Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Tate Modern

Tate Modern: O mais recente de arquitetura e notícia

Modern[o] como metáfora: O lugar do Tate em um mundo pós-Brexit

Os arquitetos no Reino Unido foram submetidos a um mês de altos e baixos monumentais. O Tate Modern, extensão de Herzog & de Meuron, (conhecido como Switch House) abriu suas portas na sexta-feira, 17 junho. Seis dias depois, na quinta-feira seguinte, 23 de junho, o país proclamou seu desejo (mal-planejado) de sair da União Europeia. Seria fácil ver os dois eventos em separado, sem sobreposição óbvia. Mas na verdade o Tate parece ter uma simbiose estranha com a decisão Brexit - promovendo inclusive uma visão enfática contra ela.

Expansão do Tate Modern de Herzog & de Meuron será inaugurada em 2016

Recentemente, Sir Nicholas Serota, diretor do Tate Modern, anunciou que a expansão projetada por Herzog & de Meuron será oficialmente inaugurada no dia 17 de fevereiro de 2016. A galeria, inaugurada originalmente em 2000, dentro de uma antiga estação de energia no Bankside de Londres, transformou dramaticamente a relação do Reino Unido com a arte moderna e contemporânea. Desde então, o Tate Modern se tornou um bastião de tendências artísticas e exposições de alto calibre, tornando-se um dos centros de arte mais visitados da capital britânica.

Evento: “Cidades Performáticas: uma discussão sobre arte, arquitetura e espaço público”, em São Paulo

A cidade como o grande palco. A arquitetura como (re)invenção. A criatividade como elemento transformador das relações indivíduo/ambiente. As interações entre arte, arquitetura e espaço público vão constituir a plataforma de discussão de Cidades Performáticas: uma discussão sobre arte, arquitetura e espaço público - uma co-realização da Fundação Bienal e do Arq.Futuro, com parceria do British Council e apoio do Instituto Goethe - que reunirá, no dia 05 de dezembro, especialistas do Museu de Arte Moderna de Nova York (MoMA) e do Tate Modern, de Londres, além de gestores, criadores e produtores culturais para debater o papel da cultura como elemento de transformações urbana.

Gia Wolff transforma o Tate Modern através de uma intervenção com cordas

Descrição enviada pela equipe de projeto. O que acontece quando uma designers decide transformar um clássico de Herzog & de Meuron em um espaço de carnaval? É precisamente isso que aconteceu quando a arquiteta Gia Wolff foi chamada para criar uma instalação - parte da qual funcionava também como espaço de apresentações - para a peça Up Hill Down Hall: An Indoor Carnival, que aconteceu no Turbine Hall do Tate Modern.

© Gia Wolff © Gia Wolff © John Hartmann (Freecell Architecture) © John Hartmann (Freecell Architecture) + 16

Zaha Hadid fala sobre a influência de Kazimir Malevich

Em um artigo escrito para a Royal Academy of Arts Magazine, Zaha Hadid discute a influência do pintor suprematista russo Kazimir Malevich em sua obra. Nos primeiros trabalhos de Hadid, como o The Peak Blue Slabs (1982/83), a conexão visual com as formas e linhas rígidas e regulares de Malevich é evidente.

Pintura: Vitra Fire Station. Imagem © Zaha Hadid Modelo e relevo: Vitra Fire Station. Cortesia de Zaha Hadid Architects Pintura: Vitra Fire Station. Imagem © Zaha Hadid Vitra Fire Station, Alemanha. Imagem © Wojtek Gurak + 6

A luz é para todos: Little Sun / Olafur Eliasson

Os Tanques Abertos / Tate Modern / Herzog + de Meuron

Herzog & De Meuron completa a primeira fase da extensão do Tate Modern

Em obras: Avanços do novo edifício Tate Modern de Herzog & De Meuron / Londres - Inglaterra