Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Renovação

Renovação: O mais recente de arquitetura e notícia

Heatherwick divulga projeto de renovação no centro histórico de Praga

O Heatherwick Studio, com sede em Londres, apresentou planos para projetar seu primeiro empreendimento na República Tcheca, no centro histórico de Praga. O projeto busca recuperar um importante terreno a partir da mistura de comércio, escritórios e espaços públicos.

Dormitório Tsukiji H / Yuichi Yoshida & associates

© Katsumi Hirabayashi © Katsumi Hirabayashi © Katsumi Hirabayashi © Katsumi Hirabayashi + 18

Apartamentos  · 
Tóquio, Japão

Azatlyk - Praça Central de Naberezhnye Chelny / DROM

© Dmitry Chebanenko © Evgeny Evgrafov © Evgeny Evgrafov © Evgeny Evgrafov + 22

 · 
Naberezhnye Chelny, Rússia
  • Arquitetos Autores deste projeto de arquitetura DROM
  • Área Área deste projeto de arquitetura

David Chipperfield projeta renovação de edifício histórico na Piazza San Marco de Veneza

A renovação do edifício histórico Procuratie Vecchie, em Veneza, por David Chipperfield Architects, está programada para começar em breve, após a permissão da Superintendência de Arqueologia, Belas Artes e Paisagem. Pela primeira vez em 500 anos, uma grande parte da Procuratie Vecchie na Piazza San Marco será disponibilizada ao público para receber atividades da Rede de Segurança Humana, apoiando comunidades vulneráveis.

© David Chipperfield Architects © David Chipperfield Architects © David Chipperfield Architects © David Chipperfield Architects + 6

10SPACE, The Future Hall / SpaceStation

© Weiqi Jin © Weiqi Jin © Weiqi Jin © Weiqi Jin + 28

  • Arquitetos Autores deste projeto de arquitetura SpaceStation
  • Área Área deste projeto de arquitetura

Por que o reuso de edifícios existentes pode (e deve) ser o principal foco dos arquitetos

Certificados e prêmios de sustentabilidade são outorgados todos os dias à novos edifícios que prometem um futuro livre de carbono e impacto zero. Entretanto, a maioria dos esforços que empreendemos para construir edifícios cada vez mais "sustentáveis", acaba no dia de suas inaugurações. O custo energético global da arquitetura tem muito mais a ver com a vida útil de um edifício do que com a sua construção. Embora pareça não haver saída para este atual modelo de sucesso, cabe a nós arquitetos, repensar o significado de arquitetura sustentável nos dias de hoje. Talvez devemos parar de aplaudir e exaltar cegamente os novos edifícios e voltar a nossa atenção para os edifícios que já existem. Este artigo foi originalmente publicado no <em

Durante a primeira conferencia mundial do meio ambiente, realizada na cidade do Rio de Janeiro e chamada de Eco-1992, três alarmantes fatos vieram à tona: a temperatura da Terra está aumentando continuamente; a utilização de combustíveis fósseis é a principal causa deste fenômeno; precisamos, com urgência, adaptar o nosso ambiente construído considerando esta nova realidade. Naquele ano, publiquei um ensaio no Journal of Architectural Education intitulado “Architecture for a Contingent Environment”, sugerindo que arquitetos, naturalistas e preservacionistas deveriam se unir para discutir e enfrentar essa nova realidade.

A aposta do Japão na reutilização adaptativa para enfrentar uma crise imobiliária emergente

Meio século depois que a nova casa do subúrbio era o sonho de muitos jovens americanos, propriedades reformadas estão ganhando popularidade. Essa tendência se estende para além da América do Norte, com renovações estimulantes de estruturas existentes surgindo em todo o mundo, da Bélgica ao Quênia e à China. A atração por essa tipologia provavelmente está em sua multiplicidade; as renovações são novas e antigas, históricas e voltadas para o futuro, generativas e sustentáveis.

Em nenhum lugar esta tendência é mais visível e popular do que na habitação, onde a transformação é muitas vezes liderada pelos próprios proprietários. Vagamente agrupados sob termos como "fixer-upper" e "reutilização adaptativa", esses projetos começam apenas com os esqueletos estruturais e a história do edifício. Na escala pessoal, a renovação / reforma é uma oportunidade de trazer uma parte de si para sua casa - mas esses pequenos projetos juntos têm o potencial de reverter uma crise imobiliária?

