Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos

Barbara Porada

NAVEGUE POR TODOS OS PROJETOS DESTE AUTOR

Bienal de Veneza 2014: Lateral Office representará o Canadá com a exposição "Arctic Adaptations"

O Canada Council for the Arts e o Royal Architectural Institute of Canada (RAIC) anunciaram a exposição "Arctic Adaptations: Nunavut at 15" como a vencedora de uma competição nacional para representar o Canadá na Bienal de Veneza 2014. O escritório Lateral Office, de Toronto, será o responsável pela organização e curadoria da exposição concebida para celebrar o 15° aniversário do maior e menos populoso território canadense, conhecido por seu intocado deserto ártico e pela cultura Inuit.

Saiba mais sobre a contribuição do Canadá na Bienal, a seguir.

Edifício de Artes Visuais na Universidade de Iowa / Steven Holl Architects

Há três anos atrás Steven Holl Architects, em parceria com BNIM Architects, ganhou o concurso para desenvolver o novo departamento para o Campus de Arte da Universidade de Iowa. O edifício encontra-se atualmente em fase de construção. O novo Edifício de Artes Visuais substituirá o prédio de artes original construído em 1936, severamente prejudicado durante a enchente de 2008. O novo projeto será diretamente adjacente e a noroeste do Edifício de Artes Oeste - projeto premiado de Steven Holl.

Courtesy of Steven Holl Architects Courtesy of Steven Holl Architects Courtesy of Steven Holl Architects Courtesy of Steven Holl Architects + 32

Residência Necklace / REX

O escritório REX divulgou recentemente sua proposta vencedora da competição para uma residência privada para três gerações. O projeto inclui a casa dos pais, casas para quatro filhos, espaço de eventos, piscinas interna e externa, academia, spa, biblioteca, área de estudos, cinema e área de apresentações.

Pavilhão Design Miami / formlessfinder

Todos os anos, em dezembro, a Design Miami/ convida jovens arquitetos a construir um ambiente para a entrada da feira que faz parte do programa bianual Design Commissions. Este ano a proposta vencedora, intitulada "Tent Pile", foi projetada pelo escritório novaiorquino formlessfinder. Seu projeto trabalha com as propriedades da areia e do alumínio, criando sombras, locais para se sentar, ar fresco e um espaço para o público da feira se divertir.

Proposta vencedora para a Biblioteca Pierrefonds / Chevalier Morales Architectes

O escritório Chevalier Morales Architectes, em colaboração com DMA Architectes, venceu a competição para projetar a Biblioteca Pierrefonds em Quebec. O projeto pedia uma renovação completa do edifício existente - visando receber o certificado LEED Gold - além de uma expansão de 2.316 m² que incluiria novas tecnologias de gerenciamento de documentos. O projeto vencedor foi inspirado em antigos masterplans para Pierrefonds, bem como no pragmatismo econômico aplicado em shopping centers.

Velo Towers / Asymptote Architecture

As Velo Towers, projetadas pelo escritório Asymptote para o masterplan Yongsan em Seul, Coréia do Sul, são formadas por conjuntos verticais de volumes cilíndricos estrategicamente empilhados e rotacionados para potencializar as vistas, a privacidade e as condições internas de conforto. Composto por oito componentes verticais diferentes, cada conjunto é cuidadosamente arranjado para estabelecer uma forte conexão visual com o Yongsan Park e com o distante Rio Han. Estes conjuntos verticais são complementados por uma série de coberturas verdes, serviços compartilhados e espaços internos de circulação.

Apple patenteia o projeto do cilindro de vidro de sua loja em Xangai

A Apple garantiu a patente do cilindro de vidro que conforma a entrada de sua loja em Xangai. Após registrar o projeto e layout de suas lojas em janeiro deste ano, esta é mais uma vitória da Apple para garantir os direitos autorais de sua imagem.

Mais sobre o projeto patenteado a seguir.

"Áustria. Naturalmente Sua" / penda

Em uma tentativa de "alimentar o mundo", o escritório penda, em colaboração com Alex Daxboeck, venceu a primeira etapa da competição de duas fases para o Pavilhão Austríaco apresentado na Expo Milão 2015. Seguindo o tema da Expo, a proposta do penda será concebida por seus visitantes, que plantarão ervas, vegetais e frutas por toda a estrutura durante o evento de sete meses de duração. Ao fim da Expo, o pavilhão estará completamente tomado por alimentos orgânicos que serão, então, preparados por chefs e servidos aos visitantes no Pavilhão-Restaurante.

Xiang River Tower / RRC STUDIO

O mais recente empreendimento do estúdio milanês RRC Studio, a Xiang River Tower, abrigará usos residenciais e corporativos em Changsha, uma cidade em rápido crescimento na China. Localizada próximo ao rio Xiang, em uma área valorizada do centro da cidade, a torre dominará o skyline da cidade.

Leia, a seguir, a descrição dos arquitetos...

WXY + DLand projetarão parque inspirado no High Line

Os escritórios WXY Architecture + Urban Design e dlandstudio architecture & landscape foram contratados para realizar um estudo de viabilidade para o The QueensWay, um caminho ferroviário abandonado de 3,5 km no Queens, Nova Iorque, que será convertido em um parque inspirado no High Line. Como mostrado ainda este ano, o caminho elevado está inativo desde 1962 e, se transformado em um parque público, servirá a mais de 250 mil pessoas que habitam a região.

Collective-LOK vence a competição Ground/Work

Em maio deste ano o Van Alen Institute de Nova Iorque convocou jovens arquitetos a projetar um espaço térreo acessível e envolvente para abrigar todos os programas públicos e áreas de trabalho do Instituto. Em julho os finalistas foram divulgados e recentemente o Collective–LOK foi anunciado como vencedor da competição Ground/Work.

