Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Eduardo Souto De Moura

Eduardo Souto De Moura: O mais recente de arquitetura e notícia

Eduardo Souto de Moura será tema da próxima grande exposição na Casa da Arquitectura

A Casa da Arquitectura – Centro Português de Arquitectura inaugurará, em outubro, a exposição “Souto de Moura – Memória, Projectos, Obras”, que ficará em cartaz até setembro de 2020. Com curadoria de Francesco Dal Co e Nuno Graça Moura, a exposição oferece uma singular e rara leitura monográfica do trabalho daquele que é considerado um dos mais prestigiados arquitetos portugueses.

Em foco: Eduardo Souto de Moura

Eduardo Elísio Machado Souto de Moura completa hoje 67 anos. Nascido no Porto em 1952, formou-se em arquitetura pela Escola de Belas Artes do Porto e iniciou sua carreira trabalhando com Álvaro Siza, com quem mantém até hoje uma relação profissional muito rica.

Casa da Arquitectura recebe o acervo de Eduardo Souto de Moura

A Casa da Arquitectura - Centro Português de Arquitectura acaba de fechar acordo com o Pritzker Eduardo Souto de Moura para o depósito de seu acervo na instituição portuguesa. O contrato foi assinado no dia 6 de maio e acrescenta às 604 maquetes já depositadas na instituição desde 2009 cerca de 8.500 peças desenhadas e toda a documentação textual e fotográfica que complementa os projetos produzidos pelo arquiteto ao longo dos seus 40 anos de atividade profissional.

Eduardo Souto de Moura é reconhecido com Prêmio Memorial Arnold W. Brunner 2019

O arquiteto português Eduardo Souto de Moura foi reconhecido esta semana com o Prêmio Memorial Arnold W. Brunner 2019, premiação concedida anualmente pela Academia Americana de Artes e Letras a uma arquiteta ou arquiteto de qualquer nacionalidade que tenha realizado contribuições significativas à "arquitetura enquanto uma arte".

Eduardo Souto de Moura: "Ser incompetente é uma forma de ser reacionário"

Eduardo Souto de Moura, vencedor do Prêmio Pritzker de 2011, talvez seja, ao lado de Álvaro Siza, o arquiteto português influente da atualidade, com uma produção consistente marcada por obras que mostram impressionante atenção às especificidades locais.

Desenhos de Norman Foster, Álvaro Siza e Souto de Moura em leilão na FAUP

Desenhos, fotografias, serigrafias e outras peças originais produzidas por arquitetos e artistas de diferentes partes do mundo serão leiloadas na Faculdade de Arquitetura do Porto. A iniciativa “Quem dá mais”, uma venda livre promovida por estudantes do segundo ano do Mestrado Integrado em Arquitectura (MIArq) da FAUP, contará, entre outros, com trabalhos Norman Foster, Álvaro Siza e Eduardo Souto de Moura.

Lições da arquitetura: leituras a partir de poéticas

O arquiteto Luciano Margotto, orientado pela Profa. Dra. Mônica Junqueira de Camargo, apresenta nessa tese de doutorado cinco lições da arquitetura: Austeridade, Generosidade, Liberdade, Público e Espacialidade. O autor investiga no trabalho as obras de arquitetos como Carlos Millan, Marcello Fragelli, Eduardo Souto de Moura, Oscar Niemeyer, Vilanova Artigas, Fábio Penteado, Lucio Costa, Lina Bo Bardi, Paulo Mendes da Rocha, Brasil Arquitetura, Gabriel Guarda, Martín Correa e Alvaro Siza. Veja abaixo o resumo da tese defendida na FAUUSP em 2016.

Quem já ganhou o Prêmio Pritzker?

O Prêmio Pritzker é o reconhecimento mais importante que um arquiteto(a) pode receber em vida. A honraria é outorgada todos os anos a arquitetos e arquitetas cuja obra construída "tenha produzido significativas contribuições para a humanidade ao longo dos anos", segundo explica a própria organização responsável pela premiação. Por esta razão, o júri presta homenagem a pessoas e não a escritórios, como já aconteceu em 2000 (Rem Koolhaas ao invés do OMA), 2001 (Herzog & de Meuron), 2010 (SANAA), 2016 (Elemental) e 2017 (RCR Arquitectes), premiando seus fundadores (como no caso do SANAA), o então, um deles (Elemental).

