Sir David Chipperfield recebe o Prêmio Pritzker de Arquitetura 2023

Sir David Chipperfield recebe o Prêmio Pritzker de Arquitetura 2023

O vencedor do Prêmio Pritzker Arquitetura 2023 é Sir David Alan Chipperfield CH. “Abraçando o preexistente, projetando e intervindo em diálogo com o tempo e o lugar", enquanto cria "estruturas capazes de durar, fisicamente e culturalmente", David Chipperfield é o 52º vencedor do prêmio inaugurado em 1979, sucedendo Francis Kéré em 2022 e Anne Lacaton e Jean-Philippe Vassal em 2021. A cerimônia do 45º Prêmio Pritzker, em homenagem a Sir David Alan Chipperfield, será realizada em Atenas, Grécia, em maio deste ano.

Com escritórios em Londres, Berlim, Milão, Xangai e Santiago de Compostela, o vencedor de 2023 é um arquiteto com preocupações cívicas, um planejador urbano e ativista, com um extenso portfólio de projetos construídos que inclui mais de cem obras, abrangendo quatro décadas, em três continentes e diversas tipologias diferentes. Reconhecido por sua abordagem "sutil, porém poderosa, discreta e elegante", bem como por seu "compromisso com uma arquitetura de presença cívica discreta, mas transformadora, sempre feita com austeridade, evitando movimentos desnecessários e mantendo-se longe de tendências e modismos", Chipperfield foi nomeado Cavaleiro por seus serviços ao mundo da arquitetura em 2010, recebeu a Medalha de Ouro Real da RIBA em 2011 e foi curador da 13ª Bienal de Arquitetura de Veneza em 2012.

Sir David Chipperfield recebe o Prêmio Pritzker de Arquitetura 2023 - Imagem 2 de 40Sir David Chipperfield recebe o Prêmio Pritzker de Arquitetura 2023 - Imagem 3 de 40Sir David Chipperfield recebe o Prêmio Pritzker de Arquitetura 2023 - Imagem 4 de 40Sir David Chipperfield recebe o Prêmio Pritzker de Arquitetura 2023 - Imagem 5 de 40Sir David Chipperfield recebe o Prêmio Pritzker de Arquitetura 2023 - Mais Imagens+ 35

Sir David Chipperfield recebe o Prêmio Pritzker de Arquitetura 2023 - Imagem 3 de 40
James-Simon-Galerie . Image © Simon Menges

Estou tão emocionado por receber essa extraordinária honra e ser associado aos vencedores anteriores que têm sido uma grande inspiração para a profissão. Eu encaro este prêmio como um encorajamento para continuar direcionando minha atenção não apenas para a substância da arquitetura e seu significado, mas também para a contribuição que podemos fazer como arquitetos para enfrentar os desafios existenciais da mudança climática e da desigualdade social. Sabemos que, como arquitetos, podemos ter um papel mais proeminente e envolvido na criação não apenas de um mundo mais bonito, mas também mais justo e sustentável. Devemos nos erguer e aceitar este desafio e ajudar a inspirar a próxima geração a abraçar essa responsabilidade com visão e coragem.

David Chipperfield, vencedor do Prêmio Pritzker de Arquitetura 2023.

Sir David Chipperfield recebe o Prêmio Pritzker de Arquitetura 2023 - Imagem 2 de 40
River and Rowing Museum. Image © Richard Bryant _ Arcaid

Nascido em Londres em 1953 e criado em uma fazenda no sudoeste da Inglaterra, em Devon, a primeira impressão de David sobre arquitetura foi moldada por seu contexto, marcado por celeiros e edifícios rurais. Em 1976, formou-se na Kingston School of Art e, posteriormente, em 1980, na Architectural Association School of Architecture em Londres. Começou sua carreira trabalhando para Norman Foster, vencedor do Prêmio Pritzker de 1999, e o falecido Richard Rogers, Prêmio Pritzker de 2007. Em 1985, fundou o escritório David Chipperfield Architects em Londres, que posteriormente expandiu-se para filiais em Berlim (1998), Xangai (2005), Milão (2006) e Santiago de Compostela (2022). Seus primeiros grandes projetos incluem o River and Rowing Museum (Henley-on-Thames, 1989–1997) em seu país natal, a requalificação do Neues Museum (1993–2009) e a recém-construída James-Simon-Galerie (1999–2018), ambos em Berlim, Alemanha.

