1. ArchDaily
  2. Diversos

Diversos

Cobogós e muxarabis: 45 exemplos de elementos vazados

Casa 24 / Park + Associates. Foto: © Edward HendricksL106 / Pereira Miguel Arquitectos. Foto: © Fernando Guerra | FG+SGCasa Viewing Back / HYLA Architects. Foto: © Derek SwalwellResidência Zancos / Natura Futura Arquitectura. Foto: © JAG Studio+ 47

Os elementos vazados são utilizados por diferentes motivos em quase todo mundo, pois apresentam uma permeabilidade visual que promove o tão desejado diálogo entre interior e exterior, que a maioria dos arquitetos buscam, ao mesmo tempo que podem manter a privacidade dos usuários de um edifício. No entanto, em climas tropicais, eles ganham uma importância ainda maior, uma vez que permitem uma ventilação natural constante, sombreiam áreas com grande quantidade de insolação, provendo, por fim, iluminação natural e conforto térmico. 

Aplicando a cortiça aparente na arquitetura de interiores

Como podemos nos transportar a ambientes naturais quando estamos em situações totalmente urbanas? A materialidade dos espaços é um dos fatores que determinam a atmosfera que habitamos. Nestes casos, a utilização de materiais naturais na arquitetura de interiores pode contribuir para evocar a natureza no nosso cotidiano. Neste artigo, iremos analisar especificamente o efeito que a cortiça tem como recurso especial na concepção de espaços interiores. A cortiça é a casca de uma espécie de árvore chamada sobreiro. Ao ser extraída da árvore, é transformada em um produto bruto útil ou para ser elaborado e aplicado em diversos usos.

Detalhes construtivos: 6 banheiros modulares pré-fabricados para edifícios de construção rápida

O banheiro é um recinto indispensável para qualquer tipo de construção. A Real Academia Espanhola define-a como a "sala de um edifício, com lavatório, ducha, banheira, vaso sanitário ou outras instalações sanitárias". A definição estabelece que é um espaço funcional com um programa específico e que, consequentemente, pode ser facilmente padronizado. Sendo espaços com dimensões praticamente uniformes, é cada vez mais frequente a instalação de banheiros pré-fabricados em diferentes tipos de edifícios. Estes espaços modulares são apresentadas como uma ótima alternativa quando você deseja optar por uma forma de construção rápida, econômica e eficaz.

Impressão 3D com termoplásticos ​​cria um sistema de dobras que controla a temperatura da luz

O telhado da Euston Station em Londres é o cenário arquitetônico em grande escala para a aplicação virtual do sistema integral Metaplas, criado por alunos da Bartlett School of Architecture - UCL. Parte de uma investigação realizada no Research Cluster 8 (RC8) do programa de Mestrado em Design de Arquitetura, os alunos desenvolveram um sistema multimaterial impresso em 3D a partir de termoplásticos biodegradáveis ​​e recicláveis. Assim, uma série de painéis planos tornam-se tridimensionais, criando um sistema estrutural com dobras geométricas que permite o controle passivo da temperatura de iluminação dos espaços interiores.

O edifício como professor: 13 faculdades e escolas de Arquitetura e Urbanismo

Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (FAU-USP) / João Vilanova Artigas e Carlos Cascaldi. Foto: © OWAR ArquitectosEscola de Arquitetura da UC / Gonzalo Claro. Foto: © Philippe BlancReutilização da antiga Fábrica dos Leões - Departamento de Arquitetura e Artes Visuais / Inês Lobo Arquitectos + Ventura Trindade Arquitectos. Foto: © Leonardo FinottiFaculdade de Arquitetura e Desenho Ambiental / Patrick Schweitzer & Associés. Foto: © Jules Toulet+ 27

Quanto mais edifícios temos a chance de vivenciar, maior aprendizado obtemos. Quando pensamos em espaços de educação arquitetônica não é diferente. Escolas nas quais passamos uma grande parte do tempo durante a graduação possuem a chance de ensinar através do próprio edifício. Nelas já podemos criar uma visão crítica sobre como o entorno influencia diretamente nas nossas sensações e facilita (ou torna um desafio ainda maior) nossa aprendizagem.

