Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Balkrishna Doshi

Balkrishna Doshi: O mais recente de arquitetura e notícia

Quem já ganhou o Prêmio Pritzker?

O Prêmio Pritzker é o reconhecimento mais importante que um arquiteto(a) pode receber em vida. A honraria é outorgada todos os anos a arquitetos e arquitetas cuja obra construída "tenha produzido significativas contribuições para a humanidade ao longo dos anos", segundo explica a própria organização responsável pela premiação. Por esta razão, o júri presta homenagem a pessoas e não a escritórios, como já aconteceu em 2000 (Rem Koolhaas ao invés do OMA), 2001 (Herzog & de Meuron), 2010 (SANAA), 2016 (Elemental) e 2017 (RCR Arquitectes), premiando seus fundadores (como no caso do SANAA), o então, um deles (Elemental).

O prêmio surgiu de uma iniciativa criada por Jay Pritzker através da Fundação Hyatt, organização associada a empresa hoteleira que o mesmo fundou em conjunto com seu irmão Donald em 1957. A primera edição do prêmio foi realizada em 1979, quando Philip Johnson se tornou o primeiro arquiteto a ser homenageado. Estadunidense, Johnson é autor de importantes obras da história da arquitetura moderna, como a Glass House (1949).

O Prêmio Pritzker já conta com quarenta edições anuais ininterruptas, galardoando arquitetos e arquitetas de 18 nacionalidades diferentes. Metade dos premiados são europeus; América, Ásia e Oceania dividem as outras vinte edições, e até hoje nenhum arquiteto o arquiteta africano(a) teve a chance de receber o prêmio, sendo o único continente do globo a não possuir representantes no hall da fama da arquitetura.

Vitra Design Museum promove exposição que explora a obra de Balkrishna Doshi

O Vitra Design Museum anunciou uma nova exposição que irá explorar o trabalho do arquiteto Balkrishna Doshi, laureado com o Prêmio Prizker 2018. Intitulada Architecture for the People [Arquitetura para o Povo], esta será a primeira retrospectiva internacional sobre Balkrishna Doshi fora da Ásia. O objetivo da exposição é apresentar o trabalho de Doshi para um público global e mostrar como sua obra redefiniu a arquitetura indiana moderna, oferecendo perspectivas outras para as novas gerações de arquitetos.

Instituto Indiano de Administração, Bangalore, foto de Vinay Panjwani. Imagem cortesia de Vitra Design Museum Vista exterior do estúdio Sangath Architect’s Doshi, Ahmedabad. Imagem por Iwan Baan. Cortesia de Vitra Design Museum Balkrishna Doshi em seu estúdio. Imagem por Iwan Baan. Cortesia de Vitra Design Museum Espaço de arte subterrânea Amdavad Ni Gufa que Doshi criou com M.F. Husain. Imagem por Iwan Baan. Cortesia de Vitra Design Museum + 5

Os "quatro pilares" de B.V. Doshi: o que todos nós podemos aprender com o Pritzker 2018

Este artigo foi originalmente publicado pela Common Edge como "The Genius, Heart and Humility of Indian Architect B.V. Doshi."

Estou sentado em um movimentado café com o arquiteto indiano Jitendra Vaidya. Quando comecei minha vida como estagiário de arquitetura no final dos anos 90, Jitendra era um dos projetistas técnicos mais experientes que eu conhecia. Igualmente confortável pesando os méritos relativos de vários detalhes brilhantes enquanto discute conceitos projetuais abstratos, Jitendra é um arquiteto universal da velha escola. Depois de mais de meio século em uma profissão famosa por prazos apertados, Jitendra ainda mantém um brilho alegre em seus olhos quando fala sobre arquitetura. Então não é nenhuma surpresa que Jitendra esteja visivelmente animado hoje, enquanto ele me conta sobre seu professor, o homem que acabou de ser reconhecido como um dos maiores arquitetos vivos do mundo, B.V. Doshi.

O Prêmio Pritzker - a mais alta honra da profissão - a ser concedido a um urbanista acadêmico de 90 anos que passou sua longa carreira ensinando principalmente estudantes de arquitetura e atendendo a comunidades pobres na Índia é um desenvolvimento impressionante. Para ser justo, a caricatura dos vencedores do Pritzker como arrogantes, Euro-Americanos, Starchitects, é exagerada e desatualizada. Os vencedores recentes, como Alejandro Aravena, Wang Shu e Shigeru Ban, estão ligados em sua mútua dedicação em servir as comunidades pobres e deslocadas através de projetos inovadores e culturalmente autênticos. Mas mesmo aceitando essa nuance, Doshi é fundamentalmente diferente dos vencedores recentes.

Iwan Baan homenageia o Pritzker B.V. Doshi com série de fotografias publicadas em seu Instagram

The great #BVDoshi at #sangath. @pritzkerarchitectureprize 2018 laureate.

