Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos

Eugeni PONS

NAVEGUE POR TODOS OS PROJETOS DESTE FOTÓGRAFO

100 Espaços públicos: de pequenas praças a parques urbanos

© DuoCai Photograph
© DuoCai Photograph

© Gianluca Stefani © Thomas Zaar © Tomasz Zakrzewski © Sebastien Michelini + 112

A chave para projetar ou recuperar com sucesso os espaços públicos de uma cidade é criar estratégias que favoreçam seu uso e os capacitem como ponto de encontro. Independentemente da escala, entre alguns dos aspectos mais importantes estão: o desenho informado pelas necessidades das pessoas; a consideração da escala humana; e uma mistura de usos que permita multifuncionalidade e flexibilidade e proporcione conforto e segurança. 

Para lhe inspirar a projetar lugares de encontro e lazer, de praças a parques, de mirantes a playgrounds infantis, reunimos a seguir 100 espaços públicos de todas as escalas. 

Mercado e Espaço de Exposição em Schiltigheim / Dominique Coulon & associés

© David Romero-Uzeda © Eugeni Pons © Eugeni Pons © Eugeni Pons + 34

Mercado  · 
Schiltigheim, França

Anunciados os projetos finalistas para o EU Mies Award 2019

A Comissão Européia e a Fundação Mies van der Rohe anunciaram as 40 obras pré-selecionadas que concorrerão ao Prêmio da União Européia de Arquitetura Contemporânea - Prêmio Mies van der Rohe de 2019. O Prêmio, do qual o ArchDaily é parceiro de mídia, partiu de 383 trabalhos nomeados pelo júri para uma seleção de 40 finalistas, celebrando as tendências e oportunidades da reutilização adaptativa, habitação e cultura em toda a Europa.

Ao projetar para idosos, não olhe para o passado

Quando o mundo passa por grandes mudanças (sejam elas sociais, econômicas, tecnológicas ou políticas), o mundo da arquitetura precisa se adaptar junto. Mudanças na política do governo, por exemplo, podem trazer novas oportunidades para a arquitetura prosperar, como o influxo de moradias sociais de alta qualidade que estão sendo projetadas atualmente em Londres. Os avanços tecnológicos são mais fáceis de perceber, mas as mudanças sociais têm tanto impacto sobre a indústria de arquitetura e os edifícios que projetamos.

Dominique Coulon & associés. Image © Eugeni Pons The Architect / LEVS architecten. Image © Marcel van der Burg, via Matthew Usher  Senior Center of Guangxi / Atelier Alter. Image Courtesy of Atelier Alter, via Matthew Usher Pilgrim Gardens / PRP . Image © Tim Crocker, via Matthew Usher + 33

Moradia para idosos em Huningue / Dominique Coulon & associés

© Eugeni Pons © Eugeni Pons © Eugeni Pons © Eugeni Pons + 43

Conheça os finalistas do Architectural Photography Awards 2018

A lista de finalistas do Architectural Photography Awards 2018 foi divulgada, reunindo as 20 melhores fotografias de arquitetura deste ano. Os trabalhos recebidos incluem desde séries sobre edifícios específicos até imagens abstratas, feitas com câmeras profissionais ou celulares.

A edição de 2018 registrou um número recorde de participações, com fotografias de 47 países, incluindo o Reino Unido (28%), EUA (20%), Alemanha (6%) e China (5%). As 20 melhores fotografias foram divididas em quatro categorias: exteriores, interiores, sentido do lugar, e edifícios em uso.

Arquitetura do vinho: adegas, salas de máquinas e centros de degustação

Cortesía de Beaucastel Winery Beaucastel Winery
Cortesía de Beaucastel Winery Beaucastel Winery

© David Frutos © José Hevia © Nic Lehoux © Bruce Damonte Photography + 28

A produção de vinho é uma indústria que combina forte atividade econômica com um importante legado cultural. Embora existam vários programas relacionados ao setor do vinho, geralmente, a imagem mais comum é a dos espaços onde ocorre, de fato, a transformação da uva na bebida. No entanto, há uma multiplicidade de atividades agrupadas em torno da vinicultura que desempenham um papel importante quando se trata de promover a indústria, como salas de degustação, centros de educação, vendas ou salas de distribuição.

A seguir, apresentamos 27 exemplos de arquiteturas voltadas à indústria do vinho. 

Centro Cultural ‘Allende’ / Dominique Coulon & associés

© Eugeni Pons © Eugeni Pons © Eugeni Pons © Eugeni Pons + 47

Mons-en-Barœul, França

Arquitetura escolar: 70 exemplos em plantas e cortes

Escolas e instituições de ensino são estruturas complexas de projetar. Elas devem oferecer uma diversidade de espaços para aprendizado, mas também considerar atividades esportivas e recreacionais. Além de possuírem, geralmente, grandes dimensões, o maior desafio no projeto de edifícios escolares é conceber espaços que fomentem apropriações positivas pelas crianças. A seguir, compilamos 70 projetos escolares acompanhados de seus desenhos que podem servir de inspiração para seus próximos projetos educacionais.

