Jack McManus

NAVEGUE POR TODOS OS PROJETOS DESTE AUTOR

10 Projetos com compensado que mostram as possibilidades deste material tradicional

Cortesia de PRODUCE WorkshopCortesia de AREA and Electrotexture Lab© Rien van RijthovenCourtesy of TOMA!+ 27

Vendido em chapas padronizadas de 4 pés de largura desde 1928, o compensado tem sido um coringa na construção convencional por quase um século. Dimensionalmente forte, fácil de cortar, leve e capaz de criar uma barreira eficaz, painéis de compensado, OSB, agregados e MDF são onipresentes, particularmente para uso como material de revestimento em sistemas de construção de estrutura de madeira. Barcos, aviões e até partes de automóveis já foram construídos, historicamente, a partir de compensados, antecedendo (ou substituindo) aço, alumínio e fibra de vidro. Como um material simples capaz de ser manipulado e moldado em uma ampla variedade de formas, a chapa foi também usada em móveis e projetos arquitetônicos por modernistas, incluindo Charles e Ray Eames, Eero Saarinen, Alvar Aalto e Marcel Breuer.

Conheça o interior das Capelas do Vaticano na Bienal de Veneza com este vídeo do Spirit of Space

Norman Foster. Imagem Cortesia de Foster + Partners
Norman Foster. Imagem Cortesia de Foster + Partners

A Cidade do Vaticano participou da Bienal de Arquitetura de Veneza pela primeira vez este ano, convidando o público a explorar uma sequência de capelas exclusivas projetadas por renomados arquitetos, incluindo Norman Foster, Eduardo Souto de Moura e Carla Juaçaba. Localizadas nos bosques que cobrem a ilha de San Giorgio Maggiore, as obras oferecem interpretações da capela de 1920 de Gunnar Asplund, no Woodland Cemetery, em Estocolmo, um exemplo inspirador de arquitetura memorialista modernista, ambientado em um contexto similarmente arborizado.

Um novo vídeo produzido pela Spirit of Space oferece um breve tour virtual pelas estruturas que compõem o pavilhão da Santa Sé, permanecendo em cada uma delas apenas o tempo suficiente para mostrar diferentes ângulos e vistas. À medida que o público circula pelas capelas é possível perceber uma ideia do percurso em cada ambiente.

As 50 cidades mais inteligentes do mundo em 2018

O Centro de Globalização e Estratégia da Escola de Negócios IESE de Barcelona divulgou sua lista anual das cidades mais inteligentes do mundo. Em seu quinto ano, o Índice IESE Cidades em Movimento calculou as pontuações de desempenho de 165 cidades em 80 países com base em uma análise exaustiva de indicadores econômicos e sociais. Centros de energia globais familiares mantiveram sua posição no topo da lista, enquanto categorias ampliadas de avaliação ajudaram algumas pequenas cidades a avançar sua colocação drasticamente.

Caroline Bos, David Adjaye e Li Xiaodong entre os confirmados para o World Architecture Festival 2018

Após dois anos em Berlim, o World Architecture Festival realizará sua edição de 2018 em Amsterdã, com três dias de palestras, apresentações de projeto e cerimônias de premiação de obras contemporâneas e algumas das figuras mais proeminentes da arquitetura atual.

Escritórios de arquitetura dos Países Baixos, pelas lentes de Marc Goodwin

O incansável fotógrafo de arquitetura, Marc Goodwin, é conhecido por suas séries fotográficas de escritórios e empresas de arquitetura ao redor do mundo. Através de suas lentes, pudemos conhecer melhor o mundo privado de uma série de arquitetos de Dubai, Londres, Paris, Pequim, Xangai, Seul, da Escandinávia e também de Barcelona. Na mais recente edição, apresentada à seguir, Goodwin viajou até os Países Baixos onde registrou o universo privado de outros dezessete escritórios. São escritórios de diferentes escalas, instalados em antigos edifícios ou espaços anteriormente utilizados como escritórios, bancos ou fábricas. Marc Goodwin nos oferece um vislumbre do cotidiano pessoal destes incríveis arquitetos e de seus ambientes de trabalho.

