Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Mobiliário

Mobiliário: O mais recente de arquitetura e notícia

Mobiliários que estruturam os espaços em 15 projetos

Assim como paredes e lajes, os móveis podem delimitar e definir um espaço. No entanto, ao contrário dos elementos construtivos, que fazem a distinção de ambientes de forma mais permanente, o mobiliário pode estabelecer limites entre um espaço e outro de maneira facilmente adaptável.

11 Exemplos de mobiliário feitos com materiais aparentes

Casa Angatuba / messina | rivas. Imagem: © André Scarpa
Casa Angatuba / messina | rivas. Imagem: © André Scarpa

A ideia de "verdade dos materiais" é uma máxima cultivada no âmbito da arquitetura como forma de preservar a possibilidade de compreensão e funcionamento das partes que compõem os edifícios. Embora remonte ao momento em que o discurso moderno era protagonista para o norte do fazer prático, esse partido se mantém em diversas propostas até hoje pelas mais diversas razões, desde a referência à continuidade essa ideia, até as possibilidades expressivas que manter os materiais de forma bruta pode representar para os ambientes construídos.

Como economizar espaço nas cozinhas: móveis eficientes e transformáveis

Na última década, casas pequenas e micro-apartamentos ganharam imensa popularidade como opções acessíveis e sustentáveis para a vida moderna. Com essa arquitetura compacta, o design de móveis com consciência espacial também se torna cada vez mais relevante. Uma das áreas mais críticas para economizar espaço é a cozinha, onde a multiplicidade de funções e a necessidade de armazenamento podem dificultar o uso eficiente do espaço. Abaixo, descrevemos vários exemplos de projetos de móveis que economizam espaço para fazer o melhor uso de uma pequena cozinha.

Courtesy of Hettich Courtesy of Hettich Courtesy of Hettich Courtesy of Hettich + 20

Mobiliário público de madeira combina tecnologia CNC com energia renovável

O estúdio de arquitetura e design Hello Wood desenvolveu uma linha de mobiliário de exterior "inteligente" para institutos educacionais e espaços públicos. As duas peças de mobiliário, Fluid Cube e City Snake, reintroduzem estruturas públicas modulares de maneira contemporânea e sustentável.

© Hello Wood © Hello Wood © Hello Wood © Hello Wood + 12

Arquitetos projetando móveis: Salone del Mobile 2019

À medida que a semana chega ao fim, a Semana de Design de Milão encerra mais um ano de sucesso de criatividade e inovação. Milhares de empresas de design exibiram suas criações para mais de 200.000 visitantes vindos de diferentes países, com diferentes perfis e carreiras.Embora a feira de design gravitasse em torno do mundo do design de interiores, muitos arquitetos de renome participaram dessa exposição de uma semana e juntaram suas forças a especialistas em design de interiores e mobiliário.

Além das impressionantes colaborações de arquitetos com empresas de iluminação,veja como eles usaram seus conhecimentos em formas e estruturaspara desenvolver peças de mobiliário exclusivas.

Poltrona e Sofá KOR - William Sawaya x Sawaya & Moroni. Imagem Cortesia de Sawaya & Moroni Banco Volta - Zaha Hadid x CITCO. Imagem Cortesia de Molteni&C ALESSANDRO I-II-III - William Sawaya x Sawaya & Moroni. Imagem Cortesia de Sawaya & Moroni Mesa Lateral Endless - Daniel Libeskind x CITCO. Imagem Cortesia de CITCO + 36

Móveis open source: Faça o download e construa sua mobília

Vamos supor que você precise de uma estante para seus livros. Há poucos anos, possivelmente pesquisaria nas lojas de móveis de sua cidade - ou talvez em antiquários. Hoje é mais provável que abrisse dezenas de abas em seu navegador de internet para comparar preços e modelos. Mas há outra opção que vem se tornando cada vez mais popular: móveis open source.

É simples: você faz o download do projeto de um móvel e envia para uma máquina CNC (fresadora que corta chapas de madeira a partir de um arquivo digital) - mais ou menos como mandar um PDF para impressão. Com as peças cortadas, é só montar. Usamos como exemplo uma estante de livros, mas poderia ser uma cadeira, uma mesa, um armário, um banco... O Opendesk, uma das plataformas de móveis open source da atualidade, reúne cerca de 30 de móveis disponíveis para download. Lá o usuário pode baixar um projeto para cortar o móvel ele mesmo, em um FabLab ou oficina pessoal, ou ser conectado através do site com um marceneiro próximo de sua casa que faça os cortes.

