Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Resultados De Concursos

Resultados De Concursos: O mais recente de arquitetura e notícia

Resultado do concurso internacional de pavilhões temáticos para a Expo 2023 na Argentina

Foram anunciados os resultados do Concurso Internacional de Ideias para Pavilhões Temáticos para a Expo 2023 na Argentina. Organizado pela Sociedade Central de Arquitetos (SCA), o Colégio de Arquitetos da Província de Buenos Aires (CAPBA) e patrocinado pela Federação Argentina de Entidades de Arquitetos (FADEA), o concurso internacionais convidou os participantes a desenvolverem dois pavilhões que poderiam servir de áreas de exposição dos temas abordados pela Expo.

Vencedores do concurso para remodelação dos passeios pedonais de Santiago em 2020

Através daCorporación para el Desarrollo de Santiago (CORDESAN) e com o apoio do Colegio de Arquitectos (CA) e a Asociación de Oficinas de Arquitectos (AOA), o Município de Santiago (Chile) anunciou os projetos premiados do remodelação dos passeios pedestres Ahumada-Puente, Huérfanos e Estado-21 de Mayo no centro da capital chilena.

A iniciativa marca o 40º aniversário da transformação da Rua Ahumada em um calçadão para pedestres, uma artéria pela qual mais de dois milhões de pessoas circulam diariamente e que liga a Plaza de Armas de Santiago com a chamada Alameda, o principal eixo rodoviário a oeste - Leste da capital chilena.

"É preciso dar uma nova imagem aos percursos pedonais, eixos de atuação de muitos moradores que trabalham e circulam em torno deles, dando sua característica principal ao Santiago Centro", explicou Felipe Alessandri, prefeito de Santiago e presidente do concurso, em as bases do concurso.

Conheça os vencedores do prêmio internacional VELUX 2018 para estudantes de arquitetura

A cada ano o prêmio internacional VELUX desafia estudantes de arquitetura de todo o mundo a pensar o futuro da luz natural, inspirando-se nas explorações e investigações criativas.

Na sua versão de 2018, o júri formado por Carme Pigém Barceló, Rick Joy, Li Hu, Saša Begovic e Martin Pors Jepsen anunciou os vencedores mundiais: os projetos selecionados, entre os 9 vencedores regionais, foram Light Forms Juggler, de Anastasia Maslova, e Road to Light, de Yuhan Luo, Di Lan, Yuan Liu e Yusong Liu.

Primeiro lugar no concurso para o Parque Rumipamba em Pasto, Colômbia

O escritório colombiano Taller Alterno em conjunto com Laura Flórez e Alexander Jiménez foram os vencedores do concurso ao Parque Rumipamba em Pasto, na Colômbia. Neste concurso, patrocinado pela Prefeitura de Pasto e a Sociedade Colombiana de Arquitetos Regional Nariño, a proposta "Rumipamba | Parque Botânico" foi premiada com o primeiro lugar, propondo um oásis verde no meio da capital de Nariño, para contribuir de forma positiva com o meio ambiente e oferecer um local de relaxamento aos cidadãos.

Germán Tamayo, um dos autores responsáveis pelo projeto, disse ao Diario del Sur: "Esta é uma proposta sóbria, com materiais simples e sustentáveis, onde queríamos relembrar o tema topográfico da cidade e trazê-lo ao parque, então propusemos espaços de convivência, ao encontro, para a realização de pequenos eventos e atividades de encontros".

Equipe chilena vence o Concurso Alacero Internacional 2018

Com a proposta  'Máquina Fitorremediadora de Relave ,Minero', a equipe chilena ganhou o primeiro lugar do 11º Concurso Alacero de Projeto em Aço para estudantes de Arquitetura 2018 na Colômbia.

A equipe formada por alunos da Universidade Finis Terrae - Diego Concha, Tomás Aguirre e Trinidad Hermosilla - apresentou um projeto que busca "recuperar e reutilizar resíduos de mineração através do uso de plantas com alta resistência a minerais para a redução e futura mitigação dos riscos ambientais do terreno", segundo os autores explicam no memorial, cujos tutores foram os professores Andrés Echeverría e Cristián Lecaros.

Pavilhão do Brasil na EXPO Dubai 2020: vencedores do concurso

Foi divulgado hoje, 12 de novembro, o resultado do concurso para o Pavilhão Brasileiro na EXPO 2020. O objetivo do concurso era a seleção de proposta e posterior contratação do Projeto Executivo completo (Projeto de Arquitetura, Projetos Complementares e Projeto de Expografia), serviços de Fiscalização da Obra, Consultoria e serviços correlatos para o Pavilhão do Brasil na Exposição mundial. O concurso foi promovido pela Apex Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos) e contou com a organização do Instituto de Arquitetos do Brasil Departamento do Distrito Federal – IAB/DF.

