A inteligência artificial vai substituir os arquitetos?

A inteligência artificial vai substituir os arquitetos?

A Inteligência Artificial assumirá o trabalho dos arquitetos? Segundo Thomas Lane, na edição de maio de 2023 da revista Building, a IA pode automatizar 37% do trabalho de arquitetos e engenheiros. Isto, no entanto, provavelmente significará que poderemos automatizar tarefas mais mundanas e concentrar-nos mais em tarefas estratégicas e criativas.

Tal como o Revit e os softwares 3Ds não ultrapassaram o trabalho dos arquitetos, mas apenas mudaram a forma como se trabalha, o mesmo provavelmente se aplica às ferramentas de IA. Novas tarefas – relacionadas com a gestão da IA, por exemplo – também surgirão.

Com a explosão de imagens do Midjourney e outras inteligências no início de 2023, muitos arquitetos estão entre os profissionais que se perguntam o que tudo isso significa para eles. A maioria de nós até se preocupa com o potencial da Inteligência Artificial para dominar o mundo. No entanto, a maioria dos Arquitetos também aborda a IA com curiosidade, tentando entender se e como ela poderia ser usada em nosso trabalho.


Artigo Relacionado

As tendências de arquitetura de 2023 de acordo com ChatGPT

A resposta curta para saber se a IA substituirá os arquitetos é que é improvável que isso aconteça num futuro próximo. O campo está em rápida evolução e novas utilizações surgirão ao longo dos anos, mas uma compreensão genérica do que a IA pode fazer e quais são as suas limitações está a começando a emergir e formar um cenário concreto do que essa ferramenta pode mudar no trabalho.

A verdade é até que a IA ganhe um concurso de projeto de arquitetura não temos nada com que nos preocupar.

Possíveis Usos Futuros

Estas são algumas das categorias genéricas de como a Inteligência Artificial poderia ser usada para trabalhar ao lado dos arquitetos e como poderia beneficiar o nosso trabalho:

1) Opções de design baseadas em critérios específicos

Algoritmos de IA podem analisar grandes quantidades de dados. Dependendo das ferramentas disponíveis, também podem, em princípio, gerar opções de design. No futuro, os arquitetos poderão inserir parâmetros como orçamento, requisitos de espaço ou metas de sustentabilidade, e a IA poderá produzir rapidamente alternativas de projeto otimizadas para avaliação humana.

A inteligência artificial vai substituir os arquitetos? - Imagem 2 de 4
Casa contemporânea na Indonésia segundo IA. Imagem © Ulises Design Studio (@ulises.ai)

2) Análise do local e estudos de massa

Ferramentas de IA, como o Autodesk Forma, podem extrair informações urbanas de bancos de dados de acesso aberto e ajudá-lo a criar rapidamente estudos de massa levando em consideração dados ambientais, áreas de piso, formas de edifícios, alturas, recuos, gabaritos, etc.

3) Design generativo:

A IA pode gerar rapidamente designs visuais, como imagens fotorrealistas, com base em instruções específicas. Ao empregar software de design generativo (por exemplo, Stable Diffusion, Midjourney, Dall-e 2, Adobe Firefly), os arquitetos podem debater várias opções de materiais e design espacial numa fase inicial do projeto. Também podemos usar esboços manuais ou imagens existentes como base para projetos mais detalhados, futuras iterações e/ou alterações.

4) Reconhecimento de padrões

A IA pode analisar e identificar padrões em grandes conjuntos de dados, incluindo desenhos arquitetônicos, padrões técnicos e projetos históricos. Atualmente é um desafio compilar e formatar um banco de dados em um formato que a IA possa acessar e analisar facilmente, mas isso se tornará mais fácil com o tempo.

5) Codificação – aplicativos, programas e plug-ins personalizados

A IA pode ajudá-lo a escrever códigos e produzir seus próprios aplicativos e programas, o que poderia ajudá-lo a agrupar suas bibliotecas de design para criação de banco de dados. Seria interessante que também existam bibliotecas de código aberto onde os arquitetos compartilham informações e não apenas bibliotecas isoladas e fragmentadas por trás da propriedade corporativa.

