1. ArchDaily
  2. Artigos

Artigos

O futuro da arquitetura contemporânea chinesa: cultura cívica para uma nova sociedade?

Um novo tipo de arquitetura que se distingue por características regionais únicas surgiu em meados da década de 1990, quando, na China, os arquitetos começaram a projetar independentemente dos institutos administrados pelo governo. Os principais arquitetos chineses desta época conseguiram coletivamente produzir um corpo de trabalho arquitetônico único quando muitos edifícios construídos ao redor do mundo não estavam mais enraizados em seu lugar e cultura.

Em China Dialogues, Vladimir Belogolovsky traça um panorama da arquitetura chinesa através das palavras de seus principais participantes, levantando o véu sobre uma prolífica nova geração de arquitetos, cada um compartilhando uma compreensão altamente intelectualizada e conceitual da profissão. Seguindo o curso de 21 entrevistas acompanhadas por mais de 120 fotografias e desenhos de projetos lindamente executados em todo o país desde o início dos anos 2000, o China Dialogues apresenta o processo de pensamento dos principais arquitetos do país, fornecendo uma visão de suas ideias e intenções invulgarmente reveladoras e sinceras.

MAD Architects, Opera Harbin, Harbin, China, 2015. Imagem © Adam MorkVector Architects, Yangshuo Sugar House Hotel em Li River próximo a Guilin, China, 2017. Imagem © Shengliang SuLi Xiaodong Atelier, Livraria Liyuan, Beijing, China, 2011. Imagem © Li Xiaodong AtelierStudio Zhu Pei, Museu Jingdezhen Imperial Kiln, Jingdezhen, Jiangxi, China, 2020. Imagem © schranimage+ 12

Criando valor arquitetônico através da estética

Os seres humanos se esforçam muito para fazer o inexplicável ser entendido. A nossa espiritualidade torna-se religião. A justiça torna-se lei. E o que nos encanta torna-se a estética, e a estética se reduz ao “estilo” nas artes plásticas e na arquitetura. A descrição, depois a definição, da estética nos permite julgar e, com sorte, controlar o que nos emociona: "Os estilos podem mudar, os detalhes podem ir e vir, mas as amplas exigências do julgamento estético são permanentes". -- Roger Scruton

But the instant delight we sometimes feel when we hear, taste, think or see parts of our experience is unreasoned in its apprehension. We try to create value in our outcomes by defining them beyond experience – that is aesthetics.

Paisagismo de interiores: o que é "plantscaping"?

© Nelson Kon© Quang Dam© Edward Hendricks© Helene Binet+ 49

Os jardins e plantas de interiores trazem diversos benefícios para a vida cotidiana. O projeto paisagístico de interior, também chamado de plantscaping, é muito mais que simplesmente alocar plantas nos espaços internos; envolve a localização estratégica de espécies vegetais dentro de uma obra, buscando potencializar e destacar certos aspectos do projeto arquitetônico.

Receita para o sucesso: a arquitetura dos restaurantes com estrela Michelin

Culinária e arquitetura são paralelas uma à outra. Combinando ingredientes para formar um todo, ambos os processos estão vinculados ao contexto cultural, à criatividade e ao significado. Podemos entender como as culturas mudaram através dos tempos observando as mudanças na culinária, e o mesmo pode ser dito da arquitetura. Em ambos os casos, os produtos finais são baseados na interação humana e ganham vida através da experiência.

© Andrea Martiradonna© David Zarzoso© Philippe Roy© David Zarzoso+ 11

Construído para não durar: a tradição japonesa de reconstruir as casas a cada 30 anos

Na maioria dos países do mundo as edificações antigas são valorizadas. Há algo na história, na originalidade e no charme de uma casa antiga que faz com que seu valor às vezes seja superior ao de novos projetos. Mas no Japão, o oposto é quase sempre a preferência. As casas recém-construídas são as mais procuradas em um mercado imobiliário onde as moradias raramente são vendidas e a obsessão por demolir e reconstruir é tanto uma questão cultural quanto uma questão de segurança, colocando as casas de 30 anos em um mercado sem valor.