Os edifícios mais famosos que nunca foram construídos

© Expiatory Temple of the Sagrada Família
© Expiatory Temple of the Sagrada Família

Muitos dos grandes projetos desenvolvidos pelo homem ao longo da história da humanidade, principalmente aqueles em que se almejava uma monumentalidade sem precedentes, acabaram fracassando. Seja por questões de ordem econômica ou de planejamento, o andamento de uma obra pode sofrer inúmeras interferências ao longo do tempo. Algumas vezes, muito esforço é feito para que o resultado final atenda às expectativas iniciais, entretanto, não são raros os casos em que o pior cenário se torna realidade, quando a estrutura inacabada é abandonada ainda durante a fase de construção. Infelizmente, esses "fracassos arquitetônicos" estão longe de ser apenas uma excessão. Fatores econômicos são a causa mais comum pela qual uma obra acaba sendo abandonada, mas também não são poucos os edifícios encalhados por causa de guerras, disputas geopolíticas, epidemias entre outros fatores imprevisíveis. Estas estruturas sombrias acabam se tornando apenas lembranças assustadoras daquilo que um dia poderiam ter se tornado.

Sejam edifícios abandonados ou obras que se arrastam ao longo de décadas (ou ate séculos), estas estruturas inacabadas representam um contraponto à tradicional história do ambiente construído pelo homem. Como ruínas da modernidade, estes espectros edificados retratam a inviabilidade de muitas das ambições humanas em sua eterna busca pela monumentalidade. Diferentes povos e civilizações deixaram obras incompletas que acabaram se tornando grandes expressões de sua imprecisão. A lista a seguir pretende apresentar apenas alguns exemplos dos projetos inacabados mais interessantes e infames da história.

Imagem por Ilya Ilusenko <a href='https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Palace_Of_Soviets_8.JPG'>via Wikimedia</a> (public domain)© <a href='https://www.flickr.com/photos/hisgett/4675714481'>Flickr user hisgett</a> licensed under <a href='https://creativecommons.org/licenses/by/2.0/'>CC BY 2.0</a>© Raphael Olivier© <a href='https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Tourists_posing_at_the_National_Monument_of_Scotland.jpg'>Wikimedia user Colin</a> licensed under <a href='https://creativecommons.org/licenses/by-sa/4.0/'>CC BY-SA 4.0</a>+ 12

Olson Kundig é escolhido para projetar museu que abrigará o acervo de Bob Dylan

Com o andamento da reforma do Space Needle, o escritório Olson Kuding mudará seu foco para outro ícone americano. Os arquitetos de Seattle revelaram sua proposta selecionada para o Bob Dylan Center, um novo museu em Tulsa, Oklahoma, que irá também abrigar o arquivo do cantor. Patrocinado pela George Kaiser Family Foundation e pela Universidade do Tulsa, o centro terá suas obras iniciadas em 2019 e tem inauguração prevista para 2021.

Steven Holl Architects e Studio Libeskind entre os finalistas para remodelação do Campus da Universidade de Dublin

Após receber 98 inscrições de equipes de 23 países diferentes, o júri do concurso para o futuro Campus da Universidade de Dublin selecionou seis propostas, disponibilizando o projeto de cada escritório ao público em exposição no local do projeto. Os finalistas incluem os escritórios americanos Steven Holl Architects, Studio Libeskind, Diller Scofidio + Renfro e John Ronan Architects, assim como o escritório holandês UNStudio e os arquitetos irlandeses O’Donnell + Tuomey.

O projeto incluirá duas grandes mudanças no campus da UCD em Belfield, localizado a cerca de 5 quilômetros do centro da cidade de Dublin: uma grande atualização para a entrada do campus ao longo da Stillorgan Road, bem como um novo Centro de Projeto Criativo de 8 mil metros quadrados, que abrigará Estúdios de projeto da UCD.

Pesquisadores de Harvard listam 9 fatores que tornam um edifício bom para a saúde dos usuários

No mês passado, a Escola de Saúde Pública da Universidade de Harvard relançou o seu Centro para o Clima, Saúde e Meio Ambiente, apresentando os novos parceiros e o novo diretor que comandará a sede institucional da iniciativa chamada de Healthy Buildings. Com a missão de defender “a qualidade de vida de todas as pessoas, em todos os edifícios, em todos os lugares e todos os dias”, a Equipe do Healthy Buildings está desenvolvendo diferentes pesquisas sobre o impacto dos ambientes construídos na saúde, produtividade e bem-estar das pessoas nos dias de hoje; e também como futuros projetos podem ser melhores para todos nós e promover uma vida mais saudável.

Com a finalidade de esclarecer suas definições e apresentar o resultado de suas pesquisas de uma forma compreensível para o público leigo, a equipe do Healthy Buildings divulgou uma lista completa e detalhada de como pequenas coisas podem ajudar a tornar um edifício mais saudável para as pessoas.

