Ampliar imagem | Tamanho original
O que acontece quando uma designers decide transformar um clássico de Herzog & de Meuron em um espaço de carnaval? É precisamente isso que aconteceu quando a arquiteta Gia Wolff foi chamada para criar uma instalação - parte da qual funcionava também como espaço de apresentações - para a peça Up Hill Down Hall: An Indoor Carnival, que aconteceu no Turbine Hall do Tate Modern. Da arquiteta: Uma Cobertura [Canopy] de cordas desconstruída transforma o espaço arquitetônico do Turbine Hall de Herzog & de Meuron em um espaço de carnaval semelhante ao Sambódromo de Oscar Niemeyer no Rio de Janeiro. Canopy, foi uma instalação monumental sem precedentes realizada como parte da peça Up Hill Down Hall: An Indoor Carnival, que teve curadoria de Claire Tancons e foi realizada no Turbine Hall do Tate Modern. Nas palavras da curadora Tancons, a peça "aborda o Carnaval como um ritual de resistência, festival da alteridade e arte performática, e com o Carnaval de Notting Hill, especificamente, como um lugar de contestação a partir do qual se refletem as noções de espaço público, performance e participação", tudo isso situado sob a instalação Canopy. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar