Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos

Arquitetura do Ucrânia

  1. ArchDaily
  2. Países
  3. Ucrânia

Projetos mais recentes em Ucrânia

Últimas notícias em Ucrânia

ArchDaily & Strelka Award: Vote agora e escolha os vencedores

13:00 - 1 Agosto, 2019
ArchDaily & Strelka Award: Vote agora e escolha os vencedores

Os leitores do ArchDaily e da Strelka Mag selecionaram uma lista de 15 projetos finalistas para o ArchDaily & Strelka Award, que celebra profissionais emergentes e novas ideias que estão transformando as cidades contemporâneas. A segunda etapa da votação, aberta até 15 de agosto, decidirá os três vencedores.

ArchDaily & Strelka Award: Vote agora e escolha os vencedores

19:00 - 23 Julho, 2019
ArchDaily & Strelka Award: Vote agora e escolha os vencedores

O ArchDaily, o Strelka Institute e o Strelka KB selecionaram uma lista de 50 projetos para o novo ArchDaily & Strelka Award, que celebra profissionais emergentes e novas ideias que estão transformando as cidades contemporâneas. Agora os leitores do ArchDaily e da Strelka Mag podem votar em seu projeto favorito para decidir os finalistas.

33BY apresenta projeto para o memorial do holocausto em Kiev

21:00 - 15 Junho, 2019
33BY apresenta projeto para o memorial do holocausto em Kiev, Cortesia de 33BY
Cortesia de 33BY

O escritório ucraniano de arquitetura, 33BY Architecture, projetou um memorial para relembrar as milhares de vítimas do holocausto na cidade de Kiev. Babi Yar é um pequeno vale que atravessa a região da capital ucraniana e também o local de um dos maiores massacres operados durante a segunda guerra mundial, também conhecido como Babi Yar (1941-1943). O projeto do memorial foi concebido como um espaço de contemplação e recordação das vítimas da tragédia e sua estrutura poderia ser facilmente desmontada e reinstalada em diferentes locais do país e do mundo.

Curta-metragem celebra o brutalismo soviético da Ucrânia

15:00 - 29 Julho, 2018
Curta-metragem celebra o brutalismo soviético da Ucrânia, © <a href='https://www.flickr.com/photos/shiborisan/25966454071'>hélène veilleux [Flickr]</a>, Licença <a href="https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/2.0/">CC BY-NC-ND 2.0</a>
© hélène veilleux [Flickr], Licença CC BY-NC-ND 2.0

Com a queda da Cortina de Ferro em 1991 não vieram apenas implicações políticas, econômicas e sociais - também deixou-se para trás um distinto estilo arquitetônico. Essa arquitetura, sob o regime soviético, era um sistema que se baseava em metas quantificáveis, como o Plano de Cinco Anos. Essas cotas forçaram os arquitetos a avaliar os projetos de construção em termos de custos materiais e humanos, número de unidades, volume de mão-de-obra qualificada e não-especializada e assim por diante. Como resultado, nos países soviéticos a arquitetura se tornou uma mercadoria industrial, um reflexo do poder e inovação tecnológica e, em última instância, um grupo profissional e um campo disciplinar trabalhando a serviço de uma mesma visão. 

A arquitetura de Chernobyl: passado, presente e futuro

15:00 - 3 Maio, 2018
A arquitetura de Chernobyl: passado, presente e futuro, Parque de Diversões Abandonado, Pripyat. Imagem © <a href='https://www.flickr.com/photos/oinkylicious/2329332355/in/photolist-4xQrmF-Zy21ao-Kk1D9g-Gb2HP2-Gbd54x-JowQgL-Gbd2dH-kmncdm-HhH4ar-vjHaG4-UEr5H6-a18skw-4Jfgyq-a15xDt-b8aKqR-79Cs8L-7f8k5o-6mTumV-AchudK-nMskBH-21Paa6J-YtFY7A-Zym38a-GqNxX-Zu4Rj7-Zvy49y-o4Cvtz-GvJskr-Zvy4ZV-a18r3j-nMrmxp-22mw4E4-a18sfj-9pfhyd-a18srJ-6mTu12-8AFucS-6mTu6v-6mXBWu-a18q1b-6mXBNJ-a18rMf-a15AuP-a15Aor-aR4JPT-CJcGwg-d7Z5uq-GqPr6-GqKb1-a15B3P'>Flickr user oinkylicious</a> licensed under <a href=' https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/2.0/'>CC BY-NC-ND 2.0</a>
Parque de Diversões Abandonado, Pripyat. Imagem © Flickr user oinkylicious licensed under CC BY-NC-ND 2.0

No dia 26 de abril completou-se 32 anos do desastre nuclear de Chernobyl ocorrido em 1986, com a explosão do Reator 4 da usina nuclear na Ucrânia, causando a morte direta de 31 pessoas, a dispersão de nuvens radioativas pela Europa e o desmantelamento efetivo de 30 km de terras em todas as direções desde o centro da explosão. Trinta e dois anos mais tarde forma-se uma leitura dual da paisagem: uma de extremos de engenharia e outra de inquietude e desolação.

Carregando... Pode demorar alguns segundos