Sir David Chipperfield recebe o Prêmio Pritzker de Arquitetura 2023 - Imagem 10 de 40
James-Simon-Galerie . Image © Simon Menges

Responsável pela renovação e reabilitação de muitas estruturas ao redor do mundo, o "design moderno e atemporal" de Chipperfield "enfrenta urgências climáticas, transforma relações sociais e revigora cidades". Com uma visão baseada na restrição radical, na reverência pela história e cultura e no respeito pelo ambiente construído e natural pré-existente, o arquiteto conversa com o antigo, trazendo a arquitetura do passado para o primeiro plano, como visto no Neues Museum em Berlim, Alemanha ou na Procuratie Vecchie em Veneza, Itália. Ambos os edifícios foram restaurados e receberam adições funcionais. Para a renovação da Neue Nationalgalerie, um ícone do século XX projetado por Ludwig Mies van der Rohe, Chipperfield atualizou o edifício para os padrões técnicos atuais, comprometendo o mínimo possível a aparência original da obra. "O projeto de renovação não representa uma nova interpretação, mas sim uma reparação respeitosa deste marco do Estilo Internacional". Conheça mais sobre a galeria no ArchDaily Guide to Good Architecture.

Sir David Chipperfield recebe o Prêmio Pritzker de Arquitetura 2023 - Imagem 19 de 40
Procuratie Vecchie. Image © Richard Davies

Como arquiteto, sou de certa forma o guardião do significado, da memória e do patrimônio. As cidades são registros históricos, e a arquitetura após um certo momento é um registro histórico. As cidades são dinâmicas, então elas não apenas ficam lá, elas evoluem. E nessa evolução, tiramos edifícios e os substituímos por outros. Nós escolhemos a nós mesmos, e o conceito de apenas proteger o melhor não é suficiente. É também uma questão de proteger o caráter e as qualidades que refletem a riqueza da evolução de uma cidade.

David Chipperfield, vencedor do Prêmio Pritzker de Arquitetura 2023.

Sir David Chipperfield recebe o Prêmio Pritzker de Arquitetura 2023 - Imagem 23 de 40
Morland Mixité . Image © Simon Menges

Buscando servir à sociedade em cada projeto, mesmo em comissões privadas, "ele concede à sociedade a oportunidade de convivência e comunhão, protegendo a individualidade enquanto promove um senso de pertencimento social". Para o edifício da America's Cup "Veles e Vents" (Valência, Espanha, 2006), o arquiteto imaginou um espaço externo que excede as áreas internas, um espaço comercial aberto no primeiro andar e um deck acessível com uma rampa ligada ao parque público. Além disso, por meio do Morland Mixité Capitale (Paris, França, 2022), um projeto de restauração e adição, Chipperfield procurou requalificar o bairro. Ele também aproveitou a oportunidade para criar espaços convidativos para todos se reunirem e usarem como passagem visual e física para o rio Sena a partir do Boulevard Morland. Seu projeto para a sede da Amorepacific (Seul, Coreia, 2017) harmonizou entre o individual e o coletivo, proporcionando uma relação entre os ocupantes do prédio, seus vizinhos e visitantes. Na Capela e Centro de Visitantes do Cemitério de Inagawa (Hyogo, Japão, 2017), o objetivo era possibilitar conexões entre o físico e o espiritual, entre lugares de solidão e de encontro.