Destaques da semana: reduzir, reutilizar, repensar

É muito comum, nos dias de hoje, sentir-se extenuado pela enorme quantidade de informações que consumimos, tanto consciente quanto inconscientemente. No mundo da arquitetura não é diferente, é preciso dedicar-se para acompanhar o feed diário do ArchDaily e por isso mesmo, entendemos que nem sempre é possível estar a par daquilo que é notícia no mundo. Mas isto que à primeira vista parece ser uma infinita linha de produção arquitetônica, não necessariamente vem ao encontro das mais recentes preocupações em nossa disciplina, aquelas voltadas à economia e compartilhamento de recursos.

Esta reflexão generosa, à respeito de como e para quem estamos construído nossos edifícios e cidades, encontrava-se oculta em meio a produção massiva que definiu a arquitetura durante o século XX, mas algo estava nascendo, mesmo que em estado embrionário - algo que está se tornando cada dia mais evidente nos dias de hoje. Cada vez mais, arquitetos estão incorporando processos e estratégias de sustentabilidade e/ ou reuso adaptativo. Os mais tradicionais prêmios e reconhecimentos do mundo da arquitetura estão operando uma efetiva mudança de direção em nossa disciplina, chamando à atenção não mais apenas aos mesmos grandes nomes, mas também para pequenos escritórios de arquitetura espalhados pelo mundo, aqueles que têm nos apresentado uma nova maneira de pensar e conceber a arquitetura.

O estereótipo do arquiteto foi por muito tempo o da obsessão pelo ego e pela novidade. Praticamente um sinônimo de egocentrismo e originalidade. Por outro lado, atualmente estamos testemunhando uma mudança de rumo à partir da prática de milhares e milhares de jovens profissionais. Os projetos que foram notícia nesta última semana nos ensinam a repensar a arquitetura à partir da redução e da reutilização, transformando a maneira como concebemos à arquitetura no século XXI. 

Snøhetta projetará reforma e ampliação do famoso Teatro de Nanterre-Amandiers

O escritório norueguês Snøhetta foi anunciado como vencedor do concurso de arquitetura para o projeto de renovação e ampliação do teatro de vanguarda Nanterre-Amandiers, localizado na cidade de Nanterre, na França. A renovação deverá dar sobrevida ao importante teatro construído nos anos 1960, conhecido por suas peças de altíssima qualidade e fama mundial.

O projeto de reforma incluirá um novo teatro com capacidade para 200 expectadores, a renovação dos espaços do restaurante, da livraria e do saguão principal do edifício existente, tudo isso pensando na flexibilidade espacial e na melhoria da iluminação natural dos espaços interiores.

Reforma do armazém Shougang Ertong / China Architecture Design & Research Group

Pátio do restaurante chinês. Imagem © Guangyuan Zhang Restaurante chinês. Imagem © Guangyuan Zhang Restaurante chinês. Imagem © Guangyuan Zhang Porão. Imagem © Guangyuan Zhang + 25

MVRDV projeta reforma e ampliação de edifício histórico em Wrocław, Polônia

O MVRDV acaba de divulgar os últimos detalhes do projeto de restauro do edifício tombado na Ilha do Malte (Wyspa Słodowa), na cidade de Wroclaw, na Polônia. Conhecido como “Concordia Hub”, o projeto conservará a principal fachada histórica do edifício do século XIX, adicionando uma ampliação posterior de modo a criar uma nova frente para o parque.

A Ilha foi utilizada como base militar durante a segunda guerra mundial, quando a cidade ainda pertencia à Alemanha. Wroclaw foi a última cidade alemã a se render em 1945, semanas depois do suicídio de Adolf Hitler, quando a maioria das tropas Russas já havia chegado à Berlim, 350 km à oeste da capital da Baixa Silésia. Isso significa que praticamente todas as estruturas existentes na Ilha do Malte foram completamente destruídas durante os últimos meses da guerra e principalmente no ano seguinte, durante os primeiros meses da ocupação Soviética na nova Polônia. O projeto de restauro de uma das únicas estruturas remanescentes na Ilha do Malte, abandonada durante anos, é uma tentativa de resgatar o patrimônio histórico enquanto cria novas infra-estruturas públicas à serviço da comunidade local.

