1. ArchDaily
  2. Retrofit

Retrofit: O mais recente de arquitetura e notícia

Remodelando o exterior de edifícios: com o que se preocupar ao reformar a fachada?

As fachadas são o cartão de visitas de toda construção, é quando os visitantes constroem as primeiras impressões do ambiente que estão adentrando. Elas são também parte da construção que mais fica exposta à ação do tempo e da poluição das ruas, exigindo manutenção periódica. Neste texto trazemos dicas que podem ajudar na hora de reformar a frente de sua casa. 

Reforma Residencial L'Escher / NatureHumaine. Image © Ronan MézièreResidência Alas Paraguayas / OMCM arquitectos . Image © Leonardo MendezCasa Alto Mearim / depA architects. Image © José CamposCentro Cultural Le 148 / WAW Achitectes . Image © MFL Photo /  Mathieu FIOL+ 10

8 Projetos em que arquitetos adotaram o retrofit e o reuso adaptativo

OMA e Jason Long / Reutilização adaptativa da histórica estação de correios de Houston. Imagem © Leonid Furmansky
OMA e Jason Long / Reutilização adaptativa da histórica estação de correios de Houston. Imagem © Leonid Furmansky

Durante o ano passado, as práticas estabelecidas continuaram a defender a transformação das estruturas existentes, com a reutilização adaptativa e os retrofits cada vez mais se tornando um aspecto definidor da arquitetura contemporânea. Desde a renovação de estruturas históricas até a reutilização adaptativa de instalações obsoletas, a ideia de dar uma vida nova às construções existentes foi adotada como premissa para uma prática mais sustentável, mas também para reforçar a identidade urbana e cultural das cidades. Descubra oito projetos e obras recentemente concluídas que mostram uma nova prática comum de reutilização dos edifícios existentes.

GMP converte fábrica de aço de Xangai em academia de arte. Imagem © Willmore CGEdifício Marcel Breuer transformado em hotel. Imagem © Becker + Becker© Herzog & de Meuron. Imagem Station AIdea Factory / MVRDV. Image © Xia Zhi+ 9

Cartilha gratuita mostra como fazer moradias e reformas sustentáveis

O Conselho Internacional da Construção (CIB) aponta que o setor de construção é o que mais consome recursos naturais. Para minimizar os impactos ambientais surge então o conceito de construção sustentável, onde se busca técnicas que garantem maior eficiência e responsabilidade do início ao fim da obra.

A primeira coisa a se observar é a posição dos ambientes, cada cômodo tem um local ideal para ser construído, de acordo com o clima local. “A disposição dos ambientes em uma residência pode criar condições prévias de conforto ou desconforto. Cabe ao projeto arquitetônico, por intermédio da organização da planta, assegurar o grau adequado de insolação e ventilação natural para cada ambiente”, afirma o texto da cartilha gratuita de reformas sustentáveis disponibilizada pelo Ministério do Meio Ambiente.

Hiperstudio vence concurso nacional de requalificação do Senac de Belo Horizonte

O escritório paulistano Hiperstudio foi eleito vencedor do concurso nacional de requalificação do Senac de Belo Horizonte, promovido pelo Instituto de Arquitetos do Brasil. Com um projeto que aposta na qualidade espacial do térreo, caracterizado pela presença de pilotis, o estúdio convenceu o júri, que buscava propostas que soubessem "dialogar com os contextos histórico e cultural nos quais a unidade está inserida, respeitando a configuração espacial urbana e arquitetônica do hipercentro de Belo Horizonte."

Cortesia de HiperstudioCortesia de HiperstudioCortesia de HiperstudioCortesia de Hiperstudio+ 21

Como o BIM pode tornar as reformas e retrofits mais eficientes

BIM (Building Information Modeling) é uma sigla cada vez mais usual entre os arquitetos. A maioria dos escritórios e profissionais já vem migrando ou planeja mudar para esse sistema, que representa digitalmente as características físicas e funcionais de uma edificação, integrando diversas informações sobre todos os componentes presentes em um projeto. Através dos softwares BIM é possível criar digitalmente um ou mais modelos virtuais precisos de uma construção, o que proporciona maior controle de custos, eficiência na obra. Também há possibilidade simular o edifício, entendendo seu comportamento antes do início da construção, e seu respectivo suporte ao projeto ao longo de suas fases, inclusive após construído ou na sua desmontagem e demolição.

