Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Reciclagem

Reciclagem: O mais recente de arquitetura e notícia

Los Angeles usará plástico reciclável no asfalto de suas ruas

As ruas de Los Angeles servirão de teste para um novo composto asfáltico feito a partir de plástico reciclado. Desenvolvido pela empresa TechniSoil Industrial, o material emprega em sua composição resíduos plásticos que seriam normalmente descartados, misturados com o próprio asfalto reciclado das ruas.

Vencedores do concurso para uma escola feita de plástico reciclado no México

A Archstorming, uma plataforma que organiza concursos internacionais, divulgou os resultados da competição "Escola de Plástico de Tulum". Os participantes foram desafiados a projetar uma escola feita de plástico reciclado, abordando a atual questão da poluição no México.

21 Projetos em que Kengo Kuma (re)usa materiais de maneiras incomuns

Kengo Kuma utiliza os materiais para se conectar com o contexto local e os usuários de seus projetos. As texturas e formas elementares dos materiais, sistemas construtivos e produtos são expostas e utilizadas em favor do conceito arquitetônico, valorizando as funções que serão executadas em cada edifício.

De vitrines feitas com telhas cerâmicas a painéis que filtram a luz com à luz peneirada criada por chapas metálicas expandidas, passando por um revestimento de poliéster etéreo, Kuma entende o material como um componente essencial que pode fazer a diferença na arquitetura, desde os estágios do projeto. Apresentamos, em seguida, 21 projetos nos quais Kengo Kuma usa e reúsa materiais de construção com maestria.

V&A Dundee / Kengo Kuma and Associates. Image © Hufton+Crow Camper Paseo de Gracia / Kengo Kuma & Associates. Image © ImagenSubliminal GC Prostho Museum Research Center / Kengo Kuma & Associates. Image © Daici Ano Archives Antoni Clavé / Kengo Kuma & Associates. Image © 11h45 + 44

Isopor reciclado para a fabricação de acabamentos decorativos e sistemas de isolamento

Em pleno século XXI qualquer solução sustentável deve ser exaltada! Neste post serão abordadas soluções arquitetônicas que utilizam o isopor reciclado como matéria-prima de acabamentos decorativos (resistentes à água) e como preenchimento de paredes de EPS, com diversas vantagens que vão desde isolamento termoacústico até economia com os custos da obra.

Projeto com Rodapé e Guarnição 3454 Pátina Branca - Santa Luzia. Image Cortesia de Santa Luzia Projeto com Rodapé 565 Carvalho Prata Santa Luzia. Image Cortesia de Santa Luzia Projeto Viviane Busch com Rodapé 520 e Guarnição 517 Santa Luzia para CASACOR Paraná 2016 | Foto: Lio Simas. Image Cortesia de Santa Luzia Detalhe de uma parede construída com o sistema de EPS.. Image via LCP Engenharia & Construções LTDA + 18

Como reciclar o poliestireno expandido (EPS) para convertê-lo em tintas

O Poliestireno expandido -também conhecido como isopor- é um material plástico amplamente utilizado na indústria da construção, principalmente para isolamento térmico (e em alguns casos, acústica) das envoltórias das edificações.

Mas é possível reciclá-lo e aplicá-lo novamente em outros processos construtivos? Sabe-se que o EPS pode se tornar matéria-prima para a fabricação de novos produtos plásticos, quando triturados e compactados. No entanto, a reciclagem pode voltar a ter impacto na construção de projetos arquitetônicos e urbanos, ao ser convertido em tintas e revestimentos.

Cortesía de Idea-Tec Cortesía de Idea-Tec Cortesía de Idea-Tec Cortesía de Idea-Tec + 10

Madeira descartada torna-se matéria-prima de artista plástica brasileira

O grande volume de entulhos descartados pela construção civil gera sérios problemas às grandes cidades. Um dos materiais mais vistos no descarte ilegal é a madeira. Felizmente, muitos artistas estão reaproveitando este material, ressignificando-os e transformando-os em verdadeiras obras de arte. Entre eles está Fábia Escobar. Conheça mais sobre seu trabalho a seguir.

