1. ArchDaily
  2. Aço

Aço: O mais recente de arquitetura e notícia

Combinando degraus: um olhar sobre escadas com diversos materiais

Seja para demarcar uma mudança de direção, para destacar seus primeiros degraus ou enfatizar a sua própria presença em determinado ambiente, escadas que combinam dois ou mais materiais tendem a chamar a atenção pelos diálogos estabelecidos entre as características particulares de cada material. Concreto, aço e madeira são algumas das escolhas mais comuns na composição estrutural de escadas devido à sua alta resistência e versatilidade. Mas, quando combinados, esses diferentes materiais extrapolam as suas possibilidades individuais e revelam como o design pode ser adaptado às suas peculiaridades e às conexões entre si.

A combinação de texturas, cores e acabamentos entre materiais pode impulsionar inúmeras soluções criativas para esses elementos de circulação vertical, como pode ser visto na Casa da LÂM, do AD+studio e a Casa 9A, do 23o5Studio, caracterizadas por escadas com uma base bruta e robusta que se encontra com uma leve e elegante sequência de degraus. Já a composição inversa, uma base leve combinada a uma estrutura robusta de degraus, funciona de forma engenhosa na Casa Chulavista, de Luis Carbonell e na Casa Angatuba do escritório messina | rivas, onde a base leve de madeira é seguida por degraus de concreto aparente.

© Hoang Le PhotographyCourtesy of Eugeni Bach© Dung Huynh, Quang Dam© Adrián Capelo Cruz+ 25

Como funcionam as estruturas tensionadas e quais materiais podem ser usados?

Voltemos à primeira aula de estrutura e a classificação dos esforços estruturais. Na maioria das estruturas, sejam elas naturais ou criadas pelo homem, primordialmente são as forças de compressão as que mais atuam. Tratam-se dos esforços empreendidos com cargas iguais e opostas, aplicadas na direção interna à superfície, tendendo a um encurtamento da peça em uma direção, ou comprimindo-a, como o nome diz. Não é difícil encontrar exemplos disso: por exemplo, uma parede de pedra ou um tronco de madeira resistem ao peso de uma cobertura através dos esforços internos de compressão, inerentes de cada material. Esforços de tração, por outro lado, tendem a alongar a peça no sentido da reta de ação da força aplicada. O aço é um material com boa resistência à tração, por exemplo. Ele é utilizado no concreto armado justamente nas partes onde a peça é tracionada. Mas também é possível que uma estrutura somente apresente peças tracionadas. É o caso das estruturas de membrana, tensionadas, ou tenso-estruturas, que consistem no uso de superfícies tracionadas por conta da ação de cabos ou cordas e cabe aos mastros absorverem os esforços de compressão.

Casa Cigarra / FGMF

© Pedro Mascaro© Pedro Mascaro© Pedro Mascaro© Pedro Mascaro+ 42

  • Arquitetos: FGMF
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área :  782
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano :  2019
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes :  Bretton, Inovar, MCC, Padrão

Estudantes brasileiros vencem prêmio latino-americano de projeto com aço

Estudantes de arquitetura da Universidade Presbiteriana Mackenzie, de São Paulo, venceram o 14° Concurso ALACERO de Diseño en Acero para Estudiantes de Arquitectura 2021, superando estudantes de países como Argentina, Chile, México, Equador e República Dominicana. O concurso teve como objetivo promover a concepção de ideias arquitetônicas que utilizassem o aço como principal matéria-prima.

Steel framing: vantagens de um sistema modular de construção seca

O steel frame é um sistema composto por perfis de aço galvanizado, de espessura entre 0,80 mm e 3 mm, dobrados a frio, e montados como quadros estruturais, com montantes verticais e horizontais. Para envolver os perfis estruturais, são utilizadas chapas de OSB, cimentícias ou de gesso acartonado, que podem receber acabamentos e pinturas interna e externamente. No interior das paredes pode-se incluir materiais isolantes, como lã mineral, de vidro, ou outros, para aumentar o isolamento termo acústico. No sistema steel frame, toda a parte elétrica e hidráulica é instalada antes do fechamento dos painéis, tornando o processo mais eficiente e sem quebras e desperdícios de materiais. Limpeza da obra, eficiência e rapidez são pontos chave neste sistema construtivo altamente disseminado pelo mundo.