© Takawo© Tatiana KnorozCortesia de NKS ArchitectsCortesia de designboom+ 5

Por que em 10 anos você vai trabalhar numa profissão que não existe

Foto de Roxelo Babenco, via VisualHunt.com
Foto de Roxelo Babenco, via VisualHunt.com

Pense em explicar a alguém 25 anos atrás o que a profissão de um gerente de mídia social, motorista de uber ou operador de drone faz em 2020. A tecnologia combinada com as demandas da população, escassez de recursos, urbanização e outros fatores criaram uma série de novos empregos e mudaram radicalmente outros. Pesquisas alegam que 65% das crianças que entram na escola primária hoje acabarão trabalhando em empregos que ainda não existem.

16 Detalhes construtivos de revestimentos em tijolos

Habitualmente, os tijolos têm sido usados na arquitetura para cumprir uma dupla função: estrutural e estética. Enquanto atuam como uma solução modular eficaz e resistente nas estruturas dos edifícios, suas faces podem ser visíveis para constituir sua imagem arquitetônica, gerando fachadas ricas em textura e cor, graças ao ferro presente na argila que os compõe.

Atualmente, há produtos que permitem mesclar a aparência atraente dos tijolos com outros sistemas estruturais, separando suas funções e entregando a liberdade necessária para que as fachadas possam mover-se criativamente em favor das condições de cada projeto e dos requisitos de seus usuários.

Como tornar uma cidade amigável para os idosos?

Imagem: Ariane Azevedo, via Flickr. Cortesia de Caos Planejado
Imagem: Ariane Azevedo, via Flickr. Cortesia de Caos Planejado

A população mundial está envelhecendo e uma das grandes questões que se abrem com essa nova composição etária, com mais idosos que crianças pequenas, é se os municípios estão adequados para que esses cidadãos possam usar os espaços urbanos com segurança e acessibilidade e sentirem-se incluídos na vida social e cívica de suas comunidades.

Relatório da Organização das Nações Unidas (ONU) estima que o número de indivíduos com 65 anos ou mais deve duplicar até 2050, passando de 727 milhões (dado de 2020) para cerca de 1,5 bilhão — representando 16% do número total de pessoas no planeta.

"Nossa visão da arquitetura é primitiva e essencial": entrevista com Equipo de Arquitectura

O escritório Equipo de Arquitectura foi fundado por Horacio Cherniavsky e Viviana Pozzoli em 2017. Do Paraguai, suas obras como Caixa de Terra ou Casa Intermediária traduzem a visão de uma arquitetura que aborda o primitivo e o essencial. De uma arquitetura que busca constantemente integrar o ambiente natural existente com o artifício, o construído. Em particular, uma prática que acredita na verdade material como uma ética de projeto.

O grupo foi escolhido pelo ArchDaily como um dos Novos Escritórios de 2021, e realizamos a seguinte entrevista para saber mais sobre todas as suas inspirações, motivações e formas de trabalho.

Transporte e segregação espacial: entenda os impactos do aumento da tarifa

Verão, carnaval e aumento da passagem: o começo de ano no Brasil é geralmente quando as prefeituras e governos estaduais anunciam o aumento das tarifas de transporte público. Com a pandemia de coronavírus essas tarifas foram congeladas em 2021, porém muitas cidades voltaram a sofrer esse aumento agora em 2022. Entenda o impacto do aumento das tarifas de transporte público na nossa sociedade. 

Casas brasileiras: 11 residências com paredes curvas

Casa do Ipê Amarelo / Leo Romano. Foto: © Edgard César
Casa do Ipê Amarelo / Leo Romano. Foto: © Edgard César

Ser quadrado não está com nada! Ao menos, é o que nos conta as tendências de 2022. O relatório realizado pelo Pinterest aponta o design curvo como o futuro da decoração, seja nos objetos ou até mesmo a partir da arquitetura. Por essa razão, buscamos por projetos residenciais brasileiros que traçam paredes curvas em seus desenhos. Os motivos são os mais variados e os resultados brindam uma composição única: como partido arquitetônico, para contrastar com a ortogonalidade de outras paredes ou para gerar espaços ímpares.

