circulam e vivenciam o espaço. Vistas sob uma perspectiva aérea, por outro lado, as praças podem revelar outras características relacionadas ao seu desenho arquitetônico e sua inserção no contexto urbano.

Praça da Basílica de São Pedro no Vaticano. Created by @benjaminrgrant, source imagery: @digitalglobeChicago, Estados Unidos. Image created by @dailyoverview, source imagery: @nearmapGrammichele, Itália. Created by @benjaminrgrant, source imagery: @digitalglobeBarcelona, Espanha. © Daily Overview+ 13

Ciclo de debates online - Mobilidade em tempos de crise

A mobilidade se apresenta como uma das questões centrais de indagações e investigações sobre as cidades e os processos de urbanização.

Pensando nisso, somado aos conteúdos propostos pela pós-graduação Mobilidade e Cidade Contemporânea, ocorre o ciclo de debates on-line “Mobilidade em Tempos de Crise: Os desafios e o novo futuro da mobilidade urbana frente à crise política, econômica, social e sanitária”.

PROGRAMAÇÃO

PAINEL 3 – qui – 16.07

Mobilidade ativa é a solução?
Com Glaucia Pereira (Multiplicidade), Hannah Machado (Vital Strategies) e Nabil Bonduki (FAU-USP)

mediação: Marta Lagreca | Escola da Cidade

CONVIDADOS

Glaucia Pereira | Multiplicidade - Bacharel em Física (USP), mestre em Administração de Empresas

Primeiro projeto na China com desenvolvimento orientado ao transporte está em construção

Após 13 anos de esforço coletivo a Ronald Lu & Partners anunciou a conclusão da primeira fase do Tianhui TODTOWN: o primeiro empreendimento orientado pelos conceitos do TOD na China. O projeto que promove a sustentabilidade, o transporte de massa e o senso de comunidade em Xangai leva o conceito de Desenvolvimento Orientado ao Transporte Público (TOD), importante no desenvolvimento das áreas urbanas da China, para o próximo nível.

Ciclo de debates online - Mobilidade em tempos de crise

A mobilidade se apresenta como uma das questões centrais de indagações e investigações sobre as cidades e os processos de urbanização.

Pensando nisso, somado aos conteúdos propostos pela pós-graduação Mobilidade e Cidade Contemporânea, ocorre o ciclo de debates on-line “Mobilidade em Tempos de Crise: Os desafios e o novo futuro da mobilidade urbana frente à crise política, econômica, social e sanitária”.

PROGRAMAÇÃO

PAINEL 2 – qui – 09.07

O futuro do transporte público está ameaçado?
Com Ana Odila Souza, Clarisse Linke (ITDP) e Olívia Aroucha (SPTrans)

mediação: Tácito Pio | Escola da Cidade

CONVIDADOS

Ana Odila Souza - Graduada pela Escola Politécnica da USP e pós-graduada em

Bairro sustentável projetado por Stefano Boeri na Albânia começará a ser construído

O escritório de arquitetura liderado por Stefano Boeri acaba de apresentar seu mais recente projeto: um bairro sustentável as margens do rio que atravessa a maior cidade e capital da Albania. O Tirana Riverside, como está sendo chamado, será o primeiro projeto de escala urbana da Europa a ser desenhado para atender alguns requerimentos específicos que surgiram após a crise de COVID 19, incorporando soluções tecnológicas para promover um ambiente mais seguro e sustentável, concebido para atender rigorosas normas de sustentabilidade definidas pelo Governo Albanês e autoridades locais.

Estação de Canoagem de Alvega / ateliermob

© Francisco Nogueira© Francisco Nogueira© Francisco Nogueira© Francisco Nogueira+ 17

  • Arquitetos: ateliermob
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  320
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2010

Planejamento urbano e epidemias: como doenças do passado transformaram as cidades

Cidades e epidemias têm uma relação intrincada. Ao longo da história, cidades se constituíram como locais propícios à disseminação de doenças. Centros econômicos, sociais e culturais, vocacionadas para conectar ideias e desenvolver soluções, responderam às epidemias com inovação. Mas a melhoria do espaço urbano – com saneamento e fornecimento de água, construção de parques e espaços abertos, melhores condições de transporte – frequentemente veio acompanhada da recriação da cidade precária nas periferias.

