1. ArchDaily
  2. Bambu

Bambu: O mais recente de arquitetura e notícia

Quais materiais da construção civil são ecológicos?

Ponte de Madeira no Resort Gulou Waterfront / LUO studio. Foto: © Weiqi Jin
Ponte de Madeira no Resort Gulou Waterfront / LUO studio. Foto: © Weiqi Jin

No atual cenário de uma crise climática, pensar um projeto de arquitetura sem definir diretrizes ecológicas tornou-se praticamente inadmissível. Um dos principais emissores de gás carbônico e outros poluentes, o setor da construção civil busca cada vez mais por novos caminhos e formas que possam tornar as obras mais sustentáveis e, de alguma forma, mitigar os danos ao meio ambiente. Pensar em materiais ecológicos pode ser um dos passos fundamentais, mas, afinal, quais são eles?

Casa na Caverna em Plateau Loess / hyperSity Architects. Foto cortesia de hiperSity ArchitectsMicro Renovação de Parque Urbano / Atelier cnS + School of Architecture, South China University of Technology. Foto: © Siming WuEscola Concept / Triptyque Architecture. Foto: © Fran ParenteFábrica Biotrends / Rede Arquitetos. Foto: © Igor Ribeiro+ 10

O potencial do bambu e da madeira engenheirada para a indústria da construção: entrevista com Pablo van der Lugt

© Woodify
© Woodify

Pablo van der Lugt é arquiteto, autor de livros e palestrante. Sua pesquisa enfoca o potencial de materiais como bambu e madeira engenheirada para o setor da construção civil e seus impactos positivos no mundo. “Ao longo de minha carreira profissional na universidade (incluindo minha pesquisa de doutorado sobre a pegada de carbono de bambu e madeira engenheirada) e na indústria, nos últimos 15 anos, descobri que há muitos conceitos errôneos sobre esses materiais que dificultam sua adoção em larga escala. Por esta razão, eu ‘traduzi’ minhas descobertas de pesquisa em dois livros contemporâneos para designers e arquitetos sobre o potencial do bambu: Booming Bamboo e madeira projetada: Tomorrow’s Timber. Eles visam dissipar esses mitos e mostrar o incrível potencial da última geração de materiais de construção de base biológica na necessária transição para um ambiente de construção circular, saudável e neutro em carbono. ” Recentemente, tivemos a oportunidade de conversar com ele sobre esses temas. Leia mais abaixo.

Bambu em espaços públicos e coletivos: exemplos aplicados em projetos

Recorrentemente citado como técnica construtiva sustentável e vernacular, o bambu é um material natural resistente e versátil, podendo ser utilizado tanto como estrutura quanto como acabamento. Neste artigo iremos apresentar sua variedade de utilizações em algumas experiências em espaços coletivos. 

Estalactite de bambu / VTN Architects. Image © InexhibitPórtico de Bambu / Rural Culture DRC. Image © Gang XiangPavilhão de Bambu / DnA_Design and Architecture. Image © Zhou Ruogu/Savoye PhotographerTeatro de Bambu / DnA. Image © Ziling Wang+ 12

Rumo a um futuro sustentável: materiais e sistemas construtivos locais na arquitetura chinesa contemporânea

Ao longo dos últimos anos testemunhamos um interesse crescente por técnicas tradicionais e processos artesanais de construção, assim como no papel cada vez mais significativo dos materiais locais na arquitetura contemporânea. Conscientes do impacto ambiental e também econômico da industria da construção civil no mundo hoje, arquitetos e urbanistas estão mudando o rumo de nossa disciplina ao adotar novas estratégias e abordagens em seus projetos e processos com o principal objetivo de “atender às demandas da nossa sociedade sem, no entanto, comprometer ou esgotar os recursos naturais que atualmente encontram-se à nossa disposição”.

Kengo Kuma cria instalação multissensorial de bambu para a Semana de Design de Milão

Cortesia de OPPO e Kengo Kuma Associates
Cortesia de OPPO e Kengo Kuma Associates

Para a Milan Design Week 2021, Kengo Kuma Associates projetou uma instalação de bambu que mescla forma, materialidade e música, criando uma experiência multissensorial. Criada em colaboração com o fabricante de dispositivos inteligentes OPPO, Bamboo (竹) Ring :|| Weaving a Symphony of Lightness and Form responde ao tema "Conexões Criativas" mesclando arquitetura e música, bem como habilidade manual e tecnologia.

Cortesia de OPPO e Kengo Kuma AssociatesCortesia de OPPO e Kengo Kuma AssociatesCortesia de OPPO e Kengo Kuma AssociatesCortesia de OPPO e Kengo Kuma Associates+ 14

Para além da terra e do bambu: tecnologias locais e as grandes cidades

As técnicas vernaculares e os materiais locais têm ganhado protagonismo no debate da arquitetura, mas, é possível trazer esses conceitos para os grandes centros urbanos?

O arquiteto amazonense Severiano Porto já apontava em 1984 a necessidade de se pensar em uma arquitetura mais conectada com o lugar onde está implantada. A lógica do uso de materiais e técnicas locais cada dia mais se mostra necessária quando pensamos no impacto que a cadeia produtiva da construção civil têm no planeta. Não à toa, cada dia está mais comum o número de projetos que partem do princípio das técnicas vernaculares e do uso de materiais locais, assim como a produção de Severiano já anunciava desde a década de 1980.

