Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Cau/Br

Cau/Br: O mais recente de arquitetura e notícia

CAU divulga manifesto em defesa de uma política nacional de recuperação dos centros urbanos com foco na habitação social

A tragédia do incêndio e desabamento do edifício Wilton Paes de Almeida, no centro de São Paulo, motiva esta manifestação do Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil sobre os problemas sociais e urbanos não apenas da capital paulista, mas da maior parte das grandes cidades do país.

O relevante na tragédia é o drama social das famílias das vítimas e dos milhares de pessoas que vivem em outras ocupações de prédios com condições precárias em importantes centros urbanos brasileiros. A perda de um edifício modernista de valor cultural agrega mais um componente a lamentar.      

CAU se manifesta contra o Projeto de Lei que pode afetar as áreas de atuação da arquitetura

O Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil vem a público para esclarecer as razões de sua discordância do Projeto de Lei (PL) n° 9818/2018 e do Projeto de Decreto Legislativo (PDC) n° 901/2018, que tramitam na Câmara dos Deputados, e que comprometem a regulamentação da profissão de arquitetos e urbanistas e colocam em risco importantes instrumentos de defesa da sociedade em relação à saúde, segurança e meio ambiente.

Dez dicas para quem quer começar a trabalhar com arquitetura social

Como empreender em Arquitetura Social? A questão foi o tema do III Seminário de Empreendedorismo e Novas Tecnologias em Arquitetura e Urbanismo, promovido pela Comissão Especial de Política Profissional do CAU/BR e pelo CAU/RO. O evento foi realizado nos dias 19 e 20 de março em Porto Velho e Ji-Paraná, as duas maiores cidades de Rondônia. Mais de 600 arquitetos e urbanistas participaram dos eventos nas duas cidades. Em 2017, o Seminário de e Novas Tecnologias em Arquitetura e Urbanismo foi realizado em São Paulo e Porto Alegre, também com forte presença dos profissionais, cada vez mais interessados em abrir novos mercados para seus serviços.

Congresso Nacional discute tornar crime o exercício ilegal da arquitetura e urbanismo

A Câmara dos Deputados discutiu ontem, 26 de março, o projeto de lei que torna crime contra a saúde pública o exercício ilegal da arquitetura, urbanismo, agronomia e engenharia. Atualmente, as pessoas que exercem ilegalmente a profissão de arquiteto e urbanista são punidas nos moldes do artigo 47 da Lei de Contravenções Penais, que prevê pena de prisão simples de 15 dias a 3 meses ou multa.

O PL 6699/2002, que esteve em pauta para discussão e votação, prevê pena de detenção de 6 meses a 2 anos para quem exercer Arquitetura e Urbanismo sem registro profissional. Caso o exercício se dê com fins lucrativos, o condenado pagará ainda multa de 2 a 20 salários mínimos. No Código Penal já estão criminalizadas as condutas de exercício ilegal da profissão de médico, dentista e farmacêutico.

Comissão de Exercício Profissional revisa normas que tratam da prática da arquitetura

A Comissão de Exercício Profissional (CEP) do CAU/BR fará um revisão nas quatro principais normas que regulamentam o exercício profissional de arquitetos e urbanistas em todo o Brasil. São as Resoluções CAU/BR Nº 10 (Engenharia de Segurança do Trabalho), Nº 18 (Registro de Profissionais no CAU); Nº 22 (Fiscalização da Arquitetura e Urbanismo); e Nº 28 (Registro de Empresas no CAU). “Essas quatro resoluções definem o dia adia dos arquitetos e urbanistas”, afirma a coordenadora Lana Jubé (GO). “O objetivo é aprovar novas resoluções sobre esses assuntos até o fim de 2018”.

Assistência técnica: Vereadora Marielle Franco apresentou projeto de lei sobre o tema

A vereadora Marielle Franco, assassinada a tiros no Rio de Janeiro, havia apresentado em dezembro do ano passado um projeto de lei para instituir na cidade um programa de Assistência Técnica para Habitação de Interesse Social. “Esta é uma demanda histórica dos movimentos sociais e de entidades ligadas ao campo da arquitetura e urbanismo diante da enorme população de baixa renda que necessita de projetos e obras para a melhoria da sua condição de moradia”, afirmou Marielle na justificativa do projeto. “Também se mostra importante ampliar o número de exemplos de boas práticas de projeto e construção na cidade, que contribua para difusão das experiências”.

