1. ArchDaily
  2. Moscou

Moscou: O mais recente de arquitetura e notícia

As influências orientais que moldaram a arquitetura soviética na Ásia Central

Após o fim da Segunda Guerra Mundial e com a clamorosa vitória dos Aliados sobre a Alemanha Nazista, a União Soviética se consolidou como uma das principais potências emergentes junto aos Estados Unidos, ampliando seu limites e expandindo sua influência e domínio sobre um vasto território da Europa Central à Ásia. Ao longo da segunda metade do século XX, em um período marcado por uma vaidosa disputa ideológica contra os EUA, a União Soviética utilizou a arquitetura como uma ferramenta para estabelecer uma aparente uniformidade e concordância sobre um território ocupado extremamente diverso e policromático. Neste contexto, procurava-se combater as especificidades locais em favor da supremacia de uma nova sociedade unificada e homogênea. No entanto, na prática, a arquitetura se mostrou suscetível a adaptações e influências locais—principalmente nos distantes territórios ocupados pela URSS na Ásia Central. Dito isso, este artigo ilustrado com fotografias de Roberto Conte e Stefano Perego procura analisar as especificidades e desdobramentos da arquitetura soviética em um território historicamente excluído das principais narrativas modernas, revelando todas as nuances de seu patrimônio construído e a variedade de tons de suas paisagens urbanas.

Chorsu Bazaar (1980). Tashkent, Uzbekistan. Image © Stefano PeregoResidential building (1970s). Chkalovsk, Tajikistan. Image © Stefano PeregoCircus (1976). Bishkek, Kyrgyzstan. Image © Stefano PeregoState Academic Russian Theatre for children and young people (former Palace of Culture AHBK) (1981). Almaty, Kazakhstan. Image © Roberto Conte+ 19

Escritório A Idade do Tempo / Reutov Design

© Reutov Dmitry, Gerner Ekaterina© Reutov Dmitry, Gerner Ekaterina© Reutov Dmitry, Gerner Ekaterina© Reutov Dmitry, Gerner Ekaterina+ 7

  • Arquitetos: Reutov Design
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  62
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2021
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Desalto, Michael Anastassiades, Secolo

Evolução da planta residencial: da Revolução Industrial ao período entre Guerras

A introdução de novas técnicas e materiais, juntamente com as inovações na infraestrutura, resultantes da revolução industrial, abriu o caminho para a habitação vertical. Investigando especificamente um período de tempo em que um fluxo populacional foi direcionado para as cidades e as divisões de classes sociais foram questionadas, este artigo analisa a evolução da planta residencial na Europa entre 1760 e 1939.

Estudando a transformação da unidade habitacional durante a revolução industrial até o período entre guerras, este artigo destaca quatro exemplos proeminentes que repensaram os layouts tradicionais e responderam aos desafios de sua época. Ainda hoje influentes, os modelos mencionados, restaurados para uso, fazem parte do tecido urbano do século XXI. Localizados em Londres, Paris, Amsterdã e Moscou, as plantas mostram os padrões de bem-estar interior em constante mudança, diretamente ligados a uma metamorfose mais ampla, equalizando e proporcionando o crescimento das populações urbanas. Descubra a evolução das unidades habitacionais, desde as casas geminadas até as cidades-jardim da Inglaterra; o Bloco de Haussmann, uma vida vertical para uma burguesia moderna; a Extensão de Amsterdã, das Alcovas aos Blocos de Habitação Social; e a Transition Type House na Rússia.

Ilustração antiga da Rue de la Paix, em Paris, antes da inauguração da Rue de l'Imperatrice. Criado por Provost, publicado em L'Illustration, Journal Universel, Paris, 1868. Imagem via Shutterstock/ by Marzolinovia BirminghamLiveA rue des Moineaux em 1860 (clichê Marville) antes da abertura da avenue de l’Opera. Imagem via Urban Forms: The Death and Life of the Urban Block by Ivor Samuels, Phillippe Panerai, Jean Castex, Jean Charles DepauleResidências "Eigen Haard", Spaarndammerplantsoen, Amsterdã, Estado Original, 1915. Imagem via Wikimedia+ 21

Torres Residenciais Kauchuk / Meganom

© Ilya Ivanov© Daniel Annenkov© Ilya Ivanov© Ilya Ivanov+ 18

  • Arquitetos: Meganom
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  26370
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2015

Como será o trânsito de veículos nas cidades do futuro?

