1. ArchDaily
  2. Inteligência Artificial

Inteligência Artificial: O mais recente de arquitetura e notícia

DigitalFUTURES

O evento chama-se DigitalFUTURES. Serão várias palestras de arquitetos sensacionais e workshops mto bacanas de arquitetura/design relacionados a bio-design / AI / VR/ VA com professores famosos da AA School, UCL Bartlett, ETH Zurique, ICD Stuttgart, Harvard GSD, UMichigan, UPenn, UCLA, SCI-Arc, Clemson, FIU, FAU, SUDT, RMIT, Angewandte, IAAC, CITA, Universidade Católica do Chile , NYU Shanghai, Universidade de Tongji, Sudeste, Code-It, Archi-Union e Zaha Hadid Architects, entre outros. Este é um evento sem fins lucrativos que está disponível GRATUITAMENTE para o público em todo o mundo. Todos os rendimentos relacionados ao evento como a venda de livros, etc.

O papel da inteligência artificial na reconstrução de cidades devastadas pela guerra

Em um contexto de disputas políticas e econômicas que se desdobram em conflitos armados e consequentemente em destruição, as novas tecnologias surgem como uma solução, proporcionando uma oportunidade única para que possamos reconstruir estas cidade de forma mais equilibradas e sustentável. Ao longo da história da civilização humana, inúmeras cidade, países e até continentes inteiros tiveram que ser reconstruídos uma e outra vez por causa de guerras. Por incrível que pareça, o século 21 não será diferente.

Entretanto, nem tudo será como antes, principalmente devido aos avanços tecnológicos. Novas tecnologias estão pouco à pouco transformando a maneira que vivemos e também a forma como projetamos e construímos nossos edifícios e cidades. Com a inevitável incorporação da Inteligência Artificial em nossos processos de projeto e construção, a industria da arquitetura e da construção civil jamais será a mesma. Estas inovações transformarão para sempre o ambiente em que vivemos, e principalmente, a maneira como nos relacionamos uns com os outros. E esta mudança não necessariamente é algo negativo, muito pelo contrário. Uma vez conscientes disso, a IA poderá ser uma importante aliada dos arquitetos, ajudando-os a construir um mundo melhor para todos nós.

Courtesy of Reparametrize StudioCourtesy of Reparametrize Studiothe city of Homs in Syria. Image via Shutterstock/ By Fly_and_DiveAbandoned mosque in Syria. Image via Shutterstock/ By Fly_and_Dive+ 11

White Arkitekter + ReGen Villages desenvolvem comunidade autossuficiente na Suécia

A White Arkitekter, em colaboração com a ReGen Villages, desenvolveu o projeto de uma comunidade autossuficiente e resiliente na Suécia, que funciona a partir de princípios de economia circular. Inspirado em jogos de computador, o projeto conta com produção de alimentos orgânicos e produção de energia de fontes renováveis, além de promover a reciclagens e contar com edifícios neutros em carbono.

Recursos online gratuitos para conhecer e se aprofundar em inteligência artificial

Dado que a Inteligência Artificial, ao longo dos últimos anos, passou a ser uma das principais forças motrizes no âmbito da inovação tecnológica e no desenvolvimento econômico – provocando ainda uma revolução nas relações sociais–, ela tem exigido de todos nós a aquisição de novos conhecimentos e um conjunto adicional de habilidades. Assim como o domínio de pelo menos um software BIM passou a ser um pré-requisito para a maioria dos postos de trabalho no setor da arquitetura e construção, ter uma compreensão mínima ou até mesmo saber como utilizar ferramentas de IA já é algo que se espera de um arquiteto, e provavelmente, muito em breve, passará a ser mais um dos tantos requisitos exigidos de um arquiteto em uma entrevista de emprego. Entretanto, em meio ao oceano de informações disponíveis, como podemos começar a navegar neste universo? A seguir, organizamos uma lista de recursos disponíveis online, com palestras e cursos gratuitos, os quais nos permite melhor compreender de que maneira podemos nos beneficiar das tecnologias de IA e como aplicá-las à nossa prática profissional.