Casa do Ipê Amarelo / Leo Romano. Foto: © Edgard CésarCasa Boipeba / daarchitectes. Foto: © Michel Rey PhotographeCasa Pinhão / Mareines Arquitetura + Patalano Arquitetura. Foto: © Leonardo FinottiResidência em Gonçalves / André Vainer Arquitetos. Foto: © Tuca Reinés+ 21

Projetado para desmontar: a arquitetura de exposições e instalações temporárias

A arquitetura em seu sentido mais amplo se preocupa com a criação de estruturas que são permanentes, cimentando-se no contexto cultural e histórico maior de sua humanidade, porém, onde inserimos a criação de estruturas projetadas com a intenção de serem desmontadas. Qual o significado e valor podem ter estas estruturas, sabendo que nunca foram projetadas para durar, mas para simplesmente ocupar o espaço por um momento?

Sociedade de Design de Shenzhen / MVRDV. Imagem © Zhang ChaoPlaneta Vermelho / 100architects. Imagem © Amey KandalgaonkarPavilhão Sarbalé Ke / Kéré Architecture. Imagem © Iwan BaanSociedade de Design de Shenzhen / MVRDV. Imagem © Zhang Chao+ 33

A colaboração como modo de trabalho: conhecendo a obra de Arquitetos Associados

Com sede em Belo Horizonte, em Minas Gerais, o escritório de arquitetura Arquitetos Associados apresenta um modo dinâmico e variado de tratar cada projeto. A partir de uma organização de trabalho própria e específica para cada caso, que permite uma equipe variada incluindo colaboradores externos, a forma de trabalho do escritório reflete em seus projetos singulares.

Casa Peixe Gordo / Arquitetos Associados. Image © Alexandre BrasilEstúdios Capelinha / Arquitetos Associados . Image © Leonardo FinottiCentro Educativo Burle Marx / Arquitetos Associados. Image © Daniel MansurEstúdios Arrudas / Arquitetos Associados . Image © Gabriel Castro+ 12

Madeira feita de kombucha?

Cortesia de Symmetry Wood
Cortesia de Symmetry Wood

Florestas cobrem cerca de um terço do Planeta e desempenham papel fundamental para a vida. Segundo Peter Wohlleben, autor do livro “A vida secreta das árvores”, por meio de tramas de fungos, as espécimes de uma floresta podem se comunicar umas com as outras, inclusive trocando nutrientes, ajudando as mais fracas, e organizando estratégias de sobrevivência, o que é imprescindível para o crescimento saudável dos indivíduos. A preservação das florestas existentes e a criação de novas são imprescindíveis para a biodiversidade, recuperação natural e sequestro de carbono, mas também para atender à demanda pelo uso de madeira. Um relatório da WWF (World Wide Fund for Nature) estima que a quantidade de madeira retirada no mundo deverá triplicar até o ano de 2050, com o aumento da população e da renda nos países em desenvolvimento, além de ser estimado um maior uso da madeira para fabricar biocombustíveis, produtos farmacêuticos, plásticos, cosméticos, eletrônicos de consumo e têxteis. Buscar substitutos ao material pode ser um caminho inteligente para um futuro sustentável, sobretudo se estes utilizam-se dos resíduos gerados por alguma outra indústria. Pyrus, por exemplo, é um material de madeira sem petróleo produzido de forma sustentável com resíduos de celulose bacterianos reaproveitados da indústria de kombucha.

Quais são os materiais inteligentes na arquitetura?