Reforma do Mason Bros Warehouse / Warren and Mahoney. Image © Simon DevittReforma do Mason Bros Warehouse / Warren and Mahoney. Image © Simon Devitt© Bruce DamonteNovo Laboratório, Centro de Pesquisa e Fábrica / Marvel Architects. Image © David Sundberg | Esto+ 9

Casa PMC / PRISCILLA MULLER, Studio Arquitetura e Design

© Eduardo Macarios© Eduardo Macarios© Eduardo Macarios© Eduardo Macarios+ 31

  • Arquitetos: PRISCILLA MULLER, Studio Arquitetura e Design; PRISCILLA MULLER, Studio Arquitetura e Design
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área :  960
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano :  2018
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes :  B&B Italia, Flos, MDF Italia, Minotti, Npk Mármores, +1

Escritório HA / Studio Arthur Casas

© Filippo Bamberghi© Filippo Bamberghi© Filippo Bamberghi© Filippo Bamberghi+ 13

  • Arquitetos: Studio Arthur Casas; Studio Arthur Casas
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área :  330
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano :  2017

OMA projeta ampliação da sede da Sotheby's em Nova Iorque

A renomada casa de leilões Sotheby's divulgou o projeto de expansão de sua sede em Nova Iorque, concebido pelo OMA e Shohei Shigematsu. A proposta inclui novas e amplas galerias de exposições para belas artes, objetos preciosos e artigos de luxo. Com 40 galerias de variadas dimensões, divididas em quatro pavimentos, o novo projeto aumenta em quase 50% a área total da sede, que passará a ter 8.300 metros quadrados.

Nove galerias são destinadas a vendas privadas para pequenos objetos dedicados, como relógios e jóias. Três espaços de pé-direito duplo serão reservados a exibições, juntamente com um espaço de 50 metros de comprimento para coleções completas, segundo o The New York Times.

© OMA New York© OMA New York© OMA New York© OMA New York+ 14

Como projetar 'edifícios lanterna' com paredes autoportantes de vidro

The Nelson-Atkins Museum of Art / Steven Holl Architects. Image © Andy RyanC-Glass House / Deegan Day Design. Image © Taiyo WatanabeMagnolia Mound Visitors Center / Trahan Architects. Image © Timothy HursleyNelson Atkins Museum of Art / Steven Holl. Image Cortesía de Bendheim+ 28

Recorrentemente, vemos que arquitetos optam por fachadas translúcidas para resolver as envoltórias de seus edifícios, promovendo a entrada de uma grande quantidade de luz natural controlada durante o dia. Ao mesmo tempo, quando acendem as luzes durante a noite, muitos desses projetos são notados no meio da escuridão, aparecendo como lanternas ou faróis para seus bairros e comunidades. Estando expostos a mudanças de condições - dia ou noite - é necessário estudar detalhadamente a orientação e a localização do edifício, as pré-existências do contexto e a configuração dos espaços interiores, o que nos leva a escolher necessariamente o material adequado.

Apresentamos um sistema autoportante de painéis de vidro que permite construir este tipo de fachadas sem interrupções - do chão ao teto -, com quadros mínimos e cores, texturas e performances térmicas e acústicas diferentes.

Projeto de remodelação do MVRDV para o maior shopping urbano da Europa começa a ser construído

No terceiro distrito da cidade francesa de Lyon, teve início a construção do Lyon Part-Dieu, um projeto desenhado por MVRDV que busca transformar o principal centro comercial da cidade. Com um fechamento de vidro parcialmente transparente e uma cobertura-jardim pública, o projeto revitalizará e integrará o que antes era um complexo introvertido construído em uma época dominada pelo automóvel.

Com 166 mil metros quadrados, o Lyon Part-Dieu é o maior centro comercial da Europa, construído em 1975. Para melhorar o complexo existente, o projeto do MVRDV se coloca como uma intervenção contemporânea na antiga fachada e uma reorganização do programa interno.

Instalação suspensa de LED em uma estação de trem em Estocolmo

O projeto de iluminação linear de David Svensson, proposto no espaço público da Estação de Odenplan em Estocolmo, é uma obra de arte que aborda o ritmo da vida da cidade.

O projeto, uma peça de iluminação suspensa, construída por perfis metálicos e um forro onde se projeta a luz quente e branca de uma série de fitas de LED, busca representar a linguagem visual básica de uma linha.