Inteligência artificial e gestão urbana: 7 aplicações práticas

O uso da inteligência artificial (AI) se embasa na ideia de otimizar, dinamizar e ampliar o alcance das mais diversas operações. Seus sistemas são programados para identificar padrões e, com isso, tornarem-se aptos à realizar previsões e ações com velocidade e acurácia. A eficiência dos modelos depende da quantidade e qualidade dos dados, que podem ser obtidos por aplicativos, câmeras, sensores etc. No âmbito urbano, a tecnologia baseada no uso da inteligência artificial tem sido vista como forma de aperfeiçoar o gerenciamento destes territórios, sobretudo daqueles mais densos e de maior extensão.

Quando as máquinas projetam: inteligência artificial e o futuro da estética

As máquinas são capazes de projetar? Embora esta seja uma pergunta recorrente, ela está cada vez mais presente nas discussões sobre arquitetura e o futuro da inteligência artificial. Mas o que exatamente é a inteligência artificial hoje? À medida que descobrimos mais sobre aprendizado de máquina e design generativo, começamos a ver essas formas de "inteligência" se estenderem para além de tarefas repetitivas e operações simuladas. Elas passaram a abranger a produção cultural e, por sua vez, o próprio projeto.

Cortesia de Refik AnadolCortesia de Refik AnadolCortesia de Stanislas ChaillouCortesia de Refik Anadol+ 8

Pioneiros: 6 escritórios de arquitetura que exploram a Inteligência Artificial em seus projetos

Neste artigo, abordamos como a inteligência artificial está contribuindo para com a mudança dos nossos processos de projeto, e como arquitetos e outros profissionais estão reagindo e incorporando esses avanços tecnológicos na prática. Que tipo de inovação a IA já trouxe para a indústria da arquitetura e construção, e o que está sendo testado neste exato momento? A seguir, compilamos uma seleta lista de projetos que podem nos ajudar a melhor explicar como a IA está sendo incorporada ao nosso dia-a-dia, transformando a nossa prática profissional.

6 Reflexões sobre o papel da inteligência artificial no futuro das cidades

Em seu livro “Life 3.0”, o professor do Massachussets Institute of Technology, Max Tegmark, diz que “à medida que formos avançando na era da inteligência artificial, cada um de nós será um pouco mais responsável pelo futuro da vida no planeta.” Ainda hoje, a inteligência artificial muitas vezes é vista como uma espécie de caixa de pandora. Enquanto por um lado ela é encarada como uma ferramenta capaz de promover a segurança, a eficiência e a sustentabilidade nas cidades, por outro lado, ela é também representa uma ameaça aos seres humanos, algo que desencadeará um amplo processo de substituição da força humana de trabalho por máquinas gerando desemprego e isolamento social em massa. Neste contexto, a questão sobre como a Inteligência Artificial afetará as nossas cidades do futuro também tem chamado à atenção de arquitetos e designers do mundo todo, além de ter sido a questão central da Bi-City Bienal de Urbanismo\Arquitetura de Shenzhen 2019, atualmente o evento de arquitetura mais visitado do mundo.

Bienal de Shenzhen & Hong Kong propõe uma reflexão crítica à respeito dos “olhos da cidade”

A ser inaugurada no próximo mês dezembro, a Bienal de Arquitetura e Urbanismo de Shenzhen (UABB), está sendo co-organizada pelas cidades de Shenzhen e Hong Kong. Sobre o mote “Urban Interactions”, a Bienal de Shenzhen de 2019 será a primeira a utilizar tecnologias de reconhecimento facial e inteligência artificial em suas exposições dedicadas, convidando a comunidade internacional de arquitetos a refletir sobre o impacto das tecnologias digitais no ambiente construído.