Cortesia de MVRDV Cortesia de MVRDV Cortesia de MVRDV Cortesia de MVRDV + 4

Casa JA / Filipe Pina + Maria Ines Costa

© Joao Morgado
© Joao Morgado
Renovação  · 
Guarda, Portugal

© Joao Morgado © Joao Morgado © Joao Morgado © Joao Morgado + 37

Projeto de Snøhetta transformará ícone pós-moderno de Nova Iorque projetado por Philip Johnson

Um dos mais emblemáticos arranha-céus pós-modernos de Nova York, o 550 Madison (antigo edifício da AT&T), projetado por Philip Johnson, terá todo seu térreo reformado, transformando completamente a forma como o edifício se relaciona com o espaço da rua.

Idealizado por Snøhetta, o objetivo principal do projeto é qualificar a presença da torre no espaço urbano. Por isso, a fachada sólida de pedra na base do edifício dará lugar a uma grande fachada de vidro curvo serigrafado. A intensão através desta ampla transparência é criar uma atmosfera mais convidativa e atraente para os pedestres. Os espaços de circulação em meio ao edifício receberão amplas aberturas para a paisagem exterior.

© DBOX © DBOX © DBOX © David Shankbone + 5

Turista morre atingido por parte da estrutura na Basilica de Santa Croce, em Florença

Um turista espanhol foi morto atingido por um fragmento da estrutura na Basílica de Santa Croce, em Florença, na Itália. Conforme relatado por The Guardian, a vítima de 52 anos foi atingida por "um pedaço de pedra decorativa que caiu de uma altura de 20 metros ao visitar o edifício religioso com sua esposa". Relatos sugerem que o fragmento era de cerca de 15cm por 15cm. Segundo o Yahoo, o fragmento "apoiava um feixe no transepto direito da Basílica".

Após o incidente, a atração foi fechada para visitantes indefinidamente.

Icônica e reverenciada, a Catedral de Notre Dame de Paris tem futuro incerto

Gárgulas quebradas e balaustradas caídas foram substituídas por tubos de plástico e tábuas de madeira. Os contrafortes estão escurecidos pela poluição e corroídos pela água da chuva. Pináculos danificados e mantidos juntos por amarrações.

De acordo com a associação Friends of Notre-Dame de Paris, A icônica catedral parisiense "necessita desesperadamente de atenção". Talvez mais preocupantemente ainda é o fato de que o território sagrado e o monumento nacional francês também estejam em "um estado preocupante de preservação". Construída em pedra calcária - um material notoriamente suscetível à erosão - a edificação está em um estado acelerado de desgaste, exigindo novos esforços de financiamento e perícia para garantir seu futuro imediato e a longo prazo. Do telhado de chumbo aos contrafortes de pedra, as mundialmente famosas gárgulas e os vitrais, cada centímetro da estrutura requer diferentes níveis de atenção.

MAD apresenta "Mirage": um projeto de renovação para a Torre de Montparnasse em Paris

O escritório MAD Architects, sob liderança de Ma Yansong, apresentou "Mirage" - uma proposta de renovação para a Torre de Montparnasse em Paris. O projeto transformará este enorme edifício monolítico preto em uma instalação artística de luz que reflete a cidade de cabeça para baixo.

Cortesia de MAD Architects Cortesia de MAD Architects Cortesia de MAD Architects Cortesia de MAD Architects + 7

OMA e FABRICations vencem concurso para transformar antigo complexo prisional em Amsterdã

A equipe de OMA e FABRICations, em colaboração com os arquitetos paisagistas do LOLA, foi selecionada como vencedora de um concurso para transformar um antigo complexo prisional em Amsterdã em um empreendimento de uso misto de 135 mil metros quadrados. Localizado no sudeste de Amsterdã, Bijlmerbajes era visto como um marco distante para a cidade desde a sua construção na década de 1970. Mas com expansões recentes, o terreno antes periférico mudou-se para o centro do novo empreendimento urbano, tornando a propriedade localização privilegiada para a reconstrução.

Imagem por Robota, Cortesia de OMA Imagem por Robota, Cortesia de OMA Imagem por Robota, Cortesia de OMA Cortesia de rijksvastgoedbedrijf + 13