Sir David Chipperfield recebe o Prêmio Pritzker de Arquitetura 2023 - Imagem 8 de 40
Inagawa Cemetery . Image © Keiko Sasaoka

Em um mundo onde muitos arquitetos veem uma comissão como uma oportunidade para agregar valor ao seu próprio portfólio, ele responde a cada projeto com ferramentas específicas que seleciona com precisão e muito cuidado. Às vezes, requer um gesto forte e monumental, enquanto outras vezes, exige que ele quase desapareça. Mas seus edifícios sempre resistirão ao teste do tempo porque o objetivo final de sua operação é servir ao bem maior. Evitar aquilo que é moda permite que ele permaneça.

Alejandro Aravena, presidente do júri e vencedor do Prêmio Pritzker 2016.

Sir David Chipperfield recebe o Prêmio Pritzker de Arquitetura 2023 - Imagem 6 de 40
Turner Contemporary. Image © Simon Menges

“Projetar não é apenas criar cores e formas. Trata-se de desenvolver uma série de perguntas e ideias que possuem certa rigidez e consequência”, comenta Chipperfield sobre sua compreensão arquitetônica. “Uma ramificação da diversidade cultural”, o trabalho de David Chipperfield “unifica o classicismo europeu, a natureza complexa da Grã-Bretanha e até mesmo a delicadeza do Japão”, comenta o júri. Outros trabalhos significativos de David Chipperfield incluem a sede da BBC Scotland (Glasgow, Reino Unido, 2007), a Turner Contemporary (Margate, Reino Unido, 2011), o Campus Saint Louis Art Museum (Missouri, Estados Unidos da América, 2013), o Campus Joachimstraße (Berlim, Alemanha, 2013), o Museo Jumex (Cidade do México, México, 2013), a One Pancras Square (Londres, Reino Unido, 2013), o plano diretor da Royal Academy of Arts (Londres, Reino Unido, 2018), a Hoxton Press (Londres, Reino Unido, 2018) e a Kunsthaus Zürich (Zurique, Suíça, 2020). Alguns dos projetos em andamento de Chipperfield incluem o recente Museu Arqueológico Nacional em Atenas, Grécia, a Arena dos Jogos Olímpicos de Inverno de 2026 em Milão e planos de restauração para o Grand Hotel em Nieuwpoort, Bélgica.

Sir David Chipperfield recebe o Prêmio Pritzker de Arquitetura 2023 - Imagem 4 de 40
Amorepacific Headquarters. Image © Noshe

Chipperfield recebeu muitos prêmios ao longo de suas quatro décadas de carreira, incluindo a Medalha de Ouro Real do RIBA (Reino Unido, 2011), o Prêmio da União Europeia de Arquitetura Contemporânea - Prêmio Mies van der Rohe (Espanha, 2011) e a Medalha Heinrich Tessenow (Alemanha, 1999). Foi eleito para a Royal Academy of Arts (2008), recebeu a Ordem do Mérito da República Federal da Alemanha (2009) e o Prêmio Praemium Imperiale para Arquitetura da Japan Art Association (Japão, 2013). Chipperfield é membro do Royal Institute of British Architects e fellow honorário do American Institute of Architects e do Bund Deutscher Architekten. Foi curador da 13ª Bienal de Arquitetura em 2012, apresentando o tema Common Ground; mentor de arquitetura para a Rolex Mentor and Protégé Arts Initiative em 2016-2017; e editor convidado da Domus em 2020. Foi professor de arquitetura na Staatliche Akademie der Bildenden Künste, Stuttgart, de 1995 a 2001 e professor visitante na Universidade de Yale em 2011. Em 2017, criou a Fundación RIA que patrocina pesquisas e promove a proteção dos ambientes naturais e construídos relacionados a desafios globais ao longo da costa da Ría de Arousa, na Espanha.

Sir David Chipperfield recebe o Prêmio Pritzker de Arquitetura 2023 - Imagem 39 de 40
BBC Scotland . Image © Christian Richters

Discurso do Júri do Prêmio Pritzker 2023

O Prêmio Pritzker é concedido em reconhecimento a essas qualidades de talento, visão e comprometimento, que persistentemente produziram contribuições significativas para a humanidade e o ambiente construído por meio da arte da arquitetura. A carreira de David Chipperfield é marcada pelo tempo, rigor e consistência num conjunto de obras que integraram e equilibraram perfeitamente esses termos da equação.

