Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Iphan

Iphan: O mais recente de arquitetura e notícia

Iphan abre chamada de trabalhos para publicação em sua página

O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) abre espaço em sua página para a publicação de artigos, resenhas e ensaios voltados às temáticas de preservação, salvaguarda e valorização do patrimônio cultural brasileiro, seus reflexos no Brasil, assim como suas correlações no plano internacional.

Jardins de Burle Marx e Campo de Santana entram para a lista de tombamento do Iphan

Os jardins de praças públicas planejados por Roberto Burle Marx, no Recife e O Campo de Santana, no Rio de Janeiro entraram no rol de bens protegidos pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). Os pedidos de registros e de tombamentos foram discutidos na 79ª reunião do Conselho Consultivo de Patrimônio do Iphan, na quinta-feira, 11 de junho, em Brasília, e aprovados por unanimidade.

Projetados na década de 1930, os jardins localizados nas Praças Euclides da Cunha, Casa Forte, do Derby, da República e Jardim Campo das Princesas, Salgado Filho e Faria Neves trazem em comum a característica inovadora do paisagista Roberto Burle Marx, que se baseou na tríade higiene, educação e arte, na qual a vegetação é um dos elementos centrais.

Restauro do Pedregulho tem conclusão prevista para este mês

Projetado por Affonso Eduardo Reidy, o Conjunto Residencial Prefeito Mendes de Moraes, mais conhecido como Pedregulho, está a cinco anos passando por um processo de restauração financiado pelo governo estadual do Rio de Janeiro. Com conclusão prevista para o fim deste mês, a recuperação da fachada e das janelas do emblemático edifício é uma das condições para que o conjunto seja tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – IPHAN.

Localizado na Zona Norte da capital fluminense, o Conjunto do Pedregulho foi concluído em 1947 e tinha por finalidade abrigar funcionários públicos em suas 328 unidades distribuídas em seis pavimentos que seguem uma planta serpenteante, solução adotada por Reidý para acompanhar o perfil natural do terreno.

Sesc Pompéia de Lina Bo Bardi é tombado pelo IPHAN

O famoso conjunto do Sesc Pompéia, projeto de requalificação de uma antiga fábrica de tambores liderado pela arquiteta ítalo-brasileira Lina Bo Bardi, foi, nesta quinta-feira, incluído na lista de edifícios tombados pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN).

Os edifícios, já protegidos pelo Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental da Cidade de São Paulo (Conpresp), entram agora para a lista de obras protegidas em âmbito nacional, tendo sido aprovados unanimemente pelo Conselho Consultivo do Patrimônio Cultural.

Unesco indica três conjuntos brasileiros para Patrimônio Mundial

A Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) aprovou recentemente a inserção de três novos bens brasileiros na Lista Indicativa do Patrimônio Mundial. A partir de agora, o sítio arqueológico do antigo Cais do Valongo, no Rio de Janeiro, a Vila Ferroviária de Paranapiacaba, em Santo André - SP, e o Ver-o-Peso, em Belém - PA, poderão ser avaliados e, quiçá, receber o título de Patrimônio Mundial.

Após 18 anos sem atualizações, a lista indicativa do Brasil passa a ter 18 bens, classificados como naturais, culturais e mistos.

IPHAN abre inscrições para mestrado profissional em preservação do patrimônio cultural

O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (PEP/MP/IPHAN) abre inscrições para seleção de 20 bolsas de estudo do Mestrado Profissional em Preservação do Patrimônio Cultural. Os interessados poderão se inscrever até o dia 10 de março de 2014.

O Mestrado Profissional destina-se a formar, durante 24 meses, profissionais graduados em diversas áreas de conhecimento para atuarem no campo da preservação do patrimônio cultural. O curso associa as práticas de preservação nas unidades da Instituição, distribuídas no território nacional, ao aprendizado teórico-metodológico e à pesquisa.

Projeto do IPHAN celebra obra do mestre Aleijadinho

Marcando o bicentenário de morte do gênio barroco brasileiro Antônio Francisco Lisboa, mais conhecido como Aleijadinho, a cidade mineira de Congonhas inaugura, na próxima segunda-feira, 18 de novembro às 20h, o projeto de iluminação cênica do conjunto de 64 esculturas em tamanho natural esculpidas pelo Mestre, entre 1796 e 1799, pintadas por Xavier Carneiro e Manoel da Costa Athayde.

O projeto, iniciado há sete anos com o Programa Monumenta do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), teve investimento de cerca de R$ 2 milhões, empregados na restauração arquitetônica do conjunto composto pelo Santuário, Capelas dos Passos e do casario remanescente da antiga romaria no Beco dos Canudos. Também foi realizada a restauração das esculturas em cedro e requalificação urbana do entorno do Santuário, além da restauração das pinturas parietais que compõem as cenas da Paixão de Cristo.

A ponte Mauá será o primeiro Patrimônio Cultural do Mercosul.

A ponte Mauá, obra arquitetônica de grande valor simbólico e de integração entre o Brasil e o Uruguai, será o primeiro bem declarado Patrimônio Cultural do MERCOSUL, segundo o diretor geral da Comissão do Patrimônio Cultural da Nação (do Uruguai), Alberto Quintela. Ele também destacou o trabalho realizado pelas instituições patrimoniais do Brasil e do Uruguai para valorizar a ponte que une as cidades de Río Branco e Jaguarão.

A decisão é da VII Reunião da Comissão do Patrimônio Cultural do MERCOSUL, que reuniu representantes dos países do bloco em Montevidéu até o último dia 30 de maio. O diretor geral pediu que a reunião buscasse uma aproximação e o diálogo entre os países do bloco. Ainda, defendeu o “posicionamento da Comissão do Patrimônio Cultural do MERCOSUL no referido bloco regional, para alcançar um melhor diálogo com os diferentes atores das esferas patrimonial, social e turística”.

IPHAN e UNESCO oferecem curso a distância de Patrimônio Imaterial

Estão abertas as inscrições, até o dia 8 de fevereiro, para o curso Patrimônio Imaterial: fortalecendo o Sistema Nacional, uma realização do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) e da UNESCO no Brasil por meio do Projeto Difusão da Política do Patrimônio Cultural Imaterial no Brasil, e com coordenação técnica da Inspire | Gestão Cultural. Com aulas ministradas a distância, pela internet, o curso acontece entre os dias 1º de março e 4 de maio de 2013. Serão oferecidas 200 vagas para profissionais de todo o Brasil. A iniciativa faz parte das comemorações dos 10 anos da Convenção para a Salvaguarda do Patrimônio Cultural Imaterial, de 2003. Será feita seleção das inscrições enviadas e o resultado será divulgado a partir do dia 20 de fevereiro.

14ª Cidade Revelada / Itajaí - SC

2º Colóquio Ibero-americano Paisagem Cultural, Patrimônio e Projeto / Belo Horizonte - MG

Rio de Janeiro é Patrimônio Mundial da Humanidade / Rio de Janeiro - RJ