i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos

Por que o Instagram deveria fazer parte do processo de projeto de todo arquiteto

07:00 - 22 Maio, 2017

#officeofadrianphiffer_torontoisland

A post shared by Office Of Adrian Phiffer (@officeofadrianphiffer) on

O Instagram é um aplicativo. O Instagram mostra imagens. O Instagram já é parte de nossa linguagem. O Instagram tem 600 milhões de usuários. Números são muito importantes. Hoje em dia, eles são uma expressão exata do que é ou não é; a propósito, quantos seguidores você tem? O Instagram é o grande equalizador.

Eu não acho que o Instagram trate de notícias. O Instagram trata de influência. É nesse exato momento que a antiga ordem é alterada; o momento em que o recém-formado muda a prática estabelecida. Instagram é espaço. Você já viu @archiveofaffinities? É melhor do que qualquer biblioteca da escola. É o espaço para passar o seu tempo mais importante. É um spa.

"Corredores da diversidade": O segredo do sucesso dos conjuntos habitacionais de Singapura

07:00 - 22 Março, 2017

Em novembro de 1960, foram erguidos os primeiros blocos habitacionais pela Câmara de Desenvolvimento e Habitação de Singapura, em resposta à grave falta de moradia para os 1,6 milhões de cidadãos do país. Avançando rapidamente para 2017, mais de 80% da população do país vive em conjuntos habitacionais, e destes, mais de 90% é proprietária da residência onde reside. Muitas vezes pintados em cores vibrantes, os conjuntos dão ênfase aos espaços sociais comunitários, frequentemente mantendo o térreo dos blocos como espaços públicos abertos. Estes podem incluir áreas para vendedores ambulantes, bancos, mesas, churrasqueiras e pavilhões onde os moradores podem socializar protegidos do sol. 

Diversidade em Conexão. Imagem © Siyuan Ma Diversidade em Comum. Imagem © Siyuan Ma Diversidade em Trânsito. Imagem © Siyuan Ma Diversidade em Crenças. Imagem © Siyuan Ma +11

Geometrias esquecidas de Madri, pelas lentes de Joel Filipe

07:00 - 2 Março, 2017
Geometrias esquecidas de Madri, pelas lentes de Joel Filipe, © Joel Filipe
© Joel Filipe

Após uma primeira série de fotografias que revelava geometrias arquitetônicas de Madri, Joel Filipe compartilhou novamente seu trabalho conosco; desta vez, a série Into the Fog. Nestas fotografias, Filipe apresenta, através de uma camada de neblina, arquiteturas conhecidas do skyline da capital espanhola. 

Torre PwC / Carlos Rubio Carvajal y Enrique Álvarez-Sala Walther. Imagem © Joel Filipe Torre PwC / Carlos Rubio Carvajal y Enrique Álvarez-Sala Walther + Torre Cepsa / Norman Foster. Imagem © Joel Filipe Torre de Cristal / César Pelli and Ortiz & Léon. Imagem © Joel Filipe Torre Espacio / Pei Cobb Freed & Partners, Henry N. Cobb, José Bruguera. Imagem © Joel Filipe +12

"Sketches of Spain": A fotografia de Ola Kolehmainen na Espanha

16:00 - 22 Fevereiro, 2017
"Sketches of Spain": A fotografia de Ola Kolehmainen na Espanha, House of Spiritual Retreat. Imagem © Ola Kolehmainen. Cortesia de Galería SENDA
House of Spiritual Retreat. Imagem © Ola Kolehmainen. Cortesia de Galería SENDA

Desde o dia 2 de fevereiro está aberta em Barcelona a exposição Sketches of Spain na Galeria SENDA, que apresenta um percurso pela arquitetura espanhola através das lentes do fotógrafo Ola Kolehmainen. Na exposição, que permanece aberta até o dia 18 de março, são resumidos os últimos dez anos da obra de Kolehmainen, premiado em 2015 com o RIBA Honorary Fellowship por sua contribuição na promoção da arquitetura.

Com sua visão particular, Ola Kolehmainen busca mostrar as abstrações constantes que estão ocultas na arquitetura moderna. Sua fotografia é dramática e inspiradora, nela podemos encontrar partes das vanguardas europeias mescladas com a crueza dos materiais e seus usos. Com um formato mínimo, mostra-nos detalhes completamente despercebidos de obras tão conhecidas, como o Pavilhão de Barcelona, de Mies van der Rohe, ou o Centro Cultural Principado de Astúrias em Avilés, de Oscar Niemeyer. 

