A atmosfera criada pela iluminação zenital em 20 projetos de arquitetura

A atmosfera criada pela iluminação zenital em 20 projetos de arquitetura

Talvez a abertura zenital mais célebre já construída seja o Panteão de Roma, encomendado por Marco Vipsânio Agripa durante o reinado do imperador Augusto (r. 27 a.C.–14 d.C.) e reconstruído por Adriano (r. 117–138) por volta de 126. No ponto mais alto da sua cúpula (neste caso, o óculo) brilha a luz do sol, lançando seus feixes sobre as várias estátuas de divindades planetárias que ocupam os nichos nas paredes. A luz que adentra o espaço simbolizava uma dimensão cósmica, sagrada. A luz natural continua cumprindo esse papel cênico, quando bem utilizada, sobretudo em projetos religiosos.

Caracteriza-se iluminação zenital como a que vem de cima, do céu (zênite). Muito útil para espaços grandes que não possam ser adequadamente iluminadas por janelas, as claraboias são um artifício amplamente usado e que proporcionam uma luz difusa agradável ao espaço. Geralmente toma-se o cuidado que não permitam a entrada do sol, para não aquecer demasiadamente o local e devem ser bem projetadas e construídas para que não sejam pontos de infiltração de água. Veja, abaixo, uma coletânea de projetos que utilizam essa solução:

© Mathias KestelCortesia de Hufton + Crow© Christian Richters© Andrew Lee+ 44

Residência Sunlight / Juri Troy Architects
Residência Sunlight / Juri Troy Architects

Residências

Geralmente utilizadas em edificações com telhados inclinados, as claraboias geralmente estão localizadas próximos das cumeeiras, onde a iluminação natural tem dificuldade de chegar. Interessante notar que a maioria das aberturas zenitais são localizadas em espaços de circulação, ou de curta permanência, como os banheiros. Isso porque há a dificuldade em controlar a incidência da luz.

Car Park House / Anonymous Architects

© Steve King
© Steve King
© Steve King
© Steve King

Casa L27 / DIONISO LAB

© Fernando Guerra | FG+SG
© Fernando Guerra | FG+SG
© Fernando Guerra | FG+SG
© Fernando Guerra | FG+SG

Conversão de uma escola em moradia / ACBS Architectes

© Marcia A. Pawlowski
© Marcia A. Pawlowski
© Marcia A. Pawlowski
© Marcia A. Pawlowski

House in Liberec / Stastny Pavel Architekt

Cortesia de Stastny Pavel Architekt
Cortesia de Stastny Pavel Architekt
Cortesia de Stastny Pavel Architekt
Cortesia de Stastny Pavel Architekt

Residência Sunlight / Juri Troy Architects

© Adam Mork
© Adam Mork
© Adam Mork
© Adam Mork

House W / Wolfertstetter Architektur

© Mathias Kestel
© Mathias Kestel
© Mathias Kestel
© Mathias Kestel

Compass House / Superkül

© Ben Rahn/A-Frame Studio
© Ben Rahn/A-Frame Studio
© Ben Rahn/A-Frame Studio
© Ben Rahn/A-Frame Studio

Abrigo VIPP / VIPP

Cortesia de VIPP
Cortesia de VIPP
Cortesia de VIPP
Cortesia de VIPP

Folly / Cohesion Studio

© Sam Frost
© Sam Frost
© Sam Frost
© Sam Frost

DEAR FARM / VIVA Architecture

© Koen Broos
© Koen Broos
© Koen Broos
© Koen Broos

Escolas e Faculdades

Como o Edifício da FAU-USP, de Vilanova Artigas, há situações em que o edifício quer voltar-se mais para seu interior do que para os exteriores. Ou mesmo em casos em que há salas de aula dos dois lados e um corredor central, é importante que ele tenha alguma iluminação natural, ainda mais se considerarmos as preocupações cada vez mais altas com a sustentabilidade. Nesses casos, as claraboias funcionam muito bem.

Elementary School Complex at Techum / Zerodegree Architecture

© Christian Richters
© Christian Richters
© Christian Richters
© Christian Richters

Escola Hessenwald / wulf architekten

Cortesia de wulf architekten
Cortesia de wulf architekten
© Brigida González
© Brigida González

Kirkmichael Primary School / Holmes Miller

© Andrew Lee
© Andrew Lee
© Andrew Lee
© Andrew Lee

The Technical Faculty SDU / C.F. Møller

Cortesia de C. F. Møller Architects
Cortesia de C. F. Møller Architects
Cortesia de C. F. Møller Architects
Cortesia de C. F. Møller Architects

NOKKEN Kindergarten / Christensen & Co Architects

© Bo Bolther
© Bo Bolther
© Bo Bolther
© Bo Bolther

Escritórios

Pátios centrais, corredores agradáveis e pequenos estares podem melhorar a convivência e a produtividade de uma empresa. Se há luz natural nesses locais, é mais provável que as pessoas tenham a vontade de levantar um pouco de suas cadeiras para uma caminhada e uma conversa. 

Copenhagen Office Hub on Amerika Plads / PLH Arkitekter

© Tomas Bertelsen
© Tomas Bertelsen
© Tomas Bertelsen
© Tomas Bertelsen

Houtloods / Bedaux de Brouwer Architects

© Inpetto
© Inpetto
© Inpetto
© Inpetto

DZNE German Center for Neurodegenerative Diseases / wulf architekten

Cortesia de wulf architekten
Cortesia de wulf architekten
Cortesia de wulf architekten
Cortesia de wulf architekten

Outras tipologias

Seja para um pavilhão que busca uma certificação de eficiência energética e sustentabilidade ou para um banheiro que busca privacidade e uma mescla com seu entorno, claraboias podem adotar variadas formas e abranger programas diversos.

Pavilhão Passivo em Longfor Sundar / SUP Atelier

© Zhi Xia
© Zhi Xia
© Zhi Xia
© Zhi Xia

Onde é o banheiro, por favor? / M2.senos

© Nelson Garrido
© Nelson Garrido
© Nelson Garrido
© Nelson Garrido

      Galeria de Imagens

      Ver tudoMostrar menos
      Sobre este autor
      Cita: Eduardo Souza. "A atmosfera criada pela iluminação zenital em 20 projetos de arquitetura" 25 Fev 2020. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/911223/a-atmosfera-criada-pela-iluminacao-zenital-em-20-projetos> ISSN 0719-8906

      ¡Você seguiu sua primeira conta!

      Você sabia?

      Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.