Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Cultura

Cultura: O mais recente de arquitetura e notícia

Ecologia Urbana: do corpo ao território

Como exercitar um olhar holístico, complexo e sistêmico para o habitar do que chamamos de casa? Como produzir outras formas de valorizar e reconhecer culturas não hegemônicas? Quais as patologias dos sistemas que somos ensinados a acreditar e como criar novas formas de percepção e ação que entendam como os sistemas de produção e organização de vida estão interconectados?

Os principais problemas do mundo são um resultado de como a natureza funciona e como as pessoas pensam: o que significaria mudar a forma como pensamos? As ideias, afinal, estão relacionadas a forma como nós habitamos o mundo. Existimos na terra

Plano-Piloto em Olinda nos anos 80 pode apontar caminhos para gestão urbana do patrimônio cultural na atualidade

Entre 1985 e 1989, a cidade de Olinda-PE foi palco do Piloto de um programa federal que seria desenvolvido em outras 48 cidades do Brasil. Entre outras coisas, este programa procurava viabilizar habitação social em núcleos construídos e garantir através da permanência de moradores tradicionais a memória e os modos de vida locais. Ainda pouco difundido na história do patrimônio cultural e das políticas de habitação social no Brasil, este plano aponta caminhos para a gestão de territórios a partir das práticas sociais e culturais de seus habitantes.

II Congresso Nacional para Salvaguarda do Patrimônio Cultural

Patrimônio Cultural e Globalização: as problemáticas da preservação do patrimônio cultural no século XXI


A produção dos espaços construídos no passado e o acúmulo de valores e significados atribuídos pelo homem, com o passar do tempo, permitem o reconhecimento do passado de nossa sociedade e trazem a possibilidade de nos identificarmos como indivíduos integrantes de nossa comunidade na atualidade. As ações públicas e privadas voltadas para preservação do patrimônio cultural (material e imaterial) devem contribuir para a manutenção e permanência das diversas identidades culturais de forma coerente com seu passado e com a realidade de hoje. Porém, vivemos na atualidade uma

Arquitetura e Urbanismo é Cultura

O Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Rio de Janeiro realiza debate, aberto ao público, para discutir linhas de financiamento cultural e a valorização da arquitetura e urbanismo pelo viés da cultura. Será também uma oportunidade para tirar dúvidas sobre a 6ª edição do Programa de Patrocínio Cultural da autarquia, que recebe inscrições até as 17h do dia 21 de setembro, para apoio financeiro a ações como eventos ou publicações relacionados à profissão de arquiteto e urbanista. 

Estudantes de arquitetura da Somália preservam digitalmente o patrimônio construído de seu país - antes que seja tarde demais

via Somali Architecture
via Somali Architecture

Desde o início da guerra civil em 1991, as paisagens política e arquitetônica da Somália, no Leste da África, têm sido instáveis. Enquanto os centros urbanos do país, como a capital Mogadíscio, ostentam um tecido diversificado de mesquitas históricas, cidadelas e monumentos ao lado de estruturas cívicas modernistas, as décadas de conflito resultaram na destruição de muitas estruturas importantes. E, embora a luta tenha diminuído substancialmente nos últimos anos, o futuro do patrimônio arquitetônico do país ainda está longe de alguma segurança.

Em resposta a isso, estudantes de arquitetura somali residentes no Reino Unido, Itália e Estados Unidos se uniram para criar o Somali Architecture, um projeto de pesquisa que arquiva e "reconstrói" digitalmente estruturas icônicas por meio de modelos 3D. O objetivo é “preservar a identidade e a autenticidade” da Somália por meio de sua arquitetura - existente e destruída. “Queremos que cada construção icônica do passado seja reinterpretada para um futuro mais coerente”, dizem os estudantes.

Veja a seguir uma seleção das estruturas que a Somali Architecture descobriu e reconstruiu até agora.

Vértice - Arquitetura e Design

O VÉRTICE - Arquitetura e Design tem como foco repensar esses segmentos no estado da Paraíba e fomentá-los como expressão artística, cultural e social para provocar insights criativos no público presente.

“Novos Olhares” será o tema do evento, que terá uma programação diversificada com palestras ministradas por arquitetos e designers como: Paulo Peregrino (PB), Suellen Montenegro (PB), Leonardo Maia (PB), Francisco Cabral (PB), Sérgio Matos (MT), Diego Simon (SP), O Norte Oficina de Criação (PE) e Guto Requena (SP).