Himalesque / ARCHIUM. Image © Jun Myung-jinEscola em Gana / Alberto Figueroa. Image Cortesia de Alberto FigueroaCortesia de Warka WaterVila Residencial Grotto Retreat Xiyaotou / A( )VOID. Image © Guo Zhe+ 16

Como evitar os erros mais comuns ao construir com bambu

Embora o bambu tenha um potencial incrível como material de construção, os esforços para construir estruturas duráveis de bambu muitas vezes falham, com erros cometidos tanto no projeto quanto no processo de construção. As estruturas de bambu são frequentemente criticadas por sua falta de durabilidade e, antes que a tecnologia de tratamento fosse descoberta, esta era uma das armadilhas para construir com o material. Hoje em dia, empresas de arquitetura como a IBUKU provaram que, se bem projetadas, tratadas e mantidas corretamente, uma estrutura de bambu pode durar toda a vida.

Além do tratamento inadequado, há outros erros cometidos ao construir com bambu e eles são frequentemente ignorados, mas têm o mesmo peso para garantir a longevidade de uma estrutura de bambu. Existem muitos guias excelentes que explicam como construir com bambu, no entanto, as informações são insuficientes ao abordar o que não fazer. Neste artigo, vamos compartilhar como evitar os erros mais comuns ao construir com bambu.

Centro Comunitário Casamia / VTN Architects

© Hiroyuki Oki© Hiroyuki Oki© Hiroyuki Oki© Hiroyuki Oki+ 27

  • Arquitetos: VTN Architects
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área :  1600
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano :  2021

Pavilhão The Arc na Green School / IBUKU

© Tommaso Riva© Tommaso Riva© Tommaso Riva© Tommaso Riva+ 46

  • Arquitetos: IBUKU
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área :  760
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano :  2021

Sistemas de cobertura para edifícios de bambu

As coberturas são, talvez, o elemento arquitetônico mais fundamental dos edifícios de bambu (junto com as fundações). Telhados bem projetados e construídos desempenham um papel fundamental na proteção de uma estrutura de bambu ao mesmo tempo em que aumentam a beleza e a experiência do espaço. O que se qualifica como um telhado de bambu bem projetado?

Há alguns elementos-chave que precisam ser considerados: 1) os beirais do telhado para mitigar o desgaste das peças de bambu do sol direto e da chuva, 2) a inclinação do telhado para o fluxo de água, 3) o espaçamento das vigas para rigidez e, finalmente, 4) o material utilizado. Em Bali, experimentamos muitos materiais e técnicas de cobertura diferentes. Neste artigo, compartilhamos 5 dos sistemas de cobertura mais comumente usados para nossos edifícios de bambu:

Como criar estruturas curvas com bambu

O bambu apresenta infinitas possibilidades e, quando usado com criatividade, pode proporcionar volumes inusitados. Em sua forma natural, é um tronco reto e ligeiramente pontiagudo. O bambu é naturalmente flexível e pode ser dobrado em uma ligeira curvatura e estruturas simples emolduradas podem ser construídas usando a forma reta natural do bambu. Como o dobramos para criar espaços fluidos e dinâmicos?

No entanto, requer técnicas específicas para atingir formas curvilíneas extensas. Nas estruturas construídas em Bali, há 3 técnicas para criar estruturas curvas usando bambu. Estas são:

Quadras de Badminton Kura Kura / IBUKU + Studio Jencquel

© Tommaso Riva© Tommaso Riva© Tommaso Riva© Tommaso Riva+ 17

  • Arquitetos: IBUKU, Studio Jencquel
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área :  300
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano :  2016

Sala de jardim de infância na Green School / IBUKU

© José Tomás FrancoCourtesy of IBUKU© José Tomás FrancoCourtesy of IBUKU+ 21

  • Arquitetos: IBUKU
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área :  155
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano :  2008

Casa Ninho Flutuante / atelier NgNg

© Quang Dam© Quang Dam© Quang Dam© Quang Dam+ 61

  • Arquitetos: atelier NgNg
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área :  192
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano :  2020
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes :  AutoDesk, Jotun, LG Electronics, Philips, Rhino

Catedral de Meditação & Sala Sunset / Chiangmai Life Architects

© Markus Roselieb© Markus Roselieb© Markus Roselieb© Markus Roselieb+ 35

  • Arquitetos: Chiangmai Life Architects
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área :  272
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano :  2018

Restaurante Vedana / VTN Architects

© Hiroyuki Oki© Hiroyuki Oki© Hiroyuki Oki© Hiroyuki Oki+ 23

  • Arquitetos: VTN Architects
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área :  1
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano :  2020

Fábrica de Balsas de Bambu Wuyishan / TAO - Trace Architecture Office

© Shengliang Su© Shengliang Su© Shengliang Su© Shengliang Su+ 66

Centro Comunitário Camburi / CRU! Architects

© Nelson Kon© Nelson Kon© Nelson Kon© Nelson Kon+ 23

  • Arquitetos: CRU! Architects
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área :  175
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano :  2018