Nove fundamentos para edifícios mais saudáveis:

Broadway Malyan projetará uma "cidade da saúde" em Brisbane, Austrália

Para o seu primeiro grande projeto na Austrália, o escritório internacional Broadway Malyan foi escolhido pelos empreendedores por trás da Greater Springfield, a maior comunidade planejada do continente, para projetar um novo distrito voltado à saúde em torno do terreno do Hospital Privado de Springfield, em Brisbane. Já um centro de saúde que contém o hospital, Aveo Springfield Retirement Village e um hotel, a proposta expandiria a chamada “cidade da saúde” para incluir uma expansão hospitalar, consultórios médicos, espaço residencial e comercial, bem como instalações para bem-estar. educação, pesquisa, hospitalidade, cuidado com idosos e empresas start-up.

10 Abrigos para barcos que vão além das margens da arquitetura

Seja pela presença dos remadores ou apenas quando estamos sentados tranquilamente às margens de um lago, os abrigos para barcos têm uma história incomum e geralmente são associados à paisagens românticas. Projetados como centros de treinamento para remadores profissionais, parques infantis à beira-mar, casas de finais de semana ou até mesmo como projetos de preservação histórica, garagens para barcos cativam a nossa imaginação à medida que transcendem os limites entre a terra e água.

Ben van Berkel do UNStudio apresenta seu pavilhão para a série Revolution Precrafted

Seguindo em frente com seu objetivo de divulgar projetos de arquitetura arrojados e estruturas flexíveis o suficiente para serem instaladas em qualquer tipo de terreno, a série Revolution Precrafted está apresentando o mais recente projeto desenvolvido por Ben van Berkel, fundador e principal arquiteto do UNStudio. Produzido em edição limitada, o Ellipsicoon (uma fusão de Ellipse e Cocoon) já está disponível no site do RP, juntando-se à outros tantos pavilhões pré-fabricados e projetos residenciais unifamiliares de arquitetos como Zaha Hadid, Jean Nouvel e Daniel Libeskind.

Cortesia de UNStudioCortesia de UNStudioCortesia de UNStudioCortesia de UNStudio+ 8

AIA anuncia os melhores projetos residenciais de 2018

Underhill; Matinecock, New York | Bates Masi + Architects. Image © Michael Moran
Underhill; Matinecock, New York | Bates Masi + Architects. Image © Michael Moran

O Instituto Americano de Arquitetos (AIA) anunciou os vencedores de seu 18º Housing Awards, que reconhece o melhor em projetos de residências para novas construções, restaurações e reformas. Este ano, o júri de cinco pessoas selecionou onze projetos para receber prêmios em quatro categorias: residências personalizadas com uma e duas famílias; casas de produção de uma e duas famílias; habitação multifamiliar; e habitação especializada.

The Bear Stand; Gooderham, Ontario, Canada | Bohlin Cywinski Jackson. Image © Nic Lehoux150 Charles; New York City | COOKFOX Architects, DPC and Alan Wanzenberg Architect & Design. Image © Bilyana DimitrovaSouth 5th Residence; Austin, Texas | alterstudio architecture. Image © Casey DunnMariposa1038; Los Angeles | Lorcan O'Herlihy Architects . Image © Paul Vu+ 65

Instituto Issam Fares de Zaha Hadid, pelas lentes de Bahaa Ghoussainy

© Bahaa Ghoussainy
© Bahaa Ghoussainy

Com sua volumetria monumental, diagonais marcantes e passarelas elevadas, o edifício do Instituto Issam Fares na American University of Beirut, projetado por Zaha Hadid Architects, enfatiza o movimento e evoca a velocidade da vida contemporânea. Iniciado em 2006 e concluído em 2014, o premiado edifício de concreto e vidro da Hadid apresenta um ousado balanço que se projeta 21 metros para frente da fachada, criando um espaço coberto. As passarelas elevadas cruzam os galhos de enormes árvores de mais de um século de idade.

© Bahaa Ghoussainy© Bahaa Ghoussainy© Bahaa Ghoussainy© Bahaa Ghoussainy+ 23

Toshiko Mori busca um diálogo que transcende tempo e espaço

Dando sequência à série de vídeos Time-Space-Existence que antecedem a Bienal de Veneza deste ano, o PLANE-SITE publicou uma nova conversa com a arquiteta e ex-diretora de arquitetura da Harvard GSD, Toshiko Mori. Cada vídeo destaca as ideias que impulsionam o trabalho desses conhecidos designers e arquitetos, com esse episódio focando na filosofia de comunicação visual de Mori, seu diálogo com a história e as considerações do futuro em seu trabalho.

Cortesia de Tashiko Mori Architect© Paul Warchol© Hiroshi Abe© Iwan Baan+ 15