Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Mathias Goeritz

Mathias Goeritz: O mais recente de arquitetura e notícia

Um tributo à cor na arquitetura mexicana

© BGP © Javier Callejas © Paco Pérez Arriaga © Leo Espinosa + 20

A arquitetura mexicana se destaca cada vez mais no cenário global pela gestão de recursos e sensibilidade em relação ao seu contexto. Embora sejam muitos os elementos que caracterizam a arquitetura mexicana, um dos mais representativos é a cor - herdada das culturas indígenas e incorporada por diferentes arquitetos e artistas como Luis Barragán, Ricardo Legorreta, Mathias Goeritz, Juan O'Gorman e Mario Pani.

A cor da arquitetura mexicana se transformou em um gesto projetual tão forte que até contribuiu para reforçar a identidade de diferentes áreas do país, por exemplo, é quase impossível pensar em San Miguel de Allende ou Guanajuato sem as cores que compõem as fachadas na paisagem. 

Projeto transforma as Torres de Satélite em mausoléus para Barragán, Goeritz e Reyes

Recordar a arte mexicana do século XX é recordar também de figuras específicas, rostos, influências que permeiam de muitas maneiras a memória dos artistas contemporâneos e suas obras. Estas referências ficaram imortalizadas em espaços, textos, obras, porém, recordar o corpo e presença de seus autores após a morte é um tema sempre em aberto. 

Apresentamos aqui um projeto conceitual do arquiteto mexicano Israel López Balan que propõe inaugurar um novo ciclo no uso e das emblemáticas Torres de Satélite, convertendo-as em mausoléus para as urnas e para a memória de Luis Barragán, Mathias Goeritz e ‘Chucho’ Reyes, que, de algum modo, contribuíram para a consolidação dessa praça.

Saiba mais a seguir.

Cortesia de Israel López Balan Cortesia de Israel López Balan Cortesia de Israel López Balan Cortesia de Israel López Balan + 9