Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Concreto

Concreto: O mais recente de arquitetura e notícia

Casas de concreto no Uruguai: 10 obras que utilizam concreto aparente em seus interiores

Casa NABUCO / Pablo Gagliardo. Image © Javier Agustín Rojas
Casa NABUCO / Pablo Gagliardo. Image © Javier Agustín Rojas

Casa kozu / Martin Gomez Arquitectos. Image © Daniela Mac Adden Residência Olivos / TATÚ Arquitectura. Image © Marcos Guiponi Rosa da Viuda / German Gil Vázquez + Silvia María Freiria. Image © Marcos Guiponi Casa nautilus / Martin Gomez Arquitectos. Image © Javier Agustín Rojas + 21

O uso do concreto como recurso construtivo costuma oferecer certas vantagens associadas à resistência e ao tempo de execução de uma obra. Elas, combinadas com a plasticidade, versatilidade e valor estético, fazem com que muitos arquitetos e arquitetas optem por este sistema para materializar seus projetos. A reivindicação das tendências ao redor da aplicação aparente do concreto - ou seja, sem revestimentos adicionais - gerou, por sua vez, diversas formas de exploração de suas qualidades expressivas, dando origem a novos projetos que experimentam com os acabamentos desse material em seus espaços internos.

Como é feito o Concreto Preto e sua aplicação em 7 projetos

Por mais clichê que a frase possa parecer, há duas coisas que agradam muito os arquitetos: concreto aparente e a cor preta. Enquanto que o concreto oferece uma estética bruta aos espaços, salientando as tonalidades, as texturas e as superfícies que moldam a mistura, a sobriedade que a cor preta proporciona permite evidenciar justamente as características que o arquiteto busca. Combinar os dois parece natural. Mas o concreto pigmentado de preto não é tão comum como poderíamos imaginar. A seguir falamos um pouco do processo de produção do concreto negro e alguns projetos que o utilizam.

© Giorgio Marafioti © Leonardo Finotti © Giorgio Marafioti © Giorgio Marafioti + 11

Concreto reforçado com fibras: resistência e leveza

A história do concreto remonta à Roma Antiga, há aproximadamente 2000 anos atrás. A mistura de pedra calcária, cinza vulcânica e água do mar, conhecida como “Concreto Romano”, possibilitou a construção de aquedutos, estradas e templos, muitos deles ainda de pé. Algum tempo atrás descobriu-se que essa mistura original forma um mineral chamado tobermorita aluminosa, que se torna mais forte com o passar do tempo.

Centro Heydar Aliyev / Zaha Hadid Architects. Image © Hélène Binet © Samuel McGuire © Samuel McGuire Fibras. Image Cortesia de Swisspearl + 10

Pisos de concreto polido: 18 projetos que unem estética, durabilidade e facilidade de execução

Além do apelo estético, a utilização de materiais em suas formas brutas, aparentes, podem representar uma economia de recursos materiais para uma edificação, ao dispensar revestimentos e processos adicionais. Esse tipo de solução usualmente era utilizada em edificações utilitárias, como de infraestruturas, fábricas e depósitos. Os pisos de concreto aparente, por exemplo, que antes eram mais vistos em indústrias, mercados, estacionamentos e postos de gasolina, vêm ganhando cada vez mais espaço em obras de diversos programas, por conta de sua aparência, durabilidade, resistência e possibilidades de acabamentos. Mas quais são os principais fatores a atentar ao especificar um piso de concreto aparente em um projeto?

É possível reciclar concreto?

Usado desde a era romana massivamente em construções das mais diversas escalas, é quase impossível pensar em uma edificação que não tenha ao menos um elemento em concreto. De fato, trata-se do material de construção mais utilizado no mundo, por sua versatilidade, resistência, facilidade de manuseio, valor acessível, estética, entre outros fatores. Ao mesmo tempo, sua manufatura também é um dos principais poluidores na atmosfera, sobretudo pelo fato de a indústria de cimento emitir por volta de 8% de todas as emissões mundiais de dióxido de carbono (CO2).

Mas além da sua produção intensiva, tratando-se de um material tão rígido, pesado e composto por cimento, água, pedra e areia, seria possível dar um uso sustentável ao concreto após a demolição, sem destinar os resíduos como entulhos a locais indevidos, ou sobrecarregando os aterros sanitários? 

FMZD transforma estrutura de concreto abandonada no Irã em galeria vertical

O Teerã Eye é um projeto de shopping center integrado à cidade, concebido como uma extensão do espaço público em pleno centro da capital iraniana. Projetado para atender a demanda por espaços comerciais e de serviço no centro de Teerã, o edifício concebido pela Farshad Mehdizadeh Design, é na verdade, um projeto de reforma e reformulação de uma antiga estrutura de concreto existente.

