Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Frida Escobedo

Frida Escobedo: O mais recente de arquitetura e notícia

Primeiras imagens do Serpentine Pavilion 2019 de Junya Ishigami

O Serpentine Pavilion 2019, do arquiteto japonês Junya Ishigami, está tomando forma em Londres. Uma série de fotografias de Laurian Ghinitoiu mostra o projeto com sua cobertura de forma livre. Ishigami é o segundo mais jovem arquiteto a projetar o pavilhão, e seu trabalho é conhecido por uma abordagem leve e efêmera. O pavilhão de 2019 consiste em uma superfície de ardósia que se eleva do solo, sustentada por pilotis que formam uma espécie de campo interno sob a cobertura.

2019 Serpentine Pavilion. Imagem © Laurian Ghinitoiu 2019 Serpentine Pavilion. Imagem © Laurian Ghinitoiu 2019 Serpentine Pavilion. Imagem © Laurian Ghinitoiu 2019 Serpentine Pavilion. Imagem © Laurian Ghinitoiu + 12

12 Mulheres premiadas na arquitetura nos últimos 12 meses

Nos 12 meses que se passaram desde o Dia Internacional da Mulher de 2018, vimos muitas arquitetos tomarem a dianteira na arquitetura. Da curadoria de Shelley McNamara e Yvonne Farrell para a Bienal de Veneza de 2018 ao celebrado projeto de Frida Escobedo para o Serpentine Pavilion, as notícias dos últimos doze meses mostraram muitos sinais de mudança em uma profissão tradicionalmente dominada por homens.

O ArchDaily também esteve ocupado neste último ano, publicando matérias como mulheres na fotografia de arquitetura, sete mulheres influentes da Bauhaus e as mulheres redefinindo o sucesso na arquitetura. Além de notícias e editoriais, as listas de homenagens e cerimônias de premiação feitas por importantes instituições de arquitetura de todo o mundo também voltaram seus olhos a algumas das profissionais de maior destaque no mundo.

Escritórios de arquitetura mexicanos, pelas lentes de Marc Goodwin

Oficina Frida Escobedo. Image © Marc Goodwin Oficina CC Arquitectos. Image © Marc Goodwin Oficina Rozana Montiel. Image © Marc Goodwin Oficina Productora. Image © Marc Goodwin + 28

Após ter fotografado escritórios de arquitetura na Holanda, Dubai, Londres, Paris, Pequim, Xangai, Seul, Escandinávia, Barcelona e Los Angeles, o fotógrafo de arquitetura Marc Goodwin continua sua série, registrando agora alguns dos escritórios mais reconhecidos do México. Conheça o cotidiano desses profissionais da Cidade do México, a seguir.

Frida Escobedo entre os ganhadores da Bolsa Internacional RIBA 2019

O Instituto Real de Arquitetos Britânicos (RIBA) divulgou os sete selecionados para as Bolsas Internacionais 2019 no dia 1° de novembro. Uma honra que permite aos destinatários usar as inicias Int FRIBA depois do seu nome, que reconhece as contribuições que arquitetos de todo o mundo fizeram para esta profissão. Anteriormente outorgada a arquitetos como Jeanne Gang e Phillip Cox, a bolsa anual enfatiza não somente o impacto do trabalho dos arquitetos em seus respectivos países, mas também sua influência global.

O comitê do juri, composto por Ben Derbyshire, presidente do RIBA; Lady Patty Hopkins, medalha de ouro do RIBA em 1994; Bob Shiel, professor da Bartlett School of Architecture; Wasfi Kani, membro honorário de 2018; e Pat Woodward, de Matthew Lloyd Architects, foi o encarregado de selecionar os bolsistas 2019. As bolsas iniciarão em Londres em fevereiro de 2019.

