Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Mies Crown Hall Americas Prize

Mies Crown Hall Americas Prize: O mais recente de arquitetura e notícia

Edificio E, de Barclay & Crousse, vence o Prêmio Mies Crown Hall das Américas 2018

O Edificio E da Barclay & Crousse Architecture, na Universidade de Piura, Peru, foi anunciado como o vencedor do 2018 Mies Crown Hall Americas Prize (MCHAP), reconhecendo as mais notáveis obras arquitetônicas construídas nos continentes norte e sul-americano.

O projeto foi selecionado de uma lista de seis finalistas, juntando-se à Grace Farms do SANAA, à Fundação Iberê Camargo de Alvaro Siza e ao 1111 Lincoln Road da Herzog & de Meuron como vencedores do prêmio altamente considerado que foi estabelecido em 2003.

© Cristobal Palma © Cristobal Palma © Cristobal Palma © Cristobal Palma + 12

IMS Paulista e Sesc 24 de Maio são finalistas do 2018 Mies Crown Hall Americas Prize

O diretor Dirk Denison e o presidente do júri do MCHAP de 2018, Ricky Burdett, anunciaram os seis finalistas da edição de 2018 do Mies Crown Hall America Prize. Selecionados de uma lista de 31 projetos, esses projetos concorrerão ao prêmio principal que será anunciado em outubro. Os autores do prêmio vencedor receberão US$ 50.000 para financiar pesquisas e uma publicação, além de serem reconhecidos como Presidentes Honorários da MCHAP na Faculdade de Arquitetura do IIT.

A seguir, conheça os seis edifícios finalistas - entre eles estão dois projetos brasileiros, o IMS Paulista, realizado por Andrade Morettin Arquitetos Associados, e o Sesc 24 de Maio, realizado por Paulo Mendes da Rocha e MMBB Arquitetos. Todos foram concluídos entre janeiro de 2016 e dezembro de 2017. Os textos descritivos, fornecidos pelo júri do MCHAP, celebram os méritos de cada projeto.

5 projetos brasileiros entre os 31 vencedores dos Prêmio MCHAP 2018

O Prêmio Mies Crown Hall Americas (MCHAP) anunciou os 31 projetos vencedores do prêmio “2018 Outstanding Projects”, escolhido entre 200 indicações. Concedidos bienalmente, os prêmios buscam reconhecer os mais notáveis trabalhos arquitetônicos construídos nos continentes da América do Norte e do Sul. Projetos dos escritórios brasileiros UNA Arquitetos, Andrade Morettin Arquitetos Associados, Paulo Mendes Da Rocha, MMBB Arquitetos e JBMC Arquitetura e Urbanismo figuram na lista

Os 31 projetos formarão agora uma lista de candidatos para o Prêmio MCHAP, com vencedores anunciados em julho de 2018. O vencedor será homenageado em uma cerimônia no icônico Crown Hall, de Mies van der Rohe, em outubro. Na última série, os principais prêmios foram para Grace Farms de SANAA em New Canaan, Connecticut, EUA.

Projetos indicados ao Prêmio Mies Crown Hall Americas 2016 - 2017

Desde 2014, a Faculdade de Arquitetura do Instituto de Tecnologia de Illinois busca reconhecer os mais conhecidos trabalhos arquitetônicos construídos nos continentes da América do Norte e do Sul. A cada dois anos um prêmio é entregue em um evento que ocorre na obra-prima de Mies van der Rohe, o S.R. Crown Hall, sede em Chicago da organização.

SPBR arquitetos é um dos finalistas do Mies Crown Hall Americas Prize - MCHAP 2014/15

Sete obras foram nomeadas finalistas na segunda edição do Mies Crown Hall Americas Prize (MCHAP). Selecionadas entre 175 candidatas, as obras finalistas representam o que há de melhor na arquitetura realizada nas Américas entre janeiro de 2014 até dezembro de 2015. O prêmio inaugural, que destacou o melhor projeto feito entre 2000 e 2013, foi dividido entre a Fundação Iberê Camargo, projetada por Álvaro Siza, e o 1111 Lincoln Road, de Herzog & de Meuron.

Veja a lista de finalistas, a seguir.

Conheça os finalistas do Prêmio MCHAP.emerge Awards 2014/2015

O Mies Crown Hall Americas Prize Anunciou os cinco finalistas para os prêmios MCHAP.emerge dedicados à arquitetura produzida por escritórios emergentes no continente americano .Os cinco projetos foram selecionados de uma lista total de 55 obras que foram anunciados na semana passada. Estes projetos representam o melhor da arquitetura construída por jovens arquitetos nos últimos dois anos na América do Norte e América do Sul, e conta com finalistas do Canadá, Estados Unidos, México, Chile e Paraguai.

O vencedor do prêmio será anunciado na noite de 01 de abril de 2016 em um simpósio na SR Crown Hall, em Chicago, depois de um dia em que os finalistas irão apresentar seus trabalhos ao júri, e para um corpo docente da Escola de arquitetura IIT, composto por professores e alunos. Leia a seguir para a lista de finalistas.