Segundo o edital do concurso, “o Pavilhão do Brasil deveria destacar a diversidade com o tema TOGETHER FOR DIVERSITY, dividido em natureza, pessoas e o amanhã (Together for Nature, Together for People e Together for Tomorrow). Esses são os pontos de partida para que os arquitetos mostrem a diversidade de fauna e flora, a multiplicidade étnica, criativa, cultural de nosso povo e ainda apresentem o Brasil como um país agregador, além de ator de relevância global nas questões internacionais relacionadas à sustentabilidade. A palavra-chave que resume o tema brasileiro é a sociobiodiversidade brasileira – e o Pavilhão do Brasil, desde a sua concepção, deve refletir essa característica tão única do país.”

Concurso para a Requalificação do Eixo Monumental de Maringá: confira o resultado

O resultado oficial para o Concurso Nacional para Requalificação do Espaço Público do Eixo Monumental de Maringá foi divulgado. Trata-se de uma área central na cidade, compreendida entre a Praça da Catedral e o complexo esportivo da Vila Olímpica. O Eixo Monumental totaliza, aproximadamente, 169 mil m², e inclui jardins, áreas públicas, estacionamento de veículos e calçamento perimetral às fachadas. Por se tratar de uma área bastante grande, o projeto deveria ser apresentado em 7 trechos, para garantir a licitação e execução das obras por fases. O projeto vencedor foi elaborado pela equipe formada por Pedro Paes Lira, Manoela Muniz Machado, Julia Marini, Laura Figueiredo e Juliette Tellier, do escritório Natureza Urbana; com consultoria de paisagismo de Bianca Vasone, Gabriella Ornaghi e Lilian Dazzi; e de engenharia de Alexandre Horiye Ferreira e Felipe Macedo Barbosa.

A comissão julgadora, formada pelos arquitetos e urbanistas Haroldo Pinheiro, José Gilberto Purpur, Mario Figueroa, Orlando Busarello e Renato Leão Rego deliberou pelos seguintes vencedores:

Peru, Equador e Venezuela, vencedores do V concurso de desenvolvimento urbano e inclusão social da CAF

Um projeto cuja metodologia se concentra em meninos e meninas como agentes de mudança nos bairros de Lima é o vencedor da quinta edição do concurso de desenvolvimento urbano e inclusão social do CAF. O concurso buscava propostas em cidades latino-americanas que proponham uma melhoria integral do habitat nas comunidades, especificamente a melhoria da qualidade de vida de seus cidadãos, e a integração de assentamentos espontâneos à cidade através da concepção e desenho de propostas inovadoras, relevantes, justificadas e viáveis.

Este concurso é uma iniciativa do Programa Cidades com Futuro do CAF, cujo objetivo é acompanhar as autoridades latino-americanas na criação de cidades cada vez mais inclusivas, conectadas, integradas espacialmente, econômicas e socialmente com acesso universal a serviços básicos, oportunidades de formação e ambientalmente responsáveis.

Estes são os projetos premiados:

Estudante brasileiro ganha concurso internacional propondo uma biblioteca sem acervo

O objetivo da competição foi criar uma "biblioteca pública" icônica do século 21 na cidade de Tóquio, no Japão e debater seu papel em uma "era digital". A proposta deveria visar tornar-se uma solução para a vitalidade frequentemente questionada da biblioteca, melhorando e transformando suas capacidades como um "protótipo de compartilhamento de conhecimento que vai se tornar um modelo para as futuras bibliotecas do mundo. O estudante brasileiro Alexandre R. Biselli recebeu o primeiro lugar com a proposta Ever-fleeting Library.

Resultado do concurso CODHAB para uma Escola de Classe

A CODHAB divulgou o resultado de mais um de seus concursos. Dessa vez, consistia no desenvolvimento de projeto para uma Escola Classe (EC), localizada no empreendimento Bairro Crixá, no Distrito Federal, visando proporcionar a prestação de serviços públicos educacionais, tendo em vista que a 1ª etapa do empreendimento habitacional de interesse social já se encontra em fase de obras.