O prêmio surgiu de uma iniciativa criada por Jay Pritzker através da Fundação Hyatt, organização associada a empresa hoteleira que o mesmo fundou em conjunto com seu irmão Donald em 1957. A primera edição do prêmio foi realizada em 1979, quando Philip Johnson se tornou o primeiro arquiteto a ser homenageado. Estadunidense, Johnson é autor de importantes obras da história da arquitetura moderna, como a Glass House (1949).

O Prêmio Pritzker já conta com quarenta edições anuais ininterruptas, galardoando arquitetos e arquitetas de 18 nacionalidades diferentes. Metade dos premiados são europeus; América, Ásia e Oceania dividem as outras vinte edições, e até hoje nenhum arquiteto o arquiteta africano(a) teve a chance de receber o prêmio, sendo o único continente do globo a não possuir representantes no hall da fama da arquitetura.

Portugal colocará em circulação moeda em homenagem a Eduardo Souto de Moura

Uma moeda comemorativa em homenagem ao arquiteto Eduardo Souto de Moura será colocada em circulação esta semana em Portugal. Parte da série "Arquitetura Portuguesa" de moedas temáticas emitidas pelo Banco de Portugal, a moeda, que vale 7,50 Euros, estará disponível ao público a partir desta quarta-feira, 12 de dezembro, em tesourarias do Banco de Portugal e instituições de crédito.

Conheça o interior das Capelas do Vaticano na Bienal de Veneza com este vídeo do Spirit of Space

Norman Foster. Imagem Cortesia de Foster + Partners
Norman Foster. Imagem Cortesia de Foster + Partners

A Cidade do Vaticano participou da Bienal de Arquitetura de Veneza pela primeira vez este ano, convidando o público a explorar uma sequência de capelas exclusivas projetadas por renomados arquitetos, incluindo Norman Foster, Eduardo Souto de Moura e Carla Juaçaba. Localizadas nos bosques que cobrem a ilha de San Giorgio Maggiore, as obras oferecem interpretações da capela de 1920 de Gunnar Asplund, no Woodland Cemetery, em Estocolmo, um exemplo inspirador de arquitetura memorialista modernista, ambientado em um contexto similarmente arborizado.

Um novo vídeo produzido pela Spirit of Space oferece um breve tour virtual pelas estruturas que compõem o pavilhão da Santa Sé, permanecendo em cada uma delas apenas o tempo suficiente para mostrar diferentes ângulos e vistas. À medida que o público circula pelas capelas é possível perceber uma ideia do percurso em cada ambiente.

Eduardo Souto de Moura e META divulgam imagens de sala de exposições em Bruges, Bélgica

Eduardo Souto de Moura, em colaboração com o escritório META architectururbeau, divulgou imagens de um projeto de renovação urbana na cidade belga de Bruges. O Beursplein & Congresgebouw consiste em uma sala de exposições e praça pública coberta que ocupará o terreno outrora ocupado por uma feira.

O projeto de 40 milhões de euros pretende ser um catalisador para a renovação urbana no centro de Bruges, com um papel duplo de sala de exposições e centro de conferências capaz de abrigar eventos corporativos durante a semana e receber turistas nos finais de semana.

© infunctievan © infunctievan © infunctievan © infunctievan + 10

Alvaro Siza: "O projetista de sonhos"

Direto do Blog da Fundación Arquia, o arquiteto Raúl García García, nos convida a conhecer um pouco mais sobre o processo criativo de Álvaro Siza através de seus esboços mais elementares, um dos arquitetos mais importantes de meados do século XX e início do século XXI.

Primeira participação do Vaticano na Bienal de Veneza: Pavilhão da Santa Sé

Aerial view. Imagem © Laurian Ghinitoiu
Aerial view. Imagem © Laurian Ghinitoiu

A 16ª edição da Bienal de Arquitetura de Veneza traz pela primeira vez a participação do Vaticano. Com seu pavilhão da Santa Sé, a cidade-estado convidou arquitetas e arquitetos a projetarem capelas que, após a Bienal, serão relocadas em diferentes partes do mundo.