Ao longo do ano passado—e muito provavelmente esta tendência permaneça no ano de 2021—, testemunhamos um considerável esvaziamento dos espaços públicos dos principais centros urbanos, algo que nunca antes havíamos visto e que muito provavelmente, não voltaremos a ver muito cedo. Essa sensação de ausência de trânsito e congestionamento foi uma das principais consequências dos longos períodos de quarentena. Curioso é o fato que, mesmo depois de amenizadas muitas das restrições impostas, o trânsito caótico das grandes cidades parece estar se negando a voltar à sua normal atividade.

DD16 / BIO-architects

© Vlad Mitrichev© Vlad Mitrichev© Vlad MitrichevCourtesy of Ivan Ovchinnikov+ 30

  • Arquitetos: BIO-architects
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  16
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2016
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: DUBLDOM, ECOVOLT, ElastoKAM, Osmo, ULTRALAM

Traçados medievais em 9 cidades vistas de cima

Moscou, Rússia. Imagem criada por @benjaminrgrant, source imagery: @maxartechnologiesGrussian, França. Imagem criada por @overview, source imagery: @maxartechnologies.Colônia, Alemanha. Imagem criada por @dailyoverview, source imagery: @maxartechnologiesPraga, República Checa. Imagem criada por @dailyoverview, source imagery @maxartechnologies+ 10

Fernando Cuenca Goitia em seu livro “Breve História do Urbanismo” afirma que a cidade da época medieval surge no começo do século XI e se desenvolve somente entre os séculos XII e XIII. Segundo o autor, esse crescimento esteve devidamente atrelado ao desenvolvimento do comércio que possibilitou ocupações laborais fixas, fazendo com que a cidade não fosse mais composta majoritariamente por viajantes. Ou seja, formou-se uma sociedade burguesa desenvolvida a partir das mais diversas atividades – como artesãos, feirantes, ferreiros, armadores de barco – que serviu de estímulo à cidade medieval.

Apartamento Ann / SKNYPL

© Mikheeva Anna, Poludkina Polina© Mikheeva Anna, Poludkina Polina© Mikheeva Anna, Poludkina Polina© Mikheeva Anna, Poludkina Polina+ 29

  • Arquitetos: SKNYPL
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  50
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2019

Praça Triumfalnaya / Buromoscow

© Vlad Feoktistov© Vlad Feoktistov© Vlad Feoktistov© Vlad Feoktistov+ 21

Moscow, Rússia
  • Arquitetos: Buromoscow
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  13740
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2015
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Magino, PSF KROST, Viabizzuno, iGuzzini

Museu ZOYA / Architectural buro A2M

© Mikhail Loskutov© IIya Ivanov© IIya Ivanov© IIya Ivanov+ 31

  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  2
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2020
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Ideal work architop, Morozoff, Stameska, The Light

Zaha Hadid Architects e ASADOV vencem concurso para duas estações de metrô em Moscou

Os vencedores do Concurso Internacional para as Estações de Metrô Prospekt Marshala Zhukova e Klenoviy Bulvar 2 em Moscou foram anunciados. A estação Klenovy Bulvar 2 da linha Biryulyovskaya será construída por um consórcio liderado por Zaha Hadid Architects, ao passo que a estação Prospekt Marshala Zhukova será executada pelo escritório russo ASADOV Architectural Bureau.