As edificações inteligentes estão cada vez mais em pauta, para a elaboração delas, alguns materiais tem sido desenvolvidos para atender a objetivos específicos durante o seu uso sem a necessidade de serem operados por alguma pessoa ou equipamento. Auto-manutenção, limpeza do ar, trabalhar o conforto do espaço, eficiência energética, são apenas alguns dos benefícios que podem ser alcançados ao adotá-los.

Cube / HENN Dresden University of Technology. Courtesy of Iurii VakaliukA hidrocerâmica é composta de bolhas de hidrogel que são capazes de reter até 400 vezes o seu volume em água. Image via Pensamento VerdeVia Delft University of TechnologyPhoto by Jörg Blobelt licensed under the Creative Commons Attribution-Share Alike 4.0 International license with UploadWizard.+ 6

O futuro da visualização pode ser o passado

Lidamos com edifícios todos os dias. Nós dormimos neles, trabalhamos neles, vivemos nossas vidas usando suas acomodações. Mas como uma música ou uma pintura, uma pessoa geralmente ajuda a criá-los, juntamente com quem os usa e constrói. Mas antes de serem construídos, os edifícios são apenas ideias.

HOME Competition 2022, Brian Neagle, University of Hartford. Image © Duo DickinsonModel and Photograph. Image © Duo DickinsonChrist Church Cathedral Hartford, CT Model: Duo Dickinson Photo: Dave Adams. Image © Duo DickinsonModel and Photograph. Image © Duo Dickinson+ 7

Parlamentos ao redor do mundo: projetando a arquitetura dos governos

A arquitetura dos edifícios governamentais está há muito tempo relacionada aos ideais compartilhados pela sociedade que ele representa. Os parlamentos, em especial, são construídos para refletir os objetivos de sua região e representar grupos da comunidade local. Isso resulta em características de projeto singulares, quando se trata de órgãos legislativos. De modo geral, parlamentos incluem vários tipos de assembleias deliberativas, consultivas e judiciais. Ao analisar novos projetos de edifícios governamentais, nota-se que os parlamentos estão se adaptando para refletir a vida contemporânea.

© Georges De Kinder© Jürg Zürcher© Michel Denancé© Michel Denancé+ 12

Lajes impermeabilizadas com água? Entenda a solução desenvolvida por Brasil Arquitetura

Durante o período moderno observou-se a mudança do protagonismo dos edifícios que utilizavam os tradicionais telhados inclinados com telhas, escoando as águas o mais rápido possível, para dar lugar às conhecidas ‘lajes planas impermeabilizadas’. Ao mesmo tempo que essa solução proporciona uma estética limpa e austera ao projeto, proporcionando a utilização da última laje como um espaço de estar e contemplação, ela pode ser uma tremenda dor de cabeça aos futuros ocupantes da edificação, quando a execução e o detalhamento não forem cuidadosos. Não é por acaso que histórias de infiltrações em famosos edifícios modernos são conhecidas, como na Ville Savoye e na Casa Farnsworth, de grandes mestres da arquitetura. Atualmente, a indústria da construção civil já desenvolveu produtos e técnicas mais sofisticadas que reduzem drasticamente as possibilidades de infiltrações posteriores. Mas pode-se dizer que lajes planas impermeablizadas continuam sendo pontos frágeis nas edificações. O escritório Brasil Arquitetura aprimorou uma solução inventiva e muito simples para evitar infiltrações em lajes planas, muito usada na década de 70 por arquitetos como Paulo Mendes da Rocha, Vilanova Artigas e Ruy Ohtake, preenchendo-as com vegetação. Conversamos com eles para entender melhor o sistema.

Uma vista do alto: a história das torres de observação

Há algo mágico em ver uma cidade do alto. Ter um novo ponto de vista e olhar através de um horizonte em vez de olhar para ele é um dos sentimentos mais poderosos e inspiradores que existem. As plataformas de observação não são apenas maravilhas arquitetônicas, mas também uma espécie de ícone cívico, orgulho de uma cidade. Hoje em dia não é apenas a altura que atrai as pessoas, mas também a programação de bares, passeios e bungee jump.

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.