No Rio, deslocamento de moradores para os morros foi acelerado por reformas urbanas. Foto: chensiyuanFeita para carros, Brasília é exemplo emblemático da arquitetura e do urbanismo modernistas. Foto: WikicommonsReformas urbana e sanitária transformaram a paisagem do Rio de Janeiro no início do século 20. Via WRI BrasilFotojornalista Jacob Riis registrou a vida insalúbre nos cortiços de Nova York na década de 1880. Imagem: Jacob Riis+ 10

O papel da inteligência artificial na reconstrução de cidades devastadas pela guerra

Em um contexto de disputas políticas e econômicas que se desdobram em conflitos armados e consequentemente em destruição, as novas tecnologias surgem como uma solução, proporcionando uma oportunidade única para que possamos reconstruir estas cidade de forma mais equilibradas e sustentável. Ao longo da história da civilização humana, inúmeras cidade, países e até continentes inteiros tiveram que ser reconstruídos uma e outra vez por causa de guerras. Por incrível que pareça, o século 21 não será diferente.

Entretanto, nem tudo será como antes, principalmente devido aos avanços tecnológicos. Novas tecnologias estão pouco à pouco transformando a maneira que vivemos e também a forma como projetamos e construímos nossos edifícios e cidades. Com a inevitável incorporação da Inteligência Artificial em nossos processos de projeto e construção, a industria da arquitetura e da construção civil jamais será a mesma. Estas inovações transformarão para sempre o ambiente em que vivemos, e principalmente, a maneira como nos relacionamos uns com os outros. E esta mudança não necessariamente é algo negativo, muito pelo contrário. Uma vez conscientes disso, a IA poderá ser uma importante aliada dos arquitetos, ajudando-os a construir um mundo melhor para todos nós.

Courtesy of Reparametrize StudioCourtesy of Reparametrize Studiothe city of Homs in Syria. Image via Shutterstock/ By Fly_and_DiveAbandoned mosque in Syria. Image via Shutterstock/ By Fly_and_Dive+ 11

Mapa mostra as calçadas de Nova Iorque onde é possível manter o distanciamento social

Na medida em que o distanciamento social se torna a nova norma na luta contra o COVID-19, é difícil seguir a regra dos dois metros de distância nas cidades densas. A urbanista Meli Harvey desenvolveu um mapa de Nova Iorque que mostra a largura das calçadas da cidade, destacando as áreas onde o distanciamento social pode ser mantido.

Cortesia de Meli HarveyCortesia de Meli HarveyCortesia de Meli HarveyCortesia de Meli Harvey+ 15

Angola informal: um olhar sobre os musseques de Luanda

Este artigo é um exercício de observação e análise das diferentes formas de ocupação e uso do solo em tecidos urbanos informais ou autoproduzidos nos arredores de Luanda, e sua relação com o centro urbano consolidado da capital angolana.

David Chipperfield vence concurso para recuperar antiga área industrial em Berlim

David Chipperfield Architects e Wirtz International Landscape Architects venceram recentemente um concurso em Berlim para converter a antiga zona industrial de Georg-Knorr-Park em um vibrante bairro residencial e comercial.

Cortesia de David Chipperfield ArchitectsCortesia de David Chipperfield ArchitectsCortesia de David Chipperfield ArchitectsCortesia de David Chipperfield Architects+ 7

Nossa política habitacional precisa superar o paradigma da casa própria

Um dos problemas estruturais da sociedade brasileira é o crescimento excessivo da mancha urbana das cidades, comumente denominado de “espraiamento”, que resulta em uma ocupação urbana de baixa densidade. Essa ocupação dispersa dificulta a provisão de serviços públicos e compromete a qualidade de vida dos moradores, pois não gera demanda suficiente para o transporte de massa e induz à adoção do automóvel particular como modo de deslocamento. Para reverter esse quadro, a política urbana procura aumentar a densidade da cidade existente, seja construindo edificações novas nos lotes ociosos, seja recuperando edificações degradadas nas áreas centrais. No entanto, tal como atualmente concebida, a política habitacional favorece o espraiamento urbano.

10 Razões por que uma cidade precisa de planejamento urbano

O planejamento urbano é uma ferramenta valiosa para líderes municipais alcançarem o tão almejado desenvolvimento sustentável. Ajuda-os a formular objetivos de médio e longo prazo que reconciliam uma visão coletiva com uma organização racional de recursos para alcançá-la.