1. ArchDaily
  2. Cinema E Arquitetura

Cinema E Arquitetura: O mais recente de arquitetura e notícia

Cinema e Arquitetura: "Equals", a arquitetura da impessoalidade

Equals (2015) é um filme futurista que mostra a realidade utópica de uma sociedade bem organizada, produtiva, livre de sentimentos,regida pela coletividade e impessoalidade. A população vive e trabalha em edifícios monumentais, usa trajes monocromáticos unissex e é cercada por tecnologia e paisagens etéreas. Tudo funciona perfeitamente até o surgimento de um vírus que faz despertar sentimentos nas pessoas infectadas, abalando a estabilidade do sistema organizacional da comunidade.

Sugestões de filmes de arquitetos para arquitetos (mas não só sobre arquitetura)

Muitas vezes é difícil escolher um filme para assistir. Ainda mais quando temos milhares de opções disponíveis. Ficamos horas olhando o catálogo e nada parece animar. Aproveitando o final das férias de inverno das faculdades, pedimos a diversos arquitetos no Brasil e Portugal para que nos enviassem dicas de bons filmes, que não necessariamente fossem de arquitetura. Na lista, vemos alguns clássicos e outros bem novos. Há títulos sugeridos por mais de uma pessoa, como o argentino Medianeras ou 8 ½, de Felini. Veja a lista abaixo e se inspire:

As ruas de Barcelona em 10 filmes

Barcelona tem sido cenário de numerosos filmes, tanto espanhóis quanto de capital estrangeiro. A indústria do cinema espanhol sempre esteve presente nesta cidade, que é muito fotogênica. Sua luz, suas arquiteturas perfeitamente reconhecíveis, seu urbanismo.

Tudo isso foi retratado por centenas de diretores de cinema que têm se apaixonado pela cidade. Neste artigo copilamos 10 filmes imprescindíveis que mostram Barcelona desde diversos pontos de vista.

Cinema e Arquitetura: "O Destino de Júpiter"

"O Destino de Júpiter" representa para a carreira dos seus diretores, os irmãos Wachowski, um momento chave na sua cinematografia. Por um lado é o seu momento mais importante quanto a fotografia: a consagração do imaginário de ficção científica dos comics books que sempre sonharam. Ninguém questiona a espetacularidade dos seus cenários ou a criatividade das suas invenções. Mas também, por outro lado, é o seu ponto mais baixo como narradores de histórias. Seus discursos não convencem, seus personagens não são apaixonantes. A crítica e o público os detestam, pois se sentem enganados por um produto que somente causa decepção.

"Casa Cabo de Vila" vs "O Iluminado"

“Esta é a história de uma menina… …e do seu triciclo vermelho. E de uma casa bonita”, inspirada no filme “The Shining” ["O Iluminado"], de Stanley Kubrick.

Neste filme da Casa Cabo de Vila, dos arquitetos Spaceworkers e produzido por Building Pictures, em vez de serem usados o triciclo e o espaço para criar a noção de loucura, a ideia é mostrar que a casa não tem barreiras entre os vários espaços; apenas uma geometria orgânica que estabelece hierarquias entre eles e que permite o contacto visual mútuo. E que melhor forma de fazer isto do que seguir uma menina no seu percurso pela casa?

Veja o vídeo completo e saiba mais, a seguir.

As mais belas composições visuais de "Os Simpsons"

Una foto publicada por Scenic Simpsons (@scenic_simpsons) el

Se você é um verdadeiro fã de "Os Simpsons", deve saber que existe uma era de ouro da série em que cada episódio é uma verdadeira joia repleta de crítica social, homenagens a filmes, paródias, piadas e insinuações das quais nos recordamos até hoje.

Desde o conflito entre fé e ciência (Lisa the Skeptic, 09x08) até o impacto das notícias falsas na Internet (The Computer Wore Menace Shoes, 12x06), passando pelo populismo nas políticas públicas (Marge vs the Monorrail, 04x12) e, é claro, as previsões da série, como eleição de Donald Trump à presidência dos Estados Unidos (Bart to the Future, 11x17).

No entanto, pouco se fala das belas composições visuais de algumas cenas da era dourada da série, onde podemos ver o skyline cambiante de Springfield, o uso da vista axonométrica para mostrar a solidão dos personagens, ou mesmo a recriação dos lugares genéricos de cada cidade. 

Veja, a seguir, as cenas mais belas de "Os Simpsons" compiladas no perfil de Instagram Scenic Simpsons. Consegue reconhecer os episódios?

Documentários de Arquitetura para Assistir em 2017

Seguindo as nossas indicações de documentários para assistir em 2013, 2014 e 2015, estamos olhando para 2017! Desta vez apresentamos uma coleção dos filmes e documentários mais aclamados, populares e muitas vezes sub-representados que provocam, intrigam, informam e seduzem. Das biografias de Eero Saarinen, Frei Otto e Oscar Niemeyer, passando por apresentações de "palácios" chineses e a arquitetura da África, Camboja e Índia, essas são as nossas principais escolhas.

