1. ArchDaily
  2. Gestão De Resíduos

Gestão De Resíduos: O mais recente de arquitetura e notícia

Como o Brasil pós-COVID-19 tratará os resíduos sólidos urbanos?

No Dia Mundial do Meio Ambiente, lhe perguntamos: Você sabe para onde vai o “lixo” da sua casa? Como as cidades lidam com as toneladas de materiais eliminados diariamente? Tudo o que você joga “fora” deveria ser desperdiçado ao ser destinado para aterros sanitários?

A crise do coronavírus vem nos mostrando que certas atitudes, políticas e práticas devem ser abandonadas se quisermos ter um outro futuro. Socialmente, e também ambientalmente. Porém, a responsabilidade não é apenas individual. Para falar do futuro dos resíduos nas cidades é preciso jogar luz no fio da história recente, a construção da Política Nacional de Resíduos Sólidos - PNRS, aprovada em 2010 e nos desafios para sua implementação.

Cidades flutuantes e ecológicas podem ser a resposta aos desafios da humanidade

À medida que a população mundial cresce desenfreadamente, começa-se a especular mais seriamente sobre possíveis novos futuros. Pensando nisso, o URBAN POWEr, escritório de arquitetura e planejamento urbano, desenvolveu o projeto de nove ilhas artificiais estrategicamente localizadas na costa sul da cidade de Copenhague e tem o objetivo de responder a muitos dos desafios iminentes pelos quais a cidade tenderá de passar nos próximos anos. As ilhotas, chamadas de "Holmene", atendem às crescentes demandas por espaço, produção de energias limpas e barreiras contra enchentes.

Ilhas de plástico: possibilidades de reuso do lixo oceânico na arquitetura

Cortesia de Emily-Claire Goksøyr
Cortesia de Emily-Claire Goksøyr

Com o aumento do nível do mar e o consumo incessante de plástico, os oceanos têm sofrido uma rápida deterioração. Em vez de descartar ou queimar os resíduos plásticos, os arquitetos Erik Goksøyr e Emily-Claire Goksøyr questionaram se existe algum potencial arquitetônico neste material negligenciado. Ao conduzir um extenso estudo do material, a dupla projetou três protótipos para postular essa teoria.

Embora começando como uma humilde tese, este projeto está sendo atualizado sob a organização Out of Ocean. Das margens das Ilhas Koster, na Suécia, amostras de plástico foram coletadas e estudadas para o desenvolvimento de vários materiais que variam em nuances como cor, textura, luz e translucidez.

Cortesia de Emily-Claire GoksøyrCortesia de Emily-Claire GoksøyrCortesia de Emily-Claire GoksøyrCortesia de Emily-Claire Goksøyr+ 36

Fotógrafo registra as obras da usina de energia com pista de esqui na cobertura projetada pelo BIG

O fotógrafo Aldo Amoretti registrou novas imagens de um dos projetos mais aguardados de 2018, a Usina de Energia Amager Bakke com uma pista de esqui na cobertura, localizada em Copenhague e projetada pelo BIG. As imagens mostram a usina concluída - inaugurada em março de 2017 - enquanto as obras do parque de 16 mil metros quadrados e da pista de esqui avançam.

O projeto busca recuperar um espaço geralmente não utilizado de um edifício - a cobertura - para o público através da introdução de elementos naturais. Durante os meses de verão, o parque projetado pelo SLA oferecerá aos visitantes trilhas de caminhadas, playgrounds, estruturas de ginástica, corrida e paredes de escalada. No inverno, o parque receberá uma pista de esqui de 500 metros desenhada pelo BIG.

© Aldo Amoretti© Aldo Amoretti© Aldo Amoretti© Aldo Amoretti+ 45

Pode o lixo ser usado para regenerar nossas cidades?

Com o aumento da população urbana, vem também o aumento da quantidade de resíduos nas cidades. E, embora a vida oculta do lixo seja ignorada por muitos, não há como escapar de um das questões mais urgentes das sociedades modernas: o manejo insustentável dos resíduos. Apesar de muitas soluções plausíveis e óbvias já terem sido sugeridas e algumas estarem em vias de implementação, alguns especialistas propõem soluções radicais que podem, um dia, se tornar realidades.