Desafios estruturais e inovação material na construção de uma enorme ponte no sul do Chile

Após anos de discussão, uma conexão fixa será feita entre a Isla Grande de Chiloé e o continente, no sul do Chile. A Ponte Chacao, estimada para 2025, será uma estrutura suspensa com 2.750 metros de comprimento, que ligará o continente à ilha do Canal de Chacao, especificamente do setor Punta Coronel a Punta Gallán. Atualmente, o tempo de travessia para a ilha é de aproximadamente 20 minutos por meio de balsa, o que está sujeito a possíveis tempos de espera devido a fatores climáticos. A ponte reduzirá a viagem para apenas 3 minutos, independentemente de fatores externos.

Arquitetura e topografia: 25 projetos com diferentes abordagens ao relevo

Lotes inclinados muitas vezes se apresentam como grandes desafios e, por isso, passam a ser um fator determinante do projeto ao possibilitar diversas formas de abordagem, seja se sobrepondo ao terreno, respeitando o seu declive ou, até mesmo, se enterrando nele. Para ilustrar todas essas alternativas, selecionamos 25 projetos que apresentam diferentes soluções ao lidar com o relevo.

8 Exemplos de arquiteturas que utilizam energia eólica

A energia eólica é um tipo de energia renovável obtida a partir do vento, ou seja, deriva do movimento de massas de ar que se deslocam de áreas de alta pressão atmosférica para áreas próximas de baixa pressão, com velocidades proporcionais a essa diferença. Para aproveitar a energia eólica, são utilizadas máquinas chamadas aerogeradores ou turbinas, acionadas pelo movimento do vento que permite a rotação da hélice. Esta é conectada a um rotor gerador que aumenta a velocidade de rotação para milhares de revoluções por minuto, convertendo energia cinética em energia elétrica.

A expressão do Policarbonato: criando fachadas translúcidas coloridas

O policarbonato tornou-se uma alternativa atraente ao vidro para fachadas, pois apresenta distintos níveis de translucidez e pode fornecer transmissão e difusão ideais da luz. Além disso, é leve, flexível, reciclável, durável, resistente a impactos e inclui proteção ultravioleta (UV), além de resistir a temperaturas entre -40 °C e 115 °C. Mas, além de suas propriedades funcionais, este termoplástico também oferece amplas oportunidades estéticas, permitindo que os arquitetos criem fachadas excepcionalmente dinâmicas e expressivas.

Arquitetura do espaço de trabalho: 25 projetos de escritórios brasileiros

Sede Royal FIC / Eduardo Borges Barcellos + Garoa. Imagem: © Pedro Napolitano PrataEscritório Construtora Vanguard / Bohrer Arquitetura. Imagem: © Fellipe LimaEscritório Lufthansa / AFGR Arquitetos. Imagem: © Mariana OrsiEscritório SouSmile / SuperLimão Studio. Imagem: © Maira Acayaba+ 51

Pensar o espaço de trabalho traz cada vez mais benefícios às empresas: o conforto dos funcionários, estimular a criatividade, fornecer áreas de descanso, melhorar a imagem da marca, atrair novos talentos. Inspirados por esses tópicos, selecionamos 25 projetos brasileiros contemporâneos que ilustram diferentes escalas e modos de trabalhar para que sirvam de inspiração para este tipo de programa.

Banheiros modulares: como adaptar espaços pré-fabricados a um projeto de arquitetura?

Monobath: baños industrializados. Image Cortesía de PorcelanosaMonobath: baños industrializados. Image Cortesía de PorcelanosaMonobath: baños industrializados. Image Cortesía de PorcelanosaPorcelanato de gran formato – XLight 6mm. Image Cortesía de Porcelanosa+ 31

Os sistemas pré-fabricados tornaram-se uma opção extremamente eficiente para concluir projetos que requerem soluções modulares padronizadas, como hotéis, hospitais, residências e edifícios habitacionais. As principais vantagens da aplicação de módulos prontos são a redução do tempo de obra, o ótimo controle e a rastreabilidade dos projetos. Embora a questão da funcionalidade destes sistemas seja importante, em termos de sua fácil e rápida execução, se forem feitos de materiais de qualidade isso agrega ainda mais valor ao projeto. Porém, para saber como esses módulos funcionam e são aplicados, é necessário primeiro entender sua origem e processo.

Axonometria na arquitetura brasileira: 20 exemplos de como visualizar seu projeto

A perspectiva axonométrica, também chamada de perspectiva paralela e axonometria, é uma projeção cilíndrica ortogonal sobre um plano oblíquo em relação às três dimensões do corpo que será desenhado. Trata-se de uma maneira muito eficiente de demonstrar o projeto, uma vez que ela pode apresentar desde esquemas conceituais até detalhes construtivos de um modo mais didático. Através dela é possível alterar a posição do observador ao rotacionar os eixos e, assim, gerar diversas combinações de visualização do projeto para satisfazer qualquer dúvida do construtor ou cliente.

