1. ArchDaily
  2. Exposição De Arquitetura

Exposição De Arquitetura: O mais recente de arquitetura e notícia

Serpentine Pavilion do BIG prestes a ser concluído em seu novo destino no Canadá

A parceria entre a Bjarke Ingels Group e o Westbank está se concretizando em duas frentes. Quando a inovadora Vancouver House for concluída, a obra de relocação da Serpentine Pavilion também estará pronta para ser inaugurada na cidade de Toronto.

As duas estruturas projetadas pelo BIG, localizadas nos dois extremos do país, foram reconhecidas por serem estruturas inovadoras dentro da arquitetura. A Vancouver House, além e receber a certificação LEED-Platinum, foi premiada no World Architecture Festival como o Edifício do Ano de 2015. Por outro lado, chamado de “unzipped wall”, o projeto realizado por Bjarke Ingels e seus arquitetos para a Serpentine Pavilion, passou por uma infinidade de cidades antes de desembarcar permanentemente na orla de Vancouver.

Vancouver House. Imagem Cortesia de WestbankVancouver House. Imagem Cortesia de WestbankUnzipped Toronto. Imagem Cortesia de WestbankUnzipped Toronto. Imagem Cortesia de Westbank+ 9

MoMA abre exposição sobre a arquitetura soviética da Iugoslávia

O MoMA - Museum of Modern Art abrirá uma nova exposição que explora a arquitetura da antiga Iugoslávia. Toward a Concrete Utopia: Architecture in Yugoslavia, 1948–1980 [Por uma utopia concreta: Arquitetura na Iugoslávia, 1948-1980], será a primeira exposição nos Estados Unidos a celebrar a arquitetura peculiar daquela que foi uma das maiores nações socialistas.

Mais de 400 desenhos, modelos, fotografias e rolos de filme selecionados a partir de uma série de arquivos municipais, coleções familiares e museus em toda a região serão apresentados pela primeira vez a um público internacional. Toward a Concrete Utopia contará com obras de muitos dos principais arquitetos da Iugoslávia e explorará "a urbanização em grande escala, a experimentação tecnológica e sua aplicação na vida cotidiana, o consumismo, os monumentos e a memorialização e o alcance global da arquitetura iugoslava".

Svetlana Kana Radević. Hotel Podgorica. 1964–67. Podgorica, Montenegro. Vista exterior das varandas. Foto: Valentin Jeck, encomendado pelo MoMA em 2016odrag Živković e Đorđe Zloković. Monumento à Batalha dos Sutjeska. 1965-71, Tjentište, Bósnia e Herzegovina. Foto: Valentin Jeck, encomendado pelo MoMA em 2016 Vjenceslav Richter. Pavilhão da Iugoslávia na Expo 58. 1958. Bruxelas, Bélgica. Archive of YugoslaviaAndrija Mutnjaković. Biblioteca Nacional e Universitária do Kosovo. 1971-82. Prishtina, Kosovo. Vista exterior. Foto: Valentin Jeck, encomendado pelo MoMA em 2016+ 15

As 7 melhores instalações da Semana de Design de Milão 2018

A Semana de Design de Milão de 2018 já começou e este ano deverá atrair mais de 300.000 visitantes. Anualmente, este importante evento do calendário do design mundial reúne uma ampla gama de profissionais e empresas de design, resultando em obras e instalações colaborativas bastante inovadoras.

Abaixo, compilamos uma lista das instalações abertas à visitação ao longo desta semana.

Open Sky / COS & Phillip K. Smith. Imagem Cortesia de Lance GerberREVERSE ROOM / Foscarini & James Wines / SITE. Imagem Cortesia de FoscariniFuture Space / Peter Pichler Architecture. Imagem Cortesia de Peter Pichler ArchitectureFifth Ring / MAD. Imagem Cortesia de MAD+ 36

Kenneth Frampton é premiado com o Leão de Ouro na Bienal de Veneza 2018 por sua trajetória profissional

Kenneth Frampton. Image Cortesia de The Venice Biennale
Kenneth Frampton. Image Cortesia de The Venice Biennale

O arquiteto, historiador, crítico e educador britânico Kenneth Frampton foi laureado com o Leão de Ouro por sua trajetória profissional na Bienal de Veneza de 2018. A decisão foi tomada pelo Conselho da Bienal de Veneza, presidido por Paolo Baratta, sob recomendação das curadores da Bienal, Yvonne Farrell e Shelley McNamara, do escritório Grafton Architects.

Tendo estudado na Architectural Association em Londres, Frampton é professor na Escola de Graduação em Arquitetura, Planejamento e Preservação da Universidade de Columbia, em Nova Iorque desde 1972. Também lecionou em várias outras instituições, incluindo o ETH Zurich, o Royal College of Art em Londres, e o Instituto Berlage em Amsterdã. Seu trabalho mais influente, "História Crítica da Arquitetura Moderna", foi descrito pelo presidente da Bienal, Paolo Baratta, como um livro com o qual "nenhum aluno de nenhuma faculdade de arquitetura não está familiarizado."

