Projeto transforma as Torres de Satélite em mausoléus para Barragán, Goeritz e Reyes

Projeto transforma as Torres de Satélite em mausoléus para Barragán, Goeritz e Reyes

Recordar a arte mexicana do século XX é recordar também de figuras específicas, rostos, influências que permeiam de muitas maneiras a memória dos artistas contemporâneos e suas obras. Estas referências ficaram imortalizadas em espaços, textos, obras, porém, recordar o corpo e presença de seus autores após a morte é um tema sempre em aberto. 

Apresentamos aqui um projeto conceitual do arquiteto mexicano Israel López Balan que propõe inaugurar um novo ciclo no uso e das emblemáticas Torres de Satélite, convertendo-as em mausoléus para as urnas e para a memória de Luis Barragán, Mathias Goeritz e ‘Chucho’ Reyes, que, de algum modo, contribuíram para a consolidação dessa praça.

Saiba mais a seguir.

Cortesia de Israel López BalanCortesia de Israel López BalanCortesia de Israel López BalanCortesia de Israel López Balan+ 9

Cortesia de Israel López Balan
Cortesia de Israel López Balan

Do autor.

A arquitetura emocional é um estilo de arquitetura moderna concebido nos anos 1950 que se apropria do espaço, cor e luz para criar edifícios que proporcionam a meditação e reflexão. Foi concebida pelo arquiteto Luis Barragán e o escultor e pintos Mathias Goeritz, que estavam frustrados com a frieza do funcionalismo na modernidade. Em 1954, Barragán e Goeritz publicaram o Manifesto da Arquitetura Emocional, onde advogam pela necessidade de elevação espiritual que deveria estar contida em toda a arquitetura.

Cortesia de Israel López Balan
Cortesia de Israel López Balan

As Torres de Satélite, primeiras esculturas dessa escala no México e um grande exemplo da arquitetura emocional, começaram a ser projetadas em 1957 a partir de ideias de Barragán, do pintor Jesús Reyes Ferreira e de Mathias Goeritz. O projeto original contemplava a construção de sete torres, a mais alta atingindo 200 metros de altura, porém, um corte no orçamento obrigou a uma redução na composição; finalmente, o projeto foi construído com 5 torres de alturas variadas, entre 30 e 52 metros.

Cortesia de Israel López Balan
Cortesia de Israel López Balan

Com isso em mente, propomos o uso do espaço interno das torres como mausoléus onde serão depositadas as urnas com as cinzas de Barragán, Goeritz e Reyes, homenageando, assim, o legado artístico destes mestres. 

Cortesia de Israel López Balan
Cortesia de Israel López Balan
Cortesia de Israel López Balan
Cortesia de Israel López Balan

Propomos designar uma função distinta a cada uma das torres desta escultura urbana que não altere sua natureza artística, mas ative um percurso sequencial através da praça. A torre mais baixa terá uma capela que conserva o espírito místico-religioso de seus criadores. Três torres serão dedicadas aos mausoléus para os artistas. A torre mais alta oferecerá um espaço onde as pessoas poderão apreciar a cidade inteira, como um símbolo de ascensão mística. 

Cortesia de Israel López Balan
Cortesia de Israel López Balan
Cortesia de Israel López Balan
Cortesia de Israel López Balan

Galeria de Imagens

Ver tudoMostrar menos
Sobre este autor
Cita: Morfín, Mely. "Projeto transforma as Torres de Satélite em mausoléus para Barragán, Goeritz e Reyes" [Este proyecto transforma las Torres de Satélite en mausoleos para Barragán, Goeritz y Reyes] 26 Dez 2016. ArchDaily Brasil. (Trad. Baratto, Romullo) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/802083/projeto-transforma-as-torres-de-satelite-em-mausoleus-para-barragan-goeritz-e-reyes> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.