Sede Royal FIC / Eduardo Borges Barcellos + GaroaCasa em Salto de Pirapora / Vereda ArquitetosReadequação do Parque Municipal Raul Seixas / Secretaria do Verde e Meio Ambiente - Divisão de Implantação, projetos e obrasCasa dos Pórticos / BLOCO Arquitetos+ 38

Paisagismo em interiores: 30 projetos que trazem o verde para dentro do edifício

Trazer elementos da natureza - como água, vegetação, luz natural, pedras ou, até mesmo, o uso da madeira - para o projeto de interiores pode proporcionar composições mais ricas e complexas no ambiente construído. Nestes projetos de paisagismo, as texturas, silhuetas e, principalmente, as sensações geradas, podem estabelecer novas relações de bem-estar e conforto para o usuário. 

Como conseguir um bom concreto aparente?

Cortesía de MelónCortesía de MelónCortesía de MelónCortesía de Melón+ 12

Nossos parceiros da Melón compartilharam conosco um material interessante relacionado com execução, concretagem e posterior cuidado das paredes de concreto aparente.

Ao executar uma obra em concreto aparente, sua tonalidade e textura final não dependerão apenas do tipo de moldagem e desmoldante utilizado ou da qualidade da vibração, mas também do tempo de desmolde, a cura e toda a mão de obra envolvida. Para obter um resultado satisfatório é essencial realizar uma “amostra real” in loco antes de executar a concretagem, para observar o funcionamento dos materiais e os procedimentos a serem utilizados.

Para entender mais, revise o processo detalhado a seguir.

Como ampliar um espaço com janelas de canto giratórias?

A janela é aquele elemento arquitetônico que satisfaz nossa necessidade inata de nos relacionarmos com o exterior, fornecendo-nos ventilação e luz. Porém, quanto mais extenso e limpo for, maior será a sensação de "sentir-nos fora". Consequentemente, abrir os espaços para o exterior tornou-se uma exigência comum para quem deseja e precisa habitar espaços flexíveis, adaptáveis ​​e em contato com a brisa e a natureza. Há muitas maneiras de fazer isso, mas nem todas permitem que um invólucro hermético se torne totalmente aberto e contínuo, eliminando os limites entre eles.

Nitsche Arquitetos intervém em empena no entorno do Minhocão

© João Nitsche© João Nitsche© Pedro Mascaro© João Nitsche+ 16

Cinco anos após a realização da Empena Viva, Nitsche Arquitetos volta a ocupar artisticamente os arredores do Minhocão. Ao realizar a intervenção Eclipse, a partir de um gesto simples, a equipe pretende ilustrar os processos socioeconômicos e temporais que são colocados pelas dinâmicas urbanas de São Paulo.

Banheiros sem contato: melhorando a experiência do usuário com tecnologias Touchless

Ante a pandemia que enfrentamos como sociedade, começamos a questionar diversos hábitos que talvez normalizemos há muito tempo. Basta pensar na forma de cumprimentar: será necessário o contato físico para estabelecer uma saudação? Poderíamos nos referir a países como o Japão onde você cumprimenta com uma reverência ou a Tailândia com o "Wai", cumprimentando com a cabeça baixa e as mãos juntas, ou até com um aplauso, como é feito no Zimbábue.

O contato físico não se refere apenas às pessoas, mas também aos objetos que tocamos diariamente. Uma das recomendações para evitar a disseminação da COVID-19 é a higiene, que é realizada principalmente no espaço do banheiro. Mas como usar um banheiro sem tocar em um equipamento que já foi usado por outra pessoa? É quase uma contradição. Esse questionamento é ainda mais relevante nos banheiros públicos. Imaginemos a rota usual que fazemos em um recinto desse tipo, quantas vezes devemos tocar um objeto?