Less Less is is more more. Imagem © Ola Kolehmainen. Cortesia de Galería SENDA Red Staircase 2. Imagem © Ola Kolehmainen. Cortesia de Galería SENDA Ein Hauch II. Imagem © Ola Kolehmainen. Cortesia de Galería SENDA Ein Hauch III. Imagem © Ola Kolehmainen. Cortesia de Galería SENDA +12

Álvaro Siza na França: A Igreja de Saint-Jacques-de-la-Lande por Nicolò Galeazzi

14:00 - 21 Fevereiro, 2017
Álvaro Siza na França: A Igreja de Saint-Jacques-de-la-Lande por Nicolò Galeazzi, © Nicolò Galeazzi
© Nicolò Galeazzi

© Nicolò Galeazzi © Nicolò Galeazzi © Nicolò Galeazzi © Nicolò Galeazzi +15

A igreja de Saint-Jacques-de-la-Lande será a primeira igreja construída no século XXI na região da Bretanha, na França. Seu projeto é assinado pelo arquiteto português Álvaro Siza Vieira. O concreto branco e a luz de Siza brindam um espaço de cerimônia único, que se integra delicadamente no bairro a sul de Rennes, uma zona residencial com blocos habitacionais de cinco pavimentos. O fotógrafo italiano, radicado em Porto, Nicolò Galeazzi, visitou a obra e compartilhou conosco seu olhar sobre as linhas de Siza em construção.

10 Dicas para aperfeiçoar suas fotos de arquitetura

15:00 - 15 Fevereiro, 2017
10 Dicas para aperfeiçoar suas fotos de arquitetura, © Balint Alovits
© Balint Alovits

Em nossos tempos modernos, a cultura obcecada pela imagem nos faz consumir uma grande quantidade de arquitetura através de fotografias, ao invés de experiências físicas e espaciais. As vantagens da fotografia de arquitetura são muitas: permitem que as pessoas obtenham uma compreensão visual de edifícios que talvez nunca tenham a oportunidade de visitar, criando um recurso valioso que permite expandir nosso vocabulário arquitetônico. No entanto, devemos permanecer críticos em relação às desvantagens da fotografia quando se trata de arquitetura. Jeremy Till, autor de "Architecture Depends,” (Arquitetura Depende, ainda sem versão em português) resume isto no capítulo "Out of Time" (Fora do tempo): "A fotografia permite que esqueçamos o que veio antes (o sofrimento do trabalho prolongado para cumprir com a entrega de um edifício completamente formado) e o que está por vir depois (as intempéries do tempo, sujeira, usuários, reformas). Ela congela o tempo. A fotografia de arquitetura 'eleva o edifício para fora do tempo' e proporciona um consolo para os arquitetos que podem sonhar por um momento que a arquitetura é um poder estável existente por sobre as marés do tempo".

As dicas a seguir tem o objetivo de não apenas melhorar a força visual de suas fotografias de arquitetura, mas também as histórias que elas contam - indo além das imagens individuais para comunicar as relações dos edifícios com seus contextos, espaço e tempo.

© Iwan Baan © Iwan Baan © Balint Alovits © Iwan Baan +11

A nobre simplicidade do Museu da Mineração Allmannajuvet de Peter Zumthor

07:00 - 11 Fevereiro, 2017
© Aldo Amoretti
© Aldo Amoretti

Após documentar a Capela de Campo Bruder Klaus, o fotógrafo Aldo Amoretti mais uma vez capta a simplicidade de Peter Zumthor, desta vez com imagens de seu Museu da Mineração Allmannajuvet em Sauda, Noruega. O projeto evoca a estética das minas de zinco abandonadas do país desde o século XIX, evocando o trabalho árduo dos trabalhadores sobre a pedra áspera. O museu se localiza em uma das rotas turísticas nacionais de Noruega e foi construído a pedido do Estado como parte de um esforço para aumentar o turismo na região. Os edifícios estão implantados dentro e sobre a paisagem, oferecendo vistas do desfiladeiro ao passo que os visitantes se movem através dos interiores escuros do projeto. 