London Design Fair. Image © Ollie Hammick London Design Fair. Image © Ollie Hammick Escritório Greenpeace. Image © Rory Gardiner Escritório Greenpeace. Image © Rory Gardiner + 9

13 Designs da IKEA que tornam a vida das pessoas com deficiência mais fácil (e mais equitativa)

A ignorância geral dos arquitetos sobre as necessidades e requisitos para pessoas com deficiências é preocupante. Além de cumprir as regulamentações obrigatórias (diferentes em cada país), a qualidade de vida das pessoas com diferentes capacidades depende de fatores específicos e cotidianos que vão além de um guarda-corpo ou uma rampa e são muitas vezes deixadas nas mãos de profissionais que nunca lidaram com tais questões.

This Ables, um projeto desenvolvido pela IKEA e pelas organizações sem fins lucrativos Milbat e Access Israel, fornece um excelente recurso para a criação de um design eqüitativo nos menores e mais simples detalhes. De maçanetas que podem ser abertas com um antebraço a um sofá que permite aos usuários sentar e levantar facilmente, esses 13 produtos estão disponíveis para o público em geral em ThisAbles.com. Alguns produtos podem até ser impressos em 3D de forma independente.

Veja o vídeo abaixo para mais detalhes do projeto.

17 Instagrams sobre a Bauhaus para seguir

Comemore o centenário da Bauhaus com a plataforma número um do mundo para contar histórias através de imagens, o Instagram. Ferramenta essencial para designers, o Instagram é um banco de dados digital em constante crescimento, útil para compartilhamento e estímulo de mercados. A mídia social mudou não apenas o modo como apresentamos e comercializamos nossos projetos, mas também como apresentamos nós mesmos ao mundo.

Guia de projeto para paraciclos e bicicletários

Estudos mostram que o investimento público em redes cicloviárias integradas e seguras promove transformações urbanas, proporcionando mais humanidade, saúde e qualidade de vida na cidade. Enquanto cidades na Holanda e nos países nórdicos já incorporaram as bicicletas no cotidiano, com uma parcela significativa da população utilizando o meio de transporte para os deslocamentos diários, grande parte do mundo ainda vem buscando um modelo para diminuir os congestionamentos e aumentar seu uso. Segundo o ITDP (Institute for Transportation and Development Policy), investir no transporte não motorizado permite a redução dos congestionamentos, melhora a qualidade do ar, a saúde física e mental dos moradores, e ainda o comércio local e a visibilidade das marcas, uma vez que ciclistas tendem a prestar mais atenção ao comércio local e ocupam menos espaço do que os automóveis.

Mas junto às ciclovias, ciclofaixas e ciclorrotas, é imprescindível proporcionar locais adequados para que as bicicletas possam ser estacionadas nos finais dos percursos. Enquanto os bicicletários são espaços fechados, geralmente com algum tipo de vigilância e infraestrutura adicional, os paraciclos são as estruturas que permitem apoiar e trancar a bicicleta de forma segura. Eles podem se integrar no mobiliário urbano de uma cidade, junto a bancos, placas, luminárias e totens informativos.

Cortesia de BKT mobiliario urbano Cortesia de BKT mobiliario urbano Cortesia de BKT mobiliario urbano Cortesia de BKT mobiliario urbano + 24

Startup de Los Angeles cria serviço de mobiliário por assinatura

A Fernish, uma startup com sede em Los Angeles, arrecadou trinta milhões de dólares para lançar seu projeto de transformação da bilionária indústria de móveis dos Estados Unidos e repensar a maneira como mobiliamos as nossas casas hoje em dia. O serviço de mobiliário por assinatura, gerido por uma plataforma online, permitirá aos usuários "assinar" desde peças específicas até os móveis de uma sala inteira, fornecendo uma ampla variedade de opções criadas através de um projeto de curadoria. Com a atual tendência de mobilidade das pessoas, a Fernish foi criada para atender a este público de jovens profissionais que moram de aluguel e que se mudam com frequência.

Cortesia de Fernish Cortesia de Fernish Cortesia de Fernish Cortesia de Fernish + 5

Peso e leveza: mesa apoia-se sobre pés de aço inoxidável muito delgados

Uma mesa robusta e leve é um oxímoro, ou melhor, era. O impulso para este projeto foi perceber essa contradição. Uma mesa maciça normalmente exigiria uma estrutura robusta e pernas abaixo do tampo. Na conceituação da mesa, a equipe procurou desmaterializar sua estrutura, criando uma sensação de instabilidade com uma superfície visualmente sólida suportada por uma malha incrivelmente fina. O design ousado fala sobre a identidade do cliente, um centro de pesquisa que amplia os limites do design e da manufatura usando tecnologia e ciência.