A post shared by Iwan Baan (@iwanbaan) on

O fotógrafo de arquitetura Iwan Baan recentemente homenageou o mais recente laureado do Prêmio Pritzker, Balkrishna (B.V.) Doshi. Faz pouco mais de um mês que o júri do prêmio selecionou o arquiteto indiano como laureado e desde então seu trabalho tem se difundido com rapidez na internet. A genuína materialidade e a complexa experiência espacial associada ao trabalho de Doshi são registradas por Baan em vários de seus projetos na Índia. O Instagram de Baan (@iwanbaan), que tem quase 120 mil seguidores, é uma espécie de "diário de viagens com um iPhone".

Veja, a seguir, algumas das fotografias publicadas por Baan (algumas postagens têm várias imagens, portanto, use as setas para ver a série completa de fotos).

Desenhos de B.V. Doshi revelam a identidade de seu trabalho

Desenho conceitual do masterplan de Vidhyadhar Nagar  . Image Cortesia de Prêmio Pritzker de Arquitetura
Desenho conceitual do masterplan de Vidhyadhar Nagar . Image Cortesia de Prêmio Pritzker de Arquitetura

Balkrishna Doshi, também conhecido como B.V. Doshi ou simplesmente Doshi, foi laureado este ano com o Prêmio Pritzker de Arquitetura. Ao seu extenso portfólio de projetos educacionais, culturais, administrativos e residenciais somam-se ainda suas contribuições à cultura arquitetônica - seja com a fundação da Escola de Arquitetura em Ahmedabad (conhecida como Centre for Environmental Planning and Technology) ou a redação da Carta de Direitos do Habitat, entre outras. Seus vibrantes desenhos - alguns dos quais reunidos a seguir - revelam ainda mais sobre sua relação com os edifícios, a história, a tradição, a cultura e o modernismo.

Desenho conceitual do Sangath Studio. Image Cortesia de Prêmio Pritzker de Arquitetura Desenho das habitações sociais de Aranya . Image Cortesia de Prêmio Pritzker de Arquitetura Fachada das habitações sociais de Aranya . Image Cortesia de Prêmio Pritzker de Arquitetura Croqui do CEPT. Image Cortesia de Prêmio Pritzker de Arquitetura + 11

Clássicos da Arquitetura: Sangath / Balkrishna Doshi

Clássicos da Arquitetura: Sangath / Balkrishna Doshi © Nicholas Iyadurai © Nicholas Iyadurai Clássicos da Arquitetura: Sangath / Balkrishna Doshi + 15

Outros  · 
Ahmadabad, Índia

Prêmio Pritzker 2018: conheça o trabalho de Balkrishna Doshi em 21 imagens

Balkrishna Doshi tornou-se o primeiro arquiteto indiano a ser reconhecido com o Prêmio Pritzker, o mais prestigiado da nossa disciplina.

O arquiteto de 90 anos se destacou como um dos pioneiros no projeto de habitações socialis além de dar uma identidade única à arquitetura na Índia. Conheça parte do seu legado nestas 21 imagens que exemplificam a humanidade por trás de seu trabalho.

Balkrishna Doshi, vencedor do Pritzker, nos lembra que "o arquiteto deve estar a serviço da sociedade"

Balkrishna Doshi named 2018 Pritzker Prize Laureate. Cortesia de VSF
Balkrishna Doshi named 2018 Pritzker Prize Laureate. Cortesia de VSF

Na quarta-feira, o mundo conheceu o mais novo laureado do Prêmio Pritzker: Balkrishna Doshi, o primeiro arquiteto indiano a receber a maior honra da arquitetura. O júri afirmou que "com uma compreensão e apreciação das tradições profundas da arquitetura da Índia, Doshi uniu prefabricação e conhecimentos locais, desenvolvendo um vocabulário em harmonia com a história, cultura, tradições locais e os tempos de mudança de seu país de origem".

Enquanto os arquitetos na Índia estão alegres comemorando a escolha, Anupama Kundoo, professor da IE School of Architecture and Design, compartilhou seus pensamentos sobre o Prêmio Pritzker de Doshi. "É oportuno reconhecer uma compreensão holística do papel do arquiteto, onde o projeto do ambiente construído é visto como intervenções sensíveis que mantem a escala humana na paisagem construída pelo homem", afirmou Kundoo.

7 Projetos que você precisa conhecer do vencedor do Pritzker 2018, B.V. Doshi

Hoje, B.V. Doshi foi nomeado vencedor do Prêmio Pritzker de 2018, o maior reconhecimento da profissão. Nos últimos 70 anos, a Doshi moldou o discurso da arquitetura e do projeto urbano, com uma influência particularmente forte em seu país natal, Índia, através de projetos que incluem residências particulares, escolas, bancos, teatros e conjuntos habitacionais de baixa renda. Aqui estão sete exemplos desse trabalho que exemplifica o respeito de Doshi pela cultura oriental e seu desejo de contribuir com seu país através de projetos autênticos que melhoram a qualidade de vida das pessoas.