O encontro apresentará uma abordagem focada nas novas ideias, trocas de experiências, empreendedorismo e carreira, no qual a criatividade será o elo entre

8 Modelos 3D de memoriais de diferentes culturas e épocas

Na maioria dos projetos de arquitetura, a entrada do usuário no espaço final é uma consideração importante; mas e se esses usuários não estiverem mais vivos? Os memoriais para os mortos são um tipo exclusivamente emocional de arquitetura e frequentemente revelam muito sobre uma determinada cultura ou grupo de pessoas. Especialmente no caso de túmulos antigos, os arqueólogos podem aprender sobre costumes e crenças das sociedades passadas examinando seus espaços de sepultamento. A natureza pessoal dos espaços funerários e monumentos transmite um sentido de importância e gravidade para os espectadores e visitantes, mesmo séculos após sua construção.

Esta lista de modelos 3D, fornecida por nossos parceiros do Sketchfab, explora memoriais e artefatos de diferentes lugares e épocas, de uma variedade de culturas e civilizações.

Exposição de Lisboa: Habitar Portugal 12-14

A exposição que agora e aqui se apresenta é uma iniciativa da Ordem dos Arquitectos, a que se associa a Câmara Municipal de Lisboa e a EGEAC, faz parte de uma itinerância de 14 exposições que percorre o país e terminará no final de 2017. Este conjunto de exposições procura nas suas diversas manifestações compreender, discutir e reportar o estado e a condição da arquitectura portuguesa. Para esse efeito cada exposição é única, quer no seu layout quer na parede que reúne os elementos de um processo de trabalho e de reflexão do comissariado com conteúdos originais. Em Lisboa o destaque é dado às obras da sua Área Metropolitana, nos vídeos expostos na secção Atmosfera Específica e nas apresentações feitas pelos seus autores. Os debates que integram o programa paralelo procuram trazer à discussão olhares de naturezas distintas e com isso alargar o seu âmbito.

Archcine - Festival Internacional de Cinema de Arquitetura

O 1º Archcine - Festival Internacional de Cinema de Arquitetura vai de 23 a 27 de novembro, no Rio de Janeiro, com filmes, homenagens e atividades voltadas para a difusão da arquitetura e do urbanismo através do cinema. Conheça filmes que convidam à reflexão social e arquitetônica no ambiente urbano, contribuindo e ampliando o debate em torno da cinematografia de arquitetura.

Prefeitura do Rio de Janeiro lança edital para promover atividades na Praça Tiradentes

Sem grades, com parte dos prédios históricos restaurados e à espera do VLT, a Praça Tiradentes, no centro do Rio de Janeiro, está em processo de reocupação. Recentemente, o Instituto Rio Patrimônio da Humanidade (IRPH), da prefeitura, lançou um edital para incentivar artistas e artesãos a se apresentarem na área nos próximos dois anos, dentro do Circuito Tiradentes Cultural, que já acontece no local todo primeiro sábado do mês. Ao todo, o Fundo Especial do Projeto Tiradentes, administrado polo instituto, distribuirá R$ 183.400 a 75 projetos.

Museu do Amanhã de Santiago Calatrava é eleito o melhor destino cultural da América do Sul

Projetado por Santiago Calatrava, o Museu do Amanhã foi reconhecido com o prêmio "Leading Culture Destinations Awards" na categoria "Melhor Museu do Ano - América Central e do Sul" por "sua capacidade de atração turística e dinamização cultural da cidade", segundo apontou o júri.

O projeto de Calatrava, juntamente com os demais projetos premiados, foi destacado por um júri internacional composto por especialistas que selecionaram diferentes museus do mundo por sua arquitetura, exposições, instalações ou conjunto, constituindo referências por suas qualidades e alcance de suas contribuições para o panorama cultural internacional. 

Museo del Mañana / Santiago Calatrava. Image © Gustavo Xavier Museo del Mañana / Santiago Calatrava. Image © Gustavo Xavier Museo del Mañana / Santiago Calatrava. Image © Gustavo Xavier Museo del Mañana / Santiago Calatrava. Image © Gustavo Xavier + 5

Inauguração do corredor verde do Minhocão

No dia 11 de setembro, o Movimento 90º celebra o lançamento do Corredor Verde do Minhocão! O projeto que nasceu em 2013 comemora a reta final da entrega do primeiro Corredor Verde do mundo, contando com 5,000 m² de novas áreas verdes, em parques verticais. Além de ser uma ferramenta de reabilitação urbana, os projetos são assinados por artistas como Christopher Page, Daniel Steegmann Mangrané, Paulo Monteiro, Pedro Wirz e Renata de Bonis.