Teatro Théodore Gouvy / Dominique Coulon & associés

© Eugeni Pons
© Eugeni Pons

© Eugeni Pons © Eugeni Pons © Eugeni Pons © David Romero-Uzeda + 53

Freyming-Merlebach, França

Edifício Misto em Estrasburgo / Dominique Coulon & associés

© Eugeni Pons © David Romero-Uzeda © Eugeni Pons © Eugeni Pons + 41

Escritórios  · 
Estrasburgo, França

Residência Creueta / Zest Architecture

© Eugeni Pons © Eugeni Pons © Eugeni Pons © Eugeni Pons + 17

Restauração  · 
Barcelona, Espanha
  • Arquitetos Autores deste projeto de arquitetura Zest Architecture
  • Área Área deste projeto de arquitetura
  • Ano Projeto Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    2015

RCR arquitectes 1988-2017 / Arquitectura Viva

Voluntariamente distantes da atenção midiática, desde seu estúdio em Olot, os vencedores da última edição do Prêmio Pritzker estão há três décadas desenvolvendo uma arquitetura radical em sua linguagem, ancorada ao contexto e comprometida com a natureza.

A editora Arquitectura Viva apresenta "RCR arquitectes 1988-2017", um volume único de 240 páginas, em edição bilíngue espanhol-inglês, que reúne 40 das principais obras do estúdio.

Mediateca [Terceiro Lugar] em Thionville / Dominique Coulon & associés

© Eugeni Pons © Eugeni Pons © Eugeni Pons © Eugeni Pons + 43

Bibliotecas  · 
Terville, França

Les Closiaux / Dominique Coulon & associés

© Eugeni Pons © Eugeni Pons © Eugeni Pons © Eugeni Pons + 16

Ginásio  · 
Clamart, França

Comentários da crítica: o Prêmio Pritzker 2017

Cortesia de Prêmio Pritzker. Imagem © Hisao Suzuki
Cortesia de Prêmio Pritzker. Imagem © Hisao Suzuki

O Prêmio Pritzker 2017 foi uma surpresa para muitos, concedido aos três fundadores do RCR Arquitectes, um modesto escritório espanhol localizado na pequena cidade de Olot, na Catalunha. Muitas pessoas e críticos compartilharam seu espanto com o fato de o prêmio ter sido entregue a três indivíduos pela primeira vez desde que o Prêmio Pritzker foi criado em 1979, incluindo a terceira vencedora mulher, e o relativo anonimato do RCR Arquitectes.

Se esta surpresa foi agradável ou chocante, isso varia de crítico à crítico, mas ainda assim parece haver um consenso na decisão do júri de se aventurar ainda mais em questões políticas e se distanciar de seu interesse tradicional em arquitetos celebridades. Como está claramente afirmado na citação do júri: "Nos dias de hoje, há uma questão importante que as pessoas ao redor do mundo estão se perguntando, e não se trata de arquitetura; mas de leis, políticas e governos também." Estariam eles guiando a premiação na direção certa ou errada?

Cortesia de Prêmio Pritzker. Imagem © Hisao Suzuki Cortesia de Prêmio Pritzker. Imagem © Hisao Suzuki Cortesia de Prêmio Pritzker. Imagem © Hisao Suzuki © Eugeni Pons + 21

Ramon Vilalta, do RCR Arquitectes, fala sobre receber o Pritzker e as ambições após a premiação

Há dois dias atrás, o ArchDaily teve a honra de entrevistar Ramon Vilalta, um dos três arquitetos agraciado com o Prêmio Pritzker de 2017. Vilalta nos ofereceu uma perspectiva única sobre a história por trás de sua colaboração com Rafael Aranda e Carme Pigem, e como sua conexão com a sua pequena cidade natal Olot, na Espanha, influenciou uma carreira que tem produzido projetos excepcionais em seu escritório RCR Arquitectes.

Como foi o início do escritório? Porque vocês se juntaram tão rápido após terem concluído a faculdade?

RV: Nesse sentido fomos pessoas bastante disciplinadas. Nós fizemos o curso rapidamente e depois de sair decidimos criar um escritório; tomar a decisão de enfrentar a arquitetura através da partilha, realmente compartilhando ela. Somos pessoas com personalidades diferentes, cada um é de uma maneira, mas o que sai da química dos três acho que nos torna especiais. É isso que sinto, uma grande decisão que não foi fácil de tomar naquele momento.

Rafael Aranda, Carme Pigem e Ramon Vilalta vencem o Prêmio Pritzker 2017

Rafael Aranda, Carme Pigem e Ramon Vilalta foram nomeados os vencedores do Prêmio Pritzker 2017. Seus projetos destacam a materialidade e as técnicas construtivas - fazendo intenso uso da cor, transparências e luz - e abrangem uma ampla gama de programas, de museus e teatros a escolas e residências.

Os três arquitetos, todos catalães e originários de Olot, trabalham conjuntamente como RCR Arquitectes desde 1988 e se formaram em arquitetura pela ETSAV (Escola Tècnica Superior d’Arquitectura del Vallès) um ano antes. Esta 39ª edição do Pritzker é a primeira vez em que três arquitetos são premiados simultaneamente a apenas a segunda vez que o prêmio é concedido a algum arquiteto espanhol - a primeira vez que isso ocorreu foi com a premiação de Rafael Moneo em 1996.