O objetivo do Concurso era selecionar o melhor e mais adequado projeto visando à contratação da equipe técnica por ele responsável, que formalizará contrato com a entidade promotora para desenvolvimento do Projeto Executivo Completo (Projeto de Arquitetura e Projetos Complementares). Veja, abaixo, o resultado deste concurso:

PARALELA projetará o protótipo para 50 novas capelas no Chile

Uma capela de desenho simbólico, flexível e construtivamente simples, é o protótipo vencedor da chamada feita pela Escola de Arquitetura da Pontifícia Universidade Católica do Chile, juntamente com a Pastoral da mesma instituição, no contexto de um plano institucional de construção de capelas para 50 cidades em todo o Chile até 2023.

Escolhida entre quatro finalistas, a proposta vencedora - do escritório chileno PARALELA - se tornará o protótipo de Capilla País, o programa de trabalho de verão da Pastoral da UC "em que grupos de jovens constroem capelas nas periferias urbanas do Chile, buscando proporcionar espaços de encontro e oração às comunidades vulneráveis do país", segundo as bases do concurso.

Por meio da Incubadora de Projetos Públicos da universidade chilena, o chamado marcou o início de um novo ciclo de construção após um processo de 4 anos e 50 capelas construídas. O protótipo deveria "refletir simplicidade e austeridade, tendo sempre como centro a pobreza e a ajuda altruísta aos mais necessitados", segundo os organizadores.

A seguir, convidamos a conhecer detalhadamente a proposta vencedora:

Resultado do concurso CODHAB-DF para o projeto de um Centro Educacional no Bairro Crixá

A CODHAB-DF divulgou recentemente o resultado de mais um concurso de projeto. Dessa vez, consistia no desenvolvimento de um projeto para um Centro Educacional (CED), localizado na Avenida Crixá, Lote 06, com área de terreno total de 9.500,915 m², uma vez que a 1ª etapa do empreendimento habitacional de interesse social já se encontra em fase de obras.

As 62 propostas recebidas foram avaliadas por uma comissão julgadora em critérios como valorização da acessibilidade e dos espaços públicos, soluções de conforto térmico e eficiência energética, viabilidade técnico-construtiva, economia e eficiência na manutenção, aspectos plásticos e estéticos, dentre outros, uma vez obedecidas às indicações e as determinações do conjunto das Bases do Concurso, conforme discriminado no Edital. A equipe formada por Eder Rodrigues de Alencar, Juliana Andrade, Marcelo Braga, Mateus Reis, Gabriel Lordelo, Danielle Gressler e André Velloso, de Brasília, recebeu o primeiro lugar.

Veja, a seguir, os projetos classificados em 1º, 2º e 3º lugares e as Menções Honrosas concedidas:

Inês Abreu Ribeiro vence Concurso Internacional de Ideias Sommer Pavilion

O Município de Cascais lançou, com a assessoria técnica da OASRS, lançou em maio deste ano o "Concurso Internacional de Ideias Sommer Pavilion" para a construção de uma intervenção efémera para o Jardim da Parada, ao lado da Casa Sommer, no centro da cidade de Cascais, em Portugal. O projeto "Gravidade em Suspenso" da autoria da arquiteta Inês Abreu Ribeiro e do engenheiro Fernando Coutinho de Vasconcelos Pereira da Silva sagrou-se vencedor. O júri considerou que, das 49 propostas apreciadas, a vencedora destacou-se pela “estimulante abordagem ao tema do concurso, explorando diferentes estados de água sob a forma de um “pavilhão da chuva” e um “pavilhão do nevoeiro” que se relacionam mutuamente.”

Centro de Tênis e Bem Estar do Esporte Clube Pinheiros, por Biselli Katchborian Arquitetos e Zanatta Figueiredo

O projeto de revitalização do CCR - Centro Cultural e Recreativo do Esporte Clube Pinheiros resultou de um concurso fechado de estudos preliminares de arquitetura, promovido pelo clube em abril de 2017. O concurso contou com a participação de cinco escritórios convidados – Andrade Morettin Arquitetos Associados, Biselli Katchborian Arquitetos, SIAA, MMBB Arquitetos e Paulo Bruna Arquitetos Associados –, pediu aos concorrentes que apresentassem suas ideias para:

  • a revitalização do CCR, que deveria ter suas áreas renovadas e o auditório atual transformado num teatro completo, além de ser ampliado de 5.000 m² para 9.000 m² a fim de concentrar todas as instalações culturais do clube; e
  • a construção de um novo edifício, o CBS - Centro de Beleza e Saúde, junto ao centro do tênis, com cerca de 5.000 m² de área prevista, que deveria abrigar grosso modo os vestiários e a administração desse setor do clube, as saunas, um centro médico e de fisioterapia, barbearia e salão de beleza, além de café e restaurante.