Assista ao documentário "The Infinite Happiness" de Bêka & Lemoine sobre o projeto "8 House" do BIG

Por dois dias apenas — entre 2 de dezembro (sexta-feira) e 4 de dezembro (domingo) — você pode assistir ao filme The Infinite Happiness, parte da série Living Architecture produzida por Ila Bêka and Louise Lemoine, exclusivamente no ArchDaily. O documentário, filmado inteiramente no conjunto "8 House", localizado em Copenhague e projetado pelo escritório BIG, acompanha um grupo de moradores e visitantes que experienciam a vida neste projeto habitacional contemporâneo.

Documentário de Bêka & Lemoine sobre o projeto "8 House" do BIG será transmitido exclusivamente no ArchDaily

Os cineastas Ila Bêka e Louise Lemoine, criadores da série de arquitetura Living Architectures, exibirão o documentário The Infinite Happiness - filmado inteiramente no projeto "8 House", concebido pelo BIG em Copenhague, exclusivamente no ArchDaily entre os dias 2 e 4 de dezembro (sexta-feira a domingo).

Marcando o lançamento de dois conjuntos de DVDs que compilam de toda a sua obra (que foi adquirida pelo Museu de Arte Moderna de Nova York (MoMA) em 2016) Bêka e Lemoine desenvolveram, ao longo do projeto Living Architectures, filmes sobre e em colaboração com o Barbican de Londres, a Fondazione Prada, a Bienal de Veneza, Frank Gehry, Bjarke Ingels, a cidade de Bordeaux, o Arc en Rêve centre d’architecture, entre outros. Seu objetivo sempre foi "democratizar a linguagem intelectual da crítica arquitetônica. [...] A liberdade de expressão sobre o tema da arquitetura", disse Bêka, "isso não é propriedade exclusiva dos especialistas". Seu primeiro filme, Koolhaas Houselife (2008), incorpora essa visão.

© Bêka & Partners© Bêka & Partners© Bêka & Partners© Bêka & Partners+ 5

De Breaking Bad a Stranger Things: 8 plantas de grandes sucessos da TV

Cortesia de homes.com
Cortesia de homes.com

As plantas das séries de televisão contam uma história interessante, oferecendo ao espectador uma dimensão extra de um mundo com o qual já esta familiarizado. Uma nova série de posters com plantas da Homes.com traz a planimetria da arquitetura presente em grandes sucessos: "Gilmore Girls", "Buffy, a Caça-vampiros", "Arrested Development", "Breaking Bad", "Mr Robot", "It's Always Sunny in Philadelphia", "Sherlock" e "Stranger Things", uma seleção para todos os gostos.

Um passeio virtual pelo apartamento de Patrick Bateman do filme "Psicopata Americano"

O apartamento de Patrick Bateman, de "Psicopata Americano", é um dos cenários mais icônicos da história recente do cinema. A direção de arte estéril, concebida por Gideon Ponte, é tão impessoalmente assustadora quanto a atuação de Christian Bale. Este modelo 3D interativo, desenvolvido pela Archilogic, lhe convida a experienciar os interiores do apartamento -- sem o medo de ser golpeado com um machado.

REM: Um estudo retroativo e editado do maior arquiteto vivo do mundo

No cânone dos grandes arquitetos holandeses existem vários profissionais renomados, de Berlage a Van Berkel. Com base apenas na influência, Rem Koolhaas - neto do arquiteto Dirk Roosenburg e filho do autor e pensador Anton Koolhaas - está acima de todos os outros e tem tentado, ao longo de uma carreira de quatro décadas, redefinir o papel do arquiteto de um autarca regional para um globalmente ativo criador de mundos - sejam eles reais ou imaginários. Um novo filme concebido e produzido por Tomas Koolhaas, filho do protagonista homônimo, residente em Los Angeles, tenta representar biograficamente o trabalho do OMA "expondo a experiência humana da [sua] arquitetura através do cinema dinâmico."

Mark – um morador de rua, filmado na Biblioteca Pública de Seattle (EUA). Imagem © Tomas KoolhaasCCTV (China). Imagem © Tomas KoolhaasDe Rotterdam (Holanda). Imagem © Tomas KoolhaasBiblioteca Pública de Seattle (EUA). Imagem © Tomas Koolhaas+ 17

Arquitetura vs. Cinema: Comparando Orçamentos de Sucessos de Bilheteria e Grandes Projetos de Arquitetura

Quando se trata de obras de arte caras, sem dúvida, a arquitetura está no topo da lista (mesmo se os méritos artísticos de alguns dos edifícios mais custosos forem, às vezes, duvidosos). Mas o que pode não ser tão óbvio é que muitas das obras emblemáticas da arquitetura foram concluídas com orçamentos similares aos de uma outra indústria artística: o cinema. Cada um com seu próprio conjunto de méritos, ambas obras funcionam a partir de categorias que transcendem o tempo, confirmando que (na maioria dos casos) elas podem retornar muito mais do que seu investimento inicial.