Exposição FAU 70 Anos

Criada em 1948, a Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (FAUUSP) é hoje uma das mais importantes faculdades de arquitetura da América Latina e está entre as 50 mais melhores do mundo.
Com aproximadamente 2 mil alunos (1500 na graduação e 500 na pós-graduação) a FAUUSP também se destaca na área de pesquisa com cerca de 20 laboratórios e 2 bibliotecas com mais de 150mil volumes.*
A exposição, com coordenação geral da Profa. Dra. Ana Lanna, apresenta a história dessa instituição desde o seu início no palacete da Vila Penteado até a transferência para o edifício

Exposição "Abrindo Arquivos: o arquiteto Auguste Perret e o projeto para o Museu da FAAP"

O edifício-sede da Fundação Armando Alvares Penteado (FAAP) é o tema da mais nova exposição do MAB-FAAP. A mostra joga luz sobre o trabalho do francês Auguste Perret, um dos mais importantes arquitetos da primeira metade do século XX.

No Brasil – e possivelmente na América Latina -, a única obra realizada por Perret foi justamente o projeto arquitetônico do prédio da FAAP, a partir de esboços feitos pelo conde Armando Alvares Penteado, idealizador da instituição.

Por esta razão, a mostra Abrindo arquivos: o arquiteto Auguste Perret e o projeto para o Museu da FAAP revela a importância de Perret para a

Foster + Partners divulga projeto de capela para o Vaticano na Bienal de Veneza 2018

O escritório Foster + Partners divulgou detalhes do projeto de sua capela para a primeira participação do Vaticano na Bienal de Veneza. O Pavilhão da Santa Sé será composto por dez capelas projetadas por dez arquitetos, situadas na ilha veneziana de San Giorgio Maggiore. Entre os arquitetos selecionados pelo Vaticano estão Foster + Partners, Eduardo Souto de Moura e Carla Juaçaba.

Cortesia de Norman FosterCortesia de Foster + PartnersChapel Plan. Image Cortesia de Foster + PartnersChapel Section. Image Cortesia de Foster + Partners+ 6

Vaticano divulga detalhes de sua primeira participação na Bienal de Arquitetura de Veneza

O Vaticano divulgou detalhes do Pavilhão da Santa Sé para a Bienal de Veneza de 2018, marcando sua primeira participação na maior exposição da arquitetura mundial. Situado na Ilha de San Giorgio Maggiore, o Pavilhão da Santa Sé levará os visitantes a uma viagem por dez capelas projetadas por dez arquitetos.

O início da jornada será marcado pela Capela Asplund, projetada pela MAP Studio e construída pela ALPI, inspirada na “Woodland Chapel” construída em 1920 por Gunnar Asplund no Woodland Cemetery, em Estocolmo.

Pavilhão Nórdico na Bienal de Veneza de 2018 explorará a relação entre o ambiente construído e a paisagem natural

Como parte da cobertura do Archdaily para a Pavilhão Nórdico. Abaixo, os participantes descrevem o projeto com suas próprias palavras.

O escritório de arquitetura finlandês Lundén Architecture Company foi escolhido para projetar a intervenção no pavilhão nórdico da Bienal de Arquitetura de Veneza de 2018. A proposta de Eero Lundén, intitulada Another Generosity, explora a relação entre a natureza e o ambiente construído.

O objetivo é explorar novas maneiras de projetar edifícios, enfatizando esta delicada, e muitas vezes invisível, interação entre o espaço construído e o natural.

Moshe Safdie discute sua obra não construída e o significado da atemporalidade na arquitetura

Embora Moshe Safdie possa ser mais conhecido por ousados projetos que compõe seu portfólio de obras construídas, o arquiteto considera sua obra não construída tão, se não mais, importante. Safdie reflete sobre o papel desses projetos no mais recente vídeo da série Time-Space-Existence da PLANE-SITE.

Pavilhão da Turquia na Bienal de Veneza 2018 oferece espaços para encontros criativos

Como parte da cobertura da Bienal de Arquitetura de Veneza de 2018, apresentamos a proposta para o Pavilhão da Turquia. Abaixo, os participantes descrevem sua contribuição em suas próprias palavras.

Com curadoria feita por Kerem Piker e coordenação pela Fundação de Istambul para Cultura e Artes (İKSV), o Pavilhão da Turquia apresentará a Vardiya (the Shift) na 16ª Exposição Internacional de Arquitetura da Bienal de Veneza, que acontecerá entre os dias 26 de maio e 25 de novembro de 2018. Co-patrocinado por Schüco Turkey e VitrA, o Pavilhão da Turquia está localizado na Sale d'Armi, Arsenale, um dos principais locais da Bienal.

Concebido em resposta ao tema Freespace, título da Bienal de Arquitetura 2018, Vardiya oferece um programa de eventos públicos com o Pavilhão da Turquia oferecendo espaço aberto para encontro, exposição e produção.

Pavilhão da Grécia na Bienal de Veneza 2018 explora visões utópicas de aprendizagem

Como parte da nossa cobertura da Bienal de Arquitetura de Veneza, apresentamos a proposta do Pavilhão da Grécia, segundo a descrição feita pelos próprios autores do projeto.

Xristina Argyros e Ryan Neiheiser foram os arquitetos escolhidos para a curadoria da exposição do Pavilhão Grego na 16ª Bienal Internacional de Arquitetura - La Biennale di Venezia - segundo o tema geral "Freespace", proposto por Yvonne Farrell e Shelley McNamara. Intitulado "A Escola de Atenas", o projeto fará uma análise da arquitetura dos espaços de ensino - desde a Academia de Platão até projetos contemporâneos. A escolha da curadoria foi realizada pelo Ministério do Meio Ambiente e Energia da Grécia e pelo Secretário Geral de Planejamento Urbano, Eirini Klampatsea.