Resultado do 14º Concurso CBCA para Estudantes de Arquitetura: saúde e bem-estar

O Centro Brasileiro da Construção em Aço (CBCA) anunciou os vencedores do 14º Concurso CBCA para Estudantes de Arquitetura. Com abrangência nacional, a competição foi direcionada aos estudantes de escolas ou faculdades de arquitetura do país, e abordou o tema “Saúde e Bem-Estar”.

Segundo Lugar. Image Cortesia de CBCATerceiro Lugar. Image Cortesia de CBCAMenção. Image Cortesia de CBCAMenção. Image Cortesia de CBCA+ 7

Centro Brasileiro da Construção em Aço lança edital de bolsa de Iniciação Científica

O Centro Brasileiro da Construção em Aço (CBCA) publicou o edital 2021 para seleção de propostas para concessão de Bolsa de Iniciação Científica. O processo seletivo, de abrangência nacional, é direcionado para estudantes de graduação em arquitetura e engenharia civil, com o suporte de um professor orientador da mesma instituição de ensino superior do estudante.

Pavilhão Girassol / Brasil Arquitetura

© Daniel Ducci© Daniel Ducci© Daniel Ducci© Daniel Ducci+ 26

  • Arquitetos: Brasil Arquitetura
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área :  440
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano :  2004
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes :  Arte Seca, Camargo e Silva, Mar Mosaico

Do vermelho ao verde: a estética contraditória das fachadas oxidadas

Para uma criança pequena, entender o conceito do tempo e a passagem dele é algo muito difícil. Isso justifica a impaciência por esperar algo ou a confusão para lembrar algo que ocorreu no passado. Elas vivem apenas o presente e essa noção do tempo é aprendida aos poucos. Mas aceitar a passagem do tempo e o envelhecer é algo que nos atormenta mesmo após adultos. As lucrativas indústrias de produtos cosméticos e cirurgias plásticas comprovam como a humanidade busca controlar ou negar a passagem do tempo, algo que nos corre pelas mãos e é implacável. 

Como projetar estruturas para casas ponte?

Metaforicamente, construir pontes equivale a criar novas oportunidades, conexões e caminhos. As primeiras pontes possivelmente tenham surgido de forma natural com a queda de troncos sobre rios ou depressões naturais, e os humanos têm construído estruturas rudimentares para ultrapassar obstáculos desde a pré-história. Os avanços tecnológicos permitiram erigir pontes que são ao mesmo tempo impressionantes e esculturais, desempenhando função chave nas conectividades. Geralmente necessitando vencer grandes vãos, com poucas possibilidades de apoios, estruturá-las não é uma tarefa tão simples. Mas quando, mais que uma ligação entre dois pontos, a ponte é também uma edificação com um programa complexo? Como estas podem ser estruturadas?

Casa L&M / Uffizi Arquitetura

© Renato Nishimura© Renato Nishimura© Renato Nishimura© Renato Nishimura+ 26

Jaguariúna, Brasil
  • Arquitetos: Uffizi Arquitetura
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área :  298
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano :  2020
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes :  Portobello, AutoDesk, BigBox, Lumion, Trimble

Feito para durar: as contribuições do aço inoxidável à arquitetura

Pouco antes da Primeira Guerra Mundial, Harry Brearley (1871-1948), que já trabalhava como operário em uma metalúrgica desde os 12 anos de idade, desenvolveu o primeiro aço inoxidável. Buscando resolver um problema de desgaste das paredes internas das armas do exército britânico, ele acabou obtendo uma liga metálica resistente à corrosão, agregando cromo ao ferro fundido. A invenção encontrou aplicações em quase todos os setores da indústria, desde a produção de talheres, equipamentos de saúde, cozinha, indústria automotiva, entre muitas outros, substituindo materiais tradicionais como o aço carbono, cobre e até alumínio. Na construção civil isso não foi diferente e o aço inoxidável logo foi incorporado às edificações.

Estudantes brasileiros vencem prêmio latino-americano de construção com aço

Voltado a estudantes de arquitetura latino-americanos, o Prêmio Acero tem como objetivo promover e impulsionar ações complementares aos modelos pedagógicos para a concepção de ideias arquitetônicas inovadoras utilizando o aço como matéria-prima. A edição deste ano, que tinha como tema "Cidades e Comunidades Sustentáveis", premiou com o primeiro lugar uma equipe formada por dois estudantes brasileiros da FAUUSP.