Cortesia de RIBA Comms Cortesia de RIBA Comms Cortesia de RIBA Comms Cortesia de RIBA Comms Cortesia de RIBA Comms Cortesia de RIBA Comms Cortesia de RIBA Comms + 8

O que acontece com os Pavilhões da Serpentine Gallery quando são desmontados?

Se o sinal mais seguro do início do verão em Londres é a aparição de um novo pavilhão em frente à Serpentine Gallery, talvez seja justo dizer que o verão termina quando o pavilhão é desmontado. As instalações ganharam destaque desde sua edição inaugural em 2000, atuando como uma espécie de honra exclusiva e indicação de talento para os escolhidos para construir ali. Arquitetos anteriores incluem Zaha Hadid, Rem Koolhaas e Olafur Eliasson.

Serpentine Pavilion 2015 / Selgas Cano. Image © Iwan Baan Serpentine Pavilion 2014 / Smiljan Radic. Image © Iwan Baan Serpentine Pavilion 2006 / Rem Koolhaas. Image © John Offenbach Serpentine Pavilion 2007 / Olafur Eliasson, Kjetil Thorsen, Cecil Balmond. Image © Luke Hayes + 20

Um tributo à cor na arquitetura mexicana

© BGP © Javier Callejas © Paco Pérez Arriaga © Leo Espinosa + 20

A arquitetura mexicana se destaca cada vez mais no cenário global pela gestão de recursos e sensibilidade em relação ao seu contexto. Embora sejam muitos os elementos que caracterizam a arquitetura mexicana, um dos mais representativos é a cor - herdada das culturas indígenas e incorporada por diferentes arquitetos e artistas como Luis Barragán, Ricardo Legorreta, Mathias Goeritz, Juan O'Gorman e Mario Pani.

A cor da arquitetura mexicana se transformou em um gesto projetual tão forte que até contribuiu para reforçar a identidade de diferentes áreas do país, por exemplo, é quase impossível pensar em San Miguel de Allende ou Guanajuato sem as cores que compõem as fachadas na paisagem. 

Arquitetura mexicana: 21 exemplos de "celosias" e suas diferentes aplicações

Estudio Iturbide / Taller de Arquitectura Mauricio Rocha + Gabriela Carrillo. Image Cortesía de Taller de Arquitectura Mauricio Rocha + Gabriela Carrillo Vivienda en Puebla / Comunal Taller de Arquitectura. Imagem © Onnis Luque Juzgados Oral-Penal en Pátzcuaro / Taller de Arquitectura Mauricio Rocha + Gabriela Carrillo. Imagem © Rafael Gamo La Tallera / Frida Escobedo. Imagem © Rafael Gamo + 22

celosia é um elemento da arquitetura mexicana usado para criar uma barreira sutil e permeável entre o interior e o exterior, assemelhando-se, em muitos aspectos, aos cobogós ou muxarabis. 

Empregado por Frida Escobedo em seu recém-inaugurado Serpentine Pavilion, este elemento arquitetônico versátil pode ser constituído de materiais tão diversos quanto blocos cerâmicos e tramas vegetais. A seguir, reunimos 21 exemplos de celosias que podem servir de inspiração para seus próximos projetos.

Visite o Serpentine Pavilion de Frida Escobedo com este passeio virtual em 360°

Para os leitores de todo o mundo que acompanharam com entusiasmo a abertura do Serpentine Pavilion de Frida Escobedo, mas não conseguiram ir a Londres para experienciá-lo na vida real, o fotógrafo Nikhilesh Haval, do estúdio nikreations, pode ajudar.

Do mesmo modo como fez em 2016 com o pavilhão do BIG e em 2015 com o projeto de SelgasCano, o passeio virtual em 360° de Haval mostra o pavilhão de Escobedo em detalhes, oferecendo ao público uma oportunidade de ver de perto a fachada de celosias, o espelho d'água e a cobertura espelhada. Quando chegar ao pátio, não se esqueça de olhar para cima!