6) Eficiência energética e sustentabilidade

A IA pode ajudar os arquitetos a projetar edifícios energeticamente eficientes e sustentáveis. Ao analisar fatores como dados climáticos, orientação dos edifícios, padrões de consumo de materiais e energia, os algoritmos de IA podem recomendar modificações de projeto que tornem o uso de energia dos edifícios mais eficiente e reduzam o seu impacto ambiental.

A inteligência artificial vai substituir os arquitetos? - Imagem 3 de 4
Casa contemporânea no México segundo IA. Imagem © Ulises Design Studio (@ulises.ai)

7) Resumindo dados

A IA também pode ajudar a resumir informações de livros e relatórios para você, para que você possa encontrar rapidamente as principais informações necessárias, mesmo que precise revisar também a fonte original. O ChatGPT está atualmente lançando plug-ins (versões de teste) — disponíveis para todos os assinantes Premium (versão paga) — que aumentam suas opções em termos de dados que podem ser analisados, incluindo dados ao vivo da Internet.

8) Manutenção de edifícios

Já foram desenvolvidas ferramentas de IA para analisar feeds de vídeo e reconhecer pontos fracos em estradas e fachadas de edifícios existentes, por exemplo, o que permitirá a detecção precoce da manutenção necessária em infra-estruturas.

9) BIM e gerenciamento de projetos

Building Information Modeling (BIM) é uma representação digital de um projeto de construção, incorporando dados de geometria, materiais e outras informações relevantes. A IA pode analisar dados BIM, identificar potenciais conflitos ou conflitos, otimizar cronogramas e auxiliar nas tarefas de gerenciamento de projetos, melhorando a coordenação e reduzindo erros durante a construção.

10) Realidade virtual e realidade aumentada

Os arquitetos podem utilizar tecnologias de realidade virtual (VR) e realidade aumentada (AR) alimentadas por IA para visualizar e apresentar seus projetos. Estas experiências imersivas permitem que as partes interessadas explorem ambientes virtuais 3D em diferentes escalas (incluindo a escala 1:1), examinem as relações espaciais e tomem decisões mais informadas relativamente ao design e layout de um edifício.

11) Estimativa de custos e seleção de materiais

Algoritmos de IA podem analisar dados históricos de custos, especificações de materiais de construção e tendências de mercado para fornecer estimativas de custos precisas e recomendações para seleção de materiais. Os arquitetos podem aproveitar essas informações para tomar decisões informadas que se alinhem com as restrições orçamentárias e os requisitos do projeto. Para poder utilizar isso, pode ser necessário construir seu próprio banco de dados e encontrar uma maneira de a IA acessá-lo, a menos que haja um banco de dados de código aberto ou de assinatura para essas informações disponível no futuro.

A inteligência artificial vai substituir os arquitetos? - Imagem 4 de 4
Casa contemporânea na China segundo IA. Imagem © Ulises Design Studio (@ulises.ai)

Olhar para a formação

Embora seja improvável que a IA cause perdas em massa de empregos para arquitetos num futuro próximo, mudará fundamentalmente a natureza do nosso trabalho e devemos manter as nossas competências atualizadas para utilizar as novas ferramentas e conhecimentos emergentes.

Agora é a hora de discutir soluções. Obviamente, os arquitetos precisam começar a tirar partido da IA como forma de se manterem à frente num mundo cada vez mais competitivo. Precisamos nos familiarizar com o potencial da IA e de nos atualizarmos para nos tornarmos “superutilizadores”.

Se você olhar para a educação em arquitetura, há muitas disciplinas sobre a história da arquitetura, mas raramente há algum que especule sobre o futuro. Certamente, o que nós, arquitetos, deveríamos projetar agora não é outro edifício, mas sim o próprio futuro da nossa profissão.

Via Tabulla.

Galeria de Imagens

Ver tudoMostrar menos
Sobre este autor
Cita: Marília Matoso. "A inteligência artificial vai substituir os arquitetos?" 28 Out 2023. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/1007053/a-inteligencia-artificial-vai-substituir-os-arquitetos> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.