Saiba mais sobre o projeto vencedor a seguir...

Inauguração do pavilhão "Head in the Clouds" em Nova Iorque

Em fevereiro deste ano, a organização artística sem fins lucrativos FIGMENT colocou a questão: "Como seria para você um pavilhão artístico feito como materiais reciclados e que se baseasse na ideia da 'Cidade dos Sonhos'"? O STUDIOKCA, um estúdio localizado no Brooklin, venceu a competição com seu pavilhão Head in the Clouds, agora aberto ao público em Nova Iorque.

Outdoor em Lima coleta água potável do ar

De acordo com a ONU, cerca de 60% da população mundial viverá em cidades dentro dos próximos 8 anos - uma migração humana que pesa cada vez mais para as infraestruturas urbanas. Um destes muitos centros urbanos é Lima, Peru, a segunda maior cidade desértica do mundo, que recebe anualmente menos de 50mm de chuva. Apesar de seu índice pluviométrico quase nulo, o Peru apresenta um dos mais elevados índices de umidade relativa do ar do mundo, cerca de 98%.

A Universidade e Engenharia e Tecnologia do Peru (UTEC) e a agência de publicidade Mayo DraftFCBand viram um grande potencial nesta fonte de água invisível e criaram um outdoor que captura a umidade do ar e a transforma em água potável para os habitantes próximos.

Timelapse da Google revela os efeitos da rápida urbanização

A NASA, em colaboração com TIME e Google, revelou surpreendentes imagens em timelapse da Terra vista do espaço, coletadas pelo programa Landsat da NASA desde 1984. Este programa, criado para monitorar o modo como os humanos estão rapidamente alterando a superfície do planeta, consiste em oito satélites que já registraram milhões de imagens ao londo de quase três décadas. Após tratadas e combinadas, estas imagens formam um panorama em alta definição que revela algumas das mais drásticas mudanças que aconteceram em nosso planeta - a maioria perceptivelmente causada pelo crescimento e espraiamento urbano.

Solar Decathlon China 2013: Equipe de Israel apresenta casa solar inspirada em antigas tradições construtivas

O Solar Decathlon, também conhecido como “Olimpíadas de Arquitetura Sustentável,” é um concurso de projetos que acontece bienalmente e desafia 20 equipes acadêmicas a projetar, construir e operar casas solares independentes da rede de energia elétrica, acessíveis e atraentes. Os vencedores do concurso são aqueles que melhor combinam custo/benefício, apelo de mercado e qualidades de projeto com a otimização da energia de produção e máxima eficiência.

A edição de 2013 será a primeira a ter dentre os competidores uma equipe de Israel. A equipe pretende desenvolver e apresentar um método de planejamento e projeto no qual os edifícios respondam melhor à mudanças, com o potencial de serem desconstruídos, desmontados, transportados, modificados e reciclados. Valores relacionados ao meio ambiente, senso de comunidade e até da sociedade e cultura de Israel estão todos entrelaçados num projeto que tem como objetivo despertar a consciência destes quatro elementos e melhor incorporá-los na arquitetura Israelense.

Continue a leitura para informações sobre o projeto do Team Israel.

China planeja 250 milhões de pessoas a mais vivendo em cidades até 2015

O governo chinês está planejando transferir 250 milhões de chineses de comunidades rurais para cidades e vilas recém-construídas ao longo dos próximos 12 anos. O governo vem reformando aldeias antigas, templos e teatros ao ar livre, e pavimentando desenfreadamente para abrir caminho para mega-cidades, cuja população aumentará o equivalente a quase toda a população dos Estados Unidos.

Para descobrir como e por que isso está acontecendo, continue lendo.

BUS:STOP Krumbach: 7 arquitetos, 7 edifícios, 7 ideias

BUS:STOP Krumbach é um projeto iniciado recentemente na região de Bregenzerwald, Áustria, que reunirá sete reconhecidos escritórios de arquitetura de diversas partes do globo, e fará com que cada um destes trabalhe em colaboração com um arquiteto local para desenvolver sete novos pontos de ônibus para a cidade de Krumbach. Uma verdadeira colaboração entre tradição e inovação, o nacional e o internacional, o projeto pretende criar uma série de pequenos edifícios funcionais que tenham suas próprias características e que contem não apenas a estória destes arquitetos, mas também a da região.

Para conhecer a lista de escritórios envolvidos e saber mais sobre o projeto BUS:STOP, continue lendo.

O futuro do transporte ferroviário: Vida em Hiper Velocidade

O Japão, local onde foi inventado o primeiro trem bala do mundo, revelou recentemente planos para um trem ainda mais veloz: um trem flutuante, equipado com ímãs, que viaja 160 km/h mais rápido que o trem bala comum (cerca de 480 km/h). O trem maglev, palavra surgida da ligação de "magnetic levitation" (levitação magnética), viajará entre Tokyo e Osaka - uma distância estimada em 500 km - custará 64 bilhões de dólares e será concluído em 2045.

Trens de alta velocidade já revolucionaram o transporte nacional e internacional em várias partes do mundo - por exemplo, a China tem um maglev que já chega a 430 km/h - e agora a alta velocidade está se tornando hiper velocidade. No ano passado Elon Musk, CEO da SpaceX e co-fundador do PayPal e Tesla Motors, dividiu com o público seu desejo de patentear um novo modo de transporte - o “Hyperloop”, que levaria passageiros de São Francisco a Los Angeles em apenas 30 minutos.

Então, qual pode ser o futuro do trem? E, mais importante, como afetará nossas cidades e as pessoas que vivem nelas?

Para saber mais sobre o trem maglev e o futuro dos trilhos, continue lendo...