As tendências da arquitetura em 2019

Este é o momento no qual nos projetamos ao futuro para definir as metas e focos de nossa carreira ao longo do ano que começa. Com o objetivo de ajudar os arquitetos que consultam o ArchDaily diariamente, realizamos a seguinte lista com as ideias que mais ecoaram durante 2018 e que, portanto, serão os temas que devem seguir desenvolvendo-se durante 2019.

Apenas no ano passado, mais de 130 milhões de usuários descobriram no ArchDaily novas referências, materiais e ferramentas que permitem aprimorar o desenvolvimento da arquitetura e melhorar a qualidade de vida de nossas cidades e entornos construídos. Quando nossos usuários começam a coincidir em suas buscas de informação ou demonstram maior interesse por um tema em relação a outros, estes tópicos passam a ser uma tendência.

Sistema construtivo de madeira e plástico busca diminuir ao déficit habitacional na Argentina

A equipe '3 Construcciones' criou um sistema construtivo para habitações sustentáveis baseado em madeira e módulos de plástico recuperados, que busca se posicionar como um método de massa, de baixo custo e baixo impacto energético, em resposta ao déficit habitacional da Argentina.

Casal constrói residência solar com pneus, garrafas e terra na Austrália

As configurações de casa dos sonhos foram atualizadas. Ao menos esta é a sensação de quem tem paixão por minimalismo e sustentabilidade e conhece o lar de Martin Freney e Zoe. Localizada em Adelaide, na Austrália, a residência foi construída pelo casal inspirado no Earthship, uma arquitetura sustentável que tem como base a reutilização de materiais para gerar o menor impacto ambiental possível.

Parque flutuante é feito com lixo plástico coletado de rio na Holanda

Depois de quase cinco anos de projeto, recuperação de plásticos, reciclagem, angariação de fundos e colaboração intensiva, foi inaugurado o primeiro parque flutuante de plástico reciclado. O protótipo foi instalado no porto de Roterdã, o maior porto marítimo da Europa na segunda maior cidade holandesa.

Com 140m², o chamado “Recycled Park” comprova o potencial dos materiais descartados. No caso deste projeto, coube a fundação Recycled Island recolher os plásticos, durante um ano e meio, instalando “armadilhas” nos rios poluídos (que poderiam parar no mar).

Oktoberfest transformará copos de plástico utilizados na festa em tijolos para hortas comunitárias

Uma das mais tradicionais festas da região Sul do país, a Oktoberfest, lançou uma iniciativa que mira a sustentabilidade. Além de oferecer milhares de litros de chope, a edição 2018 do evento irá colaborar com o meio ambiente ao transformar os copos de plástico utilizados durante os 19 dias de festa em tijolos e mobiliários para hortas comunitárias.

A inciativa, batizada de “Oktober Consciente”, é do Instituto Gigantes da Ecologia (IGE), associação civil sem fins lucrativos de Blumenau, Santa Catarina, e tem por objetivo sensibilizar e disseminar boas práticas ambientais entre os participantes desta que é considerada uma das maiores festas alemãs do mundo.

Como construir uma fachada com materiais reciclados: 16 exemplos impressionantes

Cortesía de MAP Cortesía de Project.DWG + LOOS.FM Cortesía de Wang Shu, Amateur Architecture Studio © Quang Tran + 33

Buscando apoiar os arquitetos a se tornarem agentes ativos na reciclagem sustentável, esta semana apresentamos uma seleção de fachadas que trabalham com diferentes materiais reciclados. Além dos usos típicos de plástico e vidro, reunimos exemplos de materiais inovadores como colchões de molas, recipientes de sorvete, cadeiras de plástico e descartes de produtos agrícolas e industriais.

Para lhe inspirar a projetar e construir uma fachada atraente usando materiais reciclados, compilamos a seguir 16 exemplos notáveis. 