“Arquitetura que não toca o chão” é o nome da proposta desenvolvida por Augusto Longarine e Luiz Sakata, com orientação do professor Luciano Margotto, que com o mesmo projeto venceram o 13º Concurso CBCA (Centro Brasileiro da Construção em Aço), a etapa nacional que antecede o Alacero. Veja o projeto a seguir, acompanhado do memorial escrito pelos estudantes.

Estudantes brasileiros vencem prêmio latino-americano de construção com açoViga vagãoEstudantes brasileiros vencem prêmio latino-americano de construção com açoEstudantes brasileiros vencem prêmio latino-americano de construção com aço+ 30

Casa M / Felipe Hess Arquitetos

© Fran Parente© Fran Parente© Fran Parente© Fran Parente+ 25

São Paulo, Brasil
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área :  780
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano :  2018
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes :  kitchens, Arteal, Cia de Iluminação, Concresteel, Marcenaria Marvelar

Estudantes brasileiros vencem concurso latino-americano de construção em aço

Após vencerem o 12º Concurso para Estudantes de Arquitetura do Centro Brasileiro da Construção em Aço (CBCA), os estudantes Bruna Barbosa e Lino Mendonça, da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), conquistaram o primeiro lugar no 12º Concurso Alacero para Estudantes de Arquitetura, promovido pela Associação Latino-Americana do Aço (Alacero).

Esquadrias minimalistas com perfis de aço de alta rigidez: máxima transparência e desenho sutil

Após séculos utilizando a madeira para o desenvolvimento de carpintaria de janelas e portas, o racionalismo do século XX começou a adotar um novo material para esses fins: o aço. Impulsionado pela produção industrial e promovido por arquitetos como Adolf Loos, Mies van der Rohe e Le Corbusier, o aço evoluiu para gerar estruturas cada vez mais finas e resistentes. No entanto, materiais eficientes e de baixo custo, como alumínio e PVC, começaram gradualmente a substituir seu uso maciço, aumentando a dimensão dos marcos e removendo a "limpeza" de uma arquitetura que começou a integrar grandes painéis de vidro em suas fachadas. .

Atualmente, as novas tecnologias aprimoram seus processos de produção, desenvolvendo perfis mínimos de alta rigidez e precisão, que aproveitam ao máximo a transparência do vidro e oferecem novos recursos de conforto e segurança. Conversamos com os especialistas da empresa Jansen para aprofundar sua aplicação na arquitetura contemporânea.

LocHal Library / CIVIC architects + Braaksma & Roos architectenbureau + Inside Outside + Mecanoo. Image © Stijn BollaertMuseo Bauhaus Dessau / Addenda Architects. Image © Thomas MeyerCortesía de JansenFuturium Berlin / Richter Musikowski. Image © Schnepp Renou+ 30

Residência Mata Atlântica / Indio da Costa Arquitetura

© Patricia Parinejad© Patricia Parinejad© Leonardo Lopes© Patricia Parinejad+ 23

Río de Janeiro, Brasil
  • Arquitetos: Indio da Costa Arquitetura; Indio da Costa Arquitetura
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área :  2200
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano :  2010
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes :  Hunter Douglas, Deca, AutoDesk, Brasgips, Cogumelo, +6

15 Projetos que exploram as possibilidades diversas do aço na arquitetura

O uso do aço na arquitetura é considerado um dos desenvolvimentos mais inovadores da história da construção civil, permitindo que os arquitetos criassem estruturas em escalas nunca antes imaginadas. Hoje em dia, o aço continua sendo um dos materiais mais importantes no campo da construção, mas há muito mais neste material do que apenas resistência à tração e durabilidade. Alguns arquitetos estão bem cientes do potencial do aço e o transformaram em uma enorme diversidade de itens, de luminárias e elementos decorativos a fachadas e acabamentos.

Veja, a seguir, 15 projetos que exploram o aço para além de suas qualidades estruturais, buscando aplicações variadas e, por vezes, inesperadas. 

© Ket Kolektif© Markus Hattwig© Juan Alberto Andrade© Edmon Leong+ 16