Serpentine Pavilion de Frida Escobedo, pelas lentes de Laurian Ghinitoiu

Após a inauguração da Serpentine Pavillion 2018, projetada pela arquiteta mexicana Frida Escobedo, o fotógrafo Laurian Ghinitoiu voltou suas lentes para Londres. As imagens registram a beleza elementar do pavilhão do Escobedo, definido por uma fachada de cimento permeável inspirada nas celosias mexicanas.

Mesclando elementos típicos da arquitetura mexicana com referências locais de Londres, o pavilhão se concentra em um pátio definido por dois volumes retangulares construídos com a mesma técnica usada nas celosias mexicanas.

© Laurian Ghinitoiu © Laurian Ghinitoiu © Laurian Ghinitoiu © Laurian Ghinitoiu + 30

Frida Escobedo sobre o Serpentine Pavilion 2018: "A arquitetura mexicana é uma arquitetura de sobreposições"

Depois de Frida Escobedo, Yana Peel e Hans Ulrich Obrist apresentaram oficialmente o Serpentine Pavilion 2018 nesta última segunda-feira, 11 de junho, no Kensington Gardens, em Londres, tivemos a oportunidade de entrevistar Escobedo exclusivamente para o ArchDaily. A arquiteta compartilhou conosco a importância de projetar pavilhões em sua carreira, a relevância de trabalhar em espaços públicos e comentou sobre a percepção do contexto mexicano fora do México.

O Serpentine Pavilion 2018 permanecerá aberto ao público até 7 de outubro deste ano.

Serpentine Pavilion de Frida Escobedo é inaugurado em Londres

O Serpentine Gallery Pavilion 2018, projetado por Frida Escobedo, foi inaugurado no Hyde Park, em Londres. O projeto de Frida Escobedo, que combina elementos típicos da arquitetura mexicana com referências locais de Londres, conta com um pátio definido por dois volumes retangulares construídos com telhas de cimento. Essas telhas são empilhadas para formar uma celosia, uma espécie de parede permeável típica da arquitetura mexicana, que permite a circulação do ar e visibilidade.

© Iwan Baan © Iwan Baan © Iwan Baan © Laurian Ghinitoiu + 11

12 Exposições que mostram que a arquitetura não precisa ser permanente para ser potente

Ao pensar em arquitetura, lembramos, inevitavelmente, das obras do passado. Construções feitas para resistir à passagem do tempo encontram na idade um forte aliado, assegurando-se na história da humanidade. A permanência, porém, é um peso a ser suportado e, nesse sentido, a arquitetura dita efêmera não deve ser considerada inferior. 

Arquiteta mexicana Frida Escobedo é escolhida para projetar o Serpentine Pavilion de 2018

A Serpentine Gallery de Londres selecionou a mexicana Frida Escobedo como arquiteta responsável pelo projeto do Serpentine Gallery Pavilion 2018. Escobedo, conhecida por seus trabalhos que buscam ativar os espaços públicos, será a arquiteta mais nova a participar do programa do Serpentine Pavilion, iniciado em 2000. Sua proposta para o Hyde Park conta com um pátio fechado definido por dois volumes retangulares posicionados em ângulo. Explorando luz e água, o projeto pretende evocar a sensação da arquitetura doméstica mexicana, ao mesmo tempo que usa materiais e referências britânicas.

Bienal de Arquitetura de Chicago divulga lista de participantes da edição de 2017

A Bienal de Arquitetura de Chicago anunciou a lista de participantes convidados a contribuir para a segunda edição do evento, que será realizada entre 16 de setembro e 7 de janeiro de 2018, em Chicago. Mais de 100 escritórios de arquitetura e artistas foram selecionados pelos diretores artísticos de 2017, Sharon Johnston e Mark Lee, fundadores da Johnston Marklee, de Los Angeles, para projetar exposições que serão exibidas no Chicago Cultural Center e em toda a cidade. Entre os selecionados, destaca-se a presença portuguesa com Aires Mateus, Bak Gordon, Barbas Lopes, Fala Atelier, Nuno Brandão Costa e SAMI-arquitectos.