Cortesia de FMZD | Farshad Mehdizadeh Design Cortesia de FMZD | Farshad Mehdizadeh Design Cortesia de FMZD | Farshad Mehdizadeh Design Cortesia de FMZD | Farshad Mehdizadeh Design + 18

Restrições aos arranha-céus de vidro em Nova Iorque. Que materiais alternativos poderiam tomar seu lugar?

Em abril passado, o prefeito Bill de Blasio, de Nova iorque, anunciou planos para introduzir um projeto de lei que proibiria a construção de novos edifícios totalmente envidraçados. Parte de um esforço maior para reduzir as emissões de gases do efeito estufa em 30% da cidade, outras iniciativas incluíram o uso de energia limpa para abastecer as operações da cidade, a reciclagem obrigatória de resíduos orgânicos e a redução da compra de plásticos descartáveis e carne processada. O anúncio ocorreu logo após a aprovação da Lei de Mobilização Climática, uma resposta abrangente ao Acordo Climático de Paris que incluía telhados verdes necessários em novas construções e reduções de emissões em edifícios existentes.

Casa M / Felipe Hess Arquitetos

© Fran Parente © Fran Parente © Fran Parente © Fran Parente + 25

São Paulo, Brasil

Casa dos ventos / Leo Romano

© Edgard César © Edgard César © Edgard César © Edgard César + 17

  • Arquitetos: Leo Romano
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  494.0
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2018

40 Detalhes construtivos de concreto

A utilização histórica do concreto, devido a sua capacidade de se modelar e gerar diferentes formas, o torna uns dos materiais mais utilizados na hora de construir um projeto. O conhecido êxito do material aplicado a diferentes tipos de construções apresenta uma diversidade de detalhes que merecem uma atenção especial.

Veja uma seleção de 40 detalhes construtivos de projetos que se destacam pelo uso do concreto.

Ponte de concreto negro faz a conexão entre uma vila e um cemitério na República Tcheca

Ondřej Císler, da Aoc architects, e Petr Tej, do Instituto Klokner de Praga, projetaram uma ponte sobre o rio Dřetovice em Vrapice, perto da cidade de Kladno, na República Tcheca.

© Jakub Skokan e Martin Tůma / BoysPlayNice © Jakub Skokan e Martin Tůma / BoysPlayNice © Jakub Skokan e Martin Tůma / BoysPlayNice © Jakub Skokan e Martin Tůma / BoysPlayNice + 33

Arquitetura com blocos de concreto: como construir com este material modular e de baixo custo?

O bloco de concreto é um material pré-fabricado utilizado, sobretudo, para a construção de paredes e muros. Como os tijolos comuns, os blocos funcionam em conjunto quando empilhados e quando unidos com argamassa. Para realizar esta união, os blocos têm um interior oco que permite a passagem de barras de aço e enchimento de argamassa.

Há uma grande variedade de dimensões e texturas, desde as superfícies lisas mais tradicionais até os acabamentos ondulados ou rugosos. Existem unidades especiais para cantos ou blocos próprios para receberem armaduras longitudinais. Suas dimensões variam entre o clássico 8x8x16 polegadas (aproximadamente 19x19x39 cm), para uso estrutural e outras versões mais finas para partições, com dimensões próximas a 8x3,5x39 polegadas (aproximadamente 19x9x39 cm). Mas como incorporá-los de forma criativa em nossos projetos?

Vila Matilde House / Terra e Tuma Arquitetos Associados. Image © Pedro Kok Casa + Estudio / Terra e Tuma Arquitetos Associados. Image © Pedro Kok Silent house / Takao Shiotsuka Atelier. Image © Takao Shiotsuka Atelier Casa entre Bloques / Natura Futura Arquitectura. Image © JAG Studio + 24

Casas brasileiras: 14 residências com grandes vãos

No âmbito da arquitetura e da engenharia, a palavra "vão" designa a distância entre dois apoios em uma estrutura, em geral em referência ao espaço ininterrupto entre pilares da trama de sustentação dos edifícios. Alguns vãos notáveis ficaram famosos por suas grandes e impressionantes dimensões, sobretudo em programas públicos, como é o caso do MASP de Lina Bo Bardi e do MuBE de Paulo Mendes da Rocha, ambos em São Paulo. No entanto, os grandes vãos podem representar generosidade espacial e liberdade visual em qualquer tipo de projeto, inclusive de menor escala.

Tipos de lajes de concreto: vantagens e desvantagens

Ao desenvolver um projeto de arquitetura, independente da escala ou programa, os arquitetos se deparam com uma série de escolhas a serem feitas quanto ao processo construtivo adotado, sob aspectos variados: estrutural, econômico, mão de obra disponível, estética, entre outros – em prol da melhor solução.

A partir das muitas dúvidas que surgem no decorrer de seu desenvolvimento quanto à escolha dos sistemas construtivos, preparamos um guia prático acerca dos principais tipos de lajes de concreto moldadas in loco e pré-fabricadas que o projetista deve conhecer, com as vantagens e desvantagens de cada uma delas.

Saiba mais a seguir: