1. ArchDaily
  2. Baú Da Escola

Baú Da Escola: O mais recente de arquitetura e notícia

Chile: A geração dos 90 e o Museu da Memória

O curso de pós-graduação Geografia, Cidade e Arquitetura da Escola da Cidade convidou o arquiteto Mario Figueroa, em uma aula sobre a arquitetura chilena em que fala sobre a chamada “Geração dos 90” e o Museu da Memória e Direitos Humanos.

Solano Benítez: interpretação e produção do espaço urbano

Solano Benítez participou da 13ª edição do Seminário Internacional "Arquitetura é forma de conhecer", que teve como tema discutir a interpretação e produção do espaço urbano como parte essencial da aprendizagem em arquitetura e urbanismo, refletindo sobre a especificidade do olhar do arquiteto perante o ambiente construído e sua relação com outros olhares.

Desenho e expressionismo na Bauhaus

O curso de pós-graduação de Arquitetura, Educação e Sociedade da Escola da Cidade convidou Rodrigo Mendes de Souza para apresentar sua pesquisa sobre o programa pedagógico da Bauhaus Vorkurs durante a direção de Walter Gropius.

Rodrigo Mendes de Souza abordou, por meio das teorias  da Puravisualidade Sichtbarkeit e da Objetividade Sachlichkeit, o Programa Pedagógico de Walter Gropius para a Bauhaus. Ele se baseou em diversos autores, como K. Fiedler, A. Riegl, H. Wölfflin, e G. Semper para melhor compreender a prática e a teoria pedagógica dessa escola.

David Sperling: Arquitetura: linguagens e representações

O curso de pós-graduação Arquitetura, Educação e Sociedade da Escola da Cidade recebeu o arquiteto David Sperling para falar sobre sua atuação como professor do Instituto de Arquitetura e Urbanismo, em São Carlos.

David Sperling apresenta a disciplina de Linguagem e Representação, desde como se estrutura em si até como se relaciona com as outras disciplinas no curso da graduação. Fala ainda sobre alguns exercícios realizados: como se dão as propostas e que reflexões se espera que surjam, comentando um pouco sobre os produtos finais.

Luis Kehl: uma breve historia das favelas

Caracterizando a favela como um “fóssil urbano” – forma secular de ocupação do espaço através do agrupamento irregular de moradias – Luis Kehl realiza, neste vídeo compartilhado pela Escola da Cidade, uma leitura cronológica das ocupações irregulares em distintos contextos geográficos e históricos.

Vídeo: Palestra com Carrilho da Graça no MCB

O Museu da Casa Brasileira, instituição da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, apresenta a exposição Carrilho da Graça: Lisboa, onde o arquiteto explora o território e sua topografia como a base de seus trabalhos.

Carrilho da Graça trabalha em escritório próprio desde que se formou na Escola Superior de Belas-Artes em Lisboa. Ao conjunto da sua obra foram atribuídos diversos prêmios, como o prêmio Aica (Associação Internacional dos Críticos de Arte) em 1992, a Ordem de Mérito da República Portuguesa em 1999, o prêmio da Bienal Internacional da Luz – luzboa em 2004, o título de “Chevalier des arts et des lettres” pela república francesa em 2010, o “Prêmio Pessoa” em 2008.

Fernando de Mello Franco: Espaço Público x Domínio Público

Em palestra organizada pela Escola da Cidade, o ex-Secretário Municipal de Desenvolvimento Urbano de São Paulo, Fernando de Mello Franco, falou – no papel de arquiteto e não de secretário – sobre políticas públicas atuais voltadas para o espaço livre na Cidade de São Paulo e uma panorâmica em cima da discussão da questão pública na cidade de São Paulo a partir da gestão do ex-prefeito Fernando Haddad, buscando entender e estabelecer diferenças entre espaço público e domínio público.

Michael Wesely: Fotografias de longuíssima exposição

A Escola da Cidade compartilhou conosco mais um dos vídeos do Baú da Escola, desta vez com o artista alemão Michael Wesely, que apresentou retratos e imagens de Berlim em transformação, além de exposições, em que ele explica que o tempo de exposição é determinado pela necessidade dele de entender quanto tempo aquilo precisa ser exposto.

Karina Leitão: O impacto de grandes projetos em comunidades atingidas

Convidada pelo Seminário de Cultura e Realidade da Escola da Cidade, em parceria com o Projeto Contracondutas, Karina Leitão fala neste vídeo sobre os projetos logísticos e energéticos que tem recorrentemente moldado as ações no território nacional.