Estação Klenoviy Bulvar 2 - 1º Lugar. Cortesia de Zaha Hadid ArchitectsEstação Klenoviy Bulvar 2 - 1º Lugar. Cortesia de Zaha Hadid ArchitectsEstação Prospekt Marshala Zhukova - 1º Lugar. Cortesia de ASADOVEstação Prospekt Marshala Zhukova - 1º Lugar. Cortesia de ASADOV+ 10

Espaços públicos: lugares de protesto, manifestação e engajamento social

Por definição, “espaço público” é uma terminologia que aborda a noção de propriedade da terra, sugerindo que esse não pertence a ninguém em particular, mas ao próprio estado e portanto, a todos e cada um de nós. Isso significa que a manutenção destes espaços é uma obrigação que recai sobre as administrações públicas, seja em âmbito municipal, estadual ou federal. Abertos, gratuitos e acessíveis, espaços públicos encontram a sua relevância não apenas em suas definições legais, mas principalmente quando assumem um papel ativo em direção à mudança.

Espaços públicos são lugares de protestos e manifestações – poderosas ferramentas de expressão social e transformação política. Desde a marcha em Washington por melhores oportunidades e liberdade de expressão em 1963, passando pela Primavera Árabe em 2010 até a mais recente onda mundial de manifestações em defesa da vida e contra toda forma de discriminação racial, historicamente, espaços públicos operam como uma importante ferramenta de transformação social. Em momentos como esse, enquanto ainda precisamos “ir às ruas” para lutar por nossos direitos, para nos fazer ouvir e sermos vistos, os espaços públicos finalmente voltam à estar no centro das atenções – lançando uma nova luz sobre o seu importante papel na construção da identidade coletiva e como ferramenta de expressão social.

Zócalo, México City. Image © Santiago ArauMartyrs' Square, Beirut. Image © Rami RizkPlaza Alfredo Sadel, Caracas. Image via Shutterstock/ By EddvlpPuerta del Sol in Madrid during the 2011 Spanish protests. Image via Wikipedia By Fotograccion under CC BY-SA 3.0+ 16

Restaurante Bistrô PITA'S / DA bureau

© Mikhail Loskutov
© Mikhail Loskutov

© Mikhail Loskutov© Mikhail Loskutov© Mikhail Loskutov© Mikhail Loskutov+ 17

  • Arquitetos: DA bureau
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  132
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2019

Vander Park / de Architekten Cie.

© Alexey Narodizkiy© Alexey Narodizkiy© Alexey Narodizkiy© Alexey Narodizkiy+ 30

  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  144000
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2019

Archi Loft / Geometrix Design

© Ilya Ivanov© Ilya Ivanov© Ilya Ivanov© Ilya Ivanov+ 31

  • Arquitetos: Geometrix Design
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  450
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2019

ODA projeta masterplan para recuperar antiga área industrial de Moscou

A escritório ODA venceu o concurso internacional para projetar um plano diretor de 300 mil metros quadrados em Moscou, Rússia. O projeto prevê um grande desenvolvimento de uso misto voltado a estimular antigas zonas industriais nos arredores da cidade.

Cortesia de Brick VisualCortesia de Brick VisualCortesia de Brick VisualCortesia de Brick Visual+ 7

Residência n. n / J. Mayer H + Alexander Erman Architecture & Design

© Ilya Ivanov
© Ilya Ivanov

© Ilya Ivanov© Ilya Ivanov© Ilya Ivanov© Ilya Ivanov+ 25

Moscou, Rússia
  • Arquitetos: Alexander Erman architecture & design, J. Mayer H
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  5300
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2019
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Air-Lux, Hormann, Schuco

SNKH Studio vence concurso para projetar o cinema de verão do Garage Museum de Moscou

O estúdio SNKH, com sede em Erevan, Armênia, foi selecionado para projetar o cinema de verão Garage Screen para o Museu de Arte Contemporânea Garage, em Moscou, na Rússia. O museu convidou o jovem escritório para apresentar sua proposta de arquitetura temporária e ampliar a abrangência deste concurso, que passa a incluir Rússia, Armênia, Bielorrússia, Cazaquistão e Quirguistão.

© Mark Seryy, Strelka KB© Mark Seryy, Strelka KB© Mark Seryy, Strelka KB© Mark Seryy, Strelka KB+ 6