"Nossa meta para a Bienal de Arquitetura de Chicago 2017 é continuar a construir a partir dos temas e ideias apresentadas na primeira edição", explicaram Johnston e Lee. "Esperamos examinar, através do trabalho dos participantes escolhidos, o contínuo envolvimento com questões de história e arquitetura como uma prática evolutiva".

Architectural League anuncia os vencedores do prêmio "Emerging Voices 2017"

Todos os anos, a Architectural League de Nova Iorque concede seu prestigioso prêmio Emerging Voices a oito escritórios nos Estados Unidos, Canadá e México, cujo trabalho "representa o melhor de seu tipo e aborda questões maiores na arquitetura, na paisagem e ambiente construído."

Esta é a 35ª edição do prêmio, organizado pela Diretora de Programação da Liga, Anne Rieselbach, e votado por um estimado júri.

"O prêmio de 2017 personifica a versatilidade da prática contemporânea. Muitas firmas assumem vários papéis de designer, desenvolvedor e / ou construtor para lidar com as questões da habitação, no projeto institucional e da esfera pública. Elas abraçam a experimentação material, desafiando contextos e uma economia de meios dentro das limitações orçamentais para criar uma arquitetura exemplar ", disse Rieselbach.

Os vencedores deste ano são:

La Tellera / Frida Escobedo. Image © Rafael Gamo Whistler Cabin / Scott and Scott Architects. Image © Scott and Scott Architects MA House / Cadaval & Solà-Morales. Image © Sandra Pereznieto Treehouse / LEVER Architecture. Image © Lara Swimmer + 9

Frida Escobedo vence o AR Emerging Architecture 2016

A arquiteta mexicana Frida Escobedo foi escolhida como vencedora do AR Emerging Architecture 2016 por seu projeto La Tallera em Cuernavaca, México. A conversão do estúdio do falecido muralista mexicano David Alfaro Siqueiros em um novo museu foi elogiada pelo júri do prêmio, que decidiu premiar a arquiteta com £10.000.

"A partir de um único gesto -- abrir o pátio do museu para a praça ao rotacionar os murais de Siqueiros -- a proposta para La Tallera busca gerar uma nova relação entre o museu/ateliê e os espaços que o cercam", explicou a arquiteta, escolhida entre 18 projetos finalistas. 

La Tallera / Frida Escobedo. Imagem © Rafael Gamo La Tallera / Frida Escobedo. Imagem © Rafael Gamo La Tallera / Frida Escobedo. Imagem © Rafael Gamo La Tallera / Frida Escobedo. Imagem © Rafael Gamo + 5

Lista de finalistas do 2016 YAP P.S.1

O MoMA P.S.1 anunciou os cinco finalistas que competirão no 2016 Young Architects Program (YAP). Em sua 16ª edição, o concurso desafiará um grupo de jovens arquitetos a projetar uma instalação temporária entre as paredes do pátio do P.S.1 para a série anual "Warm-Up" do MoMA.

Entre os finalistas de 2016 estão First Office / Andrew Atwood + Anna Neimark (Los Angeles, EUA); ESCOBEDO + SOLIZ / Lazbent Pavel Escobedo Amaral + Andres Soliz Paz (Cidade do México, México); ULTRAMODERNE / Yasmin Vobis + Aaron Forrest (Providence, EUA); COBALT OFFICE / Andrew Colopy and Robert Booth (Houston, EUA); e Frida Escobedo (Anzures, México). Os vencedores serão anunciados no início de 2016.

A lista de vencedores das versões anteriores do concurso inclui COSMO (Andrés Jaque), The Living (Hy-Fi), CODA (Party Wall), Interboro Partners (Holding Pattern), Work AC (Public Farm 1), MOS (Afterparty) e SO-IL (Pole Dance).