As respostas cuidadosas, bem elaboradas, precisas e calmas que ele ofereceu através de seus edifícios só podem se originar de um conhecimento profundo e embasado da disciplina. No entanto, essas respostas nunca são centradas em si mesmas, nem servem de forma alguma como arte pela arte: elas sempre estiveram focadas no propósito superior da busca pelo bem público e cívico.

David Chipperfield "faz seu trabalho", e faz isso equilibrando relevância e estatura. Operar ancorado no corpo de conhecimento da disciplina da arquitetura exige inteligência e modéstia; colocar tal conhecimento a serviço de um projeto exige talento e maturidade. Em cada caso, ele escolhe habilmente as ferramentas que são instrumentais para o projeto em vez daquelas que apenas celebram o arquiteto como artista. Essa abordagem explica como um arquiteto talentoso às vezes pode quase desaparecer ao trabalhar na restauração ou renovação de edifícios existentes e obras arquitetônicas como aquelas na Ilha dos Museus de Berlim, ou ainda mais no caso da icônica Neue Nationalgalerie de Mies van der Rohe em Berlim. Também explica por que o amplo espectro de habilidades de David Chipperfield aparece por completo quando é chamado para criar algo a partir do zero.

Sir David Chipperfield recebe o Prêmio Pritzker de Arquitetura 2023 - Imagem 33 de 40
Saint Louis Art Museum. Image © Simon Menges

Sempre caracterizados pela elegância, contenção, um senso de permanência, bem como por composições claras e detalhes refinados, seus edifícios exalam clareza, surpresa, contextualidade sofisticada e presença confiante. Em uma era de excessiva comercialização e exagero, ele consegue alcançar um equilíbrio entre uma linguagem arquitetônica minimalista moderna e liberdade de expressão, entre afirmações abstratas e elegância rigorosa nunca desprovida de complexidade.

Ao manter uma qualidade consistente de projeto, David Chipperfield tem trabalhado continuamente em uma ampla variedade de tipos de edifícios, desde obras públicas civis até estruturas comerciais, residenciais e comerciais. Mas desde o início de sua carreira, os museus têm sido um foco particular. De obras em pequena escala, soltas na paisagem, até grandes monumentos em espaços urbanos proeminentes, complexos e delicados, seus edifícios de museus sempre desafiaram a ideia de que um museu é um lugar para cultura elitista. O arquiteto tem interpretado as demandas do programa do museu para criar não apenas um espaço para exposições de arte, mas também um lugar enraizado em sua cidade, diluindo fronteiras e convidando o público em geral a se envolver. Seus museus têm continuamente gerado novos espaços cívicos, novos padrões de movimento na cidade e novas maneiras de integrar tecidos existentes.

Projetos simultaneamente de arquitetura e museografia, nas mãos de Chipperfield, os museus como instituições e edifícios oferecem uma transformação da vida urbana das cidades onde estão localizados. Espaços externos generosos os tornam não fortalezas, mas conectores, lugares para se reunir e observar, de modo que o próprio edifício é um presente para a cidade, um terreno comum mesmo para aqueles que nunca entram nas galerias. Em resumo, seus edifícios incorporam um equilíbrio impressionante das noções aparentemente contraditórias de serem completos em si mesmos enquanto desenhos arquitetônicos, onde cada detalhe é concebido como uma parte cuidadosamente estudada do todo, e ao mesmo tempo criarem interconexões com a cidade e a sociedade de modo a transformar fundamentalmente um bairro inteiro.

