Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Wiel Arets

Wiel Arets: O mais recente de arquitetura e notícia

Imagens da Fundação Iberê Camargo de Álvaro Siza por Fernando Guerra

 “O pintor é o mágico que imobiliza o tempo.”                                           Iberê Camargo

O projeto da Fundação Iberê Camargo que recebeu o Leão de Ouro na Bienal de Arquitetura de Veneza, em 2002, é a primeira edificação do arquiteto português Álvaro Siza no Brasil e um referente arquitetônico não apenas para a cidade de Porto Alegre, mas também para o Brasil. Definida por ele como uma “quase escultura” – em que luz, textura, movimento e espaço são cuidadosamente explorados –, a edificação favorece a relação direta entre o espectador e a obra de arte, e torna o contato com o trabalho de Iberê, - um dos grandes nomes da arte brasileira do século 20 - , ainda mais rico.

"Arquitetos não inventam nada, apenas transformam a realidade."         Álvaro Siza

Primeira no Brasil a utilizar concreto branco aparente, armado em toda a sua extensão, a construção não utiliza tijolos ou elementos de vedação. O projeto da Fundação conduz o visitante até o último andar, induzindo o trajeto em descenso através de rampas nas nove salas de exposição distribuídas nos três andares superiores. A volumetria monolítica é um  maciço desprovido de lajes, pilares e vigas que suporta a carga da estrutura. Nenhum detalhe escapa a mão do arquiteto, o mobiliário e a sinalização também foram criados por Siza.

Na semana passada, o projeto foi nominado um dos sete finalistas ao (MCHAP), evento cuja primeira edição abrange obras construídas nos 13 primeiros anos do século XXI e conta com um destacado grupo de jurados: Francisco Liernur, Sarah Whiting, Wiel Arets, Dominique Perrault, e Kenneth Frampton.

Aproveitamos então a ocasião para compartilhar um incrível registro fotográfico deste imponente projeto realizado por um dos mais importantes fotógrafos de arquitetura do mundo o português Fernando Guerra | FG+SG - Últimas reportagens, que gentilmente nos cedeu as imagens, parafraseando Iberê Camargo, “O fotógrafo é o mágico que imobiliza o tempo.”

Veja a seguir as belíssimas imagens da Fundação Iberê Camargo :

Divulgados os quatro finalistas do Prêmio das Américas Mies Crown Hall

Quatro projetos foram selecionados como finalistas do primeiro Prêmio das Américas Mies Crown Hall (MCHAP) para Arquitetura Emergente. Anunciado pelo College of Architecture do Illinois Institute of Technology (IIT) e seu Decano Wiel Arets, o prestigiosos prêmio busca reconhecer o escritório emergente responsável pela mais excepcional obra construída nas Américas. O vencedor, que será anunciado em maio, será premiado com US$ 25 mil e uma cadeira de pesquisa no IIT com foco em repensar a metrópole.

De toda a América, do Chile ao Canadá, os projetos finalistas são...

Wiel Arets / Moleskine

Do Editor. Este livro reúne projetos e reflexões teóricas imortalizados através de grandes perspectivas, sequências fotográficas e ideogramas arquitetônicos em caneta de feltro. Isto é como o arquiteto e teórico Wiel Arets "congela" seus pensamentos, fixando ideias nascentes no papel. O livro se inicia com um ensaio de Kenneth Frampton, enquanto desenhos feitos à mão inéditos e perspectivas a lápis de cor preenchem as páginas.

Wiel Arets, ex-diretor do Instituto Berlage e atualmente reitor do Instituto de Tecnologia da Universidade de Arquitetura de Illinois, é conhecido por sua progressiva pesquisa acadêmica e soluções de design híbrido. Lecionou em várias universidades e projetou inúmeros edifícios importantes, incluindo a Academia de Arte e Arquitetura em Maastricht e a biblioteca da universidade de Utrecht.