Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
NAVEGUE POR TODOS OS PROJETOS DESTE FOTÓGRAFO

Como incorporar jardins e hortas em projetos residenciais

Os jardins internos podem contribuir com importantes benefícios para a vida doméstica, variando da beleza estética à melhoria da saúde e da produtividade. Pesquisas mostraram que plantas nos interiores das edificações ajudam a eliminar os poluentes do ar, os chamados de compostos orgânicos voláteis (COV), liberados de colas, móveis, roupas e solventes, conhecidos por causar doenças. Eles também aumentam as percepções subjetivas de concentração e satisfação, bem como medidas objetivas de produtividade. Jardins internos podem até reduzir o uso de energia e os custos devido à menor necessidade de circulação de ar. Esses benefícios complementam as óbvias vantagens estéticas de um jardim bem projetado, tornando o jardim interno um recurso residencial atraente em várias frentes.

Courtesy of TAA DESIGN © BK © Rafael Gamo Hydroponic gardening. Image © Needpix user naidokdin + 42

Carbono incorporado nos materiais de construção: O que é e como calcular

Qualquer atividade humana impacta de alguma forma o meio ambiente. Algumas menos, outras muito mais. Segundo o United Nations Environment Programme (Unep), o setor da construção é responsável por até 30% de todas as emissões de gases que contribuem ao efeito estufa. Atividades como mineração, processamento, transporte, operação de indústria e combinação de produtos químicos resultam na liberação de gases como o CO2, CH4, N2O, O3, halocarbonos e vapor d’ água. Estes, quando lançados na atmosfera, absorvem uma parte dos raios do sol e os redistribuem em forma de radiação na atmosfera, aquecendo o planeta. Com uma quantidade desenfreada de gases sendo lançados cotidianamente, essa camada é engrossada, fazendo com que a radiação solar entre e não consiga sair do planeta, acarretando em impactos quase incalculáveis para a humanidade, como desertificação, derretimento das geladeiras, escassez de água, tempestades, furacões, inundações, alterações de ecossistemas, redução da biodiversidade.

Como arquitetos, uma das nossas maiores preocupações deveria ser de que forma é possível diminuir as emissões de carbono incorporados nas construções. Conseguir mensurar, quantificar e qualificar os impactos é um primeiro caminho. 

Casa em Tsukimiyama / Tato Architects

© Shinkenchiku Sha © Shinkenchiku Sha © Shinkenchiku Sha © Shinkenchiku Sha + 20

Kōbe, Japão
  • Arquitetos: Tato Architects
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  69.31
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2015

Em foco: Kengo Kuma

Kengo Kuma (nascido em 8 de agosto de 1954) é um dos arquitetos japoneses de maior expressividade atualmente. Suas reinterpretações de elementos tradicionais da arquitetura japonesa envolvem inovações no uso de materiais naturais e novas formas de pensar a relação da luz com o espaço. Seus edifícios não buscam se dissolver na paisagem, como fazem algumas obras japonesas atuais, em vez disso, sua arquitetura busca manipular elementos tradicionais, criando obras de discurso claro que apresentam relação com seus entornos. Estas misturas de elementos tradicionais e high-tech se provaram bem sucedidos em todo o Japão e outras partes do globo, e a obra recente do arquiteto tem extravasado os limites da terra do sol nascente e invadido a China e outros países ocidentais. 

Casa em Hokusetsu / Tato Architects

© Shinkenchiku Sha © Shinkenchiku Sha © Shinkenchiku Sha © Shinkenchiku Sha + 29

Osaka, Japão
  • Arquitetos: Tato Architects
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  150.0
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2015

30 Esquemas e Detalhes Construtivos para uma Arquitetura Sustentável

A concepção do sustentável na arquitetura é fundamentada a partir do ambiente. Os múltiplos focos que são abordados em projetos a partir do conceito de sustentabilidade permitiram configurar uma diversidade de espaços habitáveis com melhores rendimentos quando comparados com outros tipos de aproximações projetuais.

Os benefícios da incorporação de vegetação - tanto em fachadas como em coberturas - e os estudos em relação ao desenho de conforto térmico e os sistemas construtivos - respeito ao material e sua manufatura - outorgam uma série de questões que permitem considerar o desenho sustentável como um fator determinante na busca de edificações que melhoram as condições de vida e respeitam seu entorno natural.

