1. ArchDaily
  2. Assistência Técnica

Assistência Técnica: O mais recente de arquitetura e notícia

O que é Habitação de Interesse Social?

Segundo o relatório de 2016 do Programa das Nações Unidas para os Assentamentos Humanos (ONU-HABITAT), existem 881 milhões de pessoas vivendo em favelas nas cidades dos países em desenvolvimento, e se estima que até 2025 é provável que outras 1,6 bilhão de pessoas precisem de moradia adequada e acessível. Com essas perspectivas, muito se tem discutido sobre Habitação de Interesse Social (HIS) e sobre como projetos realizados nesse âmbito podem ser uma solução para o déficit habitacional, mas o que, afinal, significa esse termo?

Assessorias Técnicas de São Paulo enviam carta ao CAU sobre a urgência no apoio a ações de ATHIS

Obra do Novo Horizonte, de autoria de Isac Marcelino. Imagem: Acervo Usina
Obra do Novo Horizonte, de autoria de Isac Marcelino. Imagem: Acervo Usina

Frente a atual situação de emergência imposta, não somente pela maior pandemia da história moderna, mas também pelo total desgoverno que rege esse país, agravados pela desigualdade estrutural que provoca um verdadeiro genocídio da população mais vulnerável da nossa sociedade, nós, arquitetos urbanistas, representantes de assessorias técnicas do Estado de São Paulo, com histórica trajetória de atuação e produção habitacional pautados pela luta do direito à cidade, entendemos que é fundamental nos posicionarmos quanto à importância de ações efetivas deste que é o órgão representativo da nossa categoria, voltadas às necessidades das comunidades organizadas que vivem em assentamentos populares ou em situação de vulnerabilidade social:

Lançamento do livro "Assistência Técnica em Urbanismo e Arquitetura de Interesse Social"

O trabalho de melhorias habitacionais e de qualificação de espaços urbanos de periferias, fruto da implementação da assistência técnica pública e gratuita para a população de baixa renda do DF, é o tema de livro que será lançado neste sábado (14) na Comunidade do Sol Nascente, em comemoração ao Dia Nacional do Arquiteto e Urbanista. A publicação, editada pelo Instituto dos Arquitetos do Brasil e patrocinada pelo Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Distrito Federal, reúne textos de diversos autores sobre a experiência realizada pela Codhab entre 2015 e 2018, além de entrevistas e artigos de professores que também trabalham

Projetar para quem? Uma reflexão necessária

De acordo com dados divulgados pela Organização das Nações Unidas (ONU, 2017), a população mundial atingiu 7,6 bilhões de habitantes, sendo que mais da metade (54%) vive em áreas urbanas. No Brasil, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE, 2010) são 84,4% de pessoas morando em cidades.

Prefeitura do Rio institui assistência técnica em habitação de interesse social proposta por Marielle Franco

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, sancionou projeto de lei n° 642-A de 2017, de autoria da ex-vereadora Marielle Franco, que institui a assistência técnica pública e gratuita para projeto e construção de habitação de interesse social às famílias com renda mensal de até três salários mínimos na capital fluminense.

Fórum Regional de ATHIS e Extensão Universitária

Gratuito e aberto ao público, principalmente para os estudantes de arquitetura e urbanismo, o “Fórum de Assistência Técnica (ATHIS) e Extensão Universitária em Habitação de Interesse Social: Atuação Integrada no Espaço Urbano” acontecerá entre os dias 16 a 19 de maio de 2019.

Promovido pelo Centro Gaspar Garcia de Direitos Humanos (CGGDH) em parceria com Entre:FAUs (coletivo de estudantes das Faculdades de Arquitetura e Urbanismo da Região Metropolitana de São Paulo), Instituto dos Arquitetos do Brasil de São Paulo e FAU Mackenzie, este projeto provém de parceria firmada com o CAU/SP, através do Termo de Fomento do chamamento público

II Pré-Fórum Regional de ATHIS e Extensão Universitária "Passado, Presente e Futuro"

Estão abertas as inscrições para o II Pré-Fórum Regional de ATHIS e EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA.

O Centro Gaspar Garcia de Direitos Humanos e a Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Presbiteriana Mackenzie, em parceria com a coordenação do “Fórum Regional de ATHIS e Extensão Universitária: Atuação Integrada no Espaço Urbano” realizará a RODA DE CONVERSA: II Pré-Fórum Regional de ATHIS e EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA “PASSADO, PRESENTE E FUTURO”, na quarta-feira 23/04, das 18:30 às 21:30, no saguão do Prédio 9 da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo Mackenzie. Evento integrará a Semana de Atividades Programadas do PPGAU-UPM.

O objetivo deste evento é entender experiências

Ciclo de workshops leva conhecimento em assistência técnica a estados brasileiros

Para ampliar a Rede de Assistência Técnica para Melhorias Habitacionais iniciada em São Paulo no curso Vivência em Assistência Técnica em Habitação de Interesse Social (ATHIS), a organização não-governamental Soluções Urbanas promove, em diversos estados do Brasil, o Workshop de Assistência Técnica para Melhorias Habitacionais, ministrado pela Arquiteta e Urbanista Mariana Estevão.