As fotos de Amoretti expressam a singeleza do projeto, da escuridão das galerias interiores às esbeltas palafitas que sustentam os edifícios sobre as rochas. As estruturas do museu são suspensas e estão em equilíbrio com o clima frio e rigoroso - uma representação nobre das condições de trabalho dos mineiros que o projeto pretende transformar em memória.

© Aldo Amoretti © Aldo Amoretti © Aldo Amoretti © Aldo Amoretti +22

Harvard oferece curso online gratuito de fotografia digital

07:00 - 20 Janeiro, 2017
Harvard oferece curso online gratuito de fotografia digital

Se você sempre quis se aprofundar na arte da fotografia e tem entre 10 a 15 horas para se dedicar a esta tarefa, talvez goste de saber disso: Harvard, uma das universidades mais renomadas do mundo, está oferecendo um curso online gratuito de fotografia digital.

Disponível via ALISON, uma comunidade de aprendizagem online, o curso oferece 13 módulos que ensinam as regras básicas para uma boa fotografia.

O Templo Bahá'í na América do Sul através das lentes de Nico Saieh

07:00 - 20 Novembro, 2016
O Templo Bahá'í na América do Sul através das lentes de Nico Saieh, © Nico Saieh
© Nico Saieh

Localizado nas proximidades da Cordilheira dos Andes, o primeiro Templo Bahá'í na América do Sul monopoliza todos os olhares a cidade de Santiago, a edificação com forma de flor e constituído por nove pétalas  de vidro e mármore translúcido. A estrutura se transforma em um óculo central que convida à contemplação espiritual e a uma espécie de peregrinação arquitetônica.

A proposta do escritório Hariri Pontarini Architects consiste em um espaço de culto aberto e acessível, enquanto que os espaços interiores são reservados para uma reflexão silenciosa.

A seguinte serie fotográfica realizada pelo fotógrafo de arquitetura chileno Nico Saieh, nos mostra a inovação e o desafio estrutural do complexo projetado por Hariri Pontarini Architects e que pretende tornar-se um ponto de encontro e de culto, fomentando a unidade e o afeto cordial entre as pessoas sem distinção de religião, raça, etnia, sexo ou idade.

© Nico Saieh © Nico Saieh © Nico Saieh © Nico Saieh +22

Capela de Campo Bruder Klaus de Peter Zumthor pelas lentes de Aldo Amoretti

15:00 - 12 Novembro, 2016
© Aldo Amoretti, Cortesia de Atelier Peter Zumthor and Partner
© Aldo Amoretti, Cortesia de Atelier Peter Zumthor and Partner

Capela de Campo Bruder Klaus de Peter Zumthor, concluída em 2007, é conhecida por seu respeito pelos materiais empregados na construção daquele espaço sensível. O interior da capela é uma cavidade negra criada pela queima de 112 troncos de árvores usados na fôrma do concreto. Vinte e quatro camadas de concreto foram despejadas em uma fôrma cuja parte interna era formada pelos troncos arranjados de modo a criar uma forma cônica, contrastando com a parte externa angular que definiu as fachadas da capela. Após a remoção da fôrma, muitos pequenos orifícios foram deixados nas paredes, criando um efeito que lembra uma noite estrelada. O "belo silêncio" da capela e inegável conexão com a paisagem onde se encontra faz dela um destino para muitos turistas. 

Nesta série fotográfica, Aldo Amoretti registra a dramática relação entre a arquitetura e seu entorno natural. Apesar de suas superfícies de concreto e duras arestas, a capela não se impõe na paisagem. Em vez disso, as imagens mostram uma manifestação visual das palavras de Zumthor: uma arquitetura com "compostura, auto-evidência, durabilidade, presença e integridade, além de calor e sensualidade."

© Aldo Amoretti, Cortesia de Atelier Peter Zumthor and Partner © Aldo Amoretti, Cortesia de Atelier Peter Zumthor and Partner © Aldo Amoretti, Cortesia de Atelier Peter Zumthor and Partner © Aldo Amoretti, Cortesia de Atelier Peter Zumthor and Partner +13

Série fotográfica mostra habitações berlinenses do pós-guerra sob um novo foco

15:00 - 25 Junho, 2016
Série fotográfica mostra habitações berlinenses do pós-guerra sob um novo foco, © Malte Brandenburg
© Malte Brandenburg

Nesta série de fotografias, intitulada Stacked, o fotógrafo Malte Brandenburg mostra um olhar atento para os méritos dos projetos habitacionais de Berlim do período do pós-guerra. Registradas sob um céu azul homogêneo, as imagens buscam afastar a carga histórica e social sobre os edifícios, apresentando-os como puras obras de arquitetura. 