MCHAP anuncia nominados para os prêmios de 2014/2015

O Mies Crown Hall Americas Prize anunciou os candidatos para o prêmio MCHAP desse ano, que é realizado bianualmente pelo Instituro Tecnológico de Illinois (IIT) para condecorar os melhores projetos das Américas. Após sua premiação inaugural em 2014, que homenageou os melhores projetos do século XXI até 2013, a deste ano focará na melhor arquitetura de 2014 e 2015 e a lista de candidatos apresenta 175 projetos no prêmio principal do MCHAP e 55 nos prêmios MCHAP.emergentes

Em 2014, a premiação foi compartilhada entre a Fundação Iberê Camargo de Álvaro Siza e o Herzog & de Meuron’s 1111 Lincoln Road, enquanto o prêmio MCHAP.emergente foi conquistado por Pezo von Ellrichshausen pela Casa Poli. Os vencedores das duas premiações deste ano farão parte desta pequena e prestigiada lista e também receberão prêmios em dinheiro de $50,000 e $25,000, respectivamente. Você pode verificar a lista completa dos candidatos do prêmio MCHAP aqui e a do prêmio emergente MCHAP aqui.

Imagens da Fundação Iberê Camargo de Álvaro Siza por Fernando Guerra

 “O pintor é o mágico que imobiliza o tempo.”                                           Iberê Camargo

O projeto da Fundação Iberê Camargo que recebeu o Leão de Ouro na Bienal de Arquitetura de Veneza, em 2002, é a primeira edificação do arquiteto português Álvaro Siza no Brasil e um referente arquitetônico não apenas para a cidade de Porto Alegre, mas também para o Brasil. Definida por ele como uma “quase escultura” – em que luz, textura, movimento e espaço são cuidadosamente explorados –, a edificação favorece a relação direta entre o espectador e a obra de arte, e torna o contato com o trabalho de Iberê, - um dos grandes nomes da arte brasileira do século 20 - , ainda mais rico.

"Arquitetos não inventam nada, apenas transformam a realidade."         Álvaro Siza

Primeira no Brasil a utilizar concreto branco aparente, armado em toda a sua extensão, a construção não utiliza tijolos ou elementos de vedação. O projeto da Fundação conduz o visitante até o último andar, induzindo o trajeto em descenso através de rampas nas nove salas de exposição distribuídas nos três andares superiores. A volumetria monolítica é um  maciço desprovido de lajes, pilares e vigas que suporta a carga da estrutura. Nenhum detalhe escapa a mão do arquiteto, o mobiliário e a sinalização também foram criados por Siza.

Na semana passada, o projeto foi nominado um dos sete finalistas ao (MCHAP), evento cuja primeira edição abrange obras construídas nos 13 primeiros anos do século XXI e conta com um destacado grupo de jurados: Francisco Liernur, Sarah Whiting, Wiel Arets, Dominique Perrault, e Kenneth Frampton.

Aproveitamos então a ocasião para compartilhar um incrível registro fotográfico deste imponente projeto realizado por um dos mais importantes fotógrafos de arquitetura do mundo o português Fernando Guerra | FG+SG - Últimas reportagens, que gentilmente nos cedeu as imagens, parafraseando Iberê Camargo, “O fotógrafo é o mágico que imobiliza o tempo.”

Veja a seguir as belíssimas imagens da Fundação Iberê Camargo :

Siza, OMA e Holl entre os finalistas do MCHAP

O (MCHAP) anunciou na noite de ontem os sete finalistas escolhidos de uma lista preliminar de 36 projetos. O evento aconteceu em Santiago, Chile.

Para escolher os finalistas os cinco membros do júri - Francisco Liernur, Sarah Whiting, Wiel Arets, Dominique Perrault, e Kenneth Frampton - passaram os últimos doze dias visitando os projetos, conversando com os arquitetos, usuários e proprietários dos espaços e promovendo intensos debates acerca das obras.

Como notou Dominique Perault, "Há muitos modos de avaliar os projetos - modelos, desenhos, imagens - e nós aproveitamos todas as oportunidades para testar a qualidade das arquiteturas. Ao fim, apenas visitando os projetos é que se pode sentir o 'toque de deus' - a presença do edifício em seu contexto."

A lista de finalistas mostra bastante variedade - em termos de escala, lugar, tipologia, programa, materiais, etc. - tornando a escolha do vencedor ainda mais desafiadora. Veja os sete finalistas a seguir, dentre os quais a Fundação Iberê Camargo em Porto Alegre, de Álvaro Siza.

MCHAP divulga lista com os 36 "projetos mais impressionantes" nas Américas

Wiel Arets, Decano da Universidade de Arquitetura no Instituto Tecnológico de Illinois (IIT) e Dirk Denison, diretor do prêmio Mies Crown Hall Americas (MCHAP), anunciaram a listagem inaugural do MCHAP – 36 “Projetos Impressionantes” selecionados entre os 255 nomeados do MCHAP.

“A rica diversidade destes trabalhos construídos é um testamento para a energia criativa sendo trabalhada nas Américas hoje em dia", disse Arets. "Quando vista em conjunto com o trabalho inovador dos finalistas do MCHAP emergente e do vencedor, a Poli House por Mauricio Pezo e Sofia von Ellrichshausen, que nós homenageamos em maio, nós vemos a evolução de uma distinta conversação americana sobre a criação de um espaço habitável." Veja todos os 36 vencedores a seguir.

Divulgados os quatro finalistas do Prêmio das Américas Mies Crown Hall

Quatro projetos foram selecionados como finalistas do primeiro Prêmio das Américas Mies Crown Hall (MCHAP) para Arquitetura Emergente. Anunciado pelo College of Architecture do Illinois Institute of Technology (IIT) e seu Decano Wiel Arets, o prestigiosos prêmio busca reconhecer o escritório emergente responsável pela mais excepcional obra construída nas Américas. O vencedor, que será anunciado em maio, será premiado com US$ 25 mil e uma cadeira de pesquisa no IIT com foco em repensar a metrópole.

De toda a América, do Chile ao Canadá, os projetos finalistas são...