Sesc SP promove o encontro "O patrimônio ocupado: habitação, cultura e direito à memória"

Fábricas desativadas, casarões e prédios históricos abandonados têm sido ocupados, nesta última década, por coletivos de cultura ou por movimentos populares de moradia. Quais os sentidos e significados desse patrimônio ocupado? O que tais ocupações sinalizam para as políticas públicas de patrimônio?

Com base nestas questões, o Centro de Pesquisa e Formação do Sesc realiza, no dia 30 de agosto, o encontro "O patrimônio ocupado: habitação, cultura e direito à memória", que tem por objetivo trazer à discussão diferentes experiências de ocupação, ligadas à luta por moradia, direito à cidade e à memória.

Vídeo: Diller Scofidio + Renfro propõe centro cultural "conversível" próximo ao High Line

O escritório Diller Scofidio + Renfro, em colaboração com o Rockwell Group, divulgou um vídeo de animação mostrando seu projeto "The Shed", um centro cultural "conversível" projetado para o empreendimento Hudson Yards em Nova Iorque, adjacente ao High Line Park. Quando concluído, o edifício terá mais de 17 mil metros quadrados de espaços expositivos para instalações temporárias, concertos, apresentações e outras atividades culturais. Assista ao vídeo acima para ver como o projeto funcionará.

Parte da primeira etapa do projeto Hudson Yards, a construção do The Shed começou em meados do ano passado e a obra tem conclusão prevista para 2019. O local receberá diversos eventos importantes, incluindo o New York Fashion Week.

Sustentabilidade e patrimônio cultural urbano: indicadores / Bernardo Nogueira Capute

INTRODUÇÃO

A década de 1960 assistiu a vários movimentos das minorias, dentre eles o dos ambientalistas. Eles tinham como principal alvo de suas críticas o lançamento de grandes quantidades de produtos químicos no meio ambiente, sem o entendimento dos seus impactos sobre a biosfera.[1]  Nesta década destacamos o início da mudança no olhar sobre a preservação do patrimônio que passou de uma visão tradicional que valorizava apenas os monumentos “excepcionais” à proteção a grupos de edificações históricas, à paisagem urbana e aos espaços públicos. “Quando se pensa em termos de patrimônio ambiental urbano, não se pensa apenas na edificação, no monumento isolado, testemunho de um momento singular do passado, mas torna-se necessário, antes de mais nada, perceber as relações que os bens naturais e culturais apresentam entre si, e como o meio ambiente urbano é fruto dessas relações”.[2]

CAU/GO lança edital de patrocínio para projetos ligados à arquitetura

Os interessados em se candidatar ao apoio do Conselho de Arquitetura e Urbanismo de Goiás (CAU/GO) neste ano, pela chamada pública de patrocínio, devem se inscrever até o dia 27 de abril. O CAU/GO disponibilizará o montante total de R$ 60 mil, que será dividido em cotas menores a serem distribuídas entre as iniciativas aprovadas.

Projetos de arquitetura passam a receber incentivo da Lei Rouanet

ATUALIZAÇÃO: A elaboração de projetos de arquitetura passará a receber os incentivos fiscais previstos pela Lei Rouanet. A decisão foi tomada neste mês pela Comissão Nacional de Incentivo à Cultura (CNIC) e aguarda publicação no Diário Oficial da União para começar a valer, o que deve acontecer até meados de março deste ano. Apenas a etapa de projeto será contemplada, e não a construção. Todavia, não há exigência quanto à finalidade do projeto, podendo ser espaços culturais, edifícios comerciais, prédios residenciais ou mesmo casas. A única condição é que seja realizado concurso público para eleger a proposta vencedora, que pode, este também, receber incentivos da lei.

IPHAN promove o evento "Diálogo Brasil/Holanda" sobre adaptação de patrimônio cultural

Um olhar sobre como os Países Baixos intervêm no patrimônio cultural edificado. Essa é a proposta da palestra e da exposição "Diálogo Brasil/Holanda" que o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) realiza em parceria com a Embaixada do Reino dos Países Baixos (RCE), nos dias 23 e 24 de novembro, na sede do Instituto, em Brasília. O evento, que faz parte do Programa Diplomacia Pública dos Países Baixos, pretende reunir estudantes de Arquitetura e Urbanismo, profissionais da área e interessados pelo assunto.