Workshop de Assistência Técnica em Melhorias Habitacionais

Este workshop, além de ser uma grande oportunidade para profissionais e estudantes de diferentes áreas de atuação que tenham afinidade e interesse pelo tema da Assistência Técnica para Habitação de Interesse Social, é o primeiro workshop de uma sequência em vários Estados que tem por objetivo ampliar a Rede de ATHIS iniciada em São Paulo, no curso Vivência em ATHIS para Melhorias Habitacionais. Essa Rede pretende fomentar essa prática e favorecer a troca de informações e oferecer suporte aos envolvidos, através da metodologia do Arquiteto de Família.

O Módulo I é focado no atendimento individualizado às famílias e tem por objetivo

V Seminário de Assistência Técnica em Habitação de Interesse Social

Público Alvo: Arquitetos e Urbanistas, Estudantes de Arquitetura e Urbanismo e Outros

Com o objetivo de incentivar as práticas para Assistência Técnica em Habitações de Interesse Social (ATHIS), em 2017 o Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil (CAU/BR) definiu que todos os CAU/UFs destinassem 2% de seu orçamento para apoiar ações de Assistência Técnica em Habitações de Interesse Social (ATHIS). Em atenção às diretrizes do CAU/BR, o CAU/SC institui, ainda em 2017, a Comissão Especial de Assistência Técnica (CTEC), composta por um grupo de arquitetos e urbanistas, para coordenar ações do desenvolvimento da política de assistência técnica pública e gratuita,

Curso “Vivência em Assistência Técnica para melhorias habitacionais”

A ONG Soluções Urbanas e o Arquitecasa, em parceria com o Banco do Povo – Crédito Solidário e com apoio do Sindicato dos Arquitetos de São Paulo (SASP), promovem o curso “Vivência em Assistência Técnica para melhorias habitacionais” com a arquiteta Mariana Estevão.

O curso será realizado entre 09 de julho a 01 de setembro e é voltado para arquitetos, engenheiros, designers, técnicos de edificações e estudantes dos cursos de graduação das profissões mencionadas.

O objetivo é a formação de profissionais para atuação com assistência técnica para melhorias habitacionais, adotando a metodologia do projeto Arquiteto de Família, bem como prestar assistência

Assistência técnica: Vereadora Marielle Franco apresentou projeto de lei sobre o tema

A vereadora Marielle Franco, assassinada a tiros no Rio de Janeiro, havia apresentado em dezembro do ano passado um projeto de lei para instituir na cidade um programa de Assistência Técnica para Habitação de Interesse Social. “Esta é uma demanda histórica dos movimentos sociais e de entidades ligadas ao campo da arquitetura e urbanismo diante da enorme população de baixa renda que necessita de projetos e obras para a melhoria da sua condição de moradia”, afirmou Marielle na justificativa do projeto. “Também se mostra importante ampliar o número de exemplos de boas práticas de projeto e construção na cidade, que contribua para difusão das experiências”.

CODHAB-DF lança edital para assistência técnica de arquitetura

A Companhia de Desenvolvimento Habitacional do Distrito Federal (CODHAB-DF) lançou recentemente o Edital de Credenciamento nº 001/2018 que tem como objetivo credenciar empresas para a prestação de serviços em caráter temporário de reformas e pequenos reparos em domicílios localizados em áreas de interesse social. A habilitação deverá ser realizada pelo site, no www.codhab.df.gov.br/credenciamento/01-2018, até às 18h do dia 26 de março.

Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Rio promove Jornada e Fórum para discutir assistência técnica gratuita

Evento aberto ao público acontecerá entre 13 e 14 de dezembro na sede do Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Rio de Janeiro (CAU/RJ)

A lei 11.888/2008 assegura às famílias de baixa renda assistência técnica pública e gratuita para construção e reforma de moradias de habitação de interesse social. A atividade, que ainda é muito incipiente no país, já conta com o apoio de todas as unidades do Conselho de Arquitetura e Urbanismo (CAU), que desde 2017 destina 2% de seus orçamentos para promover a assistência técnica em habitação de interesse social.

Com objetivo de ouvir profissionais, acadêmicos, entidades

Reflexões sobre o papel da assistência técnica na realização do direito à cidade / Jordi Sanchez-Cuenca

Este ensaio se apresenta na ocasião da Oficina de Assistência Técnica em Habitação de Interesse Social que será realizada pela assessoria técnica Peabiru TCA em Florianópolis nos dias 17, 18 e 19 de março, financiada coletivamente e que surgiu de uma iniciativa do IAB-SC com um grupo de profissionais comprometidos com a função social da arquitetura.

A assistência técnica em habitação de interesse social no Brasil tem uma longa história. Cooperativas gaúchas, movimentos populares pela moradia em São Paulo e mutirões de Goiás, entre outras experiências, há várias décadas arquitetos vêm assessorando a população de baixa renda na produção das suas moradias e, em termos gerais, na produção de cidade. Com o restabelecimento da democracia em 1988, a assistência técnica começou a ter apoio institucional, permitindo trabalhar projetos de grande escala e avançar na consolidação de um modelo de produção não submetido aos interesses dos capitais imobiliário e financeiro. Em 2001, o Estatuto da Cidade reconheceu a assistência técnica como um dos instrumentos para atingir o seu principal objetivo, a saber, ordenar o pleno desenvolvimento das funções sociais da cidade e da propriedade urbana. Em 2008 finalmente foi aprovada a Lei 11.888 de Assistência Técnica Pública e Gratuita para o projeto e a construção de habitação de interesse social. O problema que visa resolver é simples: se uma família ganha menos de três salários mínimos, como vai poder contratar um arquiteto para projetar e construir uma moradia segura que cumpra as exigências legais urbanas e habitacionais?