Tales Ab’Saber: Conciliação, Regressão e Cidade

A Escola da Cidade compartilhou conosco mais um de seus vídeos do Baú da Escola, desta vez, com o cineasta, psicólogo e professor Tales Ab’Saber, convidado pelo Seminário de Cultura e Realidade para discutir sobre o Minhocão e lançamento do seu livro Conciliação, Regressão e Cidade.

Marcos Acayaba: Estruturas de concreto e de madeira

A Escola da Cidade compartilhou conosco mais um de seus vídeos do Baú da Escola, desta vez, de uma palestra com o arquiteto Marcos Acayaba, que participou de duas aulas do curso de pós-graduação Geografia, Cidade e Arquitetura para falar sobre algumas de suas obras e, em especial, estruturas de madeira.

Acayaba apresentou, de forma não cronológica, projetos concluídos e em obras organizados a partir dos sistemas estruturais, sistemas construtivos e técnicas construtivas, como estruturas de alvenaria, concreto, aço e madeira.

Francisco Fanucci: Convivência na cidade

Nossos parceiros da Escola da Cidade compartilharam conosco mais um vídeo do Baú da Escola. Desta vez, é Francisco Fanucci, do escritório Brasil Arquitetura, que apresenta a palestra Convivência na Cidade como parte da programação do XI Seminário Internacional: Espaço Livre na Cidade.

José Lira: América Latina, historiografia e arquitetura

A formação da arquitetura latino-americana foi por muito tempo escamoteada dos livros de História. O professor e arquiteto José Lira, em palestra realizada na Escola da Cidade, mostra as diferentes narrativas e autores que construíram a historiografia da América Latina ao longo dos séculos.

Margareth Rago: Inventar outros espaços

Nossos parceiros da Escola da Cidade compartilharam mais um vídeo do acervo Baú da Escola, desta vez, a professora Margareth Rago abordou as heterotopias e a cidade, e em como pensar em outros espaços. O assunto foi abordado por meio do pensamento do filósofo Michel Foucault, que percorre diversos espaços percebendo e categorizando suas multiplicidades, demonstrando os diversos tipos de heterotopias.

O discurso sobre a cidade panóptica aborda como as cidades adotaram esse modelo de vigilância e como o tempo livre acaba sendo comprometido por os controles da cidade vigiada, e como agentes se colocam como heterotopias ao se negarem a esse padrão e proporem novas estruturas de cidade.

Ermínia Maricato, Julia Ruiz e Laura Sobral discutem gestão e ocupação do espaço livre na cidade

Nossos parceiros da Escola da Cidade compartilharam conosco mais um vídeo do Baú da Escola, desta vez, uma palestra que discute diferentes experiências de ocupação de espaços físicos da urbe disponíveis para o usufruto do tempo livre. A discussão da Gestão e ocupação do espaço livre na cidade conta com Ermínia Maricato, Julia Ruiz e Laura Sobral e mediação de José Guilherme.

Luis Claudio Mubarac: Desenho, Dibuxo e Disegno

O curso de Metodologia do Projeto da Escola da Cidade convidou o professor de artes Luis Claudio Mubarac para dar uma aula sobre as definições e trajetórias do desenho.

Luis Claudio explica que tudo o que desenhamos é fruto de nossa imaginação e daquilo que vemos cotidianamente. Assim, enquanto a arte rupestre representava – através de contornos – pequenos signos que transmitiam referências temporais, os egípcios aglomeravam – por quadriculas – tudo que desejavam representar. Os gregos, diferentemente dos egípcios, retratavam o corpo em movimento.

Marianna Al Assal: Por uma arquitetura nacional

Mais uma vez nossos parceiros da Escola da Cidade compartilharam conosco um vídeo do Baú da Escola. Desta vez, a historiadora e professora Marianna Al Assal, em palestra para o curso de pós-graduação Geografia, Cidade e Arquitetura, fala sobre a ideia de uma arquitetura nacional.

Nesta aula, Marianna Al Assal buscou um olhar para as questões conceituais que desenham a ideia de identidade nacional. Além disso, ela discorre sobre a relação com o universo da arquitetura, fazendo um percurso para a construção de uma arquitetura nacional. Em seguida, a historiadora dedica parte da apresentação à década de 1930 no Brasil – período do Estado Novo –, procurando apresentar as relações particulares que acontecem naquele momento entre as estruturas de poder e a construção da arquitetura nacional.

Ciro Pirondi: O ensino da arquitetura ou a crise silenciosa

Nossa parceria com a Escola da Cidade traz mais um vídeo do Baú da Escola. Desta vez o arquiteto e diretor da escola, Ciro Pirondi, apresenta uma reflexão sobre como a instituição surgiu e como acontece o ensino da arquitetura nos dias de hoje.