Veja uma seleção de 30 esquemas e detalhes construtivos de projetos que se destacam por sua abordagem sustentável.

Taipei Nanshan Plaza / Mitsubishi Jisho Sekkei

© Shinkenchiku-sha Cortesia de Mitsubishi Jisho Sekkei © Hisao Suzuki © Hisao Suzuki + 44

As 50 fotografias de arquitetura mais populares de 2017

Dedicamo-nos a compartilhar a melhor arquitetura do mundo, no entanto, sem profissionais que se esforçam para realizar incríveis trabalhos fotográficos, não conseguiríamos atingir e inspirar um número tão grande de leitores. Por esse motivo, apresentamos a seguir as 50 fotografias de arquitetura mais populares de 2017. 

Residência de 33 anos / ASSISTANT

© Shinkenchiku Sha © Shinkenchiku Sha © Shinkenchiku Sha © Tadasu Yamamoto + 25

Nara, Japão
  • Arquitetos: ASSISTANT
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  76.0
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2013

Dia Mundial da Fotografia 2017: as 100 fotografias que mais foram salvas por nossos leitores

Neste 19 de agosto se celebra o Dia Mundial da Fotografia, data que comemora o dia no qual a França comprou a patente do daguerreótipo, um dos primeiros processos fotográficos, e liberou-o gratuitamente para o mundo em 1839. No ArchDaily entendemos a importância que a fotografia possui no mundo da arquitetura e, por esta razão, buscamos as imagens mais populares entre nossos leitores. A seguir, apresentamos um ranking das 100 imagens que mais foram salvas nas sessões do Meu ArchDaily.

Fotos da Semana: materiais que tornam detalhes construtivos objetos de desejo

Arquitetos são aficionados por detalhes construtivos. É por isso que as fotos desta semana são dedicadas exclusivamente à arte do encontro entre materiais e a diversidade de composições fotográficas que se pode obter a partir deste enfoque particular. Nesta ocasião, fotógrafos como Joel Filipe, Marie-Françoise Plissart e Adria Goula nos apresentam junções de madeira, aço, concreto, ladrilhos e tijolos em diferentes combinações e encaixes. 

© Ivan Morison © Noel Arraiz © SWANG © Joel Filipe + 14

22 casas estreitas que geram um amplo impacto

Em cidades cada vez mais densas, encontrar terrenos disponíveis se converteu numa tarefa difícil e cara. Por esta razão, os arquitetos começaram a projetar em espaços urbanos previamente ignorados. Apesar do desenho dentro destes parâmetros inusuais serem difíceis, muitas vezes requerem uma resposta individual e sensível, que pode conduzir a resultados inovadores e inclusive inspiradores. Com isto em mente, selecionamos 22 casas construídas em espaços estreitos, mas que demonstram uma grande criatividade.

10 Regras para estudantes, professores e para a vida (da arquitetura)

Entre os anos 1967 e 1968, Corita Kent escreveu as "Dez Regras para Estudantes, Professores e a vida" que, juntamente ao compositor e artista John Cage - discípulo de Arnold Schoenberg- ofereceram ao mundo um modelo para alimentar o espírito criativo e os processos de experimentação dos designers e artistas.

Um olhar crítico, experimental e reflexivo, tanto a respeito da formação, quanto dos formadores, pode ser traduzido perfeitamente no momento em que acontece a boa arquitetura e através da história de seus particulares autores, evidenciando uma abordagem comprometida com a disciplina, tanto no âmbito do aprendizado, quanto da prática.

Estas são as 10 regras para estudantes, professores e a vida, com as quais podemos nos aproximar aos processos do fazer arquitetônico.

Casa Invertida / The Oslo School of Architecture and Design + Kengo Kuma & Associates

© Shinkenchiku-sha © Shinkenchiku-sha Cortesia de The Oslo School of Architecture and Design © Shinkenchiku-sha + 35

Taiki-chō, Japão

Ateliê Sukima / Makiko Tsukada Architects

© Shinkenchiku-sha © Shinkenchiku-sha © Shinkenchiku-sha © Shinkenchiku-sha + 21

Nerima, Japão

Casa em Toyonaka / Tato Architects

© Shinkenchiku Sha © Shinkenchiku Sha © Shinkenchiku Sha © Shinkenchiku Sha + 32

Toyonaka, Japão
  • Arquitetos: Tato Architects
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  50.0
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2015