© Malte Brandenburg © Malte Brandenburg © Malte Brandenburg © Malte Brandenburg +8

Víctor Enrich 'fotografa' o Guggenheim de Nova Iorque na periferia de Bogotá

15:00 - 24 Maio, 2016
Víctor Enrich 'fotografa' o Guggenheim de Nova Iorque na periferia de Bogotá, Ciudad Bochica. Imagem © Víctor Enrich
Ciudad Bochica. Imagem © Víctor Enrich

Em seu mais recente projeto fotográfico, o catalão Víctor Enrich desloca o Guggenheim de Nova Iorque de Manhattan para o bairro de Rafael Uribe Uribe, no sul de Bogotá, através de práticas de justaposição que não apenas reforçam suas habilidades digitais, como também manifesta uma crítica em relação ao contraste entre América do Norte e América Latina.

Em sua passagem por Bogotá em 2015, Enrich deu início a este registro fotográfico, cuja ideia surgiu quando ainda cursava a Universidade Nacional da Colômbia. 

Segunda edição de ARQUITETÔNICAS: Uma plataforma online para fotografia de arquitetura

10:00 - 11 Maio, 2016
Segunda edição de ARQUITETÔNICAS: Uma plataforma online para fotografia de arquitetura, © Maíra Acayaba. Image Cortesia de ARQUITETÔNICAS
© Maíra Acayaba. Image Cortesia de ARQUITETÔNICAS

Com fotos de Leka Mendes, Limarina D'Império, Maíra Acayaba, Marcella Camillo, Paula Monroy e Ricardo Amado, ARQUITETÔNICAS #2 apresenta seis novas séries que materializam o olhar de seus fotógrafos acerca da ação do ser humano no espaço. Com visões singulares e resultados distintos entre si, os fotógrafos se aproximam quando, cada um à sua maneira, se debruçam na representação da arquitetura de forma a não restringi-la apenas ao plano espacial, mas sim ampliando suas fronteiras em direção às noções de tempo e ação humana; se aproximando da impermanência, da constante transmutação.

A Muralha Vermelha de Ricardo Boffil sob o olhar de Gregori Civera

14:00 - 24 Abril, 2016
A Muralha Vermelha de Ricardo Boffil sob o olhar de Gregori Civera, © Gregori Civera
© Gregori Civera

Hoje a série de Fotografia e Arquitetura apresenta o fotógrafo barcelonês Gregori Crivera, quem trabalhou em conjunto com Pablo Bofill para fotografar a magnífica obra de seu pai em Calpe España. A Muralha Vermelha é um edifício de habitações, dentro da urbanização de La Manzanera. O edifício tem claras referências da arquitetura árabe mediterrânea do lugar, como resultado da inspiração do renomado arquiteto Ricardo Bofill Levi, pela tradição mediterrânea do casbah.

Em sua fotografia, Civera consegue captar as vívidas cores que dão vitalidade a esta obra desde 1972, exagerando no contraste que estas produzem com a natureza árida da região. Além da suavidade da gama cromática e ângulos escolhidos, as imagens atenuam o impacto das formas duras e imponente composição que se assemelha a uma fortaleza para nos introduzir ao mundo cotidiano deste conjunto habitacional.

© Gregori Civera © Gregori Civera © Gregori Civera © Gregori Civera +18

Fotografia e Arquitetura: Ricardo Oliveira Alves

13:00 - 4 Março, 2016
Residência Tree Snake / Luís Rebelo de Andrade + Tiago Rebelo de Andrade. Imagem © Ricardo Oliveira Alves
Residência Tree Snake / Luís Rebelo de Andrade + Tiago Rebelo de Andrade. Imagem © Ricardo Oliveira Alves

Da arquitetura para música, direção e produção. O fotógrafo português Ricardo Oliveira Alves trabalhou em diversas indústrias criativas diferentes antes de combinar suas duas maiores paixões e iniciar seu próprio estúdio de fotografia de arquitetura, Ricardo Oliveira Alves Architectural Photography, em 2010.