Para ilustrar este ponto, organizamos uma lista de edifícios e os comparamos com filmes de orçamentos semelhantes concluídos no mesmo ano. Quais os edifícios ou filmes têm contribuído mais, levando em conta seus custos iniciais?

Estreia hoje o documentário "Jaime Lerner - Uma história de Sonhos"

O documentário Jaime Lerner - Uma história de Sonhos, de Carlos Deiró, será lançado hoje, 8 de setembro, pela Pandora Filmes. O olhar íntimo do amigo cineasta foca a trajetória do arquiteto e urbanista e um pouco da intimidade do personagem.

Após o lançamento do documentário em São Paulo, no Espaço Itaú de Cinema Frei Caneca, às 20h, haverá uma conversa com Jaime Lerner, mediada por Mauro Calliari, administrador de empresas pela FGV, mestre em urbanismo e pesquisador de espaços públicos. A entrada é gratuita, com retirada de ingressos 1 hora antes.

Filme "O Arquiteto"satiriza a profissão com protagonista egocêntrico

Dirigido por Jonathan Parker, O Arquiteto [The Architect] , longa metragem que transita entre o drama e a comédia, apresenta uma sátira bem humorada (e alguns diriam verossímil) da profissão. Com um protagonista egocêntrico, afetado e visionário -- o arquiteto Miles Moss, interpretado pelo ator James Frain -- o filme mostra a relação do profissional com um casal que pretende construir a casa de seus sonhos.

INTERIORS: Mr. Robot

Cortesia de INTERIORS Journal
Cortesia de INTERIORS Journal

Interiors é uma publicação de cinema e arquitetura online, publicada por Mehruss Jon Ahi e Armen Karaoghlanian. A Interiors escreve uma coluna exclusiva para o ArchDaily na qual analisa e diagrama a espacialidade de filmes e séries. Na sua loja oficial você poderá encontrar desenhos exclusivos de algumas das plantas baixas mais famosas do mundo do entretenimento.

O meio visual do filme faz com que o estilo sempre desempenhe um papel significativo no cinema. Esta é uma das razões pelas quais a combinação 'filme e arquitetura' tem andado de mãos dadas ao longo dos últimos cem anos. Em certo sentido, ambos meios exibem qualidades complementares; o filme, como a fotografia, capta os aspectos estruturais da arquitetura, enquanto o projeto de arquitetura dita o espaço cinematográfico.

O mesmo não pode ser dito para a televisão - porque mesmo que a televisão tenha passado por uma transformação estética nos últimos anos com séries como The Sopranos, Mad Men, Breaking Bad, True Detective e The Knick, ainda é muito mais um meio baseado em personalidades. Desta forma, o seu formato em si permite um exame aprofundado dos personagens.

10 filmes sobre arquitetos

Após trazer dez livros sobre arquitetos que são importantes referências para compreender a mente de grandes ícones da Arquitetura no mundo, hoje apresentamos dez filmes do nosso Arquivo que retratam a biografia e obra de outros nomes.

Ao criar a seleção nos deparamos com documentários sobre grandes estrelas da arquitetura internacional: Rem Koolhaas, Frank Lloyd Wright, Frei Otto, Gottfried Böhm, Norman Foster. Assim como há o registro da obra e vida de arquitetos que fizeram a diferença na arquitetura brasileira como Lina Bo Bardi, Vilanova Artigas, Oscar Niemeyer, Sérgio Bernardes e Irmãos Roberto.

Separe a pipoca e boa sessão!

Gottfried Böhm: filho, neto, marido e pai dos arquitetos

Concrete Love é um filme sobre a família Böhm. Filmado em sua residência em Colônia, na Alemanha, e no local de seus projetos, alguns concluídos e outros em construção, o diretor suíço do filme, Maurizius Staerkle-Drux, passou dois anos gravando cenas e conversas que oferecem uma profunda visão sobre o mundo do arquiteto, vencedor do Prêmio Pritzker, Gottfried Böhm, a falecida Elisabeth Böhm, e seus três filhos.

Saiba mais, a seguir.

© Lichtblickfilm Köln / 2:1 Film Zürich© Lichtblickfilm Köln / 2:1 Film Zürich© Lichtblickfilm Köln / 2:1 Film Zürich© Lichtblickfilm Köln / 2:1 Film Zürich+ 22