Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos

Os espaços livres da cidade e a liberdade das crianças: novos caminhos para a infância ao ar livre

07:00 - 4 Setembro, 2019
Os espaços livres da cidade e a liberdade das crianças: novos caminhos para a infância ao ar livre, Crianças brincando na Avenida Paulista, num domingo. Foto: Eduardo Augusto de Carvalho.
Crianças brincando na Avenida Paulista, num domingo. Foto: Eduardo Augusto de Carvalho.

A temática da ausência da criança na cidade contemporânea, e a busca por soluções que permitam sua mobilidade com mais autonomia e divertimento, norteou um estudo com cerca de 130 crianças, de 7 a 12 anos, de diferentes classes sociais, moradoras do distrito da Consolação, na cidade de São Paulo. Depois de caminhar, conversar e desenhar com as crianças um percurso ideal entre a praça e a escola, foi desenvolvida uma proposta de intervenção [2], que costura os bairros de Vila Buarque e Higienópolis e pretende trazer os pequenos para brincarem em grupo, ao ar livre, todos os dias.

Sobre acessibilidade e a Expo 2020: “Expo Dubai acessível a todas as pessoas”

11:30 - 30 Agosto, 2019
Sobre acessibilidade e a Expo 2020: “Expo Dubai acessível a todas as pessoas”, © Jimmy Baikovicius sob licença CC BY-SA 2.0
© Jimmy Baikovicius sob licença CC BY-SA 2.0

A Expo Dubai 2020 mostrará novos níveis de acessibilidade, garantindo que o tema seja pensado nas primeiras etapas do desenho e que a abordagem esteja ancorada no projeto e no programa. Com a ajuda da empresa britânica de consultoria Direct Access, especializada em incorporar requisitos de acessibilidade em projetos arquitetônicos, a exposição implementará soluções para problemas enfrentados regularmente.

Arquitetura dos sentidos: um projeto para crianças com autismo

07:00 - 28 Agosto, 2019
Arquitetura dos sentidos: um projeto para crianças com autismo, © Eric Bronson/Michigan Photography
© Eric Bronson/Michigan Photography

O arquiteto e professor associado na Faculdade Taubman de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de Michigan, Sean Ahlquist, desenvolveu um um projeto de teatro sensorial para crianças com autismo em conjunto com a dramaturga da MSU, Dionne O'Dell. Ahlquist, tem procurado desenvolver soluções alternativas - através da arquitetura - para ajudar crianças com autismo, buscando aprender mais sobre as necessidades específicas destas crianças e a maneira como elas interagem com o mundo ao seu redor.

Gênero e acesso à profissão: as mulheres na arquitetura

13:00 - 22 Agosto, 2019
Gênero e acesso à profissão: as mulheres na arquitetura, Frida Escobedo em seu Serpentine Pavilion de 2018. Imagem: © Pedro Kok
Frida Escobedo em seu Serpentine Pavilion de 2018. Imagem: © Pedro Kok

As discussões acerca do acesso de mulheres ao ensino superior e ao mercado de trabalho de forma geral, são tema de importância central ao pensar formas de estabelecer uma situação mais igualitária de condições de vida e protagonismo na sociedade contemporânea. Apesar de pautada em sensos e levantamentos ligados ao mercado formal de trabalho, trata-se de uma reflexão que informa um parâmetro geral das condições atuais da mulher frente às dificuldades produzidas por uma herança latente da estrutura patriarcal e moralista de hierarquias profissionais onde os protagonistas são, e foram historicamente, homens.

Avanti-Avanti Studio: "O princípio do processo criativo é a diversidade individual"

11:30 - 21 Agosto, 2019
Avanti-Avanti Studio: "O princípio do processo criativo é a diversidade individual", Proyecto Pabellón de Cataluña en la Bienal de Venecia 2017. Image Cortesía de Institut Ramon Llull
Proyecto Pabellón de Cataluña en la Bienal de Venecia 2017. Image Cortesía de Institut Ramon Llull

Avanti-Avanti Studio é um escritório de projeto dedicado ao desenvolvimento de estratégias de comunicação, particularmente especializadas no "Desenho para Todos". Fundado por Alex Dobaño (designer gráfico e membro da Design For All Foundation) e Elvira Muñoz (arquiteta), dirigem uma equipe multidisciplinar de profissionais da comunicação, do desenho e da tecnologia para empresas e instituições do campo do ócio, do turismo, da cultura, de museus e das cidades. Eles também definem o escritório como um ponto de encontro onde confluem profissionais de diversos campos a partir de cada projeto para fazer com que os ambientes construídos sejam efetivamente aptos e inclusivos para qualquer um que o percorra e experimente.

Sinalização de desenho universal: o primeiro passo para cidades mais acessíveis

07:00 - 20 Agosto, 2019
Sinalização de desenho universal: o primeiro passo para cidades mais acessíveis, © Avanti Avanti Studio & Design for All Foundation
© Avanti Avanti Studio & Design for All Foundation

De todas as ações que uma cidade pode realizar para melhorar de forma rápida a orientação de pedestres, uma das opções mais pertinentes poderia ser o desenvolvimento de um sistema de sinalização integral - evidência implícita nos casos de Legible London, WalkNYC em Nova Iorque ou o Rio a Pé no Rio de Janeiro.

Agosto no ArchDaily: Acessibilidade

13:00 - 8 Agosto, 2019
Agosto no ArchDaily: Acessibilidade

Na arquitetura, "acessibilidade" denota mais frequentemente o usuário final e o ato imperativo de desenhar os espaços, edificios e cidades de acordo com os princípios de desenho universal. Um aspecto cada vez mais central da arquitetura, o ethos da arquitetura acessível foi bem captado pelo arquiteto Ronald Mace, que questiona: “se não estamos projetando para seres humanos, para quem estamos projetando? Vamos projetar todas as coisas, o tempo todo, para todos. É para onde estamos indo."

10 diferentes soluções de rampas e suas representações

06:00 - 2 Julho, 2019
10 diferentes soluções de rampas e suas representações, © Filippo Poli
© Filippo Poli

A rampa tornou-se sinônimo de acessibilidade ao ser muitas vezes desenhada para viabilizar o trânsito de pessoas com capacidades limitadas de locomoção, no entanto, em muitos casos ela também acaba por se tornar o próprio partido de diversos projetos ao trazer um ritmo diferente para a massa construída. Nesta ocasião, foram selecionadas dez diferentes rampas para ilustrar como elas solucionam as circulações em resposta à contextos distintos.

Elevadores urbanos: integração e continuidade em cidades com relevos acidentados

19:00 - 29 Julho, 2017
Elevadores urbanos: integração e continuidade em cidades com relevos acidentados

Quando falamos de urbanização e enfrentamos uma topografia complexa, o tema da integração urbana começa a tomar mais força e protagonismo. Muitos dos bairros mais deteriorados socialmente se encontram em pontos geográficos complexos rodeados de desníveis que fazem com que o pedestre, o ciclista ou os idosos se vejam excluídos de uma acessibilidade urbana eficiente.

Neste contexto, os elevadores urbanos aparecem como uma solução e um elemento articulador, funcional e escultórico. Com até 30 metros de altura, convertem-se em marcos urbanos e turísticos ao criar um novo ponto de vista mediante passarelas e mirantes, ao mesmo tempo que respeitam o patrimônio histórico dos entornos.

A seguir mostramos alguns exemplos interessantes de elevadores urbanos que têm sido chave no ordenamento de seus entornos urbanos imediatos.