Alves captura projetos de arquitetura nacionais emblemáticos, além de trabalhar com arquitetos de destaque em todo o mundo "fundindo a visão do arquiteto" com a do fotógrafo. Ele também é conhecido por seus vídeos "Archilapse", que apresentam montagens em timelapse de obras arquitetônicas.

Leia uma entrevista com Alves e veja uma seleção de suas imagens a seguir.

The Wall House / Guedes Cruz Arquitectos. Imagem © Ricardo Oliveira Alves Residência Alcoutins / Guedes Cruz Arquitectos. Imagem © Ricardo Oliveira Alves Residência Tree Snake / Luís Rebelo de Andrade + Tiago Rebelo de Andrade. Imagem © Ricardo Oliveira Alves The Wall House / Guedes Cruz Arquitectos. Imagem © Ricardo Oliveira Alves +19

Four Freedoms Park de Louis Kahn, pelas lentes de Lorena Darquea

15:00 - 23 Fevereiro, 2016
Four Freedoms Park de Louis Kahn, pelas lentes de Lorena Darquea, © Lorena Darquea
© Lorena Darquea

Lorena Darquea, fotógrafa e arquiteta equatoriana, compartilhou conosco uma série exclusiva de fotografias que documenta a espacialidade e vitalidade da obra póstuma do mestre Louis Kahn: o projeto para o Four Freedoms Park em Nova Iorque.

Construído quatro décadas após o falecimento do arquiteto, este espaço público não é apenas um monumento a Franklin D. Roosevelt  e sua importância política nos EUA, mas também constrói a imagem de um espaço com "a sensação de um antigo recinto de um templo" e "uma paisagem cuidadosamente matizada", descreve Oliver Wainwright, editor do The Guardian, em um artigo publicado no jornal.

Veja mais imagens, a seguir.

© Lorena Darquea © Lorena Darquea © Lorena Darquea © Lorena Darquea +15

Fotografia e Arquitetura: Joana França

10:00 - 8 Junho, 2015
Fotografia e Arquitetura: Joana França, Maracanã. Image © Joana França
Maracanã. Image © Joana França

Joana França é uma fotógrafa brasileira formada em arquitetura pela UnB que atua no campo da fotografia de arquitetura. Dona de um olhar sensível para a cidade e para o objeto construído, França começou a fotografar aos 15 anos e desde então a arquitetura já figurava entre seus temas preferidos.

Nascida em Brasília, Joana encontra na capital brasileira um de seus principais objetos de exploração, tendo fotografado para o Guia das obras de Oscar Niemeyer – Brasília 50 anos, editado pela Câmara dos Deputados e pelo Instituto de Arquitetos do Brasil.

Desde 2012, trabalha registrando as exposições de artistas plásticos  pelo Brasil, com destaque para a publicação do catálogo "Peasant Da Vincis" das mostras brasileiras do artista chinês Cai Guo-Qiang, nos CCBB's de Brasília, São Paulo e Rio de Janeiro, de 2013.

Leia a seguir a entrevista realizada com Joana França para nossa seção Fotografia e Arquitetura e veja também algumas belíssimas imagens selecionadas pela fotógrafa.

Realidades Abstratas, uma linha estreita entre passado e presente / Serge Najjar

15:30 - 31 Maio, 2015
Realidades Abstratas, uma linha estreita entre passado e presente / Serge Najjar, Cortesia de Serge Najjar
Cortesia de Serge Najjar

Quantas vezes caminhamos observando ao nosso redor e imaginamos algo semelhante, mas não igual a esta "coisa" que na realidade se parecia. Com este "novo olho" de enxergar as coisas, o fotógrafo libanês Serge Najjar se inspira, caminhando todos os sábados de manhã para capturar estas passageiras cenas irreais, um acerto nessa linha estreita de oportunidades, que oscila entre o passado e o presente.

Hoje nos apresenta a sua série de imagens Realidades Abstratas. Veja a seguir.

Cortesia de Serge Najjar Cortesia de Serge Najjar Cortesia de Serge Najjar Cortesia de Serge Najjar +20