1. ArchDaily
  2. Trem

Trem: O mais recente de arquitetura e notícia

Antiga central ferroviária será transformada em bairro sustentável em Paris

A SLA, um escritório-laboratório de arquitetura, em conjunto com a BIECHER ARCHITECTES, foi escolhida como a vencedora do concurso internacional para o projeto de revitalização de um antigo depósito às margens da ferrovia Ordener-Poissonniers em Paris. Localizado em uma posição estratégica no centro da cidade, no coração do 18º arrondissement, o antigo depósito da Gare du Nord está sendo transformado em um novo distrito urbano sustentável. Com seus três hectares de extensão, o projeto incluirá a construção de moradias acessíveis, um grande parque público, edifícios de escritórios, um teatro, uma escola pública, incubadoras para pequenos projetos industriais, uma escola de design assim como restaurantes e até fazendas urbanas.

Courtesy of SLA/Biecher Architectes/Emergie/Ogic Courtesy of SLA/Biecher Architectes/Emergie/Ogic Courtesy of SLA/Biecher Architectes/Emergie/Ogic Courtesy of SLA/Biecher Architectes/Emergie/Ogic + 13

O primeiro trem híbrido do Reino Unido

Em 2016, os habitantes de Sheffield, cidade situada a 270 km ao norte de Londres, terão um novo meio de transporte: um trem - metrô de superfície. Como o próprio nome diz, ele será um veículo híbrido que poderá circular tanto nos trilhos do metrô de superfície no centro da cidade quanto nos trilhos dos trens ao redor dela.

Embora já ter os trilhos instalados facilita o lançamento do modal, ainda falta realizar modificações no desenho das rodas, proporcionando maior controle nas curvas fechadas e velocidades mais altas. Por enquanto, a Universidade de Huddersfield está trabalhando em um desenho que possa circular nos dois tipos de trilho, evitando que os passageiros tenham que fazer baldeações durante o percurso. 

Mais informações sobre o projeto a seguir.

O futuro do transporte ferroviário: Vida em Hiper Velocidade

O Japão, local onde foi inventado o primeiro trem bala do mundo, revelou recentemente planos para um trem ainda mais veloz: um trem flutuante, equipado com ímãs, que viaja 160 km/h mais rápido que o trem bala comum (cerca de 480 km/h). O trem maglev, palavra surgida da ligação de "magnetic levitation" (levitação magnética), viajará entre Tokyo e Osaka - uma distância estimada em 500 km - custará 64 bilhões de dólares e será concluído em 2045.

Trens de alta velocidade já revolucionaram o transporte nacional e internacional em várias partes do mundo - por exemplo, a China tem um maglev que já chega a 430 km/h - e agora a alta velocidade está se tornando hiper velocidade. No ano passado Elon Musk, CEO da SpaceX e co-fundador do PayPal e Tesla Motors, dividiu com o público seu desejo de patentear um novo modo de transporte - o “Hyperloop”, que levaria passageiros de São Francisco a Los Angeles em apenas 30 minutos.

Então, qual pode ser o futuro do trem? E, mais importante, como afetará nossas cidades e as pessoas que vivem nelas?

Para saber mais sobre o trem maglev e o futuro dos trilhos, continue lendo...