Sir David Chipperfield recebe o Prêmio Pritzker de Arquitetura 2023 - Imagem 16 de 40
James-Simon-Galerie . Image © Ute Zscharnt for David Chipperfield Architects

Em sua busca por um corpo de trabalho diverso, sólido e coerente, David Chipperfield consegue não se desviar de uma consideração séria do genius loci — o espírito do lugar — ou dos diversos contextos culturais em crescimento nos quais trabalha. Não vemos um edifício instantaneamente reconhecível de David Chipperfield em diferentes cidades, mas diferentes prédios projetados especificamente para cada circunstância. Cada um deles afirma sua presença mesmo quando criam novas conexões com o bairro. Sua linguagem arquitetônica equilibra consistência com os princípios fundamentais de design e flexibilidade em relação às culturas locais. O arquiteto inclui colunatas em seus projetos europeus e pátios nos chineses, utiliza materiais locais de formas luxuosas, técnicas ordinárias em estruturas complexas. Ele melhora a qualidade de vida das pessoas por meio do sentido poético que emana de seus edifícios. O trabalho de David Chipperfield unifica o classicismo europeu, a natureza complexa da Grã-Bretanha e até mesmo a delicadeza do Japão. É a materialização da diversidade cultural.

Esse comprometimento com uma arquitetura de presença cívica discreta mas transformadora, e a definição — mesmo através de comissões privadas — do espaço público, é sempre feito com austeridade, evitando movimentos desnecessários e refutando tendências e modismos — uma mensagem muito relevante para a nossa sociedade contemporânea. Tal capacidade de destilar e realizar operações de design cuidadosas é uma dimensão da sustentabilidade não muito óbvia: a sustentabilidade como pertinência não apenas elimina o supérfluo, mas é também o primeiro passo para criar estruturas capazes de durar física e culturalmente.

Sir David Chipperfield recebe o Prêmio Pritzker de Arquitetura 2023 - Imagem 32 de 40
The Hepworth Wakefield . Image © Iwan Baan

Não surpreende que um dos atributos que vêm à mente ao experienciarmos o trabalho de David Chipperfield seja a noção de clássico, algo capaz de resistir ao teste do tempo. Clássico não no estilo, mas na responsabilidade para com a arte de construir, fiel às três qualidades vitruvianas essenciais: firmitas, utilitas, venustas (resistência, utilidade, beleza). Longe de buscar criar declarações icônicas e isoladas, Chipperfield alterna contenção e coragem em uma interpretação muito pessoal do papel da arquitetura.

David Chipperfield acredita que o papel do arquiteto é promover novas maneiras de melhorar a vida e os meios de subsistência em um planeta onde a humanidade tornou nosso lar um lugar frágil. Sua visão desse papel tem continuamente se expandido, de maneiras de integrar um único edifício em seu contexto e cultura local, até entender a definição mais ampla de local e cultura.

Nos últimos anos, isso assumiu a forma não de construir, mas de trazer a experiência espacial e ambiental para cuidar das paisagens de uma região que ele passou a chamar de segundo lar: a Galícia, no noroeste da Espanha. Lá, a Fundação RIA atua na preservação da paisagem, agricultura, ecologia e tradições da terra, contribuindo para preservar e assegurar a permanência desse ecossistema nas próximas décadas, mesmo diante dos desafios das mudanças climáticas.

Pelo rigor, integridade e pertinência de uma obra que — para além do campo da disciplina da arquitetura — fala por seu compromisso social e ambiental, David Chipperfield é o vencedor do Prêmio Pritzker 2023.

Acompanhe a cobertura completa do Prêmio Pritzker feita pelo ArchDaily.

Galeria de Imagens

Ver tudoMostrar menos
Sobre este autor
Cita: Harrouk, Christele. "Sir David Chipperfield recebe o Prêmio Pritzker de Arquitetura 2023" [ Sir David Chipperfield Selected as the 2023 Laureate of the Pritzker Architecture Prize] 07 Mar 2023. ArchDaily Brasil. (Trad. Baratto, Romullo) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/997527/sir-david-chipperfield-recebe-o-premio-pritzker-de-arquitetura-2023> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.