Localizadas em uma área arborizada na ilha veneziana de San Giorgio Maggiore, dez capelas projetadas por arquitetos como Norman Foster, Eduardo Souto de Moura e Carla Juaçaba se unem a uma décima primeira projetada pelo escritório MAP Architects. Esta última serve como um prelúdio para as demais capelas, ao mesmo tempo que reflete sobre o projeto de Gunnar Asplund para a Capela Woodland, de 1920.

O belo e o feio na arquitetura: uma conversa entre Álvaro Siza e Souto de Moura

Parceiros de trabalho e amigos há mais de quatro décadas, Álvaro Siza e Eduardo Souto de Moura somam dois Pritzkers e uma série de outros prêmios que atraem a admiração e o respeito de qualquer profissional da arquitetura. Em conversa mediada por Isabel Lucas e publicada no jornal português Público.pt, a dupla discute os primeiros momentos dessa longa parceria que, com o passar do tempo, se transmutou em cumplicidade que permite um desenhar sobre o croqui do outro num processo que os próprios chamam de "osmose".

Dez arquitetos projetam capelas para o Vaticano na Bienal de Veneza 2018

Este ano, o Vaticano participará pela primeira vez da Bienal de Arquitetura de Veneza - e o fará através da construção de dez capelas projetadas por dez arquitetos de diferentes partes do mundo. A notícia foi confirmada pelos jornais paraguaios ABC e Última Hora, que revelaram o nome de Javier Corvalán, arquiteto paraguaio, entre os participantes.

A escolha dos arquitetos foi feita por Francesco Dal Co, historiador italiano de arquitetura e curador do pavilhão do Vaticano. As capelas deverão se projetadas de modo que possam, ao fim da Bienal, ser transportadas a diferentes locais do mundo, de acordo com a demanda por espaços de culto. 

Os arquitetos selecionados são:

Building Views

A janela minimalista conheceu um notável sucesso nas últimas duas décadas, continuando e enriquecendo o legado de um dos maiores ícones da Arquitectura Moderna — a janela horizontal e os envidraçados de correr. Partindo da experiência internacional da Jofebar — uma empresa com 30 anos nos sectores da serralharia, do vidro estrutural e das janelas minimalistas —, este livro oferece diferentes perspectivas sobre a janela e um panorama abrangente da construção e arquitectura contemporâneas. Entre os autores contam-se arquitectos, críticos, fotógrafos, escritores, empresários e académicos, que propõem um conjunto rico e articulado de imagens e contributos originais.

Casa das Histórias de Eduardo Souto de Moura, pelas lentes de Manuel Sá

Projetada pelo Pritzker português Eduardo Souto de Moura, a Casa das Histórias - também conhecida como Museu Paula Rego - é uma das obras mais emblemáticas da arquitetura contemporânea portuguesa. A geometria simples e o modesto gabarito do edifícios são rompidos por dois volumes piramidais avermelhados que garantem a entrada de luz natural difusa nos interiores expositivos.

A coloração do concreto contrasta com o azul do céu e o verde da vegetação circundante, como se pode ver na série de fotografias compartilhadas por Manuel Sá.

© Manuel Sá © Manuel Sá © Manuel Sá © Manuel Sá + 12

Eduardo Souto de Moura: "Cada vez tenho menos prazer na arquitetura que me pedem"

Em entrevista ao jornal português Diário de Notícias, o Pritzker lusitano Eduardo Souto de Moura fala a Ana Sousa Dias sobre sua trajetória desde a escola de Belas Artes, seu trabalho ao lado de Noé Diniz e Álvaro Siza, até sua consolidada carreira internacional - que tem lhe rendido projetos, mas não prazer.

"Se tenho de fazer 30 projetos, há três que me dão gozo e 27 que não. Estou farto. Não me chateia discutir desde que o pressuposto seja inteligível. Mas neste momento só interessa o tempo e o dinheiro, até pode ficar feio. Politicamente, respeitar as eleições e economicamente ter grandes lucros", comentou Souto de Moura.