© Yung Ho Chang© Reparametrize Studio© The Center for Spatial Technologies© SEICHE+ 35

Futuros da BuildTech: inteligência artificial e machine learning

Inteligência artificial (IA), machine learning e design generativo já estão moldando a arquitetura como a conhecemos. Como sistemas e ferramentas para reimaginar o ambiente construído, eles apresentam diversas oportunidades para repensar os fluxos de trabalho tradicionais. No entanto, os arquitetos também temem que eles possam afetar inversamente a prática, limitando os serviços da profissão. Olhando para as tecnologias de construção, novas empresas estão criando softwares e projetos para explorar o futuro dos projetos arquitetônicos.

Maneiras inesperadas de como nossas cidades estão se tornando mais inteligentes

As cidades em todo o mundo estão passando por mudanças - trocando tecnologia antiga e antiquada por novas alternativas. O desenvolvimento e a implementação da visão computacional e da análise em tempo real estão inaugurando a mais nova onda de cidades inteligentes. A combinação entre dados na nuvem e sistemas digitais fornece informações acionáveis a serem coletadas e compreendidas sobre qualquer aspecto, desde a concentração de veículos até a atividade de pedestres. À medida que as cidades continuam avançando e se desenvolvendo social e tecnologicamente, não há dúvida de que continuaremos vendo urbes incorporando ferramentas como Inteligência Artificial (IA) para facilitar essas mudanças. Apesar do fato de que tecnologias atraentes como drones e robôs estão na vanguarda dessa revolução tecnológica, também existem várias maneiras inesperadas pelas quais as cidades estão se tornando mais inteligentes.

Inteligência artificial Cria Estilos e Plantas Baixas Generativos com Aprendizagem de Máquina em Harvard

O arquiteto e pesquisador Stanislas Chaillou desenvolveu um projeto em Harvard que utiliza aprendizagem automática para explorar o futuro do design generativo. Enquanto estudava Inteligência Artificial (IA) e sua potencial integração na prática arquitetônica, Chaillou desenvolveu toda uma metodologia geracional usando Generative Adversarial Neural Networks (GANs). O projeto de Chaillou investiga o futuro da IA a partir da aprendizagem dos estilos arquitetônicos e seu impacto na composição dos desenhos de planta.

Cortesia de Stanislas ChaillouCortesia de Stanislas ChaillouCortesia de Stanislas ChaillouCortesia de Stanislas Chaillou+ 16

Inteligência artificial estima taxa de obesidade com base em edifícios e espaços verdes

O bem-estar urbano e as pesquisas da saúde deram mais um passo importante, após pesquisadores da Universidade de Washington criarem um algoritmo de inteligência artificial que estima os níveis de obesidade analisando a infraestrutura de uma cidade. Publicado no JAMA Network Open, o relatório explica como o algoritmo revela relações urbanas usando imagens de satélite e do Google Street View. De acordo com o Quartz, o projeto correlacionou regiões com mais áreas verdes e espaço entre os edifícios com menores taxas de obesidade entre a população.

O futuro da arquitetura: serviço de luxo?

Este artigo foi originalmente publicado pela Common Edge como "Na Era da Inteligência Artificial, a Arquitetura se tornará Artesanal?"

Como comida e roupa, os edifícios são essenciais. Toda edificação, mesmo a mais rudimentar, precisa de um projeto para ser construído. A arquitetura é tão central para a construção quanto a agricultura é para a alimentação, e nesta época de rápido avanço nas mudanças tecnológicas, a agricultura pode nos oferecer lições valiosas.

De acordo com o último censo, havia 233.000 arquitetos nos Estados Unidos; e os 113.000 que estão atualmente licenciados representam um aumento de 3% em relação ao ano passado. Além disso, há um número recorde de arquitetos que se qualificam para o licenciamento: mais de 5.000 este ano, quase o mesmo número de graduados com títulos profissionais. Existe agora 1-arquiteto-para-cada-2.900 pessoas nos EUA. Uma colheita abundante, certo?