Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos

Arquitetura Mexicana

  1. ArchDaily
  2. Países
  3. México

Projetos mais recentes em México

Últimas notícias em México

Buenos Aires, Cidade do México e São Paulo entre as 50 melhores cidades para se investir em 2019

O Global Power City Index (GPCI) é um relatório anual no qual as principais cidades do mundo são ranqueadas conforme o seu poder de "magnetismo", ou seja, a capacidade que estas cidade tem para atrair investimentos, pessoas e capital. No relatório deste ano, o GPCI incluiu três cidades latino-americanas entre as cinquenta cidades mais atrativas para se investir.

Sordo Madaleno Arquitectos apresenta projeto na costa do Mar de Cortés no México

As grandes reservas biológicas localizadas em La Paz, Baixa Califórnia Sul, no norte do México, transformaram este destino em um dois mais significativos para o ecoturismo no país, e sua proximidade em relação aos Estados Unidos acelerou seu desenvolvimento em diferentes âmbitos nos últimos anos.

Arquitetura ou revolução: as casas de Frida Kahlo e os 90 anos do movimento funcionalista

Formas geométricas, paredes de concreto armado aparente, instalações elétricas à vista, grandes janelas que priorizam luz e ventilação naturais, jardins que prezam por plantas autóctones. As primeiras construções do arquiteto mexicano Juan O’Gorman, construídas entre 1929 e 1932, trazem uma estética que pode ser vista nos dias atuais, mas na realidade são a pura expressão de uma das correntes do movimento modernista do século 20, o funcionalismo.

Go Hasegawa constrói instalação temporária em jardim projetado por Luis Barragán

Como parte da agenda cultural do Jardín 17 - um espaço projetado por Luis Barragán como uma extensão da casa-estúdio e que há 20 anos recebe diferentes programas acadêmicos de todo o mundo - o arquiteto japonês Go Hasegawa projetou a instalação Flying Carpet (ou, Tapete Voador): um pavilhão suspenso em meio ao jardim de Barragán.

Stefano Boeri Architetti projeta a primeira cidade-floresta inteligente do México

Comissionada pelo Grupo Karim's, e projetada por Stefano Boeri Architetti, a primeira cidade-floresta inteligente do México terá como foco a inovação e a qualidade ambiental. A cidade busca um equilíbrio entre áreas verdes e construídas e é completamente auto-suficiente em alimento e energia.

7 Exemplos em que espaços desportivos ajudaram a regenerar comunidades

Dizem que o esporte costuma unir as pessoas, tanto aquelas que encontram-se dentro quanto fora de campo. Reconhecido também como uma pratica social, o esporte transcende fronteiras, aproximando pessoas de diferentes origens, gêneros, credos e classes sociais ao redor do mundo.

Sesc 24 de Maio de Paulo Mendes da Rocha e MMBB vence prêmio especial da XI BIAU

Em Assunção, Paraguai, a XI Bienal Ibero-americana de Arquitetura e Urbanismo apresentou hoje os vencedores da seção Panorama das Obras desta edição do evento, "todos fiéis ao espírito da XI BIAU: o habitar, o habitante", segundo a organização.

Vencedores do concurso para uma escola feita de plástico reciclado no México

A Archstorming, uma plataforma que organiza concursos internacionais, divulgou os resultados da competição "Escola de Plástico de Tulum". Os participantes foram desafiados a projetar uma escola feita de plástico reciclado, abordando a atual questão da poluição no México.

Gangorras cor de rosa são instaladas na fronteira entre México e EUA

Dois professores de design e arquitetura projetaram e construíram um conjunto de gangorras pintadas de rosa fluorescente ao longo da fronteira EUA-México, procurando evocar a ideia de unidade e brincadeira entre os dois lados. Segundo o The Guardian, o conjunto foi instalado ao longo da cerca de aço nos arredores de El Paso, Texas, e Ciudad Juárez, no México.

Tatiana Bilbao fala sobre sustentabilidade e a responsabilidade de construir

A premiada arquiteta Tatiana Bilbao falou em uma entrevista divulgada pelo Louisiana Channel sobre suas frustrações com a situação atual de sustentabilidade na arquitetura. Vivendo no México, que Bilbao descreve como um "país sem recursos", ela afirma que as pessoas estão acostumadas a não desperdiçar recursos e que a "sustentabilidade" é uma parte natural da vida cotidiana. “Eu odeio a palavra 'sustentabilidade' porque acho que se tornou uma palavra que pode qualificar um tipo de arquitetura e que, para mim, deveria ser incorporada."

Carregando... Pode demorar alguns segundos