Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Brexit

Brexit: O mais recente de arquitetura e notícia

BIM versus Brexit

15:00 - 19 Fevereiro, 2017
BIM versus Brexit, BIM vs BREXIT, @Ben_Kerckx, Licença CC0
BIM vs BREXIT, @Ben_Kerckx, Licença CC0

Uma tempestade se aproxima. No entanto, não sabemos de que modo o Brexit afetará a União Europeia do modo como a conhecemos, e diante de um panorama incerto e complicado, surgem algumas perguntas. Seremos capazes de continuar com o Objetivo 2018? Será o Brexit uma desculpa para manter as coisas como estão? Quem vai carregar o bastão, agora que o Reino Unido parece ter abandonado o barco?

Por que os arquitetos britânicos pós-Brexit precisam pensar para além de Londres

15:00 - 14 Dezembro, 2016
<a href='http://www.archdaily.com/421970/library-of-birmingham-mecanoo'>Library of Birmingham / Mecanoo</a>. Image © Christian Richters
Library of Birmingham / Mecanoo. Image © Christian Richters

No pós-Brexit, arquitetos britânicos precisam pensar muito sobre a posição londocêntrica da profissão. Houve uma política de inclusão de arquitetos não-londrinos em júris, seu trabalho em revistas e em listas de prêmios, mas isso não é suficiente. Ficou claro em 24 de junho, quando a comunidade de arquitetos de Londres percebeu que a Grã-Bretanha deixaria a União Européia, que uma bolha a favor da permanência havia se formado na capital. O mesmo ocorre em outras grandes cidades ao redor do país que votaram em grande parte em favor da permanência no bloco político e econômico.

O que talvez tenha sido mais triste foi testemunhar como indivíduos hostis ou elitistas estavam dispostos a entrar nessa bolha urbanista. Os mantras sobre a inclusão e a tolerância estavam fora da agenda, particularmente porque os londrinos declararam seu desejo de uma cidade independente, ao mesmo tempo que minavam a inteligência e os motivos daqueles a favor da saída da UE. Em termos de arquitetura, também, aqueles a favor do Brexit foram considerados nostálgicos ou loucos pela crítica.

Modern[o] como metáfora: O lugar do Tate em um mundo pós-Brexit

07:00 - 9 Julho, 2016
Modern[o] como metáfora: O lugar do Tate em um mundo pós-Brexit, © Laurian Ghinitoiu
© Laurian Ghinitoiu

Os arquitetos no Reino Unido foram submetidos a um mês de altos e baixos monumentais. O Tate Modern, extensão de Herzog & de Meuron, (conhecido como Switch House) abriu suas portas na sexta-feira, 17 junho. Seis dias depois, na quinta-feira seguinte, 23 de junho, o país proclamou seu desejo (mal-planejado) de sair da União Europeia. Seria fácil ver os dois eventos em separado, sem sobreposição óbvia. Mas na verdade o Tate parece ter uma simbiose estranha com a decisão Brexit - promovendo inclusive uma visão enfática contra ela.