Sangath. Cortesia de VSF Life Insurance Corporation Housing. Image Courtesy of VSF Amdavad ni Gufa. Image Courtesy of VSF CEPT University. Image © Laurian Ghinitoiu + 14

Quem é Balkrishna (B.V.) Doshi? 12 coisas para saber sobre o ganhador do Pritzker de 2018

B.V. Doshi, um dos praticantes mais célebres da arquitetura indiana moderna, nasceu em Pune, na Índia, em 1927. Quase 90 anos depois, o júri do Prêmio Pritzker escolheu-o como o laureado de 2018. Conheça a história de Doshi - incluindo seu relacionamento íntimo com o lendário Le Corbusier - nesta lista de fatos interessantes.

Balkrishna Doshi vence o Prêmio Pritzker 2018

O júri do Pritzkter deste ano escolheu o arquiteto indiano Balkrishna Doshi, conhecido como B.V. Doshi ou Doshi, como vencedor do Prêmio Pritzker 2018. Estudante e colaborador de Le Corbusier e Louis Kahn e em atividade há mais de 70 anos, a arquitetura poética de Doshi se baseia em influências das culturas orientais, resultando em uma obra que "tocou vidas de todas as classes socioeconômicas em um amplo espectro de programas desde a década de 1950 ", disse o júri. Doshi é o primeiro arquiteto indiano a receber a maior honra da arquitetura.

"Doshi": Conheça o Pritzker 2018 em um documentário de 8 capítulos

Balkrishna Doshi, vencedor do Prêmio Pritzker 2018, apesar de ter uma produção extensa, é um nome pouco conhecido no mundo ocidental. Dirigido por Premjit Ramachandran, o documentário "Doshi" permite que o espectador se aproxime da visão deste importante arquiteto indiano através de seus pensamentos, conhecendo parte do seu conjunto de obras. O filme, em inglês, foi filmado num estilo franco de conversação, revelando um ser humano original e criativo que, mesmo com idade avançada, segue apaixonado tanto pela arquitetura, como pela vida e a aprendizagem.

O filme torna-se uma mesa redonda com Doshi, seus ex-alunos, seus contemporâneos e até mesmo membros de sua família, tudo dentro do contexto de sua arquitetura. A câmera segue seu protagonista através de espaços desenhados por ele, enquanto ele narra, relembra e explica seus processos de criação. Também revela como faz de sua filosofia parte intrínseca de sua própria vida.

Instituto Indiano de Administração em Ahmedabad, de Louis Kahn, fotografado por Laurian Ghinitoiu

Em homenagem à vida de Louis Kahn, que faria aniversário hoje, o fotógrafo Laurian Ghinitoiu visitou o Instituto Indiano de Administração em Ahmedabad - um dos projetos seminais do arquiteto, que só foi concluído após sua morte, há quatro décadas.

© Laurian Ghinitoiu © Laurian Ghinitoiu © Laurian Ghinitoiu © Laurian Ghinitoiu + 46

Banco Sparkasse / Dietger Wissounig Architekten

© dermaurer © dermaurer © dermaurer © dermaurer + 22

Banco  · 
Klagenfurt am Wörthersee, Áustria

Antivilla / Brandlhuber+ Emde, Schneider

© Erica Overmeer © Erica Overmeer © Erica Overmeer © Erica Overmeer + 27

Potsdam, Alemanha

Sede do FBI em South Florida / Krueck + Sexton Architects

© Nick Merrick - Hedrich Blessing © Nick Merrick - Hedrich Blessing © Nick Merrick - Hedrich Blessing © Nick Merrick - Hedrich Blessing + 21

  • Arquitetos Autores deste projeto de arquitetura Krueck + Sexton Architects
  • Área Área deste projeto de arquitetura
    34838,64

De Rotterdam / OMA

© Michel van de Kar © Charlie Koolhaas © Ossip van Duivenbode © Ossip van Duivenbode + 34

  • Arquitetos Autores deste projeto de arquitetura OMA
  • Área Área deste projeto de arquitetura
    162000.0 m2

NS Stations / NL Architects

© Marcel van der Burg
© Marcel van der Burg
Escritórios  · 
Utrecht , Holanda
  • Arquitetos Autores deste projeto de arquitetura NL Architects
  • Área Área deste projeto de arquitetura
    700.0 m2

© Marcel van der Burg © Marcel van der Burg © Marcel van der Burg © Marcel van der Burg + 44