Os escritórios Biselli Katchborian Arquitetos, juntamente com Zanatta Figueiredo, venceram o para o Centro de Tênis e Bem Estar. Conheça o projeto a seguir:

Fragmentos de Nova Iorque: arquitetos brasileiros ganham menção honrosa em concurso internacional

Descrição enviada pela equipe de projeto. Nova Iorque pode ser definida como a cidade símbolo do progresso profissional, dos sonhos, das ambições e inovações. Apesar disso, a cidade que é o oposto da monotonia, ainda lida com a existência de espaços de trabalho repetitivos e maçantes em grande parte de suas edificações. A partir disso, surge o questionamento: estaria a arquitetura em descompasso com a imagem da cidade?  Como lidar com essa contradição?

O concurso “New York Vertical City Pro” organizado pelo Archmedium tinha como objetivo a elaboração de uma nova torre de uso misto em Nova Iorque, que deveria contar com escritórios, moradias temporárias, espaços culturais e de lazer. Os arquitetos deveriam solucionar uma pequena “cidade vertical” do século XXI.

Ágora Tech Park: Conheça os vencedores do concurso para parque tecnológico em Joinville

O concurso consistia na elaboração de propostas para para a ocupação de 70 mil metros quadrados do complexo Ágora Tech Park, além do projeto do primeiro prédio do complexo, com área de aproximadamente 4 mil metros quadrados. Será implantado em uma quadra de 70 mil m2, no Perini Business Park, em frente ao Campus da UFSC no Norte catarinense.

Um dos objetivos dos organizadores foi desenvolver o conceito de “Human Smart Cities”, em que a infraestrutura tecnológica interage e modifica positivamente a vida das pessoas. O júri do concurso foi composto por: Gustavo Cedroni, Mário Biselli, Roberto Loeb, Emerson Edel, Marcelo Hack e Danilo Conti. O contrato para desenvolvimento do projeto já foi assinado. Essa informação renova o otimismo de qualquer arquiteto que se envolve frequentemente em concurso por acreditar que seja a forma mais democrática de se alcançar trabalhos relevantes e interessantes, mesmo no caso de escritórios jovens, como é o caso do Estúdio Módulo. A agilidade demonstra a vontade do realizador em tirar o projeto do papel, diferente da grande maioria dos concursos realizados. A obra já tem data para ser inaugurada: dia 28 de Março de 2019.

Conheça, abaixo, os premiados:

Concurso em Toronto premia construção de madeira para orla da cidade

Uma colaboração entre a Moriyama & Teshima Architects e a Acton Ostry Architects foi anunciada como a vencedora do concurso de projetos para um novo edifício de madeira em Toronto. A proposta superou várias outras firmas notáveis, incluindo Shigeru Ban, que é conhecido por suas construções de madeira, Patkau Architects, que trabalhou com MJMA, e Provencher_Roy, que fez parceria com a Turner Fleisher. A proposta vencedora, chamada de The Arbor, será uma torre para abrigar uma nova escola de tecnologia de computadores como parte de uma expansão no George Brown College.

Projeto vencedor do concurso para o Centro Cultural e Recreativo do Clube Pinheiros, de MMBB, ATM, Estúdio Módulo e Hugo Mesquita

O projeto de revitalização do CCR - Centro Cultural e Recreativo do Esporte Clube Pinheiros resultou de um concurso fechado de estudos preliminares de arquitetura, promovido pelo clube em abril de 2017. O concurso contou com a participação de cinco escritórios convidados – Andrade Morettin Arquitetos Associados, Biselli Katchborian Arquitetos, SIAA, MMBB Arquitetos e Paulo Bruna Arquitetos Associados –, pediu aos concorrentes que apresentassem suas ideias para:

  • a revitalização do CCR, que deveria ter suas áreas renovadas e o auditório atual transformado num teatro completo, além de ser ampliado de 5.000 m² para 9.000 m² a fim de concentrar todas as instalações culturais do clube; e
  • a construção de um novo edifício, o CBS - Centro de Beleza e Saúde, junto ao centro do tênis, com cerca de 5.000 m² de área prevista, que deveria abrigar grosso modo os vestiários e a administração desse setor do clube, as saunas, um centro médico e de fisioterapia, barbearia e salão de beleza, além de café e restaurante.

Os estudos do MMBB, juntamente com seus parceiros, foram os escolhidos para a revitalização do CCR e os do Biselli Katchborian para a construção do CSB. Conheça o projeto vencedor para o Centro Cultural e Recreativo a seguir:

CCR - Centro Cultural e Recreativo