CAU/BR disponibiliza cadernos técnicos sobre planejamento e projeto em favelas

O Conselho de Arquitetura e Urbanismo disponibiliza em sua biblioteca online a série de Cadernos Técnicos Morar Carioca, publicações que têm como objetivo nivelar os parâmetros da urbanização entre arquitetos, planejadores, lideranças comunitárias, moradores, agentes sociais e gestão pública.

O conteúdo dos cadernos tem caráter técnico e busca servir de ferramenta para o projeto, planejamento e gestão da urbanização em favelas.

Jaime Lerner: Arquitetos precisam ter coragem de fazer coisas simples e imperfeitas

O arquiteto e urbanista Jaime Lerner foi três vezes prefeito de Curitiba, duas vezes governador do Paraná e presidente da União Internacional dos Arquitetos (UIA). Em 2010, foi escolhido pela revista “Time” como um dos 25 pensadores mais inovadores do mundo. Celebrado como um dos mais importantes urbanistas em atividade, Jaime emocionou mais de 300 arquitetos e urbanistas presentes na II Conferência Nacional de Arquitetura e Urbanismo com lições poderosas sobre otimismo, inovação e a construção de cidades mais justas e sustentáveis.

“Temos que ter a coragem de fazer coisas simples e imperfeitas. A Arquitetura as vezes é um compromisso com a simplicidade e imperfeição. Temos que ter orgulho da nossa constelação de arquitetos-estrelas, mas precisamos mais de uma constelação de arquitetos preocupados com as cidades. Menos ego-arquitetos, mais eco-arquitetos”, afirmou ele na palestra magna de abertura do evento, mediada pelo vice-presidente da União Internacional de Arquitetos (UIA), Roberto Simon. 

Paulo Mendes da Rocha: “Arquitetura não é para ser vista, é para ser vivida”

Paulo Mendes da Rocha é o arquiteto brasileiro vivo com maior reconhecimento no mundo. Ganhador do Prêmio Pritzker em 2006, do Leão de Ouro da Bienal de Arquitetura de Veneza em 2016 e da Medalha de Ouro do Instituto Rea Britânico de Arquitetos (RIBA), ele é responsável por obras icônicas como o Pavilhão do Brasil em Osaka em 1970, o Museu Brasileiro de Escultura (Mube), a reforma da Pinacoteca de São Paulo, do Museu do Museu dos Coches em Portugal e, mais recentemente, do Sesc 24 de Maio na capital paulista. Porém, na sua palestra magna na II Conferência Nacional de Arquitetura e Urbanismo ele fez questão de ressaltar a importância das cidades, em vez de obras isoladas. “A cidade é o monumento supremo da Arquitetura. Arquitetura não é para ser vista, é para ser vivida”, afirmou.   

CAU/BR lança o Anuário de Arquitetura e Urbanismo 2016 com dados inéditos sobre a profissão

O Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil (CAU/BR) lançou o Anuário de Arquitetura e Urbanismo 2016, publicação que traz todas as informações sobre as atividades do setor. Nos últimos cinco anos, houve um crescimento de 47% no total de trabalhos realizados por arquitetos e urbanistas.

Essa evolução acompanhou a gangorra da economia brasileira: após dois anos seguidos de crescimento (43% em 2013 e 14% em 2014), o setor de Arquitetura e Urbanismo amargou estagnação em 2015 e queda de 10% em 2016. As principais atividades realizadas foram projetos (53%) e execução de obras (32%).

II Conferência do CAU/BR discutirá a atuação social dos arquitetos e urbanistas

A atuação social dos arquitetos e urbanistas será tema de debate na II Conferência Nacional de Arquitetura e Urbanismo, que o Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil promoverá de 7 a 10 de outubro no Rio de Janeiro. O painel “Arquitetura e Urbanismo para Todos/Assistência Técnica para Habitação de Interesse Social” reunirá como debatedores os arquitetos e urbanistas Demetre Anastassakis, Jorge Mário Jauregui e Gilson Paranhos, que têm se destacado pela qualidade de seus trabalhos com conjuntos habitacionais, urbanização de favelas, regularização fundiária e assistência técnica gratuita para reforma e construção de moradias populares.

Eleições do CAU: conheça as chapas que estão concorrendo ao CAU/BR e aos CAU/UF

Arquitetos e urbanistas de todo o Brasil já podem conhecer os candidatos a conselheiros do CAU/BR e dos CAU/UF. Com a divulgação dos nomes e fotos dos candidatos, nesta terça-feira, 12 de setembro, teve início o período de campanha eleitoral que segue até o dia da votação, em 31 de outubro.

7 coisas que você precisa lembrar ao exercer Arquitetura e Urbanismo

No CAU/BR e em suas repartições estaduais, as Comissões de Ética e Disciplina analisam todos os meses diversas denúncias de descumprimento ao Código de Ética e Disciplina dos Arquitetos e Urbanistas, da prática irregular de reserva técnica à falta de placas em obras. Publicado em setembro de 2013, o Código de Ética e Disciplina do Conselho de Arquitetura e Urbanismo aponta regras de postura e comprometimento profissional que tem como intuito qualificar o mercado de trabalho e cultivar as boas relações entre profissionais, clientes e parceiros. Ao cometer uma infração, o profissional fica sujeito às sanções ético-disciplinares que podem prejudicar sua atuação.

Arquiteto brasileiro assumirá vice-presidência da União Internacional dos Arquitetos

O arquiteto e urbanista Roberto Simon será vice-presidente da União Internacional dos Arquitetos (UIA) para as Américas. A indicação do brasileiro, representeante do IAB, teve apoio unânime dos candidatos ao Conselho da UIA para o continente americano e da atual diretoria da entidade.

Simon assumirá o cargo no lugar do costa-riquenho Carlos Alvarez, na Assembleia Geral que ocorrerá em Seul, Coreia do Sul, de 8 a 10 de setembro. A reunião ocorrerá logo após o 26º Congresso Mundial de Arquitetos. A escolha das vice-presidências dos demais continentes ocorrerá através de processo eleitoral por apresentar mais de um candidato por vaga. 

Ache um Arquiteto: Novo sistema de busca de profissionais do CAU

De acordo com um levantamento de 2015 feito pela DataFolha e pelo CAU/BR, 73% dos casos a contratação de arquitetos e urbanistas é feita por meio de indicação de amigos e parentes. Apenas 8% dos clientes buscam profissionais na internet. Para facilitar essa aproximação, o CAU/BR ampliou o serviço de busca existente com o Ache um Arquiteto, sistema que vai disponibilizar, sem custos para ambas as partes, informações adicionais sobre os arquitetos e urbanistas registrados no Conselho.

CAU/BR lança “Carta dos Cem Dias – Por um Pacto pelo Direito à Cidade” endereçada aos prefeitos

O fomento na administração municipal de inovações a partir da cultura do compartilhamento e da solidariedade é o eixo da “Carta dos Cem Dias – Por um Pacto pelo Direito à Cidade” lançada pelo Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil (CAU/BR), dirigida aos prefeitos que estão que estão em meio ao quarto mês de seus mandatos.

O documento propõe uma aliança “pela qualidade e usufruto digno e democrático da cidade, baseado em instrumentos políticos de gestão pública transparentes e inclusivos”. O objetivo é promover um desenvolvimento urbano e territorial sustentável nas dimensões social, econômica e ambiental, como proposto na Nova Agenda Urbana definida na conferência HABITAT III das Nações Unidas realizada em 2016 em Quito, no Equador.

IAB e CAU/BR criam petição online pela permanência dos concursos públicos de projetos na lei de licitações

O Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB) e o Conselho de Arquitetura e Urbanismo (CAU/BR) lançaram uma petição online a favor da permanência dos concursos de projeto na lei de licitações. O documento será entregue ao Senado como contraponto ao substitutivo do projeto 559/2013, proposto pelo Senador Fernando Bezerra Coelho, que trata da revisão da lei e propõe permitir a licitação de obras públicas sem projeto.

Quarto lugar no concurso nacional para a nova sede do CAU/BR + IAB/DF

Após a divulgação do resultado para o Concurso nacional para a nova sede do Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil (CAU/BR) e o Instituto dos Arquitetos do Brasil – Departamento Distrito Federal (IAB-DF), apresentamos a proposta que obteve a quarta colocação. O projeto foi realizado pelos escritórios Bruno Cabral Arquitetura, RGB Estudio, Jakelyne Martins Arquitetura e Manoel Balbino.

Veja o projeto completo a seguir.