© Aurelia Chan © Carlos Banon © Carlos Banon © Carlos Banon + 12

Coleção de objetos projetados por Zaha Hadid será exibida na Maison et Objet em Paris

Zaha Hadid Architects publicou imagens da sua última coleção que será apresentada na Maison et Objet 2019 em Paris no final deste mês. A coleção, que incorpora o processo inventivo de Zaha Hadid, apresenta uma taça de vidro em formato de "redomoinho" e uma coleção em mármore monocromático.

O festival Maison et Objet é descrito como a autoridade internacional para decoração do lar, design de interiores, arquitetura e cultura lifestyle, com a sua feira bianual de Paris que acontecerá nos dias 18 a 22 de janeiro de 2019.

Jogo de mesa. Imagem © Zaha Hadid Design Mármore cell. Imagem © Zaha Hadid Design Mármore cell. Imagem © Zaha Hadid Design Bandeja. Imagem © Zaha Hadid Design + 17

A importância de entender o corpo humano: Projetando para todo o tipo de pessoas

É um simples senso comum: um bom design é baseado nas pessoas e no que elas realmente precisam. Como arquitetos, estamos nos aprofundando o suficiente para dar as respostas corretas aos requisitos que enfrentamos em cada projeto?

A Herman Miller é um ótimo exemplo desse entendimento. Fundada em 1905 por Dirk Jan De Pree, a empresa americana produz equipamentos e móveis para escritórios e habitações, incluindo um alto nível de pesquisa para entender o corpo humano e a maneira como habitamos nossos espaços cotidianos. Essas investigações, apoiadas por testes de usabilidade e trabalho multidisciplinar, resultam em um grande número de peças de mobiliário e projetos espaciais que agora são usados com sucesso por pessoas em todo o mundo.

Tivemos a oportunidade de visitar a sede da empresa em Zeeland, Michigan, e entender como esses estudos têm sido realizados há várias décadas.

Você gastaria US$145 mil na Cadeira Lapella desenhada por Zaha Hadid Architects?

Courtesy of Zaha Hadid Architects
Courtesy of Zaha Hadid Architects

Para aqueles com US$145 mil escondidos debaixo da cama, Zaha Hadid Architects projetou e lançou recentemente a Cadeira Lapella, dando continuidade às suas “investigações em estrutura e tectônica, reinterpretando a icônica poltrona de 1963 desenhada por Hans J. Wegner”.

Feita de mármore italiano, a Lapella mantém as proporções, a escala e a inclinação da cadeira original, ao mesmo tempo em que introduz “técnicas contemporâneas de trabalho em pedra e compostos de fibra de carbono”.

Courtesy of Zaha Hadid Architects Courtesy of Zaha Hadid Architects Courtesy of Zaha Hadid Architects Courtesy of Zaha Hadid Architects + 10

Brutalismo & Skate: os bancos de concreto pigmentado de J. Byron-H

Com produtos como máquinas de café de concreto, gnomos de jardim de concreto e até mesmo jóias de concreto, designers estão encontrando maneiras notáveis de experimentar com o material, provando que o concreto é muito mais do que apenas um componente volumoso de construção.

O arquiteto e designer baseado em Los Angeles J.Byron-H, conhecido por sua diversão com formas materiais e inesperadas, experimentou concreto e fibra de vidro e criou peças contemporâneas e leves, inspiradas por skates e brutalismo arquitetônico.

© Samuel McGuire © Samuel McGuire © Samuel McGuire Cortesia de J. Byron-H + 40

Exposição "Bancos Indígenas do Brasil" no Pavilhão Japonês, no Parque do Ibirapuera

PAVILHÃO JAPONÊS DO PARQUE DO IBIRAPUERA RECEBE A EXPOSIÇÃO BANCOS INDÍGENAS DO BRASIL

Com entrada gratuita, exposição marca os 110 anos da imigração japonesa no Brasil; abertura é dia 9 de junho

No dia 9 de junho, o Pavilhão Japonês, construção localizada no Parque do Ibirapuera, em São Paulo, e inspirada no Palácio Katsura, de Kioto, recebe a exposição Bancos Indígenas do Brasil, que apresenta cerca de 70 peças da coleção BEI. Os bancos foram produzidos por povos de várias regiões do alto e baixo Xingu, sul da Amazônia, Centro-Oeste, norte do Pará, Guianas e noroeste amazônico. No fim de

Designers italianos criam mobiliário compatível com Lego

Para os aficionados por Lego, o design de mobiliário atingiu um novo patamar. Criado por uma equipe de designers italianos, Stüda tornou realidade o sonho de móveis compatíveis com Lego. O mobiliário modular vem em uma variedade de cores e uma textura padronizada que permite afixar os famoso blocos de montar.

Cortesia de Studio NINE Cortesia de Studio NINE Cortesia de Studio NINE Cortesia de Studio NINE + 23