O paisagismo na arquitetura contemporânea brasileira em 27 projetos

CCB Paineiras / Gálvez & Márton Arquitetura - © Paula MonroyCasa das Jabuticabeiras / Terra e Tuma Arquitetos Associados - © Pedro KokCasa Terra / Paola Ribeiro Arquitetura e Interiores - © Denilson Machado – MCA EstúdioCasa Capuri / Sergio Conde Caldas Arquitetura - Imagem Cortesia de  Sergio Conde Caldas Arquitetura+ 28

A paisagem ao redor do ambiente construído pode fazer toda a diferença em um projeto. Os elementos naturais que são integrados na arquitetura ou projetados para compor com ela traçam um enorme diferencial na forma como experienciamos o espaço. Por isso, conceber projetos paisagísticos está longe de ser uma tarefa simples. Para trazer algumas referências de composições com a natureza e outros elementos que ajudam a configurar um lugar, reunimos 27 projetos contemporâneos brasileiros que partem desde simples gestos até outros que expõem a exuberância de nossa flora tropical.

Chuveiros sem box: dicas e exemplos

Casa de monte / TACO taller de arquitectura contextual. Image © Leo EspinosaFagerstrom House / Claesson Koivisto Rune. Image © Åke E:son LindmanPombal / AZO. Sequeira Arquitectos Associados. Image © Nelson GarridoHouse for a Stationer / Architecture for London. Image © Christian Brailey+ 28

Sem incluir uma banheira e sem a necessidade de portas, telas ou cortinas, os chuveiros sem box ou desníveis - também chamados de walk-in - permitem aumentar visualmente o espaço ao projetar banheiros, dando a eles uma imagem limpa e reduzida ao essencial.

No entanto, algumas precauções devem ser tomadas para seu desenho. A coisa mais importante: o chuveiro não pode ser completamente aberto, mesmo que pareça à primeira vista. A maioria dos projetos incorpora um vidro temperado que evita que a água "salte" para fora do espaço do banheiro, fechando sutilmente o espaço. Quando essa divisão transparente não possui marcos, é menos provável a aparência de fungos devido ao acúmulo de água e umidade.

Alquimia da cor: pinturas artesanais criadas por um arquiteto e um químico

Há várias profissões que, em nossa concepção clássica de trabalho, parecem estranhas e incomuns de reunir. É o caso do arquiteto Leo Laniado e do químico Osiel Alves Pereira que, ao trabalharem juntos, puderam produzir pinturas artesanais com resultados extraordinários. Isso nos leva a considerar o papel de integrar disciplinas para obter soluções mais produtivas e abrangentes. Será multidisciplinaridade, pluridisciplinaridade ou interdisciplinaridade? O caso de Laniado e Alves demonstra mais uma vez o sucesso da fusão de competências no âmbito laboral e, sobretudo, criativo.

Ferramenta gratuita permite criar texturas para imagens arquitetônicas

Com muita frequência, arquitetos e designers passam horas procurando texturas e materiais para representar suas visões. Essa luta assume várias formas: desde ficar rolando o mouse pelo Google, Pinterest e bancos de dados em busca da textura perfeita até a criação manual de um padrão ao longo de várias horas ou até dias. Em qualquer dos casos, o resultado é frequentemente penoso e raramente perfeito. Um banco de dados organizado, confiável, gratuito e fácil de usar nem sempre é algo simples de se encontrar.

Architextures iniciou em 2014 como uma biblioteca de arquivos de imagens de alta qualidade, com texturas enviadas por usuários ou criadas pela própria plataforma. Com o tempo, o criador da plataforma, Ryan Canning, percebeu que, em seu trabalho profissional como arquiteto, a variedade de arquivos de imagem estática disponíveis online não atendia às texturas específicas que ele procurava em seus projeto. Frustrado com o processo infinito de pesquisa, edição e sobreposição de texturas no Photoshop, Ryan reinventou o Architextures em 2019 como uma ferramenta interativa onde profissionais como ele poderiam criar texturas especificadas de alta qualidade em segundos. E o mais importante, sendo de uso gratuito para uso pessoal e educacional, com contas profissionais disponíveis por uma pequena taxa para apoiar o desenvolvimento da ferramenta.

Courtesy of ArchitexturesCourtesy of ArchitexturesCourtesy of ArchitexturesCourtesy of Architextures+ 14

Arquitetura e educação: 15 escolas projetadas por arquitetos brasileiros

O segredo de uma boa educação não reside apenas na didática do professor e em bons livros, o espaço de ensino que os estudantes frequentam também possui um grande peso no aprendizado deles, uma vez que requisitos de conforto acústico, térmico, lumínico e, até mesmo, paisagístico influenciam diretamente no comportamento e atenção de cada um. No Brasil, os projetos de escolas variam muito do setor privado ao público e em ambos é possível encontrar soluções de grande qualidade.

© Mateus Sá© Fernando Stankuns© Nelson Kon© Ana Mello+ 31

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.