6 dicas para projetar e construir uma casa pequena

Casas Pequenas (as famosas Tiny houses) se popularizaram nos últimos anos, à medida que os preços das moradias continuam subindo. Seja como um retiro ou uma maneira de viver de forma mais simples e econômica, casas minúsculas oferecem uma maneira mais flexível de habitar. Vem até sendo usadas por organizações de caridade, como a Tiny Homes Foundation na Austrália, como uma maneira de lidar com a questão da falta de moradia nas cidades e a necessidade de habitação social. À medida que a popularidade e a necessidade de lares minúsculos se tornam cada vez mais predominantes, conhecer as habilidades necessárias para projetar uma pequena casa para você ou para um cliente é uma habilidade útil a se ter.

Abaixo estão 6 dicas para se ter em mente ao projetar e construir uma pequena casa:

<a href='https://www.archdaily.com/790996/koda-kodasema'>KODA / Kodasema</a>. Image © Paul Kuimet <a href='https://www.archdaily.com/476916/minimod-mapa'>Minimod / MAPA</a>. Image © Leonardo Finotti <a href='https://www.archdaily.com/379927/micro-house-studio-liu-lubin'>Micro-house / Studio Liu Lubin</a>. Image Courtesy of Studio Liu Lubin <a href='https://www.archdaily.com/420623/portable-house-aph80-abaton-arquitectura'>Portable House ÁPH80 / Ábaton Arquitectura</a>. Image © Juan Baraja + 10

Uma fachada "cabeluda" esconde um espaço de trabalho bonito, tranquilo e sereno dedicado ao foco

"Cabeludo" não é um termo tipicamente usado para descrever arquitetura. No entanto, um exterior "cabeludo" é talvez a característica definidora deste micro-escritório, de 2hD Architecture Workshop, no Reino Unido - as fachadas exteriores estão inteiramente revestidas de cabeças de vassoura de fibra de coco natural.

Os detalhes e as junções das cabeças das vassouras são escondidos, de modo a permitir que as cerdas se interliguem, proporcionando uma superfície contínua e visualmente difusa. Isso esconde qualquer pista sobre o que está ocorrendo no interior.

© Tom Hughes © Thibaut Devulder © Thibaut Devulder Planta + 23

Tijolos de PET reciclado para a construção de habitações sociais na Argentina

A Fundación EcoInclusión -vencedora do primeiro prêmio no concurso regional Desafio Google.org - é uma organização argentina sem fins lucrativos que nasceu em 2015, das mãos de um grupo de jovens que promovem a construção de uma sociedade mais justa, equitativa e sustentável.

Localizado na cidade de Alta Gracia, província de Córdoba, a Ecoinclusión trabalha na redução de resíduos de garrafas PET com a produção de tijolos feitos de resíduos plásticos destinados à construção em setores vulneráveis, com o objetivo de gerar impacto ambiental, social e ambiental. participação cultural nas comunidades beneficiadas.

Estúdio holandês usa impressora 3D para criar bancos com lixo plástico

As aplicações da tecnologia 3D são tão diversas que fica até difícil acompanhar tantas novidades. Nos Países Baixos, por exemplo, estão aproveitando resíduos de sacos plásticos para criar móveis e o melhor é que, ao invés de artigos de luxo vendidos em galerias de design, a ideia é que as peças sejam levadas para as ruas.

© The New Raw/Divulgação, via CicloVivo © The New Raw/Divulgação, via CicloVivo © The New Raw/Divulgação, via CicloVivo © The New Raw/Divulgação, via CicloVivo + 10

TUBOTELLA: estudantes peruanos desenvolvem estrutura modular reciclada

Como o nome deixa evidente, TUBOTELLA é um módulo feito de garrafas (botellas, em espanhol) recicladas. Este módulo transforma o recipiente plástico em uma peça escultural que, em conjunto com as demais garrafas e caixas de Tetra Pak, adquire resistência física. 

TUBOTELLA é um dos cinco projetos envidados por estudantes peruanos da Pontificia Universidad Católica del Perú (PUCP) à seleção dos melhor projetos universitários do mundo, realizada pelo ArchDaily em 2016.