Harvard HouseZero - Um projeto que responde às mudanças climáticas

Como parte de um esforço global e interdisciplinar para combater as mudanças climáticas, os arquitetos estão dedicando recursos para otimizar a eficiência energética de edifícios antigos e novos. Este esforço é mais do que justificado, uma vez que os edifícios representam quase 40% das emissões do Reino Unido e dos EUA. Embora a sustentabilidade seja agora uma marca registrada de muitos novos projetos arquitetônicos, a ineficiência energética das estruturas dos séculos XVIII e XIX ainda contribui para as emissões globais de carbono em uma grande escala.

Para enfrentar o desafio da adaptação inteligente dos edifícios existentes, o Harvard Center for Green Buildings (CGBC) da Harvard University Graduate School of Design, em colaboração com Snøhetta e a Skanska Technology, está adaptando a sede do CGBC em uma fábrica de estrutura de madeira anterior a 1940, com o objetivo de criar um dos edifícios sustentáveis mais ambiciosos do mundo. HouseZero é conduzido por metas de desempenho intransigentes, como ventilação 100% natural, 100% de autonomia de luz natural e quase zero energia necessária para aquecimento e resfriamento. O resultado será um protótipo de ultra-eficiência, reduzindo a dependência de tecnologia intensiva em energia, criando simultaneamente um confortável ambiente interno.

Uma série de características incluem células fotovoltaicas, uma bomba de calor, lâminas de janela e um respiradouro solar. Image © SnøhettaA casa existente em madeira de 1940 se tornará a sede da CGBC. Image © SnøhettaApesar de suas disposições ambientais, a ZeroHouse também enfatiza o design amigável. Image Cortesia de Snøhetta/PlompmozesZeroHouse visa tornar-se completamente autônomo energeticamente. Image Cortesia de Snøhetta/Plompmozes+ 5

Estudio Guto Requena cria fachada de luz interativa em São Paulo

Estudio Guto Requena has designed a new façade, which also doubles as an urban art intervention, for the Hotel WZ Jardins in São Paulo. Dubbed “The Light Creature,” the 30-story facade is visible both during the day and at night, changing to interact with its surroundings and responding to stimuli like air quality and sound. During the day the façade has a pixilated blue, gray and gold skin that serves as “a visual reflection of the soundscape of São Paulo’s iconic Avenida Rebouças,” and at night it is illuminated by interactive light patterns.

Learn more about The Light Creature after the break. 

© Andre Klotz © Andre Klotz © Ayla Hibri © Ayla Hibri + 21

Light Matters: Le Corbusier e a Trindade da Luz

Em seus três edifícios sagrados, Le Corbusier manipulou magistralmente a orientação, as aberturas e as texturas para criar uma arquitetura cinética com a luz natural. Sua capela de peregrinação em Ronchamp, o Convento de La Tourette e a igreja paroquial de Saint-Pierre, em Firminy, revelam abordagens distintas e individuais que criam espaços contemplativos através do uso da luz. Em seu livro“Cosmos of Light: The Sacred Architecture of Le Corbusier", Henry Plummer, professor emérito da Universidade de Illinois, analisa esses projetos através de fotografias feitas há mais de 40 anos e uma escrita brilhante.

Continue lendo para saber como Le Corbusier criou seu cosmos de luz.

Corredor para o átrio iluminado com a luz do sol no final da manhã. Monastério de Sainte Marie de la Tourette, Éveux-sur-l’Arbresle, França. Imagem © Henry Plummer 2011Vista no nascer no sol. Capela de Notre Dame du Haut, Ronchamp, França. Imagem © Henry Plummer 2011Luz dourada no altar. Igreja de Saint-Pierre, Firminy, França. Imagem © Henry Plummer 2011Vista da fenda e do brise em um dia nublado. Capela de Notre Dame du Haut, Ronchamp, França. Imagem © Henry Plummer 2011+ 9

Casa REX / FGMF

© Rafaela Netto© Rafaela Netto© Rafaela Netto© Rafaela Netto+ 45

  • Arquitetos: FGMF
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área :  603
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano :  2012
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes :  Itaim Iluminação, Gradesteel, Lafarge Holcim, Leo Madeiras, Maccaferri, +8

Projeto de Iluminação: Prefeitura de Recoleta / Oriana Ponzini Iluminación

© Ana María Pincheira
© Ana María Pincheira

Iluminação: Oficina Oriana Ponzini
Projeto de arquitetura: Edificio Consistorial Recoleta / Prado Arquitectos
Arquiteto: Tomás Prado
Ano: 2011
Fotografias: Ana María Pincheira